Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
gadu

Duvida, corrente e tensao.

Recommended Posts

Ola galera...

estou com uma duvida que esta me matando, começei a estudar eletro eletronica e vi as leis de ohm, no caso a mais conhecida.

U= R.I

Onde se ve claramente que tensão e corrente sao diretamente proporcionais.

A duvida é que em todos os catalogos de motores as respectivas correntes sao maiores numa tensão menor e menores numa tensão maior, o que me deixou muito confuso.

Gostaria de saber o porque disso.

Agradeço desde ja

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Ola galera...

estou com uma duvida que esta me matando, começei a estudar eletro eletronica e vi as leis de ohm, no caso a mais conhecida.

U= R.I

Onde se ve claramente que tensão e corrente sao diretamente proporcionais.

A duvida é que em todos os catalogos de motores as respectivas correntes sao maiores numa tensão menor e menores numa tensão maior, o que me deixou muito confuso.

Gostaria de saber o porque disso.

Agradeço desde ja

Abraços

E ai fera !!!

Veja se esta explicação abaixo te ajuda:

Você ve esta diferença em motores de indução trifasico onde a corrente e menor ou maior como você pois em sistemas Trifasicos AC não se aplica a Lei de ohm

Para se calcular a corrente de um motor segue-se esta equeção basicamente vou dar um exemplo de um sistema triafico em 440Vac com 2CV em fi de 0,88 N 78,5

I=(736*P(cv))/(Raiz(3)*cos(fi)*N*V)

Ou seja para se calcular a corrente de um motor deve-se converte sua potencia que geralmente esta em CV ou HP usara a raiz correspondente ao sistema também seu rensimento , fator de potencia e logico a tensão de alimentação ai você tem a corrente do Motor (In)

Ja para e sua divida de Lei de OHM:

A 1a. Lei de Ohm diz que “a intensidade da corrente elétrica que percorrer um resistor, a temperatura constante, é diretamente proporcional à tensão (d.d.p.) entre seus terminais”. O que significa dizer que a resistência elétrica de um resistor é constante a uma determinada temperatura, ou matematicamente:

V/I = R ou V = R*I

Os Resistores que apresentam este comportamento previsto na 1ª lei de Ohm são denominados resistores ôhmicos.

A 2a. Lei de Ohm diz que “a resistência elétrica ® de um condutor é diretamente proporcional ao seu comprimento ( l ) e inversamente proporcional à área de sua seção transversal (A)”. O fator de proporção é a resistividade elétrica (p), característica de cada material. A expressão matemática é:

R= (p*L)/A

Qual quer duvida Volte a postar !!!

Falou

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi meu amigo gadu, vamos mexer um pouco nessa equação :

U = R . I ou seja, tensão é igual ao valor da resistencia da carga vezes a corrente nela ( assim descrita vale apenas para cargas RESISTIVAS !!! Só para te lembrar, um motor é uma carga altamente INDUTIVA, e a corrente está muito defasada em relação à tensão , mas isto é assunto para outra hora .... )

Sabemos também que a potencia é igual ao produto da tensão vezes a corrente :

P = U . I ou seja, em se tratando de POTENCIA, a tensão e a corrente são INVERSAMENTE proporcionais, para manter um produto P constante, se a tensão triplica, a corrente tem de ser 3 vezes menor, ok ?

Vamos dar um exemplo numérico para voce entender melhor isto :

Temos uma carga ( motor ) que tem a potencia de 100 watts, e pode ser ligada em duas tensões diferentes, ela pode ser ligada na tensão de 100 volts , ou nos 200 volts.

Se voce ligar na tensão de 100 volts, usando a fórmula, temos que a corrente I é igual à 1 A ( potencia = 100 watts )

Agora, imaginando que vamos ligar na tensão de 200 volts, para obtermos a mesma potencia de 100 watts vemos que a corrente diminuiu para 0,5 A.

Ou seja, o produto da tensão pela corrente é que determina a potencia, se um deles dobra, o outro cai pela metade !!!!

Veja o caso do chuveiro elétrico, quando voce vai comprar repara que o vendedor te pergunta se voce vai ligar nos 110V ou em 220V ..... mas a potencia do chuveiro não muda !!!!!!

Se esse chuveiro for de 5.400 watts, ele vai consumir em 110 volts O DOBRO da corrente que consumiria em 220V !!!! Ou seja, a tensão aumenta e a corrente diminui, ou a tensão diminui e a corrente aumenta, isto porque temos de manter a potência , ok ?

Essa é a explicação que também serve direitinho para o caso do seu catálogo de motores , repare que você seleciona um motor pela POTENCIA que ele fornece !!!!!

Um abraço meu amigo, e bem-vindo ao mundo da eletrônica !!!!!

Paulo

P.S. - Amigo Martins_eng..... esta sua explicação me fez voltar para os dias fúnebres de faculdade nas aulas de Eletrotécnica Teórica, onde tinha um professor doido que resolveu um dia explicar a física que fazia girar um motor desses de indução ....... nunca ví tanta equação literal com Integrais duplas e triplas...... eu pensava comigo " o que que essa p....... tem a ver com ELETRÔNICA ????? "

Mas olha, fiquei até com vergonha depois de ver a simplicidade da minha resposta, perto da sua, espero que o amigo GADU não desista do curso de eletrônica tentando entender que raios que é esse fi, N, trifásico e de onde que saiu a tal da raiz(3) hihihihihihi !!!

Um abração meu amigo !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sem considerar que, em corrente contínua não se tem uma variável chamada fator de potência e em CA se tem. O fator de potência define em outras palavras o quanto a corrente poderá estar defasada com relação a tensão, sobre o motor. Por exemplo, em se tratando da potência sobre um motor em CA se pode dizer..

Pot. útil = Pot aparente x cos do ângulo de atraso da corrente com relação a tensão..

Figura02.jpg

Pot. útil = Pot aparente x cos 30º = Pot. útil = Pot aparente x 0,87

Desse modo e nesse exemplo a Potência útil = 0,87 x Potência aparente por causa da defasagem entre tensão e corrente, pelo comportamento indutivo da carga (motor por exemplo)

Não tente simplificar a eletricidade dentro da lei de ohm. Ela vale para um subconjunto de cargas que se comportam bem, que são de comportamento linear etc...

Veja por exemplo uma lâmpada de 100 Watts... Em 100 Volts ela deveria apresentar uma resistência de 100 ohms. Se medí-la vais achar algo em torno de 3 a 6 ohms.

Se fizeres I= V/R terias I = 100/3 = 33 Amperes, mas se sabe que a lâmpada de 100 Watts em 100 Volts drena 1 Ampere... É que ela é uma carga não linear, ao aquecer sua resistência começa a levantar a aumentar a ponto de chegar nos 100 ohms quando em regime.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×