Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Zeca Pagodinho

Membros Plenos
  • Total de itens

    1.383
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    100%

Reputação

801

2 Seguidores

Sobre Zeca Pagodinho

  • Data de Nascimento 29/09/1981 (38 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Montréal, QC - Canada
  • Sexo
    Masculino

Meu PC

  • Processador
    Intel Core i7 4770K
  • Cooler
    Corsair H60
  • Placa de vídeo
    Gigabyte G1 Gaming GTX 980
  • Placa-mãe
    Asus Z87 Deluxe
  • Memória
    Kingston Hyper X (2 x 8 GB)
  • HDs
    Seagate Sata III 1 TB
  • SSDs
    2x Kingston 120 GB em RAID1 e 1 OCZ 60 GB
  • Gabinete
    NZXT Phantom
  • Fonte
    Corsair RM850x 80 Plus Gold
  • Sistema Operacional
    Gentoo Linux

Outros

  • Biografia
    2° Grau no Colégio Tiradentes da Brigada Militar do RS, entrei na Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 2001, curso de Medicina. Formado médico em 2007, 2 anos no exército (fronteira com Uruguai) e especialização em Medicina de Família e Comunidade no GHC. No Canada seguirei outro caminho.
  • Ocupação
    Estudante
  • Interesses
    Medicina, tecnologia, informática
  1. O servidor proxy tem como porta padrão a 3128, mas o gerente de rede pode configurar a porta que ele bem entender. 8080 é uma porta bastante usada, mas não é necessariamente a porta que o servidor proxy utiliza. Tu tens certeza de que a porta é a 8080? A propósito da conexão do proxy, na tua empresa tu precisas fazer uma conexão com usuário e senha quando abre uma janela do navegador para poder acessar conteúdo da internet? Se não é solicitado nenhum dado extra, ou o servidor proxy é transparente ou é público. Em outras palavras, público para todas as máquinas da rede interna.
  2. A princípio a tua rede é subdimensionada para os equipamentos elétricos que tens. Creio que seja um problema a reportar à empresa fornecedora de energia elétrica, isso não poderia estar ocorrendo. Se tens como fazer, contrata um eletricista para fazer uma avaliação. O que for de ordem interna é da tua responsabilidade e se o problema for da companhia fornecedora ele vai te dar esse relatório.
  3. Testa os módulos de memória com o Memtest86+, um software específico para isso. Testa um módulo de cada vez, pois isso facilita a identificação do módulo defeituoso, caso hajam erros. Para facilitar o trabalho, acompanha o vídeo-tutorial abaixo e instala o programa num pendrive para utilizá-lo como sistema de início. O rapaz que fez o vídeo desconectou os HDs, mídias ópticas e SSDs, mas não é necessário fazer tudo isso. Basta acessar a BIOS/UEFI e configurar o pendrive como dispositivo primário para o boot ou simplesmente clicar sobre o ícone do teu pendrive (UEFI). Há ainda uma opção de acessar um "Boot menu" apertando uma das teclas F do teclado localizadas na parte superior, geralmente F12. Leia com atençao as opções do POST para saber qual é aquela do teu sistema. Com o Memtest86+ em funcionamento, ele já sai testando a memória imediatamente, observe as opções de configuração no menu mostrado aos 5:55 do vídeo. Opção (1), "Test Selection", creio que haja aqui a opção de testes mais completos. Deixa um teste mais completo rodando por 24h, ao menos. Com um módulo testado, passa para o outro. Deixa cada módulo no seu slot, não precisa nem se deve trocar de slot, já que alguns erros podem estar relacionados ao slot. Deixando no mesmo slot você elimina esse fator: estará testando o módulo sobre o slot no qual ele costuma ficar. Se apresentar erros você pode trocar de slot e repetir o mesmo teste. Se o problema é mesmo no módulo os mesmos erros se repetirão, ou melhor, os erros se repetirão informando os mesmos endereços de memória. Embora o Youtuber divulgue que não há o que fazer com erros de memória, isso não é verdade. Há programas que podem utilizar as informações fornecidas pelo Memtest86+ para isolar os endereços com falha e só gravar sobre aqueles que ainda estão bons, mas isso não existe para Windows. Como a informática não se resume ao Windows (inclusive o Memtest86+ roda nativamente no Linux), dizer que não há o que fazer é uma meia verdade. Todavia, reparar esses erros é uma tarefa difícil e inacessível para a maioria das pessoas.
  4. @Jean Wylmer , descreve o sistema completo. Precisaremos de detalhes do hardware para te indicar algum procedimento útil frente a essa gama de problemas. À primeira vista me parece ser problema com a memória RAM: vários programas acusados como causadores do problema, talvez estivessem ocupando o mesmo endereço ou conjunto de endereços de um módulo de memória danificado.
  5. A GTX 1070 deve fazer algo entre 500K e 750K PPD, o desempenho é bem superior, sem dúvidas vale a pena.
  6. Não tem nada errado, não. A frequência final de operação do módulo de memória é resultado de um clock de base multiplicado por 2, devido serem chips Double Data Rate (DDR). Se o clock do controlador de memória é ligeiramente inferior ao valor nominal (para DDR3 1333 MHz é de 667 MHz), o resultado final pode ser os 1330,6 MHz que ele anunciou. Sem problemas, continua sendo um módulo DDR3 1333 MHz. Quanto à frequência de operação de dois módulos diferentes, não necessariamente ficarão com a frequência daquele com a frequência nominal menor. O módulo de menor frequência pode ser capaz de operar a uma frequência maior e ficar sincronizado em overclock. É aí que podem ocorrer problemas. Se este módulo não for perfeitamente compatível com a frequência de operação, vai apresentar falhas, comprometendo o desempenho e até o funcionamento da máquina. Recomenda-se que a sincronização se dê pelo módulo de menor frequência por conta disso: é mais fácil um módulo mais rápido trabalhar numa frequência menor que um módulo mais lento acompanhar o mais rápido. Para terminar, não se recomenda misturar módulos de tamanhos diferentes, pois você perde a possibilidade de utilizar o dual channel. Com dual channel você tem o dobro da velocidade nominal dos módulos de memória instalados. A forma de dispor os módulos nos slots de memória é descrita com detalhes no manual da placa-mãe.
  7. Compreendeste que Folding@Home não se trata de mineração? O fato de haver uma moeda digital ofertada aos participantes do projeto que quiserem receber esses bônus não indica mineração. Este ato está relacionado àqueles casos em que um indivíduo se coloca a receber blocos de uma criptomoeda e põe seu processador/placa de vídeo a decifrar esse código, recebendo como recompensa todas as moedas encontradas nesse bloco, por isso o termo "mineração", em uma clara alusão ao fato de não se saber quantas moedas há em cada bloco. @E. Soares , tu conseguiste configurar o teu cliente a partir das dicas que te demos? Tua experiência pode ser útil para ajudarmos outros participantes do time que têm esse mesmo tipo de dificuldade.
  8. Obrigado pelo trabalho, @Rafael Coelho. Uma sugestão que agradaria gregos e troianos nessa imensa lista de sugestões de incremento dos testes é observar uma ou algumas ideias e as testar no próximo teste de hardware. Os frequentadores assíduos do Fórum frequentemente fazem algumas observações e atendê-las uma vez ou outra, inclusive algumas podendo vir a se tornar relevantes, é uma boa alternativa para cativar e manter a clientela. Além disso é conteúdo de discussão, o mesmo público pode aprovar ou refutar um resultado, desde que ele exista. Se se mantêm os mesmos testes os resultados podem ser comparados, mas a diversidade de conteúdo ajuda a crescer. Decidir entre uma ou outra opção é uma tarefa difícil, mas ter opções é a melhor escolha. Quanto aos resultados, fico extremamente feliz de ver o mercado de processadores nivelado, com duas linhas de produtos concorrendo para conquistar o cliente. Tenho certeza de que os Threadrippers trarão uma pressão positiva em favor da competitividade, aguardo com ansiedade os testes destes processadores. Será que o Clube do Hardware terá condições de fazer esses testes? Acho que terão que investir em hardware...
  9. Esse teste de temperatura só serve para fontes de baixa eficiência. Por exemplo, tenho uma Corsair RM850X. Como ela é de certificação 80 Plus Gold, não desperdiça muita energia com calor, mas certamente está entregando bastante energia. Pois é, no meu exemplo a gente vê que é uma Corsair 80 Plus Gold, mas tem muita fonte de boa qualidade e baixa potência equipando computadores Dell e HP, por exemplo, com eficiência superior a 85%. Daí fica difícil avaliar pela temperatura. Em suma, se você sabe que a fonte que está na sua frente é muuuuito ruim, vale o teste.
  10. O cliente não está conseguindo baixar o trabalho, a empresa tem um firewall ou proxy que bloqueiam tráfego de internet. O cliente F@H tem uma opção de configuração de proxy, nesses casos. Se o bloqueio é via servidor proxy, creio que configurando o cliente com o próprio servidor da empresa seja suficiente, caso contrário dá para tentar usando um servidor externo. É preciso saber qual a porta de proxy é usada, escolhendo um servidor externo com a mesma porta e configurando o cliente com esse servidor os trabalhos serão baixados e tudo funcionará perfeitamente. Explico: 1) Geralmente há um Firewall controlando o que entra e o que sai; 2) Aliado a isso configura-se um servidor proxy para controlar o acesso a sites. É com essa ferramenta que o acesso ao Youtube, sites de pornografia, download de arquivos muito grandes e outras regras são aplicadas; 3) O Firewall deixa aberta uma porta de saída justamente para o servidor proxy. A porta de retorno é liberada, são aquelas portas de numeração alta. O Firewall também bloqueia acessos externos ao servidor proxy, otimizando-o para uso da rede interna; Com base nisso, sabendo qual é a porta de comunicação do servidor proxy, pode ser possível ultrapassar o firewall e se conectar a um servidor externo de mesma natureza. É tentar para ver se funciona. No Cliente v7, clique em "Configure", seleciona a aba "Proxy", clica em "Enable proxy configuration" e adiciona o endereço ou IP do servidor proxy e a porta de comunicação. Logo abaixo há a opção "Proxy Authentication". Esses dados só precisam ser indicados se houver autenticação no servidor proxy. O proxy da empresa provavelmente tem essa opção, mas os públicos geralmente não têm. Às vezes a autenticação se dá de forma transparente usando-se os dados de login do cliente Windows. Se for o caso, usa o nome de usuário e a senha do mesmo.
  11. Eu tinha me esquecido que no Brasil há o imposto sobre o imposto do imposto X a taxa da "vó-do-badanha" somado da contribuição partidária compulsória (vão inventar isso em breve) e, sobre tudo, o ICMS de cada Estado. Nunca vou esquecer de uma frase que o @Gabriel Torres disse no vídeo sobre o porquê que eletrônicos são tão caros no Brasil: "O empresário tem um sócio que não contribui em nada e recebe >50% do valor do produto, enquanto o empresário tem 10 a 20% de lucro e todas as dores de cabeça para fazer o seu negócio viável". Talvez não tenha sido exatamente assim que ele falou, mas a ideia é essa. Off-topic completo: Aqui no Canadá a taxa do rotativo do Cartão de Crédito é de 19,9 a 23% AO ANO. Sim, ao ano. Quando comentei com um professor que no Brasil os juros cobrados sobre o saldo devedor do Cartão de Crédito eram de no mínimo 13% ao mês ele disse: "C'est pas possible. C'est trop bizarre." (Não é possível. É estranho demais.) E eu confirmei, ele termina: "C'est la mafia, c'est la seule explication. C'est la mafia!". Aí eu tenho que balançar a cabeça afirmativamente, não há como argumentar.
  12. Quanto a este item ainda fica a dúvida: tu instalasse a tua placa de vídeo em outro computador para verificar se o problema se repete em outros sistemas diferentes do teu? Eu acho que, com todos os sinais, ela veio com defeito. A única solução seria trocá-la.
  13. Você poderia desinstalar o driver que está te dando dor de cabeça e reinstalar o que estava aí. A maior parte das vezes não é necessário atualizar o driver. Entretanto, se você usa Windows 10, creio que o problema será mais difícil de resolver... parece que ele atualiza o driver de vídeo automaticamente e não te deixa escolher qual deve ficar instalado. Deve haver um meio de resolver isso, mas foge do meu conhecimento (uso Linux). Sobre adaptadores, nenhum vai te resolver o problema. Antes funcionava normal, depois de uma atualização de software não funciona mais. Isso está relacionado ao software, somente isso.
  14. - Tu tentaste visualizá-la no gerenciador de dispositivos do Windows? - Quando tu instalasse as placas de vídeo que teu amigo emprestou, tu desinstalaste os drivers de vídeo para reinstalar durante a nova tentativa de instalação da tua? - Como podemos ver um screenshot do desktop do Windows, tu conectaste o monitor ao vídeo on board. Quando tu instalasse as outras placas de vídeo procedeste da mesma maneira? Há uma opção na BIOS que permite escolher qual é o chip gráfico de preferência para gerar o sinal de vídeo no caso de mais de um dispositivo de vídeo disponível. Assim você pode escolher usar o chip on board (do processador) ou o chip da placa de vídeo. De qualquer forma, a placa de vídeo deve estar instalada no primeiro slot PCI-E 16x, enumerando-os do mais próximo ao mais distante do slot do processador. A placa de vídeo que for instala em outro slot PCI-E 16x não dará sinal de vídeo e se a BIOS estiver configurada para iniciar pelo chip gráfico on board não adianta conectar os cabos de vídeo a tua placa de vídeo off board que nada vai acontecer. Todavia o Gerenciador de Dispositivos reconhece a presença do hardware no sistema e, até onde eu saiba, ele deveria procurar instalar um driver para esse dispositivo. Se o driver da nVidia já está instalado provavelmente nada acontecerá. Se o teu amigo emprestou as placas de vídeo para testar, poderia levar a tua placa de vídeo para ele testar. Ela pode ter perfil diferente, não fica perfeitamente encaixada num gabinete diferente do padrão ITX, mas o slot é o mesmo, bastaria remover o fixador de metal da parte traseira da tua placa de vídeo e instalá-la no slot PCI-E 16x de qualquer computador. Se não tens material adequado para remover os parafusos dessa placa de metal é melhor nem tentar, pois pode deixar marcar nos mesmos e a garantia recusar a devolução do hardware alegando mau uso.
  15. Curioso, deve estar relacionado à placa de vídeo, mesmo. Se o áudio que você estava escutando era em MP3 ou outro formato compactado, então o processador estava ativo. Se fosse Linux daria para testar conexão remota. Eu uso Linux e deixo o micro ligado direto. Quando eu não consigo acionar os monitores (ficam em modo de economia), acesso via SSH e dificilmente não consigo fazê-lo. Na maior parte das vezes o problema era com o driver USB, que travou e bloqueou o acesso do mouse e teclado. Reiniciei o módulo de kernel que permitia esse serviço e os periféricos voltaram a funcionar, saí do modo de economia de energia e acessei o desktop normalmente. Se tem essa opção no Windows eu não sei, não posso te oferecer essa dica. Se o processador esquentar muito a máquina pode reiniciar automaticamente ou simplesmente travar. Quanto à placa de vídeo, eu não tinha visto algo parecido antes. Tenho três GTX rodando 24 horas por dia, nenhuma delas atingiu temperatura crítica ao ponto de parar/travar. Como não costumo fazer overclock em placa de vídeo também tenho dificuldade de te dizer se o sistema reinicia ou trava ou perde sinal de vídeo quando a placa de vídeo deixa de funcionar. O último modelo em que pratiquei isso foi uma FX5200 e o vídeo travava, não necessariamente havia a reinicialização do sistema e acredito que o processador permanecia ativo. O mais frequente é haver travamento do driver de vídeo, a tela pisca, fica escura e em seguida volta, com uma mensagem do Windows informando que o sistema se recuperou de um erro grave. Se isso permanecer pode haver o travamento completo e só reiniciando tudo para voltar ao normal. Instala o MSI Afterburner ou o software que acompanha a tua placa de vídeo e monitora as temperaturas da GPU. Essas VGA's trabalham tranquilamente a temperaturas acima de 80°C, mas esse é o limite para o qual não há regulagem automática do clock para baixo. Acima de 80°C o driver automaticamente baixa os clocks de operação do chip gráfico para reduzir a dissipação de calor, a velocidade dos FANs aumenta muito, mas dificilmente ultrapassam 70%. Segundo o fabricante a temperatura máxima é de 94°C, mas pode haver algum comportamento de proteção em valores mais baixos, não sei te dizer. A temperatura mais alta que eu registrei aqui entre minhas placas de vídeo foi de 82°C.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...