Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Blumer Celta

Membros Plenos
  • Total de itens

    710
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

216

Sobre Blumer Celta

  • Data de Nascimento 01/01/1975 (45 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Rio de Janeiro/Rj
  • Sexo
    Prefiro não dizer
  1. Então este é o comportamento normal deste CI? Se for assim pra mim ele será praticamente inútil... pois terei que usar 4 ciclos de código do arduino para realizar a contagem... Ainda me servirá como flipflop no primeiro pino pra não jogar fora os CIs... fora isso não consigo entender pra que alguém usaria uma contagem que age desta forma... Obrigado pelas dicas pessoal, acho que terei que partir pro cd4040.
  2. Obrigado pelas dicas pessoal. Para o projeto atual precisaria de 12 bits (este CI atenderia, mesmo sem q1 e q2), o fato de cascatear seria para um projeto futuro. Tentei montar na protoboard, mas não cheguei a cascatear... parei no primeiro pois acho que estou fazendo algo errado... Montei a configuração básica: Alimentação (5V de um arduino nano) Pino RESET do CI aterrado no GND do arduino. 4 LEDs com resistor limitador aterrados no GND do arduino e seus anodos nos pinos do CI: Q0 - primeiro LED Q3 - segundo LED Q4 - terceiro LED Q5 - quarto LED O pino A0 (usado como saida digital) do arduino pulsa para fazer a contagem. A contagem vai fluindo, entretanto percebo que o primeiro LED pulsa 4 vezes para então acender o próximo Diferente do que acontece no gif mostrado aqui neste tópico... Ele age como se realmente Q1 e Q2 estivessem fazendo parte da contagem. Os demais LEDs correm normalmente na contagem. O CI exato que estou usando é CD4020BE da Texas Obrigado.
  3. Vou tentar montar este final de semana para tirar a prova... mas... cade o pino 1 e 2 da imagem? ou seja os bits q1 e q2? vi num datasheet que teria 14 bits este CI... mas nas imagens que achai na internet são assim como esta faltando o q1 e q2? porque usam desta forma? e onde estão os bits faltantes?
  4. Valeu pelas dicas... agora me ocorreu que as pilhas alcalinas (onde normalmente acontece o problema) são lacradas no polo positivo, a carcaça de metal é fechada na parte do positivo e aberta no lado do negativo... isso explicaria que o polo negativo apresenta o problema... mas não explicaria o caso das linhas telefônicas (a central que vi usava baterias tipo de carro, ou muito parecidas)
  5. Os fios são de cobre, e tem uns que são de metal cor de alumínio, mas ou vi dizer que eram estanhados por isso eram brancos. e no caso da parafusadeira preteou todo um polo de latão (parece ser feito disso, pois é amarelo)
  6. A maldição do polo negativo... como combate-la? É o seguinte... Parece que todos os aparelhos que tenho, movidos a bateria, com o tempo começa a pretear o polo negativo... e este câncer vai seguindo pelo fio até chegar na placa do circuito... Geralmente acontece quando a bateria meio que dá uma vazadinha... mas nem sempre... como é o caso de uma parafusadeira que tenho na qual a bateria não vazou mas o polo negativo começou a pretear, e toda vez que preciso usar, tenho que lixar o polo negativo do pack de baterias... (já tentei passar estanho, mas com o tempo preteia o estanho também)... E sempre isso ocorre no lado do polo negativo da pilha/bateria... Ontem mesmo fui consertar um aquecedor a gás e na parte do circuito que usa pilhas, lá estava o problema... fio negativo todo preteado por dentro... praticamente todo corroído... chegando até a placa do circuito... Sempre achei estranho que nos fios da linha telefônica tinha um deles que sempre preteava com o tempo.... e me perguntava o motivo... até que um dia entrei em uma central telefônica da cidade, e vi que o sistema deles tinha um pack enorme de baterias que alimentava o circuito (acho que em caso de quedas de energia)... Alguém sabe o nome deste fenômeno? e como combate-lo? Obrigado.
  7. Ainda não consegui montar na protoboard, estive trabalhando bastante nos últimos dias... mas fiquei com a dúvida: o ultimo bit do primeiro CI ficará permanentemente em um estado (ou zero ou um) isso não desencadeará uma contagem automatica no segundo CI? fiquei com esta dúvida, vou montar para testar.
  8. Valeu, muito obrigado pela dica.
  9. Estou fazendo um circuitinho que tem um grande contador binario. ele roda atraves do arduino mega (que IOs suficientes para esta função) mas ele é caro. Gostaria de fazer esta função através de circuitos externos. Recentemente estive estudando (e aprendendo aqui no forum) sobre o CD4020 (que possuo alguns aqui, por isso quero usa-lo) Minha pergunta é: Existe alguma forma fácil de cascatear dois ou mais destes para aumentar o número de bits a serem contados? Obrigado.
  10. Obrigado valeu pela dica. Obrigado valeu pela dica... vou colar o CI sobre a placa e usar fios só pra consertar o aparelho.
  11. Estou com um circuitinho antigo que está defeituoso. Pelo que vi o defeito deve ser este circuito mesmo (MN4040B que é um contador binario de 12bits) Tenho em meu estoque um monte de CD4020 (também contador binario mas de 14 bits) O número de saídas não tem problemas pois preciso de apenas 2bits... Minha dúvida é a seguinte: No datasheet anexo do primeiro componente, aparece uma bolinha no desenho da entrada do clock... seria isso uma entrada inversora? existe diferença neste aspecto entre os componentes? um muda o estado das saídas com um pulso positivo e outro com um pulso negativo? obrigado. MN4040Bs contador binario matsushita.pdf
  12. Valeu, muito obrigado pela dica.
  13. Tenho uns MCs de arduino uno separados para montar sem a placa do arduino (já possuem boot loader). Vi vários circuitos na net para monta-los fora da placa do uno. E estes circuitos usam o tal oscilador externo (que eu tenho aqui que veio no kit do MC solto). Mas como quero fazer projetinhos de pouca precisão resolvi usar o tal do oscilador interno. Mas o que tenho que acrescentar no código pra poder funcionar o oscilador interno? Com isso preciso de algo mais (alem de meu próprio circuito)? tipo os capacitores do kit standalone? obrigado.
  14. Valeu, obrigado pelas dicas.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda_a_Ler_Resistores_e_Capacitores-capa-3d-newsletter.jpg

ebook grátis "Aprenda a ler resistores e capacitores", de Gabriel Torres

GRÁTIS! BAIXE AGORA MESMO!