×
Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Blumer Celta

Membro Pleno
  • Posts

    1.032
  • Cadastrado em

  • Última visita

Reputação

386

Sobre Blumer Celta

  • Data de Nascimento 01/01/1975 (47 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Rio de Janeiro/Rj
  • Sexo
    Prefiro não dizer
  1. Boa dica. Aqui, depois que entrou esta tal de fibra óptica, tudo tem que pedir para a operadora mesmo. Até pra trocar a senha do wifi tem que entrar em contato com eles e fornecer a senha que daí eles realizam a troca. Acho meio chato isso, mas tem funcionado assim na nossa cidade qualquer mudança que antes fazíamos no modem, agora só entrando em contato com eles pra que eles mudem, caso achem interessante.
  2. Este procedimento funcionou aqui.
  3. Não entendo muito sobre o assunto. No "CURSO PRÁTICO CONSERTOS DE TELEVISORES Por: Edmar de Lima www.edtecsoft.com" Ele cita sobre as diferenças dos flyback de monitor e de TV, e fala sobre capacitor/diodo interno. Quem quiser conferir basta procurar na internet tem este curso.
  4. Infelizmente não tenho muita noção, precisaremos dos mais experientes. Quando começa a complicar e exigir cálculos, fico pelo caminho, principalmente em eletrônica analógica. De mosfets não estudei quase nada ainda. Esta na minha lista de estudos. Estou pior que a protoboard pra dar erro 😁😁😁😁
  5. Caso pense em usar o 4066 pode ser tentado a utilizar também o 4016. Os dois parecem ser o mesmo circuito, mas pesquisando descobri a diferença: Quando a chave fecha, na verdade não é um "curto total" entre os contatos. Na verdade eles formam uma pequena resistência. E pelo que li (e muito aprendi aqui no forum), o 4066 seria realmente melhor (como chave) pois forma uma resistência menor entre os contatos.
  6. Vejo que andas com inquietações sobre o 4017 (as quais já tive anteriormente, antes de conhecer o arduino e me tornar um vadio, migrando tudo para ele ao invés de aprender de verdade). Mas entendo que com o 4017 e os outros componentes discretos deve ficar bem mais barato o projeto, além de mais elegante e profissional (sem usar um canhão para matar passarinho). Mas voltando ao 4017, não sei se já aplicou isso, mas aqui no forum mesmo, aprendi que este componente deve ter um reset inicial para evitar frustrações e para que a lógica dele comece sempre de forma igual. Caso queira saber sobre isso (se ainda não souber) veja este artigo: https://www.newtoncbraga.com.br/index.php/eletronica/52-artigos-diversos/6609-usando-contadores-4017-art794 https://www.newtoncbraga.com.br/images/stories/artigos10/art0794_04.jpg
  7. Estou lendo um documento sobre o assunto, e fala que estas portas (no lado do PC) não podem ultrapassar 100ma de corrente. teria que ver se estes PICs/Arduinos e etc, não ultrapassam isso, caso contrário acho que precisaria de alimentação externa. O documento também fala sobre fusíveis nestas portas que, em máquinas mais antigas, poderiam se queimar, necessitando a placa de conserto. http://www.burtonsys.com/ps2_chapweske.htm
  8. Valeu, obrigado pela dica. Valeu pela dica. Vou dar uma verificada melhor, se não tiver terei que comprar um CI para isso ou usar os 4066 que tenho aqui de sobra. Muito obrigado.
  9. não lembro bem, costumo usar multimetro de agulha.
  10. Acho que o nome certo é relé de impulso, e pelo que me falaram você manda um pulso e ele trava naquela posição (sem precisar mais de energia)
  11. Estou pensando em fazer um controle digital de volume, e em vez de comprar um componente, resolvi tirar de sucatas. Vi pessoas comentando que o TC9153 é igual o KA2250. Isso é verdade? Procurando em minhas sucatas só encontrei um TC9173 num radio da Toshiba, mas não encontrei Data Sheet dele na internet. Sabem me dizer se eu posso usar as mesmas ligações do TC9153 no TC9173? Obrigado.
  12. Acho que se for relê de impulso, ele fica travado em uma posição dependendo dos impulsos dados (ele é pra isso mesmo e bem mais caro pelo que sei) acho que não se encontra facilmente em módulos de arduino. Minha teoria é que deve ser um módulo barato de relê para arduino, e o relê chinês não está dando conta do recado e soldou/colou os contatos. Tire uma foto das especificações e mostre aqui. Pode ser que ele não seja feito para esta corrente ou então tem informação desonestas escritas no corpo dele.
  13. Amigo, pode ser também o FERRITE BEAD SMD, O que resultará em curto certo também, pelo que sei. E em multímetros acho que aparece 1 se estiver em curto ou muito próximo disso.
  14. Existem capacitores cerâmicos e eletrolíticos (dentre outros, você não especificou), mas pelas fotos acho que fala dos cerâmicos. O fato de ser preto acredito que não interfere imediatamente na questão, pois tem componentes que já são da cor preta (e nem todos são capacitores embora sejam parecidos). Já resolvi muitos casos de CAPs cerâmicos em curto medindo diretamente na placa (sem precisão da medida), da seguinte forma: Usando multímetro com pontas de agulha, cravo nos terminais do cap cerâmico, se der muito perto de zero ohms, retiro da placa e testo novamente para saber se é ele que está em curto ou se é outro componente adjacente, isso já me poupou muito tempo. Mas confesso que dentre os que estavam de fato em curto, muitos deles estavam escurecidos (embora nem todos). Já peguei algumas fontes entrando em proteção por causa destes bichinhos em curto. Não me lembro de ter pego algum caso de capacitor cerâmico de disco em curto. isso pode acontecer, ou só é comum em caps SMD?
  15. Pensou em algo como isso?

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Como ganhar dinheiro montando computadores!

MINICURSO GRÁTIS!

Como ganhar dinheiro montando computadores!

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE AGORA MESMO!