Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

navegantenarede

Membros Plenos
  • Total de itens

    543
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    N/D

Reputação

182

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    SP
  • Sexo
    Prefiro não dizer
  1. @vitorpontesd você pode informar a versão dos navegadores em que você teve esse problema? Se indica um problema com HSTS, é possível que seja devido ao suporte do navegador a essa tecnologia. Por isso, saber o navegador e a versão em específico ajudaria nesse caso. Aqui tem uma tabela que indica a compatibilidade com os navegadores modernos.
  2. @Tonix87 um notebook para rodar jogos por esse valor é um pouco complicado... Que tipo de jogo você pretende rodar? De toda forma, por esse valor você deve conseguir configurações com processador da oitava geração i5-8XXX, 8 GB de RAM e tela Full HD. Um modelo que me vem à mente é o Lenovo 330S, se você tem algum tempo para esperar e aguardar promoções, acompanhe sites como Gatry, Promobit e Pelando, que pode aparecer alguma promoção interessante.
  3. @Luis Pedro Tavares é normal a conta ser bloqueada após várias tentativas falhas, aguarde o desbloqueio e recupere a sua senha pelo no link: https://www.nvidia.com/pt-br/account/forgot-password/
  4. @giant01 o ideal é seria que você reinstalasse os programas no SSD, até porque, acredito que não há necessidade de ter o HD com o sistema operacional. Porém, você pode usar um programa como o SymMover que ajuda a mover os programas e criar um link que vai identificar o novo local dele.
  5. @Davi Feitosa você pode fazer uma pesquisa sobre reconhecimento de caracteres, dá uma olhada nesses projetos sobre OCR (Optical Character Recogniztion) que podem servir como um ponto de partida.
  6. @ramaole no Google Chrome, quando aparecer essa mensagen, veja a barra de endereço do navegador se aparece alguma indicação para habilitar o Flash. A opção de habilitar também fica disponível na parte de Configurações do site.
  7. @Thiago Rebelatto para cursos tem várias plataformas: Alura, Udacity, Udemy, Caelum, edX, Coursera, etc. Várias delas publicam artigos também, então você pode ficar atualizado sobre as tecnologias. O que me ajudou foi a prática, então eu recomendo projetos como Project Euler, que tem vários problemas para resolver. Se for começar por Python, recomendo também dar uma olhada no Thonny que é feito para iniciantes. Mas recomendo não focar tanto nas ferramentas e mais nos conceitos, encontrando uma que funciona já é o suficiente pra começar. Uma dica não tão relacionada com programação diretamente é aprender inglês, pois ajuda a ter acesso a mais materiais, documentações e projetos. O Repl.it pode ser usado sem conta também, mas a opção fica um pouco escondida.
  8. @Jhonnyi para quase toda situação existe um programa equivalente gratuito ou mais barato, mas como é um programa diferente, você também tem que estar disposto a aprender a usá-lo. Mas cabe a você a considerar o custo benefício do software que você usa. Sobre o Office, tem também a opção do próprio Microsoft Office na web, que vai ter uma compatibilidade melhor com os documentos da Microsoft. O LibreOffice também tem uma boa compatibilidade, mas fica sendo uma alternativa.
  9. @Gabriel Hijazi está faltando uma aspa na definição da classe background. Dica: use um editor de texto com verificação de sintaxe e o console do desenvolvedor.
  10. Na minha opinião, vale a pena sim. PHP ainda é uma linguagem muito usada e está por trás de vários sistemas populares, como o WordPress. Se você pretende programa para a web, é sempre uma linguagem para levar em consideração. Mas isso não te impede de aprender Node.js, então vale a pena aprender ele também. Se você pretende criar aplicações multiplaforma, esse pode ser um bom caminho. Cada linguagem tem seus pontos fortes e fracos. A escolha da linguagem para construir um sistema pode variar a depender do sistema e suas necessidades.
  11. @Jhonnyi esses ativadores sempre apresentarão algum risco, então se você utilizar algum, faça uma varredura depois. Uma alternativa mais confiável seria usar outros programas que servem para a mesma coisa. - Para o Windows: você pode usar sistema operacional baseado em Linux ou comprar a licença avulsa por ~ R$ 170 em alguns revendedores. - Para o Office: você pode usar o LibreOffice ou qualquer outro programa do tipo, tem também o office do Google online. - Para o Photoshop: algumas alternativas como GIMP, Inkscape, Krita, Paint.NET que são gratuitos e tem outros, como PhotoFiltre, que são mais baratos que o Photoshop. A menos que você use algum recurso muito específico de algum desses programas ou utilize profissionalmente, você deve conseguir substituí-lo com alguma alternativa gratuita ou bem mais barata.
  12. @GUIZONE depende do que você considera como "melhor". O navegador com melhor desempenho? Que consuma menos memória afete menos o uso do computador? O navegador com mais extensões? Com maior liberdade de modificar as configurações? O que coleta menos dados e respeita mais a privacidade dos usuários? São muitas variáveis, por isso, acaba sendo uma escolha muito pessoal, como foi dito. Como os navegadores são gratuito (em sua maioria), minha sugestão é que você experimente os mais populares e escolha o que achar melhor. Aqui tem uma lista com os navegadores: https://alternativeto.net/category/browsers/all/
  13. @Brainiac019 Se existem imagens que não são exibidas nem no Chrome e no Firefox, isso indica que o problema não está no navegador. Mas você tentar fazer algumas coisas, como: - Desinstalar as extensões, limpar os dados de navegação e abrir o navegador no modo de navegação anônima - Monitorar o uso do processador durante a execução do Chrome, assim como as tarefas do próprio Chrome - Passar um antimalware como o MalwareBytes ou um conunto de ferramentas como o TronScript
  14. @Hiel Levy nos logs você consegue identificar os dispositivos que conectaram na rede wireless nos ítens identificados como notice, na parte de Histórico, em Gerenciamento. Mas a depender do modelo do roteador, só vai exibir o endereço MAC e o IP atribuído, sem o nome de usuário do dispositivo. Exemplo de uma linha:
  15. @Hiel Levy esse tipo de informação fica disponível na página de configuração do roteador. O sistema operacional de uma das máquinas na rede não armazena o histórico dos dispositivos que conectaram na rede.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×