Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Sistema de arquivos

       
 290.779 Visualizações    Tutoriais  
 2 comentários

Aprenda como funciona o sistema de arquivos usados em unidades de armazenamento.

Sistema de arquivos
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Particionamento

Dividir o disco rígido em mais de uma partição nos traz algumas vantagens. A começar pela diminuição do desperdício em disco - o slack space, conforme havíamos visto. Podemos dividir um disco rígido de 1,7 GB em duas partições de cerca de 850 MB, por exemplo. Enquanto uma partição de 1,7 GB utiliza clusters de 32 KB, uma partição de 850 MB utiliza clusters de 16 KB, o que é bem mais aceitável.

O particionamento é feito através do comando FDISK e sua grande desvantagem é a perda total dos dados já instalados no disco rígido. Após o particionamento do disco, deveremos formatar cada partição individualmente.

Cada partição é tratada pelo sistema operacional como se fosse um disco rígido "a parte". Ou seja, o nosso disco de 1,7 GB que particionamos em dois de 850 MB será encarado pelo usuário como se fosse dois disco rígidos de 850 MB, um disco rígido "C:" e um "D:", embora fisicamente só haja um disco instalado ao micro.

Se você tiver dois discos rígidos instalados no micro (um "C:" e um "D:"), as partições "extras" irão ser apresentadas com as próximas letras disponíveis, ou seja, se o primeiro disco possuir duas partições, a segunda partição irá ser apresentada como "E:" e não "D:" - letra que será utilizada pelo segundo disco rígido. Em relação a unidades de CD-ROM e/ou ZIP-drive, não há com o que se preocupar: o sistema operacional irá automaticamente renomeá-las para a próxima letra disponível.

Há outra enorme vantagem em se particionar o disco rígido: podemos ter um sistema operacional diferente em cada partição.


Instalando mais de um sistema operacional no disco rígido

Continuando o nosso exemplo do disco rígido de 1,7 GB que foi particionado em dois de 850 MB, podemos instalar em cada partição um sistema operacional diferente. Por exemplo, na partição C: podemos instalar o Windows 95 e na partição D: o MS-DOS com Windows 3.x. Ou, então, o Windows 95 na partição C: e o OS/2 na partição D:. Ou o Windows NT na partição C: e Windows 95 na partição D:. Enfim, você decide quais sistemas operacionais irão ocupar cada partição!

Além de você isolar completamente os arquivos de um sistema operacional do outro, há ainda uma outra grande vantagem: podemos utilizar sistemas de arquivos diferentes em cada partição. Na partição do Windows 95 podemos utilizar o sistema FAT-16, enquanto em uma partição com Windows NT podemos instalá-lo com o seu sistema NTFS.

E mais: podemos escolher com que partição podemos dar boot. Em outras palavras, poderemos escolher qual o sistema operacional que será carregado quando ligamos o micro!


Escolhendo o sistema operacional de boot

A partição que dará boot poderá ser escolhida através de um programinha chamado boot manager. As versões atuais deste programa são instaladas no Setor de Boot Mestre (MBR - Master Boot Record) do disco rígido, fazendo com que um menu interativo seja apresentado toda a vez em que você inicializa o micro, perguntando ao usuário que partição ele deseja para boot. Se você tiver sistemas operacionais diferentes instalados em partições separadas, você conseqüentemente escolherá qual sistema operacional o micro carregará em memória.

O Boot Manager acompanha os sistemas operacionais OS/2 e Windows NT. Para quem não pretende instalar estes sistemas, o Boot Manager poderá ser instalado através do programa Partition Magic, da Power Quest (veja em http://www.powerquest.com).

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


é.. um tópico um pouquinho antigo esse, mas eu achei que vale a pena comentar.. o artigo foi muito interessante na minha opinião ;) fiz aqui e vi que o tamanho do cluster do meu hd é de 8mb, menos desperdicio, se comparado ao do exemplo.. mas ja faz um bom tempo que o topico foi criado, então talvez ja esteja bem ultrapassado tb... e o autor está de parabéns, pena que ninguem alem de mim comentou nesses ultimos 11 anos que se passaram da criação do topico rsrs

Editado por Evandro
regra 4.12

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito interessante o artigo, embora tenha 15 anos, não é datado, pois, esses sistemas de arquivos ainda são muito usados nos dias atuais, muito interessante.

Sem contar que o Partition Magic está aí até hoje, firme e forte!

Seria interessante incluir(atualizar com) os sistemas EXT2, EXT3 e afins.

Parabens!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×