Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Cooler Prolimatech Panther

       
 16.141 Visualizações    Testes  
 15 comentários

O Prolimatech Panther é um cooler para processadores com dissipador em torre, quatro heatpipes e ventoinha de 120 mm. Vamos testá-lo!

Teste do Cooler Prolimatech Panther
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

O Prolimatech Panther é um cooler para processadores com dissipador em torre, quatro heatpipes e ventoinha de 120 mm com LEDs vermelhos. Ele parece ser uma versão menor do Prolimatech Armageddon, que nós já testamos. Vamos analisar esse novo cooler e ver como ele se sai.

O Panther vem em uma caixa de papelão preta sem janelas transparentes, como mostrado na Figura 1.

Prolimatech Panther
Figura 1: Embalagem

A Figura 2 mostra os conteúdos da caixa: dissipador, ventoinha, uma seringa de pasta térmica, manual e ferragens para instalação. Apesar do Panther vir com apenas uma ventoinha, ele suporta duas, vindo com os clipes necessários para instalar ambas.

Prolimatech Panther
Figura 2: Acessórios

A Figura 3 mostra o dissipador do Panther.

Prolimatech Panther
Figura 3: O dissipador do Panther

Discutiremos esse cooler em detalhes nas próximas páginas.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Quem sabe se com aquela ventoinha da Noctua que faz bastante pressão ou então com uma ventoinha na parte de trás ele tivesse melhor rendimento.

Pena economizarem na parte mais barata..

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Quem sabe se com aquela ventoinha da Noctua que faz bastante pressão ou então com uma ventoinha na parte de trás ele tivesse melhor rendimento.

Pena economizarem na parte mais barata..

então já que segundo esta parte oficial:

...mas como nossa metodologia é testar todos os coolers com sua configuração original, testar com outras ventoinhas não seria justo para com os outros cooler que já testamos até agora.

Certo a metodologia está correta, testar com o original já os coolers que não vieram com a ventoinha deveriam ser testados sem?

Perguntas retóricas a parte realmente é condizente se o conjunto vem sendo vendido assim é para ser usado desta forma assim foi para o dado fim ao qual o fabricante desenvolveu, mas está aí embutido o preço do lançamento e a questão de não ser o top de seus produtos, senão desbancaria o Megahalems ainda em produção.

Agora poderia ser feito um teste extra oficial já que seu preço é por volta de US$55,00 nada impediria de colocar uma ventoinha a mais já que este vem com suporte para duas ventoinhas então não estaria "sendo injusto" já que oferece tal característica.

Um exemplo prático são os testes de fontes elas não são testadas além de suas especificações para testar sobrecarga?

O que sugiro é fazer o implícito, o teste com o original e o teste modificado vai me dizer que quantas pessoas não compraram o h212, o A70, Htx3, h100, h20 620, etc., e colocaram ventoinhas muito mais fortes a módicos R$20 a R$50 a mais?

O sucesso do sandybridge está em seu potencial bruto em si ou nos modelos K que vem desbloqueados oferecendo um ganho de 50% a mais? Sei que pode fugir um pouco da temática do fórum em fazer casemods mas tem coisas que são básicas até na mecânica se o parafuso não serve vai cola ou irão me dizer que nenhum produto quebrou durante os testes?

Qual ser humano na face da terra não tem curiosidade de adaptar alguma ferramenta com aquilo que lhe tem a disposição?

Assisti um documentário agora a pouco na Tv escola sobre os Neandertais (era sobre a linguagem e comunicação), percorriam exclusivamente 30Km para pegar tipos específicos de rochas para produção de ferramentas; isso porque era a "idade das cavernas" hoje até na papelaria vende ventoinhas ou quem não irá em sã consciência aproveitar do cooler anterior ou até uma fan de fonte quebrada?

Agora eu também não acho justo um h612 pwm custar módicos R$120 em quanto um h70 custa quase R$300 ou até outros com 3 ventoinhas e pesando quase 1kg terem desempenho inferior e ser muito mais caros, a questão não é ser justo é saber usar o que está a disposição e claro mostrar isso.

Editado por Zufil

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
então já que segundo esta parte oficial:

Certo a metodologia está correta, testar com o original já os coolers que não vieram com a ventoinha deveriam ser testados sem?

Eu não comentei a metodologia e sim o produto. ;)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
então já que segundo esta parte oficial:

Certo a metodologia está correta, testar com o original já os coolers que não vieram com a ventoinha deveriam ser testados sem?

Perguntas retóricas a parte realmente é condizente se o conjunto vem sendo vendido assim é para ser usado desta forma assim foi para o dado fim ao qual o fabricante desenvolveu, mas está aí embutido o preço do lançamento e a questão de não ser o top de seus produtos, senão desbancaria o Megahalems ainda em produção.

Agora poderia ser feito um teste extra oficial já que seu preço é por volta de US$55,00 nada impediria de colocar uma ventoinha a mais já que este vem com suporte para duas ventoinhas então não estaria "sendo injusto" já que oferece tal característica.

Um exemplo prático são os testes de fontes elas não são testadas além de suas especificações para testar sobrecarga?

O que sugiro é fazer o implícito, o teste com o original e o teste modificado vai me dizer que quantas pessoas não compraram o h212, o A70, Htx3, h100, h20 620, etc., e colocaram ventoinhas muito mais fortes a módicos R$20 a R$50 a mais?

O sucesso do sandybridge está em seu potencial bruto em si ou nos modelos K que vem desbloqueados oferecendo um ganho de 50% a mais? Sei que pode fugir um pouco da temática do fórum em fazer casemods mas tem coisas que são básicas até na mecânica se o parafuso não serve vai cola ou irão me dizer que nenhum produto quebrou durante os testes?

Qual ser humano na face da terra não tem curiosidade de adaptar alguma ferramenta com aquilo que lhe tem a disposição?

Assisti um documentário agora a pouco na Tv escola sobre os Neandertais (era sobre a linguagem e comunicação), percorriam exclusivamente 30Km para pegar tipos específicos de rochas para produção de ferramentas; isso porque era a "idade das cavernas" hoje até na papelaria vende ventoinhas ou quem não irá em sã consciência aproveitar do cooler anterior ou até uma fan de fonte quebrada?

Agora eu também não acho justo um h612 pwm custar módicos R$120 em quanto um h70 custa quase R$300 ou até outros com 3 ventoinhas e pesando quase 1kg terem desempenho inferior e ser muito mais caros, a questão não é ser justo é saber usar o que está a disposição e claro mostrar isso.

ne por exemplo, o h100 atualmente é o campeão de todos

mas é so colocar 2 fans mais, e ou trocar por melhores que você pode fazer um overclock de um i7 a 4,8ghz de boa

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
ne por exemplo, o h100 atualmente é o campeão de todos

mas é so colocar 2 fans mais, e ou trocar por melhores que você pode fazer um overclock de um i7 a 4,8ghz de boa

4,8Ghz brincadeira num water, fazia isso no htx3 e no box, water deveria fazer fácil 5,2ghz.

Eu não comentei a metodologia e sim o produto. ;)

sim foi exatamente o que eu disse e concordei contigo, acho que deveria ser feito com o original e uma sessão "adaptações do quintal".

Assim as fontes de 520w chegam em 600w com 70% de eficiência, coisas assim com os coolers com o original tanto modificado mais tanto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Zufil,

A questão é que nos testes de fontes, todas são testadas da mesma forma, ou seja, testando até o limite.

Se desde o início nós tivéssemos testado os coolers "forçando os limites" deles, testando com ventoinhas mais fortes ou algo assim, tudo bem. Mas isso teria de ser feito com todos os coolers.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu concordo com o Zufil quanto a metodologia, poderia ser utilizado um fan, ou dois se for o caso, a parte para os testes assim poderemos verificar a diferença "real" entre um cooler e outro já que será retirada uma váriavel dos testes.

Sobre o cooler, eu esperava um resultado melhor, mas acredito que possa ser culpa do fan.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
4,8Ghz brincadeira num water, fazia isso no htx3 e no box, water deveria fazer fácil 5,2ghz.

aonde eu moro, a temperatura é no minimo 20ºC até quando chove uma noite inteira, uma manhã inteira e uma tarde inteira xD

no meu quarto, acho que acima de 30ºC sempre, xD

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pra mim esses coolers torre são todos iguais, só muda um tiquinho aqui ou ali.

Quero saber mesmo é quando vão lançar um cooler pequeno e leve e mais eficiente que esses tijolões.

porque antigamente se usava um bom cooler de cobre do tamanho de um maço de cigarros para um processador que esquentava que nem torradeira, hj os processadores quase nao esquentam e tem que usar um cooler do tamanho de um tijolo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Pra mim esses coolers torre são todos iguais, só muda um tiquinho aqui ou ali.

Quero saber mesmo é quando vão lançar um cooler pequeno e leve e mais eficiente que esses tijolões.

porque antigamente se usava um bom cooler de cobre do tamanho de um maço de cigarros para um processador que esquentava que nem torradeira, hj os processadores quase nao esquentam e tem que usar um cooler do tamanho de um tijolo.

Bem lembrado, porém a grande diferença daquela época para hoje não é o cooler em si e sim os dissipadores e as ventoinhas, isso tudo em prol do silêncio. Ex.: De que adianta usar um Thermaltake Volcano, pequeno, todo de cobre, com uma ventoinha de 80mm rodando a 6.000RPM fazendo um barulho ensurdecedor? Não sei quanto a você, mas isso me incomoda. Hoje temos coolers com dissipadores maiores e ventoinhas maiores girando a baixa~média rotação que mantém o processador frio e não fazem um barulho que chega a incomodar. Ex. pessoal: Usava o cooler box da AMD no meu CPU Phenom II 955 BE, o barulho era horrível e perceptível nos jogos, troquei para o CoolerMaster Hyper 212 Plus e a diferença de desempenho e ruído é incrível.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Pois é o problema é o barulho, quando tinha um AMD tb tive o TT volcano a 7000 rpm, era igual um aspirador de pó.

Mas eu acho que hoje já tem como se criar coolers pequenos com mais tecnologia.

Não acho que a unica solucao tenha que ser pendurar um tijolo de quase 1kg na mobo.

Mas, assim como nos gabinetes, parece que gostam de fazer o maior possível, para chamar muita a atenção. Mas eu já acho maneiro micros super compactos, tipo o mac mini, micros assim poderiam ser popularizados e baixarem de preço.

COm os apartamentos ficando cada vez menores e mais caros não vai demorar muito a ser inviavel colocar um micro torre atx no quarto.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Colocando a mão atrás do dissipador com o cooler em funcionamento, nós praticamente não sentimos nenhum ar se deslocando.

Depois de ler isso aproveitei e fui ver se no meu Hyper 212 Plus passava vento pelo dissipador, e pra minha surpresa tambem não passava ar pelo dissipador o ar passava em volta dele (entre o fan e o dissipador tem umas borrachinhas anti-vibração, por causa delas fica um vãozinho entre o fan e o dissipador e por esse vãozinha passa todo o ar que o fan gera.) mas ainda assim o cooler tem um ótimo desempenho

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Depois de ler isso aproveitei e fui ver se no meu Hyper 212 Plus passava vento pelo dissipador, e pra minha surpresa tambem não passava ar pelo dissipador o ar passava em volta dele (entre o fan e o dissipador tem umas borrachinhas anti-vibração, por causa delas fica um vãozinho entre o fan e o dissipador e por esse vãozinha passa todo o ar que o fan gera.) mas ainda assim o cooler tem um ótimo desempenho

existe o detalhe do pó que todos esquecemos de remover com o tempo, além de ter a questão da pressão exercida pela ventoinha.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×