Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Cooler Zalman LQ320

       
 16.776 Visualizações    Testes  
 13 comentários

O Zalman LQ320 é um sistema de refrigeração líquida selado para processadores, com radiador de 120 mm uma ventoinha de 120 mm. Vamos testá-lo.

Teste do Cooler Zalman LQ320
Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

Vamos testar o sistema de refrigeração líquida LQ320 da Zalman, que tem radiador de 120 mm resfriado por uma ventoinha de 120 mm. Confira!

Nós já testamos os modelos mais simples (e mais baratos) da Zalman, o LQ310 e o LQ315. O LQ320 é o modelo mais topo de linha dessa série.

A Figura 1 mostra a embalagem do LQ320.

Zalman LQ320
Figura 1: Embalagem

A Figura 2 mostra o conteúdo da caixa: o sistema radiador-bloco, ventoinha, manual e ferragens para instalação.

Zalman LQ320
Figura 2: Acessórios

Discutiremos esse cooler em detalhes nas próximas páginas.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Esse modelo devia ser de 240mm e não de 120mm, a Zalman comeu mosca nesse lançamento, muito caro e com desempenho só igual ao modelo bem mais barato.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Infelizmente a metodologia do Clube do Hardware não é boa para testar coolers de alto desempenho, já que só testam um processador com TDP de 95 watts em 4.0 GHz. Antes de me crucificarem dizendo que eu estou falando besteira, basta ver em qualquer review como o desempenho de coolers muda de figura quando a carga de calor aumenta. Sò um pequeno exemplo:

http://www.techpowerup.com/reviews/Corsair/H90/6.html

Caso analisássemos apenas o teste com o 3960x em stock (que já tem um TDP de 130 watts), o H90 seria uma péssima opção, sendo 1 grau mais quente que um NH-C14. Ao olhar a tabela com o overclock mais pesado, vejam que o H90 foi 15 graus mais frio que o NH-C14 e que a diferença do potencial de refrigeração de todos os coolers ficou bem mais evidente.

Editado por Donel Bueno

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não há nenhum motivo físico para um cooler ser melhor do que outro com um certo TDP e pior com outra potência. O desempenho de um cooler não depende do TDP.

Os dados desse teste parecem mais causados por problemas de metodologia, como por exemplo não manter a rotação constante nas ventoinhas, o que poderia causar esse tipo de disparidade.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O teste que eu postei foi só um exemplo, existem vários que mostram esse comportamento.

Um dos fatores que pode causar isso é o TDP máximo para qual o cooler é projetado. Dessa forma, ao se testar uma carga maior que aquela para qual o cooler foi projetado, seu desempenho será prejudicado.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O problema de testarmos os coolers com um TDP mais alto é que daí coolers mais básicos não poderiam ser incluídos. Nos nossos testes preliminares com a atual máquina de testes, conseguimos ir bem mais longe no overclock, mas tivemos de reduzir (inclusive com certo undervolt) para que, com coolers mais básicos, o processador não entrasse em throttle (quando reduz o clock automaticamente por conta de temperatura acima do limite).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Não teria como deixarem tabelas com vários níveis de overclock? Ou não foi feito assim desde o início por uma questão de tempo?

Também por uma questão de tempo, pois com testes mais exaustivos publicaríamos menos testes.

Mas também porque esse tipo de teste não faria diferença se forem mantidas todas as outras variáveis.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Donel Bueno tocou em um ponto importante, acredito que usando esse tipo de metodologia para poder entrar "todo mundo" nos testes acaba não explorando o suposto potencial dos sistemas top e passando a impressão que é pura enganação e dinheiro jogado fora.

Nesse caso do modelo LQ320 é perceptível que sua área de dissipação é superior ao LQ315, o problema talvez seja que a temperatura dissipada tenha sido insuficiente para "saturar" o LQ315 que ainda continuou com folga e empatou com o LQ320.

Também entendi o ponto de vista do Rafael Coelho, se o LQ320 é maior deveria baixar um pouco mais a temperatura frente ao LQ315, mas já vi esse empate desaparecer em temperaturas superiores.

Não seria possível quando der esse tipo de "empate técnico" na mesma família usar o over que mencionou em 4,8GHz ou mais para ver se muda alguma coisa?

Um AMD não forçaria mais os testes por serem mais beberrões e esquentadinhos?

No mais agradecido pelos inúmeros testes :)

[]'s

Editado por Fiv3Star

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Saíram alguns reviews do H110:

http://www.kitguru.net/components/cpu/henry-butt/corsair-hydro-h110-review/

http://www.kitguru.net/components/cooling/henry-butt/corsair-hydro-h90-and-h110-with-i7-3930k-review/

http://www.guru3d.com/articles_pages/corsair_h110_review,1.html

Desempenho de H100i em modo máximo e o mesmo ruído do H100i em modo balanceado, parece uma melhor escolha, não tão cheio de fírulas mas como um bom desempenho (parte que interessa realmente). Perde para o NZXT Kraken X60 em desempenho, mas fazendo muito menos barulho.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×