Imprimir artigo
Teste do Gabinete Corsair Obsidian 350D
por em Testes
Última atualização:
31.900 visualizações
Página 4 de 7

Por dentro do Corsair Obsidian 350D

Produto Recomendado Clube do Hardware

Ambos os painéis são presos ao gabinete através de parafusos de dedo na cor preta. A bandeja da placa-mãe apresenta uma grande abertura que permite o acesso ao mecanismo de retenção do cooler do processador sem que você tenha que remover a placa-mãe do gabinete. Ela também apresenta vários furos com tampas de borracha para você passar os cabos e vários clipes para você prender os cabos usando presilhas. Outro destaque deste gabinete é o espaço entre a bandeja da placa-mãe e o painel direito (20 mm), permitindo que você passe e armazene cabos grossos atrás da placa-mãe..

Corsair Obsidian 350D
Figura 10: Visão geral

Corsair Obsidian 350D
Figura 11: Vista por trás da bandeja da placa-mãe

A Figura 12 oferece outra visão geral do interior do gabinete. As placas de expansão são presas ao gabinete usando parafusos de dedo na cor preta. O Corsair Obsidian 350D suporta placas de vídeo de até 380 mm de comprimento e coolers do processador de até 160 mm de altura.

Corsair Obsidian 350D
Figura 12: Visão geral

A fonte de alimentação é instalada na parte inferior do gabinete. Ela pode ser instalada com a sua ventoinha inferior voltada para cima ou para baixo, dependendo se você quer que ela puxe ar para dentro ou para fora do gabinete. Como foi mostrado anteriormente, há um filtro de ar para a ventoinha da fonte de alimentação. O Corsair Obsidian 350D suporta fontes de alimentação de até 250 mm de profundidade.

Corsair Obsidian 350D
Figura 13: Compartimento da fonte de alimentação

O gabinete testado não suporta ventoinhas em seu painel inferior.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.957 usuários cadastrados
1.102 usuários on-line