Imprimir artigo
Teste do tablet Tectoy Veloce
por em Testes
Última atualização:
19.895 visualizações
Página 4 de 6

Usando o Veloce

Produto Recomendado Clube do Hardware

O Tectoy Veloce é um tablet de baixo custo, mas não traz as principais limitações que vimos nos modelos como o DL X-PRO e o Acqua 2 da própria Tectoy, como a tela TFT de baixa qualidade com ângulo de visão ruim e a ausência de câmera traseira..

A resolução de 1024 x 600 é razoável para um tablet de baixo custo e tela de sete polegadas.

O processador Atom Z2520 com dois núcleos (e mais dois virtuais) de 1,2 GHz torna o Veloce surpreendentemente ágil para um equipamento de sua faixa de preço.

Seu porte e pegada são bons e a faixa prateada nas laterais dá um bom toque ao visual do tablet.

O sistema operacional Android 4.2 é fácil e intuitivo de usar, e no Veloce ele vem praticamente sem modificações. A Figura 11 mostra a tela inicial, como aparece quanto você liga o tablet pela primeira vez.

Tectoy Veloce
Figura 11: tela principal

Pressionando o ícone com os seis pontos dentro de um círculo, você entra na lista de aplicativos, mostrada na Figura 12. O Veloce vem com poucos jogos e aplicativos instalados, o que é na verdade uma vantagem pois pode instalar apenas aquilo que vai realmente usar.

Tectoy Veloce
Figura 12: lista de aplicativos

Você pode instalar novos aplicativos usando a loja Google Play, que tem milhares de aplicativos e jogos disponíveis.

Segundo a Tectoy, a bateria de 3,7 V e 2.800 mAh tem duração de duas horas, mas na prática conseguimos tempos bem maiores, superando facilmente as cinco horas de uso, o que é razoável.

A câmera frontal funciona bem para conversas por vídeo, mas não tem uma qualidade suficiente para tirar boas fotos. A câmera traseira de dois megapixels também não tem uma qualidade muito boa, o que torna a decisão de implementar duas câmera em um tablet de baixo custo questionável.

ARTIGOS RELACIONADOS
ÚLTIMOS ARTIGOS
529.381 usuários cadastrados
132 usuários on-line