Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Matheus Ryndack

EEPROM dos pic

Recommended Posts

Olá!

A eeprom do pic suporta 1000000 de cliclos certo? Isso significa que pode gravar 1000000 de vezes certo? e lêr pode avontade? E que fiz um programa que lê a eeprom a cada segundo...

até mais!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

De acordo com a wikipédia:

Uma EEPROM (de Electrically-Erasable Programmable Read-Only Memory) é um chip de armazenamento não-volátil usado em computadores e outros aparelhos.

Ao contrário de uma EPROM, uma EEPROM pode ser programada e apagada várias vezes, eletricamente. Pode ser lida um número ilimitado de vezes, mas só pode ser apagada e programada um número limitado de vezes, que variam entre as 100.000 e 1 milhão. Esse limite é causado pela continua deterioração interna do chip durante o processo de apagamento que requer uma tensão elétrica mais elevada. Como cada novo dado gravado no chip requer o apagamento do anterior, considera-se apagamento e gravação como uma só operação, porém seria possível gravar o mesmo endereço de memória um bit de cada vez, fazendo então oito gravações com um só prévio apagamento. entretanto a maioria das memórias EEPROM faz o apagamento do conteúdo do enderêço automaticamente antes da gravação. A memória flash é uma variação moderna da EEPROM, mas existe na indústria uma convenção para reservar o termo EEPROM para as memórias de escrita bit a bit, não incluindo as memórias de escrita bloco a bloco, como as memórias flash. As EEPROM necessitam de maior área que as memórias flash, porque cada célula geralmente necessita de um transístor de leitura e outro de escrita, ao passo que as células da memória flash só necessitam de um.

Tecnologias mais novas como FRAM e MRAM estão aos poucos substituindo as EEPROM's em algumas aplicações.

Ou seja de 100.000 a 1 milhão. Mas creio que cada PIC deve ter uma indicação de quantidades de ciclos diferente, no caso você tem qual o PIC em mente? Eu poderia dar uma olhada no datasheet e tentar ver algo relacionado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Salve, Matheus Ryndack.

Sim! Pra ler, você pode ler quantas vezes seu programa necessitar.

Pra escrever é que o ciclo está limitado, e o ciclo diz respeito a um endereço, ou seja, você pode gravar o mesmo endereço até 100.000 vezes, depois, a confiabilidade daquela posição do dispositivo pode ser descartada, ou seja, vai ficar perigosa a gravação! Pode corromper os dados na escrita/leitura.

[]'s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Obrigado!

    Que bom que pode ler avontade. Uso o 16F877A. E que o circuito começou a birutiar, não sei porquê. Ele lê a eeprom uma vez por segundO!

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×