Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Pirata3450

Sensor de corrente ACS756

Recommended Posts

Boa tarde

 

Tenho um  sensor de corrente ACS756 e necessito de ler uma corrente até 50 A e levar esta saída para um PIC 16F876 , mas através do datashhet do ACS756 tenho duvidas de que Resistencia (RF) usar? Alguem me pode ajudar? A entrada no Pic é de 5V, logo terei de usar tb um amplificador para obter valores para variações de corrente pequenas. Se me puderem enviar um esquema agradeço e como calcular a Resitencia RF.

 

post-718761-0-66966900-1396112783_thumb.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Pirata3450,

 

Rf e Cf são necessários para se ter uma boa precisão no cálculo da corrente média.

 

Eles são calculados em função da velocidade com que a corrente varia na entrada do ACS, que é determinada pelas frequências existentes.

 

Se voce não opera com freqUências altas, pode usar uma constante RfCf baixa.

 

Pelo que eu pesquisei, para usos comuns de medição de descarga de baterias, o pessoal usa Rf= 1k e Cf= 1uF.

 

Como dica, quanto maior o valor do capacitor, mais lenta é a variação da tensão média sobre ele.

 

 

Tem uma coisa que pode complicar : amplificador para obter variações de corrente pequenas..... Lembre se disto:

 

- Ruído presente na raida = 6 mV , o que limita a resolução do conversor A/D para 9 bits.

 

 

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Pirata3450,

 

Rf e Cf são necessários para se ter uma boa precisão no cálculo da corrente média.

 

Eles são calculados em função da velocidade com que a corrente varia na entrada do ACS, que é determinada pelas frequências existentes.

 

Se voce não opera com freqUências altas, pode usar uma constante RfCf baixa.

 

Pelo que eu pesquisei, para usos comuns de medição de descarga de baterias, o pessoal usa Rf= 1k e Cf= 1uF.

 

Como dica, quanto maior o valor do capacitor, mais lenta é a variação da tensão média sobre ele.

 

 

Tem uma coisa que pode complicar : amplificador para obter variações de corrente pequenas..... Lembre se disto:

 

- Ruído presente na raida = 6 mV , o que limita a resolução do conversor A/D para 9 bits.

 

 

Paulo

Desde ja agradeço a sua resposta Paulo.

Então o que aconselha em vez de ter um amplificador?

Eu vou medir um motor pentafásico (gerador eólico caseiro) que vai até um máximo de 50A, e segundo datasheet do ACS tenho uma saida em tensão de 20mv/A logo terei uma saida do ACS 1V por isso falava de instalar um amplificador para que pudesse multiplicar o valor de tensão de saida que iria entrar no PIC16F876.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Pirata3450,

 

Tem dois modelos, um de 20mv/A e outro de 40mV/A , veja bem qual voce vai usar. A tensão em repouso é de 2,5V , então eu sugiro utilizar um amplificador operacional subtrator com ganho fixo e ajuste de offset, para que a saída atinja a faixa de 0 a 5V .

 

Outra coisa, essa corrente, é unidirecional ou bidirecional ? tem de levar isso em conta para projetar esse amplificadorzinho.

 

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Pirata3450,

 

Tem dois modelos, um de 20mv/A e outro de 40mV/A , veja bem qual voce vai usar. A tensão em repouso é de 2,5V , então eu sugiro utilizar um amplificador operacional subtrator com ganho fixo e ajuste de offset, para que a saída atinja a faixa de 0 a 5V .

 

Outra coisa, essa corrente, é unidirecional ou bidirecional ? tem de levar isso em conta para projetar esse amplificadorzinho.

 

Paulo

A corrente é unidireccional e vou apenas ler uma fase do meu gerador. Nao percebi a parte da tensão de rpouso ser 2,5V?

Estava a pensar utilizar um Amplificador unipolar (rail to rail) - LM124 (nao tenho a certeza se este é)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Pirata3450,

Tranquilo. Sem nenhuma corrente, a tensão na saida vai ser 2,5 volts. Se for unipolar, e voce ligar o sensor no sentido corrento, conforme aumentar a corrente, a tensão aumenta. Se o seu sensor for de 20mv/a, a tensão vai variar entre 2,5 e 3,5 volts.

O truque é usar qualquer amp op rail to rail , e fazer um amplificador de diferenças com ganho= 4,5 . Aplique 2,5 volts em uma das entradas, e a saída do ACS na outra. Na saída, teremos uma tensão entre 0 e 4,5 volts, o que já dá uma boa medida.

Esse ganho de 4,5 é caso voce alimente o amp op com 5v. Caso alimente com mais, como 8 volts, pode usar ganho= 5, e vai ter a tensão entre 0 e 5v para uma corrente entre 0 e 50A .

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa Noite Paulo

 

Desde  já o meu muito obrigado.

Mas para isso terei de usar um divisor de tensão para alimentar a entrada do amp op a 2,5 V ? será que posso utilizar o LM124? Como fez as contas para chegar à conclusão de que a tensão irá variar com um ganho de 4,5 (não consigo chegar a esses valores se pudesse mostrar a formula agradecia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Pirata3450,

 

Olhe o primeiro tópico, lá tem um exemplo do circuito a ser usado.

 

http://forum.clubedohardware.com.br/topic/637912-tutorial-introdução-ao-uso-de-pic´s-em-basic-com-o-pic-simulator-ide-parte-12/page-26#entry4108367

 

Agora, olhe este segundo tópico, nele eu explico toda a matemática.

 

http://forum.clubedohardware.com.br/topic/637912-tutorial-introdução-ao-uso-de-pic´s-em-basic-com-o-pic-simulator-ide-parte-12/page-26#entry4112423

 

 

Se voce for usar o LM124, vai ter de se virar com a alimentação dele, pois ele não é rail to rail. Se usar um do tipo rail to rail, voce pode alimentar direto com 5V e seu problema acabou.

 

A sua ideia está certa, em uma das entradas voce vai aplicar um divisor de tensão para obter exatos 2,5 Volts.

 

Na outra entrada, vai a saída do seu ACS.

 

Suponho que seu ACS tenha ganho de 20 mV/A . Se passar 50 A, vai aumentar a tensão da saida em 50 x 20mV = 1V, e a saída vai portanto para 3,5 Volts ( pois em repouso ele já apresenta 2,5V, é só somar ! ) .

 

Temos apenas de converter um valor de 2,5V a 3,5V, para outro valor entre 0 e 4,5V.

 

Se subtrair 3,5V que está numa das entradas, de 2,5V que está na outra, sobrará 1V . Se temos de transformar esse 1V para 4,5V , precisaremos então de um ganho de 4,5 , certo ? 

 

Veja os tópicos que citei acima.

 

Paulo

Editado por aphawk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa noite Paulo

 

Já vi a sua resposta e percebi , entretanto gostaria de saber se o ampop LM134 ou LM144 é ou não rail to rail e unipolar, pois gostaria de usar um sem alimentação externa com alimentação directa com a saida do ACS (penso que é possivel). entretanto envio aqui um pequeno wsquema do meu projecto para saber se alguem encontra algum erro pois ainda estou a dar os primeiros passos em PIC's.

 

 

Abraço

post-718761-0-66643400-1396905544_thumb.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×