Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
ilkyest

RESOLVIDO 3 trafos 12/3A - retificar, usar máxima corrente, e estabilizar entre 12,8 a 15Vdc

Recommended Posts

Boa noite pessoal. Tenho 3 trafos, parrudinhos aqui em casa, que estou pensando em usar em meu 'descansando' corzus HT600.

 

São 3 de 12/3A, sem tap central (12-0)

 

As Pontes de diodo são todas para 6 A. Devo ter umas 6, e se ainda faltar (pouco provável) teria alguns shotcky para 20A....

Os diodos são de 3300micro/35V. Alguns de até 4700/50V. Devo ter uns 10 de cada.

 

As perguntas que faço são as seguintes

 

1)

Para objetivar a maior corrente possível, no caso, 9A, os trafos serão ligados em paralelo. O melhor seria:

  1. retificar, com onda completa e capacitor, cada um dos trafos, e depois pô-los em paralelo?
  2. Retificar em onda completa, pô-los em paralelo, e depois por capacitores?
  3. Por os secundários em paralelo, e a partir dali retificá-los em onda completa e por capacitor?

2)

Esse módulo suporta 12~16Vdc. Eu poderia entrar com um 7812, ou um 7815, na saída, porém pelo que vi, eles são fracos, suportam pouca corrente (1~2A). Pensei, olhando no datasheet do Lm338

http://pdf1.alldatasheet.com/datasheet-pdf/view/8645/NSC/LM338K.html

 

Que eu poderia usar, no meu caso, um para testar, para setar a tensão que quero, e depois usar uns 3 LM338 em paralelo, setado a 12V ou 13, ou 14, enfim... e acho que vou optar por este lado.

 

Que me dizem?

 

O sistema não verá plena potência, é óbvio. É para empurrar dentro de casa, mesmo, uns AF de 12V que tenho, parados aqui, chorando para "bater" um pouco. Assim que me aliviar de grana, eu monto um carregador de bateria, pego umas baterias pequenas, daí sim... esse corzus vai trabalhar mais quente um pouco.

 

Para testes, além de disposição, um pouco de conhecimento, tenho também soldador, minipa2042-D, e alguns brinquedinhos outros.....

 

==============================

Editando: Também pensei em usar fonte ATX de PC, ou fonte dos bebedouros masterfrio eletronicos (aqueles de peltier), mas não faço ideia da corrente que essas fontes proporcionam ao peltier, no meu caso, GCH18A.

 

E às fontes ATX, e mesmo a do bebedouro, tenho receio que o ripple delas dê ronco no módulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

As fontes atx não tem ripple algum! Pois são circuito chaveado, proporciona uma tensão na saida tão perfeita que eu acho que nem você conhece...

Pode acontecer duas coisas, ou a fonte é muito da vagabunda e na saida apareça uns ruidos... Mas isso eu não vi nem nas chinesas!

O amplificador pode receber ruido irradiado pelo ar, o que é quase impossivel ja que a fonte trabalha numa frequência ultrassônica e tanto a fonte quanto o amp são blindados!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

quanto a frequencias do ar, tranquilo... isso não teria problema. Minha preocupação era com eventuais ruídos pelo chaveamento da fonte, mesmo. Eu já tive ruídos em umas 100% compatíveis com xing ling

 

e quanto ao trafo, a questão da retificação, conforme expus acima?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bom pra a retificaçao a mais eficas ai é a onda completa com 4 diodos, mas com apenas 9a nao vai dar conta do modulo, ainda mais que a fonte nao sendo estabilizada e linear, e nao tem como estabilizar pois a tensão do trafo é muito baixa, tinha que ser uns 18v pra estabilizar pra 14.4v ou 13.8v .... o melhor é voce esquecer esses trafos e usar uma fonte de pc, eu modifiquei a minha pra 14.4v e tiro 20a dela e nao tem ruido nenhum no som.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Deixa eu dar um pitaco:

 

 

1)

Para objetivar a maior corrente possível, no caso, 9A, os trafos serão ligados em paralelo. O melhor seria:

  1. retificar, com onda completa e capacitor, cada um dos trafos, e depois pô-los em paralelo?
  2. Retificar em onda completa, pô-los em paralelo, e depois por capacitores?
  3. Por os secundários em paralelo, e a partir dali retificá-los em onda completa e por capacitor?

 

Eu iria de 3, por ser mais simples e atender de forma satisfatória, embora eficiente mesmo, seria o uso de retificação em ponte, tem até uns tópicos por aqui que explicam o porque (e ainda mostram as continhas, hahaha!).

Porém o amigo já respondeu a sua pergunta:

 

 

 

bom pra a retificaçao a mais eficas ai é a onda completa com 4 diodos, mas com apenas 9a nao vai dar conta do modulo, ainda mais que a fonte nao sendo estabilizada e linear, e nao tem como estabilizar pois a tensão do trafo é muito baixa, tinha que ser uns 18v pra estabilizar pra 14.4v ou 13.8v .... o melhor é voce esquecer esses trafos e usar uma fonte de pc, eu modifiquei a minha pra 14.4v e tiro 20a dela e nao tem ruido nenhum no som.

Resumindo com o material que você tem é pouco provável que consiga um bom resultado para alimentar  o seu módulo, então votaria também pelo uso de uma fonte comutada, e aproveitaria esses seus capacitores gigantes os colocaria em paralelo com a alimentação do seu amp para ajudar na rejeição de ripple, e também de componentes espúrios provocados pelo chaveamento dos compoenentes internos dela.

Só mais um detalhe:

 

 

 

As fontes atx não tem ripple algum! Pois são circuito chaveado, proporciona uma tensão na saida tão perfeita que eu acho que nem você conhece...

Todo e qualquer conversor AC-DC ou DC-DC possui ripple, por menor que ele seja ele existe e está somado com a componente contínua da fonte, ele pode ser multiplo da frequência da rede, ou multiplo da frequencia de chaveamento do comutador interno, e independente da amplitude se desprezado pode causar resultados horrendos na hora de por carga, o fato da fonte ser chaveada nao elimina a necessidade de um bom acomplamento na hora de alimentar qualquer coisa (ainda mais seu amplificador), por isso sugeri o uso dos seus capacitores grandoes ai bem pertinho da alimentação dos modulos para melhorar a rejeição a ripple e evitar os roncos.

Qualquer coisa estamos ai.

Abs.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

você pode ligar os secundários em paralelo e depois retificar, filtrar...etc(como já foi dito)

Se os trafos forem de ferro silício, aqueles quadrados, você pode coloca-los um em cima do outro para maximizar a indução de corrente. (melhora bastante)

Obs: se algum trafo tiver aquela capa de metal de acabamento, retire-a e prenda os trafos ferro com ferro.

 

Em trafos com saída de 12Vac, dificilmente você conseguirá 12v de tensão final, pois para a estabilização é necessário 2Vcc a mais na entrada do regulador/estabilizador, que a tensão pretendida.

Más há casos em que se consegue, e já foi postado aqui mesmo em eletrônica. Faça o teste!

 

Vamos dizer que você consiga 8A úteis dessa fonte, eu aconselharia usar uns dois transistores como drive para um só regulador, assim fica mais barato e mais seguro que usar um regulador de maior capacidade ou mais reguladores em paralelo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O ripple de uma fonte chaveada é minimo mesmo em plena carga! E da ordem de uns 10mV ou menos...

alem disso tem mais um conversor dc dc no caminho, o proprio conversor dc dc pode ter um ripple ainda maior que a atx, e mesmo assim não causa nenhum ronco no amp...

então isso de fonte chaveada causar ronco em amplificador é papo furado..

Ou a fonte esteja com proplema e irradie um ruido na faixa audível, ai pode sim ir pelo ar, mas pode nem causar nada porque os dois aparelhos estão blindados, mas mesmo assim isso não seria em funcionamento normal!

o ripple de uma fonte linear é de 120Hz... Faixa audivel! Você por acaso ve esse zumbido no amplificador? Eu não vejo, 120hz não é irradiado, então o unico jeito de atingir o amp é pela linha de alimentação mesmo, e isso tem varias barreiras no meio!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Deves somar os transformadores após a retificação e com  alta chances de não conseguir aproveitar os 3 Amperes de cada um deles, a não ser que sejam, exatamente iguais, o que é difícil mesmo sendo de um mesmo fabricante e de um mesmo modelo..  Sempre vai ter um deles com tensão pouco maior que o outro, e esse predominará..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É que o enrolamento secundário de um não vai servir como carga para o outro, o diodo desse segundo, se tivesse tensão pouco menor que o primeiro,  não permitiria..

Cada diodo, de cada transformador, vai simplesmente somar a contribuição de cada um dos secundários dos diferentes transformadores, isso se ele tiver tensão adequada para tal.. e não vai deixar corrente vir de fora dele (de outro transformador) para dentro do mesmo..

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

But one thing to keep in mind... A SMPS for audio applications needs to be designed with audio in mind. Of course you'll need better filtering on the output. But you will also need to keep other details in mind. For example, at very low current the SMPS might go into something called "burst mode" or "discontinuous mode".

Ou seja, conforme a fonte pode ter problemas... ou seja (2) só testando mesmo, ai ai

 

 

É que o enrolamento secundário de um não vai servir como carga para o outro, o diodo desse segundo, se tivesse tensão pouco menor que o primeiro,  não permitiria..

Aqui que eu tinha dúvidas, mas claro, nem pensei, o diodo não vai deixar voltar carga, claro.

 

Será que uns 20Farad (20.000micros) filtraria bem eventuais transientes? as fontes, uma delas é At. Pelo peso, entendo ser boa, mas... entender e ser.

 

Outra coisa.

 

Afora os demais terminais, os terminais 12V (amarelo e preto) espalhados na fonte são virtuais certo? se eu pegar o 12V da alimentação da mobo, ou pegar o da alimentação dos molex, "de onde sai" é o mesmo certo? eu poderia cortar fora os fios restantes e ficar com apenas aqueles que eu busco, certo?

 

 

Ah! aproveitando a boa vontade! algum cuidado em especial ao ligar, também em 12V, o remoto do módulo? teria de por algum resistor nele para limitar a corrente? ou apenas tendo uma chave, seria de bom grado já?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Todos os fios amarelos, de 12 Volts, em um PC acabam vinde de uma e somente uma saída retificada.. Eventualmente, quando a fonte tiver mais de uma linha de distribuição, pode que essa energia da saída passe por dois ou mais resistores de baixo valor, para amostrar a corrente e informar o CI supervisor de limite de corrente se alguma dessas linhas transgrediu a corrente máxima permitida naquela linha, para desligar a fonte..

 

99,9% das fontes para PC tem uma e somente uma fonte de 12 Volts podendo ter sim duas ou mais linhas de distribuição..

Tente tomar um ponto da fonte logo após o retificador de 12 Volts para pegar a energia, e podes cortar todos os outros fios amarelos dos diferentes chicotes..

O remote vai direto no +12 Volts, via chave, ele já tem limitação interna de corrente drenada..

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Faller... esse retificador varia?  ou ele é 'achavel' facilmente?

 

E no caso, os fabricantes tem a tendência de, por exemplo, usar um barramento A para maiores correntes (PCI-E, Mobo, segundo alimentador) e um B para os demais ou isso também varia?

 

Eu estou pensando, agora, em futuro também

 

 

Se bem que... se partir de um barramento apenas, é questão de abrir a fonte e verificar, certo?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É que não tem muito erro não.. Sai do transformador de ferrite, vai, através de um diodo rápido para algum indutor e depois para algum fio amarelo ..

 

Olhe um esquemático típico.. dá para se virar...

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

finalizo por aqui, obrigado caríssimos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×