Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Amplificador / Redutor de Tensão (0v~5v) em função da tensão de entrada


Visitante

Posts recomendados

Olá pessoa, sou novo no forum e não tenho experiência com eletrônica. O meu contato foi somente no laboratório do curso de Ciências da Computação!

 

Estou projetando uma solução para manipular o sinal enviado pelos sensores de injeção eletrônica de combustível. Para isso preciso reduzir ou aplificar o sinal enviado por alguns sensores. Estes sensores trabalham variando a tensão e as enviado para a Central de Controle da Injeção (ECU). Exemplo: Sensor MAP: Variação entre 0v~5v; Sensor de O2: 0mV ~ 900mV;

 

Para isso preciso criar um circuito que me permita regular (adicionar ou reduzir a tensão de saída) enviada pelos sensores à ECU através de um potenciômetro. Preciso de um circuito para cada sensor. 

 

Exemplo: Sensor MAP enviando 3,5V. O circuito iria remover ou adicionar 0,1V a medida que o potenciômetro fosse ajustado. Assim a tensão de saída para a ECU seria 3,6V ... 5V. Outro ponto importante é que para cada tipo de sensor teremos que limitar a saída em 5V (Sensor MAP) ou 900mV (Sensor de O2).

 

Desta forma pretendo enriquecer ou empobrecer a mistura de combustível tornando o carro mais econômico ou mais potente!

 

Não é tão simples assim mas em resumo é isso!!!

 

Alguém conhece alguma solução?

 

Desde meu muito obrigado.

 

Marcelo Gomes.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Idem...

 

O que você precisa seria condicionar o sinal. Para diminuir (dividir) a tensão é moleza: o potenciomentro mesmo. Para aumentar, pesquise por off set amplificador operacional. você controla o nível dc e ganho. Mas sem experiência em eletrônica você pode tropeçar um pouco. Neste caso, com estes níveis de tensão você pode aplicar numa entrada analógica dum mc qualquer como disse o amigo @victhor393 e condicionar digitalmente. Claro, você deve conhecer e ter familiaridade com algum mc e linguagem de programação né

 

Okei... não ajudei... mas opinei.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Marcelo Lima Gomes

Já trabalha com algum tipo de microcontrolador?

Amigo, eu já estudei alguns na faculdade (meados de 2002)! Mas na prática não, porém sou esforçado. Pode mandar que eu corro atrás. Este dispositivo que pretendo fazer também é conhecido como "Controladores EFIE" no mundo de injeção eletrônica de combustíveis.

 

Obrigado,

 

Marcelo.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Você descreveu muito bem para quem "não tem experiência com eletrônica", parabéns.

Se for seguir a ideia do pessoal (que é o caminho mais certo para seu caso) terá de entender alguns conceitos novos.

Não é difícil depois que você aprende, mantenha-se motivado que você conseguirá.

Você vai precisar de:

Uma placa de projetos (cerca de 15 reais);

Microcontrolador e componentes eletrônicos (cerca de 10 reais)

1 gravador de microcontrolador e cabo USB (depende do microcontrolador que usar, de R$20 a 100+);

1 multímetro ( cerca de 15 a 25 reais);

 

Após concluído a fase de medições e conseguido um bom resultado, terá de comprar uma pcb para soldar tudo bonitinho do seu jeito.

 

Para se organizar para elaborar o seu circuito, sugiro que se organize em etapas. Conseguindo concluir direitinho cada passo, você terá no fim um bom conhecimento pra que tudo funcione direitinho.

 

1º Entenda o conceito do protótipo. Faça um diagrama em blocos e não se preocupe com erros técnicos.

2º Monte o circuito em um simulador. Parece difícil, mas não é. Pesquise todas as dúvidas que surgirem.

3º Escolha a linguagem de programação. Dê preferência para linguagem de alto nível. Entenda como utilizar a leitura de tensão nos canais analógicos do microcontrolador. Basicamente, o microcontrolador faz uma varredura dos estados lógicos dos pinos e armazena os valores na memória RAM. No seu caso, em especial, a leitura do canal analógico vai para um registrador específico com uma resolução específica de leitura. Você pode criar subrotinas que leem os valores dos registradores e a partir de um cálculo, controlará a subrotina que mantém a tensão desejada na saída. 

4º passe o programa compilado para o chip pelo gravador e teste o circuito na placa de testes.

5º Monte tudo em uma placa bem feita, com tensão estabilizada e de preferência com plugues para agilizar na montagem/desmontagem nos veículos.

 

Espero ter ajudado.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Visitante
Este tópico está impedido de receber novas respostas.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

 

GRÁTIS: ebook Redes Wi-Fi – 2ª Edição

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!