Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Ramiro Peralta

PIC COM ACELEROMETRO MPU6050 GY-521

Recommended Posts

Pessoal algumas dúvidas sobre o acelerômetro mpu6050 gy-521

 

 

 

O pino scl pode ligar à qualquer pino i/o digital ou tem que ligar à um clock externo?

 

 

 

E quanto ao pino sda?

 

 

 

Vi um vídeo dizendo que cada acelerômetro tem que calibrar. Tem como calibrar uma vez, na hora da programação do pic? E salvar na memória do mcu pic?

 

 

 

Imagino que essa calibração tem que ser feita fora do loop e salvar numa memória não volátil e ter uma flag, caso tenha sido feita, não fazer de novo! Correto?

 

 

 

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1ªmente não conheço e nuca mexi com este cara. Vejamos alguns conceitos

-sda e scl são sinais i2c. Sim ambos devem ser ligados nos pinos de I/O do mc preferencialmente nos homônimos do mc pra usar comunicação por hw

-calibrar...como disse não conheço mas pode sim gravar algum dado de calibração no mc. A boa notícia é que a maioria dos mc´s tem memória interna eeprom não volátil

-sim e não. sim: um flag lido no início do programa pode evitar a recalibração. e não: gravar um valor aproximado (default) na eeprom e uma condição especial (tipo "segurar F5" durante o boot) pode entrar no modo calibração

 

Algo me diz que não ajudei muito mas ... tentei né

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ajudou sim Isadora! Aos poucos vou mapeando o que tenho que fazer!

Na verdade eu já achei um código pronto com a biblioteca i2c

E vi que o sda pode ligar a qualquer i/o digital mas não entendi se o scl tem que ser um pino especial que mande um clock do mcu para o acelerômetro...saberia me dizer?

 

Grato!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vamos tentar...

Se você ligar o sda em qualquer pino, o scl TAMBÉM não precisa ser um pino especial. Neste caso você vai "fabricar" uma interface i2c por sw. Isto é, isto é (!) interessante apenas pros mc´s que não têm esta interface "in natura". Um programa pra isso tem seu preço. Talvez o seu 'código pronto' que pode lhe causar algum 'pranto'...(ah dá um tempo.. hj é sexta super!!)

Agora se você ligar "corretamente" o pino sda numa saída sda "especial" de um mc, aí sim o scl só no "especial" scl. Neste caso o mc conversa com seu acelerometro basicamente só com o circuito interno lógico. Ou seja usa quase nada de sw. O 'código pronto' vai ser substancialmente menor e obviamente diferente

p.ex. o pic 876 tem pinos 'especialistas' em i2c

i2c.gif

 

Espero ter somado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×