Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
crrjr

Diferença De Switch para Hub?

Recommended Posts

Uma explicação simples é que nos hubs os pacote são enviados para todas as máquinas (o famoso broadcast) o que causa um trafego alto e muitas colisões, o que degrada a performance da rede.

Os switches por sua vez quando é inciado, através de algorítmos, faz uma leitura em todas as suas portas criando tabelas com endereços das estações, para que quando chegue uma informação esta seja enviada à porta correta.

Internamente os Switches não tem ligações entre suas portas, ao contrário dos hub’s, onde todas as portas estão ligadas a um barramento principal, ocasionando o compartilhamento da velocidade. Nos Switches, uma porta só vai se comunicar com outra quando o usuário necessitar, aí então, internamente ocorre a conexão entre a porta 5 e 7 (por exemplo), levando a informação diretamente ao destino, através daquela tabela de estações. Daí que tiramos aquela expressão: "No Switch a velocidade é Dedicada, e no Hub é Compartilhada".

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não é correto dizer q em um Switch a velocidade é dedicada, pois não se trata do dispositivo e sim da tecnollogia utilizada. Como os Hubs e Switches são utilizados para conexões q utilizem cabos UTP par trançado, cuja tecnologia é a Ethernet que utiliza um meio compartilhado para conectar os hosts, e implementa algoritmos para controlar o acesso ao meio.

Abaixo um complemento ao dito por nosso amigo Ctenaglia:

Hub: Os repetidores multiportas combinam a conectividade com as propriedades de amplificação e de retemporização dos repetidores. É normal ver 4, 8, 12 e até 24 portas em repetidores multiportas. Isso permite que muitos dispositivos sejam interconectados de forma mais fácil e econômica. Os repetidores multiportas são freqüentemente chamados de hubs, em vez de repetidores, quando nos referimos aos dispositivos que servem como o centro de uma rede de topologia em estrela. Os hubs são dispositivos de internetworking muito comuns. Como o hub não gerenciável típico requer apenas energia e conectores RJ-45 conectados, eles são ótimos para se configurar rapidamente uma rede. Da mesma forma que os repetidores nos quais são baseados, eles só lidam com bits e são dispositivos da camada 1. Aumentam o tamanho do dominio de colisao.

Switches: dispositivos de camada 2 no modelo OSI, utilizam uma tabela de endereços MAC a fim de determinar o segmento para onde um pacote/datagrama precisa ser transmitido e reduzem o tráfego. Os switches operam em velocidades muito mais altas que os Hubs e podem suportar novas funcionalidades, como LANs virtuais. Um switch Ethernet tem muitas vantagens, como permitir que vários usuários se comuniquem paralelamente através do uso de circuitos virtuais e de segmentos de rede dedicados em um ambiente livre de colisões. Isso maximiza a largura de banda disponível em um meio compartilhado. E aumenta o numero de dominios de colisoes.

:palmas:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×