Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
ilkyest

Conector mike 6 vias. Qual o tipo de conector no Eagle, ou proteus?

Recommended Posts

Amigos, boa noite. Estou tentando desenhar no eagle, ou no proteus, ou ainda no gEDA (linux) um circuito simples, para algo semelhante a uma fonte modular.

 

A mil novecentos e guaraná com rolha eu comprei para outro projeto uns mikes de 6 vias e não deu certo. Agora vou usar eles para plugar os hds no meu pc.... mas eu não acho o tipo de componente que se adeque ao software

conector-mike-6-vias-machofemea-pacote-c

conectores, conn, 6pin, já revirei todos, e "mike" não puxa em nenhum deles.

Alguém já usou algum software semelhante, e/ou sabe como 'desenhar' esses mikes? Poderiam me ajudar?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

confeso que não entendi direito... Este conector não parece ser para pci (pelo menos o fêmea). E se for, penso que é só tirar as medidas e colocar ilhas.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não, e não é para pci. Mas é perfeitamente possível (me falou a deusa gambiarra). O problema é que tirando medidas, corre-se o risco de que elas não estejam ok, ou ligeiramente desviadas.

 

E acho que por não ser para pci, é que esses apps não tenham. :(

 

Acho que vou é escanear ele, que tá pronto, e a partir disso fazer o pcb/trilha. Acho que vou acabar desenhando no word mesmo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em se tratando de deuses, pouca coisa é impossível dentre elas, alguma 'criação' e já que o termo 'gambiarra' apareceu na parada, veja uma semi-profissional que usava com absoluto sucesso...

1 hora atrás, ilkyest disse:

ligeiramente desviadas

... convive-se com isso perfeitamente. Algo como furo maior e etc. Mas pra se aproximar bem mais da precisão absoluta, uma técnica que usara nos primórdios era: faço as medições com paciência e paquímetro, porto pro cad, imprimo 1:1, coloco num isopor ou papelão e 'encaixo' os terminais na impressão. Condição não satisfeita? Faço este loop até que sim.

Pra algo + complexo (uma pci completa p.ex.), outra gamb... ops técnica... é escanear (tmj) (ou fotografar), fazer alguma edição da foto (rastreio de bitmap) e colar no cad pcb e fazer algo como "tirar cola" com trilhas e ilhas. Também sucesso total

Obs: técnicas 100% original e pessoal. Talvez não ache nada disso na net.... bem.. agora acha.

 

abç

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu pensei justamente nisso. Digitaliza em P&B, do qual aparece só os pontinhos do mike.... 

200px-Mike_Tyson_at_SXSW_2011.jpg

Opa... mike errado

 

Hoje terei visita, provavelmente... até o FDS devo conseguir e posto-lhe o resultado.

 

Já fiz algo semelhante com um plug, que depois descobri que tinha no Eagle, dorgas.

 

  • Haha 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Isadora Ferraz  e acerca desse conector?

 

Novamente, cadê ele no eagle.. KRE não tem.. vou ver se de repente no circuit maker não tenha... to apanhando deveras

 

adicionado 18 minutos depois

Ok.. no proteus tem um... e a pinagem fecha bem...TBLOCK-M3

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, ilkyest disse:

no proteus tem um

Dá até pra portar qualquer peça pra outro cad. Envolve forças sinistras. Imagine algo como gerar gerber (que é meio que universal) e no outro cad importar gerber. Ah ele não tem esta opção ou deu erro ao importar ou algo do gênero? Sem problema. .. Hora de invocar as forças sinistras. Como é meio que caso a caso, não tem como generalizar com palavras humanas ok?

Num caso extremo, certa feita ja coloquei até foto como peça no tango e p-cad

abç

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×