Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

AdrianoSiqueira

Membro Pleno
  • Total de itens

    895
  • Cadastrado em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Tudo que AdrianoSiqueira postou

  1. Seria mais fácil usar Orientação a Objetos. Comece mapeando os elementos que você precisa: Uma classe que representa o entrevistado. Uma maneira de agrupar os entrevistados. Uma classe que realiza o processamento dos dados. Seguindo essa lógica, você precisaria de 3 classes: Entrevistado (representa a pessoa que está sendo entrevistada). Processador (realiza o processamento dos dados). Principal (onde fica o método main). De acordo com o enunciado, cada um dos entrevistados possui: idade opinião Então dê um jeito de adicionar essas características na classe Entrevistado. Também de acordo com o enunciado, é necessário obter 3 resultados do amontoado de entrevistados: A quantidade de pessoas que responderam "Ótimo". A média de idade das pessoas que responderam "Ruim". A porcentagem de pessoas que responderam "Péssimo". Crie um método dedicado para cada um desses objetivos e coloque-os dentro da classe Processador. Na classe Principal você testa seus métodos e vê se estão funcionando corretamente. Dica: Não perca tempo digitando todos os dados o tempo todo, isso leva uma eternidade. Comece com dados pre estabelecidos, apenas durante a fase de testes. No final, quando tudo estiver pronto, você implementa uma interação com o usuário para obter os dados. Dica: Se sabe usar enums, vai ser uma bela de uma ferramenta nesse exercício. Existem opções limitadas de opiniões que podem ser dadas, além disso, essas opções são sempre as mesmas para todos os entrevistados. Dessa forma, o atributo opinião da classe Entrevistado poderia ser uma enum. Tente fazer assim.
  2. Procure sobre "como mudar a ordem de boot no UEFI" no youtube. Essa tela não é do BIOS e sim do UEFI.
  3. @rubiksHappy Para evitar valores duplicados, você pode usar a coleção Set.
  4. 1 tem uma palavra a mais. 3, 6, e 8 estão certas. 5 está mais ou menos, funciona mas tem um jeito mais reduzido. 6 está correta, mas pode explicar de uma forma mais simples.
  5. Você tem dois problemas: Verificar se uma pessoa é elegível para ter uma conta. Calcular o limite de crédito. Crie uma função dedicada para resolver cada problema: boolean ehElegivel(int idade, boolean ehEmancipada, boolean documentacaoOK) { boolean resultado = false; // Realiza as devidas verificações return resultado; } double calcularLimiteCredito(int score) { double resultado = 0.0; // Realiza os devidos cálculos return resultado; } Depois basta unir ambas: void funcao(int idade, boolean ehEmancipada, boolean documentacaoOK, int score) { boolean podeTerConta = ehElegivel(idade, ehEmancipada, documentacaoOK); double limiteCredito = 0.0; if(podeTerConta) { limiteCredito = calcularLimite(score); } if(podeTerConta) { System.out.println("Cliente aprovado com limite de R$ " + limiteCredito + "."); } else { System.out.println("Cliente recusado."); } } A ideia é essa.
  6. Segundo a mensagem, você não pode usar o pacote default. Então coloque sua classe dentro de um pacote.
  7. Vish, não manjo nada de tomcat, vou ficar devendo... Talvez alguém mais experiente possa te ajudar.
  8. Veja se isso ajuda: https://www.devmedia.com.br/jdbc-tutorial/6638
  9. Veja se isso ajuda: https://stackoverflow.com/questions/32499962/java-program-to-export-birt-report-to-excel
  10. Faltou parênteses no construtor.
  11. CodeBlocks não foi feito para Java. Use outro IDE como: Eclipse NetBeans Intellij
  12. @devair1010 No caso das interfaces gráficas. No caso da dúvida acima, o autor se refere às interfaces de código. Elas permitem o uso de Polimorfismo, sem sofrer do problema de herança única (quando se estende uma classe) (as interface são implementadas). Muito úteis para reaproveitamento de código e padronização de design. Além disso, funcionam como uma espécie de contrato, onde a classe que a implemente é obrigada a implementar todos os métodos dela. Para saber mais: Dev Media.
  13. Veja se ajuda: https://steampeek.hu/?appid=1210970 Veja se ajuda: https://www.moregameslike.com/heavy-weapon-atomic-tank/
  14. Ótima escolha, na minha opinião o Mint é a melhor distro para começar. Super simples de mexer, agradável aos olhos e cheio de material de estudo pela internet. Além disso, é baseado no Ubuntu, logo muitos tutoriais que funcionam no Ubuntu, funcionarão nele também.
  15. O primeiro exercício é basicamente regra de 3. Vou explicar para a nota A, mas o mesmo serve para B e C. A nota varia de 0 à 10, porém o peso é 2. Isso significa que se a pessoa tirar 10, ela vai ganhar a nota 2, dessa forma fazemos o seguinte cálculo para encontrar o peso de cada uma das 10 variações: Nota - Peso ----------- 10 - 2 1 - X X = (1 * 2) / 10 X = 0.2 Isso significa que cada nota possui peso de 0.2. Basta pegarmos a nota que a pessoa tirou, multiplicar por 0.2 e teremos o peso da questão A. Exemplo: Pessoa tirou 7, então Peso = 7 * 0.2 Peso = 1.4 É só fazer isso para todas as três questões, respeitando os respectivos pesos. Para cada questão, você armazena o peso referente a nota tirada, soma as três e divide por 3. Dessa forma você terá o peso médio obtido através das notas.
  16. Esse "sempre" possui exceções. Pesquisei um pouco e encontrei o que tinha esquecido sobre as "boas práticas". Basicamente era o seguinte: Em outras palavras: System.in (entre outros streams) é aberto e gerenciado pela JVM, logo você deveria deixar ela se encarregar do fechamento. Para saber mais: Don't close a Scanner that's tied to System.in Close a Scanner linked to System.in
  17. @Antov Não estou certo em relação à "normas de boas práticas", mas se não me engano, não se deve fechar um recurso que esteja usando um stream padrão do sistema, System.in no seu caso. Isso porque quando se fecha o recurso, o stream também é fechado, não sendo possível reabri-lo posteriormente. Isso pode causar algum problema em seu programa em pontos posteriores ao fechamento do recurso.
  18. Em caso de dúvidas, sempre recorra à documentação oficial. Segue a documentação da classe Thread. Como podemos ver, a classe Thread possui os métodos start() e join(). Além disso, ela implementa a interface Runnable, logo, implicitamente, ela possui o método run(). Quando a classe MinhaThread estende a classe Thread, MinhaThread herda todos esses métodos (além outros), ou seja, MinhaThread passa a possuir esses métodos também. Esse é o funcionamento de herança no Java. O método start() faz com que o método run() seja executado em modo paralelo à thread principal do programa. Já o método join() faz com que a thread que o chamou espere a conclusão do método run(). Na classe principal, é chamado o método join() logo na sequência do método start(), isso causa o mesmo efeito de se chamar o método run() diretamente. Esse código não faz sentido ter sido escrito dessa forma, logo está claro que se trata de uma questão de atividade, e foi feito assim para confundir a cabeça do aluno.
  19. Partindo para algo mais avançado, pode-se usar Generics. Nesse caso, sua classe pode ser mais ou menos assim: public class Calculadora<T extends Number> { public double somar(T valor1, T valor2) { return valor1.doubleValue() + valor2.doubleValue(); } } Para usar, faça assim: public class Main { public static void main(String[] args) { Calculadora<Integer> calculadora = new Calculadora<>(); double resultado = calculadora.somar(1, 2); } } No exemplo acima usei a classe Integer, porém pode-se usar qualquer classe que estenda a classe Number, ou seja, qualquer classe Wrapper de tipo numérico pode ser usada.
  20. O pacote dessa classe não parece ser nativa do Java. Você adicionou alguma biblioteca externa? Se sim, qual?
  21. Sim, perfeitamente. Basta substituir os comandos do Portugol pelos do Java, respeitando as regras de sintaxe do Java.
  22. Para mudar para 64 bits basta formatar o computador e instalar um sistema de 64 bits. Com as suas configurações atuais não vai ficar com um bom desempenho, mas vai funcionar.
  23. Desinstale todos os Javas que você instalou. Depois instale a versão 16. Depois que estiver instalado, abra o cmd e digite o comando: java --version Poste a saída desse comando.
  24. Então vai ter que instalar o JDK 16.
  25. Acho que o problema é esse. Se você estiver usando Windows, baixe a versão .exe. É um executável feito para o Windows. Esse arquivo .jar precisa ter o Java instalada, mas o problema é que ele foi compilado para a versão 60 do byte code, para executar você vai precisar o Java 16, e não tem o JRE 16. Você teria que instalar o JDK, que é um exagero apenas para rodar um programa. Baixa o .exe e tenta executar, acho que ele já tem tudo o que é necessário para executar.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!