Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Tudo o que você precisa saber sobre o conector SATA Express

       
 41.629 Visualizações    Tutoriais  
 13 comentários

Conheça o novo conector SATA Express, a ser usado por SSDs em um futuro próximo.

Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O conector SATA Express pode usar tanto uma conexão SATA quanto uma conexão PCI Express. Esse conector tem vários objetivos.

Atualmente, unidades de armazenamento PCI Express, como SSDs, precisam ser necessariamente instaladas em um slot PCI Express da placa-mãe e são vendidas usando um formato proprietário. Ver Figura 1.

SSD PCI Express
Figura 1: Formato físico de uma unidade SSD PCI Express atualmente

Usando um conector padronizado, SSDs PCI Express podem passar a ser vendidos usando o mesmo tamanho de SSDs convencionais (2,5 polegadas), o que pode ajudar a popularizar este tipo de dispositivo. Além disso, ao usar um tamanho padronizado, o custo do dispositivo tende a ser mais baixo do que usando um formato proprietário.

Outro objetivo do SATA Express é permitir a compatibilidade com os conectores SFF-8639 e SAS MultiLink, que são usados em “backplanes” (placa com vários conectores permitindo a conexão de várias unidades de armazenamento) presentes em data centers. Apesar de esses conectores serem compatíveis com os conectores SATA Express, a conexão PCI Express só estará disponível se o dispositivo controlador do “backplane” suportar conexão PCI Express (isso é, for SATA Express). Na próxima página falamos sobre o conector SFF-8639.

Cinco tipos de conectores estarão disponíveis, dependendo da aplicação. Ver Figura 2.

  • Conector 1 (“host plug”): a ser usado em placas-mãe, é compatível com os cabos SATA existentes atualmente. Permite a instalação de até duas unidades SATA ou uma unidade SATA Express.
  • Conector 2 (“host cable receptacle”): a ser usado por cabos a serem encaixados no conector “1”. Esse conector é usado apenas no lado do cabo que será encaixado na placa-mãe.
  • Conector 3 (“device cable receptacle”): a ser usado nos cabos, na ponta a ser encaixada em unidades de armazenamento SATA Express.
  • Conector 4 (“device plug”): conector a ser usado em unidades de armazenamento SATA Express, incompatível com os atuais conectores SATA.
  • Conector 5 (“host receptacle”): conector a ser usado em placas-mãe e “backplanes”, incompatível com os atuais conectores SATA.

Conectores SATA Express
Figura 2: Conectores SATA Express

Em resumo: haverá dois grupos de conectores, um que é compatível com os plugues e cabos SATA existentes hoje em dia (conectores “1” e “2”) e outro, novo, que é incompatível com os plugues e cabos SATA existentes hoje em dia (conectores “3”, “4” e “5”).

A Figura 3 resume isso. No lado esquerdo da figura, temos um conector “5” na placa-mãe e um cabo contendo um conector “3”. No lado direito da figura, temos um conector “1” na placa-mãe mostrando duas opções de cabo: o cabo SATA tradicional ou um cabo usando um conector “2”.

Conectores SATA Express na prática
Figura 3: Conectores SATA Express na prática

Qual padrão SATA e qual padrão PCI Express serão usados dependerá da placa-mãe (ou “backplane”) e do dispositivo, e não do conector em si, da mesma forma que ocorre atualmente com conectores SATA.

Atualmente, a conexão SATA-600 oferece uma largura de banda de 6 Gbps ou 600 MB/s, enquanto que a conexão PCI Express 2.0 x1 oferece uma largura de banda de 5 Gbps ou 500 MB/s, e a conexão PCI Express 3.0 x1 oferece uma largura de banda de 8 Gbps ou 1 GB/s (a conversão entre Gbps e MB/s varia porque o PCI Express 3.0 usa um sistema de codificação diferente do PCI Express 2.0).

O SATA Express permite o uso de uma ou duas pistas PCI Express. Portanto, o objetivo final do conector SATA Express é disponibilizar, em um único conector, uma conexão de 2 GB/s (PCI Express 3.0 x2), contra os 600 MB/s do SATA-600. Obviamente, se o dispositivo é ou não capaz de usar toda essa largura de banda, já é outra história.

Compartilhar



Entre para seguir isso  
Seguidores 0

Comentários de usuários


Um chute nas bolas do povo que compra placa-mãe "extreme gamer power black edition" de R$1000 com a conversa de "vai durar muitos upgrades" enquanto poderia ter comprado uma placa de R$500 que teria todos os recursos que ele precisa, só que não é "extreme gamer power black edition" nem tem pintura preta com detalhes vermelhos e dissipadores feitos mais para serem bonitos do que funcionais.

No final Marketing Wins

Editado por Jorno
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um chute nas bolas do povo que compra placa-mãe "extreme gamer power black edition" de R$1000 com a conversa de "vai durar muitos upgrades" enquanto poderia ter comprado uma placa de R$500 que teria todos os recursos que ele precisa, só que não é "extreme gamer power black edition" nem tem pintura preta com detalhes vermelhos e dissipadores feitos mais para serem bonitos do que funcionais.

No final Marketing Wins

na verdade o final é isso mesmo caro amigo,market wins...comprei minha placa mãe atual que é pau pra toda obra além do fato de ser bem atual e o soquet ser atualizado de acordo com o padão amd atual...e eu paguei menos de 200 reais por ela..com ligeiro overclock na bus do PCIe x16 eu poderia sustentar muito bem uma placa de video poderosa como,por exemplo, uma asus radeon Hd 7970 sem gargalo...e no final o marketing vence :)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Mas deve demorar ainda para isso chegar até nós.

@JoeDani, você não precisa fazer overclock no pci-e x16 pra isso não, é só espetar a placa e usar. Aliás, poderia espetar até num pci-e x1 que funciona (apesar que no x1 deve limitar alguma coisa hehe).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@dudaskank sim mas por inumeras vezes li em alguns lugares que dá uma perda de capacidade...então eu faria sim um overclock ou alteração na taxa de MHz na própia bus da placa mãe,como se faz com processadores,para sustentar placas de video mais poderosas...o meu modelo da asus dá opção para liberar mais capacidade do slot pci-e x16 por exemplo eu aumentei a capacidade do meu recentemente,apesar da minha placa de video ser fraca e estar com uma fonte que faz meu pc operar abaixo da capacidade...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá.

 

@JoeDani , você pode estar correndo riscos a toa (corromper dados de HDs e danificar placas de video, basicamente), a troco de praticamente nada.

 

Embora em inglês, o link abaixo tem gráficos bem objetivos, no tocante à frequência pci-e x fps e ainda pci-e x pontos, no caso de teste sintético.

 

http://www.overclock.net/t/562852/does-pci-e-frequency-effect-ati-gpu-performance-a-quick-test

 

No caso de SSDs pci-e, pode haver algum ganho nas taxas, quando se aumenta a frequência, em alguns casos, mas ao custo de redução de vida útil.

 

Um motivo para se aumentar tal frequência é conseguir estabilizar altos valores de overclock, e mais uma vez, se aplica em alguns casos.

 

Dê uma pesquisada por ai e tire suas próprias conclusões.

 

Abraço

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@sisle1 sim,eu estou testando aqui alguns clocks personalizados....mais creio que vou manter esse oveclock do processador porém vou abaixar o da pci-e ...por que é relativamente baixo e meu processador não está esquentando demais...aumentou pouca coisa a temperatura....muito obrigado pela ajuda com os graficos.

Editado por JoeDani

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Jorno

Antigamente eu tinha esse pensamento também: placa-mãe de entusiasta = mais vida útil. Hoje em dia eu sou mais consciente e utilizo MOBOs que contem os recursos que eu preciso e utilizo.

 

No entanto, existem algumas peças que justificam o investimento: gabinete, fonte, placa de som...

 

@Topic

Alguma previsão para adoção em massa deste padrão?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Jorno

Antigamente eu tinha esse pensamento também: placa-mãe de entusiasta = mais vida útil. Hoje em dia eu sou mais consciente e utilizo MOBOs que contem os recursos que eu preciso e utilizo.

 

No entanto, existem algumas peças que justificam o investimento: gabinete, fonte, placa de som...

 

Sim, gabinete se bem cuidado dura pra sempre (ou até inventarem alguma furação nova para placa-mãe só para geral ter que trocar de gabinete) e fonte até que inventem algum novo conector. Placa de som depende do usuário não cair no marketing dos fones "gamer" e depois da boa vontade dele pesquisar sobre o assunto. a maioria paga horrores em um fone lixo "gamer" usb e acha que está arrasando.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sim, gabinete se bem cuidado dura pra sempre (ou até inventarem alguma furação nova para placa-mãe só para geral ter que trocar de gabinete) e fonte até que inventem algum novo conector. Placa de som depende do usuário não cair no marketing dos fones "gamer" e depois da boa vontade dele pesquisar sobre o assunto. a maioria paga horrores em um fone lixo "gamer" usb e acha que está arrasando.

o meu headset é usb e costou a bagatela de 50,00 dilmas....e me resolve do mesmo jeito pra jogos...sobre a questão da conservação do processador não estou ligando muito,não vou ficar com ele mais que um ano e meio ou talvez dois....

 

Ah,meu gabinete que estou usando no meu novo conjunto de peças estou usando a mais de 6 anos e é muito bem refrigerado...pena só comportar mobos micro atx....

Editado por JoeDani

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu queria saber se é apenas o conector que muda ou se muda também a entrada do HDD ou do SSD. Se for somente o conector, dá para dar um jeito de comprar. Mas se for ambos, não dá para comprar nos próximos quatro anos. Eu queria tirar essa dúvida sobre isso.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Peste Noire Nós já analisamos várias placas-mãe que trazem esse novo contector, eu vou postar um link abaixo para você poder ver as fotos em mais detalhes. No HD ou SSD, se eles forem SATA, nada muda e o conector SATA Express é compatível (ver fotos abaixo).

 

http://www.clubedohardware.com.br/artigos/placa-mãe-gigabyte-z170x-gaming-7/3159/4

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

@Gabriel Torres Muito obrigado pela tua resposta.

 

Então estouramos, posso comprar 2 SSD de 960GB e encaixar nos SATA Express e ter ai uma velocidade com raid em SSD absurdamente *****?

 

A placa-mãe que eu tenho e adquiri recentemente é a Gigabyte G1 Gamming.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar agora