Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Gabinete NZXT M59

       
 48.949 Visualizações    Testes  
 13 comentários

O M59 é um gabinete torre-média de baixo custo da NZXT. Será que ele acompanha dos modelos topo de linha desta marca? Confira.

Teste do Gabinete NZXT M59
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A NZXT está se estabelecendo como uma marca de gabinete “BBB”: bons, bonitos e baratos. O M59, por exemplo, custa US$ 60 nos EUA e vem com vários recursos tradicionalmente encontrados apenas em modelos topo de linha, como interior pintado em preto, baias de 2,5”, porta eSATA, tampas das baias gradeadas, local para a instalação de ventoinhas no painel superior, mecanismos que dispensam o uso de parafusos para a instalação das unidades de disco e mais. Vejamos se o M59 é uma boa escolha.

A primeira coisa que notamos foi que este gabinete é muito leve, pesando apenas 6,2 Kg, que é praticamente metade do peso de gabinetes torres-médias que normalmente testamos.

Gabinete NZXT M59
Figura 1: Gabinete NZXT M59.

Gabinete NZXT M59
Figura 2: Gabinete NZXT M59.

O painel lateral esquerdo é transparente equipado com uma janela de acrílico fumê, o que dá a este gabinete um visual diferente dos gabinetes que utilizam uma janela transparente. O M59 vem com uma ventoinha de 120 mm instalada neste painel (42 cfm, 23 dB) que brilha em azul quando ligada. Esta ventoinha tem um plugue de alimentação para periféricos padrão e um pequeno conector de alimentação de três pinos, permitindo a você conectá-la diretamente na fonte de alimentação ou na placa-mãe para monitorar sua velocidade de rotação através do seu programa de monitoramento favorito.

O painel frontal não tem porta. O M59 tem quatro baias externas de 5,25”, sendo que a primeira (de cima para baixo) é equipada com uma tampa para unidades ópticas (muito útil caso a unidade não seja preta, para combinar com o gabinete). As outras três baias possuem tampas gradeadas com filtros de poeira para aumentar a ventilação dentro do gabinete. O M59 tem um acabamento acima da primeira baia de 5,25” (de cima para baixo) que brilha em azul quando o micro é ligado. Como você pode ver, este gabinete não tem baia externa de 3,5”, impossibilitando a instalação de uma unidade de disquete ou leitor de cartões de memória. O gabinete também não vem com um adaptador para você instalar este tipo de periférico em uma das baias de 5,25”.

Gabinete NZXT M59
Figura 3: Painel frontal.

Este gabinete tem duas portas USB, que estão muito próximas uma da outra, o que pode impedir você de instalar dois dispositivos USB “gordinhos” ao mesmo tempo, e uma porta eSATA, o que é realmente bacana por se tratar de um recurso normalmente encontrado em gabinetes mais caros.

Há uma grade na parte inferior do painel frontal equipada com um filtro de poeira atrás dela, mas não há ventoinha lá.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Para mim é o gabinete com melhor custo/benefício na sua faixa de preço. Se não custar muito caro aqui (até uns R$ 250) vai vender que nem água, assim como o CM-690!

[]s!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

"Não tem baia externa de 3 ½” (quem ainda usa unidades de disquete afinal?)."

Euuuuu uso, e uso muuito :P

De qq forma é um bonito gabinete.

Fiquei tentado a trocar o meu.. :cool:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eita gabinete dos inferno... :D

Muito bom mesmo, o custo/benefício nas nuvéns... E o peso hein, parece uma pena se comparado com os outros. Meu Blue Eye, aff maria... sadopkasdpoasd

Faço ate malhação com ele!!! :cool:

Abraços

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Realmente um SENHOR gabinete, muito bonito, barato e como já disseram, se chegar realmente nessa faixa de preço, vai fazer concorrência forte ao CM690 *.*

Poderia ser feito um teste com os 2 pra ver qual se dá melhor hein???? Ai ia ficar legal, porque as vezes por + q o CM690 custe alguns barões a mais, ele ainda pode ter um melhor custo/benefício, acho difícil, + só comparando pra saber ^^

Abrassss.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Realmente, baia externa de 3 ½" é útil (leitor de cartões de memória, sempre uso) mas se chegar por cerca de R$250,00 vou ir atrás dele! :P

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Quanta indignação nessas horas....

Um gabinete bom e barato (lá nos EUA) como esse, e chega por aqui carrissímo.

Já é sonho de consumo....

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá, pessoal uma pergunta estupida, que não foi tirada no review.

Tem como colocar cooler de 120mm na frente desse gabinete?

Há, mais uma coisa até quantos Centimentros ele tem livre pra VGA?

Valeu.

Editado por WilliamWRP

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
...Há, mais uma coisa até quantos Centimentros ele tem livre pra VGA?

Também quero saber!!!!! Tá difícil escolher gabinete pra essa nova série 5000 da ATI, aaafffeee...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
[...]até quantos Centimentros ele tem livre pra VGA?

Realmente, fica essa incerteza. Apesar disso, num tópico em que pedi sugestão de gabinete pra um Crossfire de HD5770 que custe no máximo o valor do CM690, um usuário me sugeriu o NZXT M59. Alguém duvida que caiba mesmo?

Abraços, fiquem com Deus!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Olá, pessoal uma pergunta estupida, que não foi tirada no review.

Tem como colocar cooler de 120mm na frente desse gabinete?

No site do fabricante diz que é possivel colocar uma fam de 120mm no Painel frontal (como opcional) , e em outros testes eles também mensionan que é possível sim.

Não sei porque não colocaram aqui no Teste do CHD.

Editado por Marcosdyu

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×