Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Dúvidas e incertezas sobre o mercado de trabalho

       
 59.036 Visualizações    Editoriais  
 0 comentários

Opiniões pessoais de Gabriel Torres sobre o mercado de trabalho.

Dúvidas e incertezas sobre o mercado de trabalho
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Realmente faz tempo que não sento para escrever um editorial "decente", comentando o mercado de trabalho para profissionais da área de informática. Recentemente recebi o e-mail abaixo do nosso leitor Eduardo Moura, que me estimulou a escrever esse editorial contendo minhas opiniões pessoais acerca desse assunto. Esse estímulo veio do fato de que eu mesmo já tive algumas "incertezas" a respeito do que eu faria profissionalmente (isso pode até mesmo parecer piada para você), e sei que todos nós passamos uma hora ou outra por esse tipo de questionamento. Recebo vários e-mails com mais ou menos as mesmas questões, e que gostaria de aproveitar a oportunidade para comentar e dizer o que eu penso a respeito.

Olá Gabriel e toda equipe.

Antes de mais nada gostaria de deixar meus sinceros parabéns a você e sua equipe. Respeito muito o trabalho de vocês.

Bem, eu sei que vocês devem possuir muitos MB de e-mails e fica impossível responder a tudo, mas gostaria que assim que possível vocês lessem e respondessem meu e-mail.

Eu entrei para o mundo da informática em 1998 de brincadeira, pois comprei um PC para ver como era. Depois de 4 meses acessei a Internet e comecei a me interessar pela coisa e comecei a desenvolver páginas. O tempo passou, fui aprendendo e em 1999 entrei para um curso técnico do SENAC.

Junto a isso os trabalhos com Internet foram aumentando, clientes foram indicando meus serviços e hoje possuo uma empresa na área de Internet. Nesses 3 anos de informática aprendi bastante.Gosto de várias áreas de informática, desde suporte ao usuário como programação, redes, webmarketing etc

Há 2 meses adquiri o livro Redes de Computadores - Curso Completo.

Bem, onde quero chegar: nesses 3 anos de informática vivi muita coisa e gosto de várias coisas como disse. Depois que eu comecei a trabalhar com rede vi também que gosto muito de atuar na área de hardware, pois meus clientes - que no início eram só na área web - acabam me solicitando também para resolver problemas na rede e manutenção na parte de software e hardware dos computadores, pois a reclamação por parte dos clientes aos atuais "técnicos" em informática está muito grande e o pessoal que já é meu cliente está confiando toda parte de informática da empresa em minhas mãos.

Como eu não tenho experiência nessa parte de manutenção, eu pergunto:

É possível eu me desenvolver em todas áreas? Como você lida com isso, um profissional deve ser especialista só em um assunto? De repente eu tentando saber o máximo da área de informática, posso montar uma equipe de qualidade em vez de ser especialista em uma área só? Um curso de eletrônica me ajudaria nessa área? Pois minha experiência mesmo é com desenvolvimento para Internet, banco de dados, servidores web, etc. Mas como disse eu gosto também muito da parte de redes e essa parte de manutenção de equipamentos.

Estou querendo adquirir o livro Hardware Curso Completo 4ª Edição para entrar ne cabeça na área também.

Estou me formando técnico em informática no próximo mês e depois desse quero iniciar um novo curso para aumentar meu conhecimento, até tentar uma certificação Linux.

Bem, finalizando: um profissional da área deve se especializar em um só assunto ou deve ser "genérico"?

Você como tem experiência em hardware, redes e webmarketing pode me ajudar nessa resposta, tenho certeza que seus comentários serão muito válidos para mim e quem convive comigo na área.

Mais uma vez meus sinceros parabéns e grande abraço,

Eduardo Moura
Bauru - SP

Caro amigo Eduardo e todos os demais visitantes e leitores do Clube do Hardware e de meus livros,

Há várias questões que você deve parar para pensar a respeito. A principal é: qual é o meu plano de vida, minha meta pessoal? O que eu quero para o meu futuro profissional, qual é a minha meta profissional? Infelizmente a maioria das pessoas quer um conselho sobre o que elas devem fazer, mas somente elas mesmas poderão obter a resposta. O que serve para mim, o caminho que percorri, não necessariamente servirá para você. Primeiro acho que você deve pensar nessas duas questões.

Outra questão que eu acho importante e que pelo menos pelo seu e-mail vi que você não tem esse tipo de problema, é em relação aos estudos. Muita gente pensa que a melhor coisa do mundo é entrar para uma faculdade (ou curso técnico) para conseguir "um bom emprego". Esse caminho era muito bom na Era Idustrial, mas agora que estamos na Era da Informação o mais importante de tudo é saber se virar. Por um motivo muito simples: fazer uma boa faculdade não dá garantia nenhuma que você terá um bom emprego e muito menos que você será um bom profissional. Ser um bom profissional não depende da faculdade, mas sim de você mesmo, do quanto você "corre atrás". E, pelo seu e-mail, deu para perceber que você "corre atrás" e que você tem o espírito empreendedor, do tipo que não fica parado e se vira. Eu acho que essa é a característica mais importante em um profissional de qualquer área.

Qual segmento você resolver desenvolver dentro da área é o menos importante. O mais importante é que você tenha humildade suficiente para perceber que não sabe nada (o que estimulará você a querer aprender cada vez mais e se juntar a pessoas que sabem mais do que você) e trabalhar eticamente.

Mas, sendo mais objetivo em relação as suas questões, eu acho o seguinte: um profissional (de qualquer área) deve ser especialista em um assunto, para se tornar referência naquele assunto. Como você bem disse a meu respeito, eu entendo de um bando de coisas, mas quando alguém fala em meu nome no mercado a primeira coisa que vem a cabeça é "Hardware" e não Redes ou Negócios na Internet. Dessa forma, o meu conselho é que você seja especialista em um determinado assunto e foque sua fonte principal de renda e de divulgação nele. Os demais assuntos você pode ir explorando com o tempo, ou o que me parece mais sensato: montar uma equipe onde você terá colegas realmente especialistas nos outros assuntos, com quem você poderá passar os clientes e ir acompanhando, até mesmo para aprender mais. Assim, em vez de você se concentrar todo o trabalho em sua pessoa, você distribuirá tarefas, permitindo até mesmo conseguir mais clientes e atendê-los de forma mais adequada. Como você tem um conhecimento mínimo nas outras áreas, você poderá julgar todas as etapas do processo: desde o atendimento até a execução do serviço, podendo ir avaliando periodicamente os seus sócios/parceiros, pois poderá haver um dia em que você perceberá que eles não estão mais se adequando ao seu perfil, ao perfil da empresa ou ao perfil de seus clientes. É claro que nesse processo você deverá sempre se reunir com todos os seus coligados para explicar a sua filosofia de atendimento de clientes e de prestação de serviço, a fim de criar um padrão de qualidade.

Acredite no que eu estou falando: o que está faltando no mercado de trabalho não são técnicos, mas sim técnicos que atendam bem seus clientes, técnicos que estejam preocupados com qualidade e ética. Se você conseguir criar essa cultura dentro de seu negócio e usar isso como diferencial junto a seus clientes, rapidamente seus clientes irão divulgar os seus serviços para novos potenciais clientes.

Mas só tome o cuidado de não cair na armadilha de tentar fazer tudo ao mesmo tempo e não conseguir atender ninguém bem nem conseguir executar os serviços dentro do prazo. Daí a sugestão que eu dei de montar uma equipe com especialistas em cada área de atuação de seu negócio.

Em tempo: acredito que vocês já conheçam meu outro site, Terremoto! (http://www.terremoto.com.br), que é um site sobre negócios. Lá há indicação de uma série de livros que poderão ser úteis nessa sua busca, especialmente um chamado Pai Rico, Pai Pobre, de Robert Kiyosaki.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×