Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placa-Mãe Gigabyte K8N Pro

       
 81.596 Visualizações    Testes  
 3 comentários

Teste com a Placa-mãe Gigabyte K8N Pro, baseada no chipset NVIDIA nForce 3-150, para a plataforma soquete 754.

Placa-Mãe Gigabyte K8N Pro
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A K8N Pro da Gigabyte é uma placa-mãe topo de linha para o Athlon 64 baseada no chipset nForce 3 da nVidia. Ela é praticamente idêntica à K8NNXP, que nós já testamos, só que sem o recurso de duplo regulador de voltagem, com "apenas" uma rede on-board Gigabit Ethernet e suas portas FireWire não são do padrão IEEE1394b (800 Mbps) mas sim portas tradicionais de 400 Mbps. Os demais recursos são iguais à da K8NNXP, inclusive a placa de circuito impresso usada é a mesma, apenas não há soldado o chip da segunda rede e os conectores do regulador de voltagem secundário (veja no lado esquerdo da placa na Figura 1) e da porta RJ-45.

Placa-mãe Gigabyte K8N Pro
Figura 1: Placa-mãe Gigabyte K8N Pro.

Existe ainda um outro modelo, chamado K8N, que diferencia-se por não ter as portas Serial ATA, as portas ATA-133 RAID adicionais e as portas FireWire oferecidas pelos modelos K8N Pro e pelo K8NNXP.

A boa notícia é que a Digitron estará importando esta placa-mãe e, dependendo da aceitação do mercado, ela passará a fabricá-la no Brasil. Se isto realmente se concretizar, será uma maravilha, pois teremos mais facilidade para conseguirmos esta placa, a um custo inferior e 100% legalizada, além de uma garantia muito maior e uma maior agilidade na troca de placas defeituosas (RMA).

A placa tem três soquetes DDR-DIMM, aceitando até 3 GB de memória DDR até DDR400/PC3200. É sempre bom lembrar que há uma diferença fundamental entre a arquitetura das placas soquete 754 e das placas-mãe de outras gerações. O processador Athlon 64 possui integrado o controlador de memória. Em placas-mãe para todos os outros processadores, este dispositivo estava no chipset, integrado no circuito ponte norte. Trocando em miúdos, o chipset usado por placas-mãe soquete 754 não influi no desempenho no acesso à memória, o que significa que placas-mãe soquete 754 devem obter desempenhos muito similares entre si. Veremos em nossos testes se isto realmente ocorre ou não.

Por conta disso, a capacidade máxima de memória e o tipo de memória que a placa-mãe aceita dependem do processador, e não mais do chipset.

A K8N Pro tem duas portas IDE ATA-133 controladas pelo nForce 3 e mais 2 portas IDE ATA-133 RAID adicionais controladas pelo chip GigaRAID IT8212 da ITE. Ela tem também duas portas Serial ATA, controladas pelo novo chip Sil3512 da SiliconImage.

Placa-mãe Gigabyte K8N Pro
Figura 2: Duas portas IDE ATA-133 RAID adicionais, chip GigaRAID IT8212 da ITE, duas portas Serial ATA e chip Sil3512 da SiliconImage.

A rede on-board desta placa-mãe é Gigabit Ethernet, controlada pelo novo chip Realtek RTL8110S. O som on-board é de seis canais e controlado pelo chipset em conjunto com o novo codec ALC658 da Realtek. Este novo codec tem as mesmas características do ALC650, só que ele tem uma relação sinal/ruído de 100 dB, contra 90 dB do ALC650. Trocando em miúdos, este codec pode ser considerado de nível profissional, já que o nível de ruído dele é imperceptível, podendo ser usado para aplicações profissionais sem medo (para você ter uma ideia, a SoundBlaster Live! tem uma relação menor, de 96 dB). Esta placa tem saídas SPDIF coaxial e óptica, disponíveis em adaptador a parte.

Placa-mãe Gigabyte K8N Pro
Figura 3: Saídas SPDIF coaxial e óptica.

Outra diferença da K8N Pro para a K8NNXP está nos adaptadores que acompanham a placa. A K8NNXP vem com um adaptador contendo saídas separadas para o canal traseiro, central e de subwoofer, facilitando a instalação de sistemas de caixas de som surround 5.1, o que não ocorre com a K8N Pro.

A K8NNXP vem também com um adaptador que possibilita usar as portas Serial ATA do lado de fora do gabinete, adaptador este que não acompanha a K8N Pro.

A placa tem seis portas USB 2.0, sendo duas soldadas sobre a placa-mãe e quatro através de cabo adaptador, que acompanha a placa, e três portas FireWire, disponíveis através de cabo adaptador. A placa vem com um único adaptador com duas portas USB 2.0 e duas portas FireWire, sendo uma porta em tamanho normal e outra em tamanho miniatura.

Placa-mãe Gigabyte K8N Pro
Figura 4: Adaptador FireWire e USB 2.0.

A Gigabyte K8N Pro tem ainda o tradicional recurso da Gigabyte de ter dois BIOS. Caso o BIOS principal seja apagado por um vírus ou por um upgrade feito de forma incorreta, há como recuperar o BIOS usando o BIOS de backup.

Placa-mãe Gigabyte K8N Pro
Figura 5: Dois BIOS.

Os conectores do painel frontal desta placa-mãe segue o padrão das demais placas-mãe da Gigabyte, isto é, são coloridos, facilitando a identificação dos plugues na hora da montagem do micro. Você pode ver isto na Figura 2.

O CD-ROM que vem com a placa é o tradicional da Gigabyte, trazendo o Norton Internet Security 2003 de graça, que é um pacote contendo os seguintes programas: Norton AntiVirus, Norton Personal Firewall, Norton Spam Alert e Norton Parental Control.

Antes de irmos aos testes dessa placa-mãe, vamos recapitular as suas principais características.

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Artigos similares


Comentários de usuários


Nossa, como disse no teste, essa placa mãe arrebentou, a minha é quase a mesma só que tipo uma segunda versão com nforce 3 250 e 8 canais de audio......eba gostei desse teste e estou orgulhoso da minha placa mãe.... :palmas:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nossa, como disse no teste, essa placa mãe arrebentou, a minha é quase a mesma só que tipo uma segunda versão com nforce 3 250 e 8 canais de audio......eba gostei desse teste e estou orgulhoso da minha placa mãe.... :palmas:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×