Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste do Athlon 64 FX-62 de Dois Núcleos Soquete AM2

       
 108.377 Visualizações    Testes  
 16 comentários

Nosso teste do processador mais topo de linha da AMD atualmente, o Athlon 64 FX-62, um processador de dois núcleos que trabalha internamente a 2,8 GHz, tem 1 MB de cache L2 e é baseado no soquete AM2, suportando às memórias DDR2.

Teste do Athlon 64 FX-62 de Dois Núcleos Soquete AM2
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O Athlon 64 FX-62 é atualmente o processador mais topo de linha da AMD. Com suporte à tecnologia de dois núcleos e baseado no soquete AM2 (ou seja, aceita memórias DDR2), este processador trabalha internamente a 2,8 GHz e tem 1 MB de cache L2 por núcleo. Tivemos a oportunidade de testá-lo e compararmos o seu desempenho com o de outros processadores de dois núcleos da AMD: o Athlon 64 X2 5000+ (soquete AM2, 2,6 GHz, 512 KB de cache L2), Athlon 64 X2 4600+ (soquete 939, 2,4 GHz, 512 KB de cache L2) e o Athlon FX-60 (soquete 939, 2,6 GHz, 1 KB de cache L2). Vejamos agora como foi o desempenho deste novo processador.

Teste do Athlon 64 FX-62 de Dois Núcleos Soquete AM2
Figura 1: Athlon 64 FX-62.

Como o Athlon 64 FX-62 é baseado em um novo padrão de pinagem, você precisará substituir sua placa-mãe por uma soquete AM2 caso queira fazer um upgrade para este novo processador.

O controlador de memória integrado nos processadores AM2 suporta memórias DDR2-533, DDR2-667 e DDR2-800. O problema, no entanto, é como o clock do barramento de memória é obtido. Em vez de ser gerado através do clock base do processador (clock HTT, que é de 200 MHz), é usada uma divisão do clock interno do processador. O valor desta divisão é metade do valor do multiplicador do processador.

Por exemplo, um processador AMD64 com um multiplicador de clock 12x terá um divisor do barramento de memória de 6. Este processador trabalhará a 2,4 GHz (200 MHz x 12) e sua memória funcionará a 400 MHz (DDR2-800, 2.400 MHz / 6). Tenha em mente que as memórias DDR e DDR2 são rotuladas com o dobro dos seus clocks reais.

O problema é quando o multiplicador de clock do processador é um número ímpar. Para um processador AM2 com um multiplicador de clock 13x teoricamente o divisor do seu barramento de memória seria de 6,5. Como o barramento de memória do AMD64 não trabalha com divisores “quebrados” este valor é arredondado para o próximo número inteiro, sete neste caso. Enquanto este processador funcionará a 2,6 GHz (200 MHz x 13) seu barramento de memória funcionará a 371 MHz (742 MHz DDR) e não a 400 MHz (800 MHz DDR), fazendo com que o processador não alcance a largura de banda máxima que as memórias DDR2 podem fornecer.

Este é o caso do Athlon 64 X2 5000+. Como ele trabalha internamente a 2,6 GHz multiplicando seu clock base por 13, ele pode acessar a memória até 742 MHz e não a 800 MHz. O Athlon 64 FX-62, por outro lado, trabalha internamente a 2,8 GHz multiplicando o seu clock base por 14, permitindo o seu acesso a memória a realmente 800 MHz (400 MHz DDR). Falaremos mais sobre isto mais tarde, já que achamos importante darmos uma olhada mais de perto nesta questão.

Aqui estão alguns exemplos:

Clock Interno

Multiplicador do Processador

Divisor da Memória

Barramento da Memória

2,8 GHz

14x

7

800 MHz

2,6 GHz

13x

7

742 MHz

2,4 GHz

12x

6

800 MHz

2,2 GHz

11x

6

733 MHz

2 GHz

10x

5

800 MHz

1,8 GHz

9x

5

720 MHz

1,6 GHz

8x

4

800 MHz

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Ainda não enguli o fato da AMD ter lançado um soquete totalmente novo com um ganho de desempenho tão insignificante! Essa nova linha FX tá sendo um desastre... Fim do ano vou trocar o PC e estou pensando seriamente em pegar um Core Duo que está se mostrando muito mais eficaz q essas ultimas "coisas" da AMD...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gostaria de parabenizar tda a equipe do Clube do Hardware. vocês estão lançando um teste atrás do outro, devem estar trabalhando p/ caramba :bandeira:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

eeh, o jeito é esperar à AMD lançar os processadores com 65 nm, quem sabe assim terá de fato alguma vantagem gastar uma grana em um processador top. enquanto isso não acontece o jeito é esperar... :ZZZ:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tá aí um teste bem feito, vocês do Clube do Hardware estão de parabéns..!

Quanto ao desempenho diria que deixou a desejar sim, mas é sempre bom lembrar que processadores da AMD por terem o controlador de memória no chip não se beneficiam tanto de uma banda de transmissão maior entre memória e processador provocado pelo aumento de clock, eles precisam mesmo que as memórias trabalhem rápido (baixa latência) pois a comucação tem um ótimo tempo de resposta. Assim, quando as DDR2 de baixa latência chegarem a ser mais populares o desempenho virá sem dúvida.

E com o aumento do clock do processador quando lançarem os 65nm o resultado será ótimo.

Sempre que um socket novo sai é assim, ainda mais com mudança nas memórias, com as DDR foi complicado, eu me lembro. As DDR com latência mais baixa só se tornaram populares agora, já acho que as DDR2 estão caminhando mais rápido.

Acho que é um socket com muito futuro, bons processadores para overclock, e a unificação do socket também traz muitas vantagens, pode-se comprar por exemplo um um Sempron 3000+ a princípio e se fazer um futuro upgrade para um processador bem mais forte, como um 5000+ por exemplo. Achei isso bem bacana.

Mas concorrer com os Core 2 Duo acho que só quando a AMD lançar núcleo novo.

Mais uma vez parebéns pelo review, gostei muito das comparações. :joia:

Parece que esta semana algumas lojas já estarão vendendo o AM2.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Opa, ainda não terminei de ler o teste, mas até o momento está bem interessante! Vou fazer um comment antes que eu esqueça

"Tivemos a oportunidade de testá-lo e compararmos o seu desempenho com o de outros processadores de dois núcleos da AMD: o Athlon 64 X2 5000+ (soquete AM2, 2,6 GHz, 512 MB de cache L2), Athlon 64 X2 4600+ (soquete 939, 2,4 GHz, 512 MB de cache L2), e o Athlon FX-60 (soquete 939, 2,6 GHz, 1 MB de cache L2)."

Acho houve um errinho de digitação nos 512 MB de cache... Ou é isso mesmo? :blink:

Abraços a todos

:bye:

Hoje é a estréia do Brasil galeraaaaaaaaaa :bandeira:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Tá errado tambem.Os FX tem 1 MB,os X2 podem ter 1 MB ou 512 kb por core de cache L2.Depende da serie

3800+(512 kb)2.0

4200+(512 kb)2.2

4400+(1mb)2.2

4600+(512 kb)2.4

4800+(1 mb)2.4

5000+(512 kb)2.6

E há muitas variações,mas esta é a base

Muito bom,vocês estão até rapidos,a Intel que não ajuda.Tenho uma critica construtiva a fazer:Se esforcem mais no overclock.Qualquer leigo overclocka 10,15%.Vocês podem fazer muito melhor do que isto,só ter calma.

E diz no texto,"É verdade que o Athlon 64 FX-62 de dois núcleos é o processador mais rápido da AMD".Na verdade ele é o melhor de todos os processadores,com qualquer numero de núcleos da atualidade no mercado geral de computadores.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Memória: Quatro módulos de 512 MB cada da Corsair CM2X512-8500, instalados na configuração DDR2 Dual Channel (temporizações 4-4-4-12) para processadores soquete AM2.

O módulo de memória Corsair de Part Number CM2X512-8500 usado nos testes deve ser muito muito, mas muuuito boa mesmo, pra não estar listada no site da Corsair.

Será que é um protótipo que eles conseguiram??? :D

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

em : "Tenha em mente que as memórias DDR e DDR2 são rotuladas com o dobro dos seus clocks reais." não ficou claro. a que clock vocês estão se referindo, ao do barramento, pois o clock do chip teoricamente quadruplica.

e em : "ele pode acessar a memória até 742 MHz e não a 800 MHz. O Athlon 64 FX-62, por outro lado, trabalha internamente a 2,8 GHz multiplicando o seu clock base por 14, permitindo o seu acesso a memória a realmente 800 MHz (400 MHz DDR)."de que forma isso implicará na escolha de uma memória? vai complicar pra ajustar os padroes de memória pelo clock e multiplicador da cpu

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Deem uma olhada no teste do Pentium 4 Extreme Edition de 3.46 GHz (modelo 955) do nosso amigo Laercio

Vasconcelos em http://www.forumpcs.com.br/coluna.php?b=168386, ele fez 6000 pontos no Pcmark2005 contra 6104 do FX62 da AMD feito aqui, no entanto o overclock do EE foi muito maior chegando a 8830 pontos no Pcmark2005, e este nem é o top de linha da Intel que seria o EE 965 (3.73Ghz). Pra mim a coisa ta muito empatada em preços e desempenho nesta categoria high-end. Uma sugestão para o Gabriel seria dizer quantos pontos o FX62 Overclockado fez no PCmark2005.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Que pena que foram feitos apenas testes sintéticos com benchmarks ...

Gostaria de vê-lo nos resultados do Clube do Hardware sendo comparado com os Athlon 64 X2 e FX.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Opa, ainda não terminei de ler o teste, mas até o momento está bem interessante! Vou fazer um comment antes que eu esqueça

"Tivemos a oportunidade de testá-lo e compararmos o seu desempenho com o de outros processadores de dois núcleos da AMD: o Athlon 64 X2 5000+ (soquete AM2, 2,6 GHz, 512 MB de cache L2), Athlon 64 X2 4600+ (soquete 939, 2,4 GHz, 512 MB de cache L2), e o Athlon FX-60 (soquete 939, 2,6 GHz, 1 MB de cache L2)."

Acho houve um errinho de digitação nos 512 MB de cache... Ou é isso mesmo? :blink:

Abraços a todos

:bye:

Hoje é a estréia do Brasil galeraaaaaaaaaa :bandeira:

Ainda ficou um errinho neste parágrafo.

O Athlon FX-60 (soquete 939, 2,6 GHz, 1 MB de cache L2).

No artigo está escrito que este processador tem apenas 1K de cache L2.

Abraços.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×