Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Marcio Eduardo

[Resolvido] Circuito eletrônico feito no Ares, mas o Pic não responde

Recommended Posts

Mas uma vez venho aqui no desespero: Estou fazendo um projeto de TCC onde vou usar um pic 16f877A um c.i l298n e um sensor de chuva, mais a botoeiras para controlar um motor que vai abrir e fechar um teto retrátil no caso de chuva, o problema é o seguinte:fiz a programação em C, montei o circuito no Isis testei tudo certo, depois passei para o Ares desenvolvi a placa de circuito e fiz a termotransferencia para a placa de fenolite e montei todo o circuito no entanto quando tentei fazer o motor rodar nem sinal de vida, já testei a continuidade de todas as trilhas para ver se há alguma falha, mas está tudo ok, me ajudem o que pode estar acontecendo, sou iniciante na área e estou perdidinho.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para que tenhamos condição de ajudá-lo precisamos ver o esquema do circuito, o programa, a placa que você desenvolveu, as fotos da montagem, etc...

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Amigo.

Tive um problema parecido uma vez (quando tava no curso técnico) e quando analisei o circuito percebi que tinha esquecido de ligar o pino Master Clear/VPP (pino 1) ao +5V. Este pino é responsável pelo reset do PIC (e modo de gravação), se ele não estiver conectado ao +5V o pic vai ficarem posição de reset infinitamente... Se não for este o problema, só com os diagramas e fotos do layout de montagem para podermos descobrir o problema.

Você testou seu programa no proteus?? Também poderia ser algum erro no firmware, me lembro que meu primeiro programa que fiz para o 18f4520 tinha esquecido de desabilitar os ports analógicos do pic (bem coisa de estudante mesmo!! rsrsrs).

Espero ter ajudado, Grato Luiz Gustavo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Para que tenhamos condição de ajudá-lo precisamos ver o esquema do circuito, o programa, a placa que você desenvolveu, as fotos da montagem, etc...

Estes são a programação, a montagem no Isis e a elaboração do circuito no Ares

post-1042361-13884966154133_thumb.png

post-1042361-13884966154915_thumb.png

projeto teto retratil.txt

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A placa está errada. Repare que a saída do 7805 está conectada ao GND por uma trilha que vai ao conector de 12V. Parece haver um capacitor entre os pinos de VDD do PIC e a saída do 7805.

Pode haver outros erros.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
A placa está errada. Repare que a saída do 7805 está conectada ao GND por uma trilha que vai ao conector de 12V. Parece haver um capacitor entre os pinos de VDD do PIC e a saída do 7805.

Pode haver outros erros.

Eu não consegui ver esta trilha que sai do 7805 e vai para o conector 12V, quanto ao capacitor, segundo professor disse que quando se trata de pic tem de usar capacitor de 100 nano no VDD, mas eu já desconsiderei pois quando media a tensão nas trilhas percebi que depois do capacitor a tensão que chegava ao VDD era 2,5V e depois que tirei ficou com 4,5V, minha dúvida é se os capacitores que sai do 7805 poderia ser um dos problemas, já que o professor disse também que nas saidas e entradas do 7805 tem de ter capacitores também e como ele já se equivocou na alimentação do pic, poderia ter equivocado nisso também

Amigo.

Tive um problema parecido uma vez (quando tava no curso técnico) e quando analisei o circuito percebi que tinha esquecido de ligar o pino Master Clear/VPP (pino 1) ao +5V. Este pino é responsável pelo reset do PIC (e modo de gravação), se ele não estiver conectado ao +5V o pic vai ficarem posição de reset infinitamente... Se não for este o problema, só com os diagramas e fotos do layout de montagem para podermos descobrir o problema.

Você testou seu programa no proteus?? Também poderia ser algum erro no firmware, me lembro que meu primeiro programa que fiz para o 18f4520 tinha esquecido de desabilitar os ports analógicos do pic (bem coisa de estudante mesmo!! rsrsrs).

Espero ter ajudado, Grato Luiz Gustavo.

Sim eu testei no Proteus e rodou normalmente, o pino 1 está alimentado pelo reset e 5V vou postar os layout pra vocês darem uma olhada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na imagem abaixo, a seta vermelha aponta para a trilha a que me referi, a qual parece se ligar ao GND do conector 12V, onde aponta a seta verde, mas, talvez seja impressão causada pela baixa resolução da imagem. A seta azul aponta para o capacitor que interrompe a alimentação do PIC, por estar ligado "em série". Você deve soldar um jumper no seu lugar. O seu professor se refere a ligar um capacitor entre o VDD e o VSS. Os capacitores no 7805 são recomendados.

Placacomerro2.png

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na realidade de fato é a má resolução da imagem que dá a impressão de a trilha que sai do 7805 ir para o GND do pino 12V, este capacitor que vai para a alimentação doVDD eu já tirei e coloquei um jumper, agora vou colocar o capacitor entre o VDD e o VSS e depois posto o resultado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então galera, eu fiz as modificações sugeridas aqui e o que acontece é o seguinte sai a tensão do pic até o L298N no entanto não sai do L298N para o motor, medi a tensão do pic até a entrada do C.I. e lá encontro os 5V, medi do conector 12V até a entrada no pino 4 há tensão, no entanto nos pinos 2 e 3 que são as saidas do C.I não há tensão, não estou entendendo, será que queimou o c.i?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Exato isso mesmo aparece 5V no pino 6 também, só que nas saídas 2 e 3 não aparece tensão nenhuma, já até troquei de C.I mas continua a mesma coisa

Então mulder_fox, ou alguém que possa me ajudar, eu abandonei o l298n e pensei em substitui-lo por dois reles só não sei como fazer a ponte h com dois reles e como aciona-los com o pic, se vocês tiverem algum esquema que façam este esquema me ajudem por favor

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Ola Marcio Eduardo.

Para acionar os reles você pode fazer um circuito muito simples, basta usar um resistor de 10K ligado a base de um transistor NPN, o emissor vai no terra, e no coletor vai a bobina do rele com um diodo reverssamente polarizado (pode ser um diodo rápido IN4148 ou um simples 4007), neste caso o rele se aciona quando o pino do uC estiver em nível alto.

Se você quiser apenas inverter a rotação do motor, o circuito fica muito simples, se faz com dois reles, basta ligar o comum do rele nos terminais do motor, os contatos NF no terra e os NA no Positivo da fonte, assim quando você acionar um pino polariza o transistor Q1, aciona o rele1 e o contato NA fecha e conecta o terminal do motor ao VCC com o outro terminal esta no terra o motor gira para um lado. Agora se polarizar o transistor Q2 acontece o contrario, o rele2 se aciona e conecta o outro terminal do motor ao VCC, como o terminal ligado ao Rele1 esta ligado ao terra o motor gira para o outro lado, se você jogar 1 ou 0 nos dois pinos do PIC ao mesmo tempo, você esta curtocircutando o motor, não vai estragar nada, mas o motor não vai girar... Eu recomendo que você use uma fonte separada para os reles e o motor, pois cargas indutivas desse tipo geram um pico inverso que pode danificar seu circuito eletrônico, como o motor é com inversão, não é possível protege-lo com um diodo, então..... Fica a dica. Estou deixando um circuito montado desse jeito que eu falei aqui no anexo, espero que você entenda essa maracutaia toda(rsrs).

E se quer umas dicas: é bom colocar um capacitorzinho de 100nF em paralelo com cada push button, também adicione delays na programação quando for ler os botões, pois alem de evitar o Debounce também vai evitar um problema que se dá por conta do PIC ser tão rápido. Ele executa esse programa milhares de vezes em um segundo, assim pode acontecer de quando você apertar o botão elevai detectar como se tivesse sido pressionado varia vezes, isso se nota mais quando você faz um contador, se pressiona o botão uma vez e o contador estoura a contagem antes de você soltar, por isso os delays são muito importantes.

Espero ter ajudado, Grato Luiz Gustavo.

post-1046475-13884966177428_thumb.jpg

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Ola Marcio Eduardo.

Para acionar os reles você pode fazer um circuito muito simples, basta usar um resistor de 10K ligado a base de um transistor NPN, o emissor vai no terra, e no coletor vai a bobina do rele com um diodo reverssamente polarizado (pode ser um diodo rápido IN4148 ou um simples 4007), neste caso o rele se aciona quando o pino do uC estiver em nível alto.

Se você quiser apenas inverter a rotação do motor, o circuito fica muito simples, se faz com dois reles, basta ligar o comum do rele nos terminais do motor, os contatos NF no terra e os NA no Positivo da fonte, assim quando você acionar um pino polariza o transistor Q1, aciona o rele1 e o contato NA fecha e conecta o terminal do motor ao VCC com o outro terminal esta no terra o motor gira para um lado. Agora se polarizar o transistor Q2 acontece o contrario, o rele2 se aciona e conecta o outro terminal do motor ao VCC, como o terminal ligado ao Rele1 esta ligado ao terra o motor gira para o outro lado, se você jogar 1 ou 0 nos dois pinos do PIC ao mesmo tempo, você esta curtocircutando o motor, não vai estragar nada, mas o motor não vai girar... Eu recomendo que você use uma fonte separada para os reles e o motor, pois cargas indutivas desse tipo geram um pico inverso que pode danificar seu circuito eletrônico, como o motor é com inversão, não é possível protege-lo com um diodo, então..... Fica a dica. Estou deixando um circuito montado desse jeito que eu falei aqui no anexo, espero que você entenda essa maracutaia toda(rsrs).

E se quer umas dicas: é bom colocar um capacitorzinho de 100nF em paralelo com cada push button, também adicione delays na programação quando for ler os botões, pois alem de evitar o Debounce também vai evitar um problema que se dá por conta do PIC ser tão rápido. Ele executa esse programa milhares de vezes em um segundo, assim pode acontecer de quando você apertar o botão elevai detectar como se tivesse sido pressionado varia vezes, isso se nota mais quando você faz um contador, se pressiona o botão uma vez e o contador estoura a contagem antes de você soltar, por isso os delays são muito importantes.

Espero ter ajudado, Grato Luiz Gustavo.

Luiz Gustavo, é exatamente o que eu preciso, já que tenho um circuito semelhante ao que você forneceu, vou usar este seu esquema e posto aqui o resultado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha galera, meu TCC não funcionou por um erro grotesco, fiz a placa e testei com motorzinhos de 5V e funcionava bem, só que quando coloquei no motor do meu projeto o C.I l298n que eu por fim decidí colocar por achar qual era o defeito, a propósito através de uma observação feita pelos amigos aqui, esqueci de um detalhe que um técnico não pode esquecer, pois embora o C.I suporta-se um tensão até 47V, a corrente suportada era 2A, e o motor embora fosse alimentado por 12V sua corrente era de 6A, já sabem fumaça saindo do C.I., agora deram uma 2ª chance para depois do recesso, e eu gostaria de saber o que eu posso usar para substituir o C.I, segui o esquema do Luiz Gustavo, mas também não está dando certo, não sei onde estou errando.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Ola Marcio Eduardo.

Tem mesmo a necessidade de se usar um motor de 6 amperes?? Estamos falando de mais de 70Watts de potencia, se você precisa dessa corrente toda provavelmente sua fonte deve estar arriando, que tipo de fonte você usa?? No minimo uma fonte chaveada de 8 Amperes, por que com uma carga dessas não tem transformador que aguente.

Esse circuito que eu te passei é o mais simples possível, mas em que parte não esta funcionando?? Bate os reles?? Tem tensão no pino do PIC?? Qual o peso da carga que você vai movimentar e a qual velocidade?? Posso te ajudar, mais preciso de detalhes, Ok??

Ass: Luiz Gustavo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

estou usando um motor de limpador de parabrisas(doado pela escola), e este vi tracionar uma correia dentada e a ideia é que esta vai mover dois painéis que vai simular um telhado retrátil, naquele circuito que você me passou nos pinos do meio que são os comuns não saia tensão, infelizmente não manjo muito do funcionamento dos reles mas segui o seu desenho que é muito parecido com um outro que eu tinha aqui, eu ví na net que um cara controlava um motor dos que eu estou usando com o l298, só que não dá pra identificar o circuito usando por ele, por isso acho melhor continuar com o circuito que você me passou.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Amigo.

Não tem mistério, com um simples multímetro você descobre a pinagem do relé, vai medindo quando você achar uma resistência, é a bobina, quando achar um curto é o comum e o NF, o pino que sobrar é o NA, Se seu rele for desses pretinhos igual o da foto (desconsidere a marca) de 5 pinos 3 de um lado e 2 do outro o esquema provavelmente vai ser idêntico ao que esta no anexo. Não se esqueça de ver se tem tensão na saída do PIC e se o transistor esta a chavear bem (coloque um LED com seu devido resistor em paralelo com a bobina no coletor do transistor).

Quanto ao seu motor, não sei a carga que ele esta suportando, mas parece estar SUPER-dimensionado, para esse seu projeto, acho que um desses servo-motores de antena parabólica funcionaria bem, ele é pequeno, mas sua caixa de redução lhe proporciona facilmente um torque de 2,8 Kg a 40 RPM (dados do fabricante), e o melhor de tudo é que seu consumo não passa dos 400mA (você pode inclusive comanda-lo com 2 transistors de médio porte, tipo uns BD139) basta retirar o circuito eletrônico interno do servo, retirar o potenciômetro e lixar a protuberância da engrenagem que limita o movimento do motor (muito simples). Se a velocidade estiver baixa da para compensar com as polias da correia dentada.

Mas enfim, não deixa de postar seu feedback. E em caso de duvidas, não deixe de perguntar, OK?

Grato Luiz Gustavo.

attachment.php?attachmentid=94278&d=1373936987

post-1046475-13884966355762_thumb.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Amigo.

Não tem mistério, com um simples multímetro você descobre a pinagem do relé, vai medindo quando você achar uma resistência, é a bobina, quando achar um curto é o comum e o NF, o pino que sobrar é o NA, Se seu rele for desses pretinhos igual o da foto (desconsidere a marca) de 5 pinos 3 de um lado e 2 do outro o esquema provavelmente vai ser idêntico ao que esta no anexo. Não se esqueça de ver se tem tensão na saída do PIC e se o transistor esta a chavear bem (coloque um LED com seu devido resistor em paralelo com a bobina no coletor do transistor).

Quanto ao seu motor, não sei a carga que ele esta suportando, mas parece estar SUPER-dimensionado, para esse seu projeto, acho que um desses servo-motores de antena parabólica funcionaria bem, ele é pequeno, mas sua caixa de redução lhe proporciona facilmente um torque de 2,8 Kg a 40 RPM (dados do fabricante), e o melhor de tudo é que seu consumo não passa dos 400mA (você pode inclusive comanda-lo com 2 transistors de médio porte, tipo uns BD139) basta retirar o circuito eletrônico interno do servo, retirar o potenciômetro e lixar a protuberância da engrenagem que limita o movimento do motor (muito simples). Se a velocidade estiver baixa da para compensar com as polias da correia dentada.

Mas enfim, não deixa de postar seu feedback. E em caso de duvidas, não deixe de perguntar, OK?

Grato Luiz Gustavo.

attachment.php?attachmentid=94278&d=1373936987

Valeu mesmo Luiz Gustavo, funcionou direitinho e passamos no projeto de TCC, sua dica foi importantíssima

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caso o autor do tópico necessite, o mesmo será reaberto, para isso deverá entrar em contato com a moderação solicitando o desbloqueio.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×