Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
alexandre.mbm

Ubuntu Minimal vs. sistema operacional a partir do código fonte

Recommended Posts

Estou razoavelmente satisfeito com a experiência de colocar um Ubuntu Minimal gráfico (kernel PAE) numa Virtualbox, sob o Windows 7 Home Premium 32 bits de um notebook com Dual Core com 3 GB de RAM. Iniciei a ISO de 30 MB, instalei e o sistema mínimo, e continuei a acrescentar software usando o apt-get.

 

Ambiente gráfico:

 

Fluxbox iniciado pelo comando startx

 

Aplicações:

  • LXTerminal
  • PCManFM
  • Firefox
  • HexChat
  • Geany
  • josm
  • zim
  • gcompris
  • PySolFC

Fora do menu:

  • Evince
  • Ristretto

Para o modo texto:

  • git
  • vim
  • ssh

O problema é que o APT fez com que o espaço ocupado crescesse, instalando muitas dependências "desnecessárias". Por mais que eu tenha tido o cuidado de ser seletivo.

alexandre@ubuntu-minimal:~$ df -hSist. Arq.      Tam. Usado Disp. Uso% Montado em/dev/sda1       7,3G  2,9G  4,0G  42% /none            4,0K     0  4,0K   0% /sys/fs/cgroupudev            500M  4,0K  500M   1% /devtmpfs           101M  420K  100M   1% /runnone            5,0M     0  5,0M   0% /run/locknone            501M     0  501M   0% /run/shmnone            100M  4,0K  100M   1% /run/userAlexandre       232G  143G   90G  62% /media/sf_Alexandre

Com Firefox, LXTerminal e Geany abertos no Fluxbox, o estado da memória RAM:

alexandre@ubuntu-minimal:~$ free -m             total       usado      livre    compart.  buffers     em cacheMem:          1001        781        220          1         16        304-/+ buffers/cache:        460        541Swap:          509          0        509alexandre@ubuntu-minimal:~$

Se eu tivesse partido de Debian, certamente não seria muito diferente. Mas foi muito prático ter o sistema Ubuntu funcionando redondo. O instalador deu muita assistência.

 

Venho a este fórum perguntar aos mais experientes se vale a penas cogitar reunir o mesmo conjunto de software (listado acima) em um metadistribuição. Poderia ser Gentoo ou Arch Linux. Ou FreeBSD. Não tenho experiência com isso e seria aprendizado. Mas se for para fazer pouca diferença em espaço em disco e memória RAM, perco a vontade.

 

Quero o sistema para usar aquele notebook ocasionalmente. O tempo de resposta poderia ser melhor. O desempenho do próprio Windows 7 já não está lá grande coisa. É antigo e foi "limpo" com desinstalações e programas de manutenção e segurança.

 

Fiquei com Fluxbox mas inicialmente quisera LXDE. Pareceu que ia instalar mais coisa indesejada.

 

Update

 

Não sei se o que procuro é um Puppy Linux. Pode até ser...

 

Update 2

 

Sem Firefox e sem Geany:

alexandre@ubuntu-minimal:~$ free -m             total       usado      livre    compart.  buffers     em cacheMem:          1001        388        613          0         18        303-/+ buffers/cache:         66        935Swap:          509          0        509

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cada distribuição tem seu empacotamento. O Arch usa tar.xz, gentoo acho que rpm, fedora idem

 

tente partir de distros mínimas mesmo. O Ubuntu não é minimal, ele traz muito script que fazem as coisas pra você. eu iria de arch mesmo, que não traz nada... tu é quem decide. Ou debian, que não tem script, é ele e pronto.

 

lembrando que, apesar de seres seletivo, é recomendável sempre uma partição root de pelo menos 5Gb, já pra isso

 

Eu não sei no ubuntu/debian, mas no arch tem como alterar a pasta donde é salvo os pacotes baixados. Ou regularmente limpe o cache

 

Algo interessante no ubuntu é o pacote aptoncd do qual cria "uma ISO" do sistema, tudo instalado, naquele momento, e depois seria só reinstalar ele e recuperar tudo.

 

Quanto a dependencias desnecessárias, isso é algo que eu curto no arch. ele te avisa o que vai usar e te avisa, novamente, que não precisa mais. Das minimas, além do debian minimal, é a distro "amigavel" minima que uso, e mais usei até agora. fui pro fedora, mas voltei pro arch

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No Arch e no Gentoo não há a opção facilitada de construir dos fontes? Pergunto se, caso eu o faça, o conjunto de dependências tenderia a diminuir drasticamente, e consequentemente os requisitos de espaço em disco e memória RAM.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pela wiki do arch eu vi algo sobre isso na compilação de kernel. mas... sim, tu podes tentar tudo do fonte.

 

leia a wiki do arch e veja que, na verdade, é da fonte... toda a configuração você faz. tu pode instalar o kde e não a placa de vídeo, por exemplo. E se tu instalar o base-devel, daí sim tu desenvolves realmente no osso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu não quero complicação. Pode ser estranho dizer isso agora, mas dias atrás eu li que com FreeBSD os ports possibilitam muito facilmente o usuário ir compilando o que quiser.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Instalar qualquer programa que seja parte de um ambiente de trabalho qualquer (como você instalou alguns do LXDE e do Gnome) vai resultar na instalação das bibliotecas desse ambiente de trabalho, já que:

1. Existe muito compartilhamento de código entre os programas parte de um ambiente de trabalho, já que se espera que o usuário use esses programas com o ambiente de trabalho;

2. Os desenvolvedores da distribuição compilam os pacotes com o máximo de opções selecionados, para proporcionar uma melhor experiência ao usuário normal (mais recursos).

O Gentoo não possui pacotes binários, o sistema do usuário precisa compilar todos eles - porque o usuário não precisa fazer nada, já que o portage faz todo o trabalho sujo. O Gentoo possui os "USE flags" que permitem o usuário selecionar se o pacote deve ser compilado com certos recursos habilitados ou desabilitados, o que pode eliminar a necessidade de baixar algumas dependências, mas por ele usar apenas fonte, pode ser problemático em sistemas com pouco poder de processamento, pelo tempo necessário para compilar certos pacotes.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×