Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Chile

Awc protótipo 02 - rev. 00

Recommended Posts

Olá a todos

 

Já faz um tempo de meu último projeto de casemod.
O último deles foi o gabinete que tenho até hoje, e isto foi em 2014.
Então vou aproveitar e compartilhar a minha experiência de este ultimo projeto com vocês.

 

Naquela época me peguei pensando várias vezes em montar um gabinete de madeira.

Depois de criar alguns modelos, com a ajuda do Sketchup, decidi que já era hora de passar da prancheta para a bancada de trabalho.

Estes foram os resultados (já mais elaborados) das minhas primeiras ideias.
 

AWC-P01_01.jpg 

 

AWC-P01_02.jpg  

 

AWC-P01_03.jpg

 


Considerando algumas limitações e complexidade na obtenção e cortes de lâminas de alumínio, decidi optar pela segunda variante com tubos de cobre.

Mas, depois de avançar no projeto e fazer os primeiros testes, acabei desistindo do protótipo e engavetei a ideia.
Algumas fotos do processo:

 

AWC-P01-01.jpg    

 

AWC-P01-02.jpg    

 

AWC-P01-03.jpg    

 

AWC-P01-04.jpg
 
O aprendizado que tirei do primeiro protótipo foi:

 

  • Sempre considerar as espessuras das peças de madeira
  • Considerar a junção das peças de madeira e a sua resistência
  • Considerar uma base de fixação independente para placa-mãe, e que tenha o espaço suficiente para a arrumação dos cabos pela parte de trás dela
  • Fazer com que o local de fixação da placa-mãe seja compatível com o local do encaixe do espelho traseiro
  • Considerar um suporte resistente para a fonte, e que o local dela seja de preferência isolado do restante dos componentes
  • Considerar a fixação dos botões e conectores frontais do gabinete, no caso do trabalho e corte da madeira
  • Considerar um fácil acesso as peças internas
  • Considerar a proteção da madeira frente a temperaturas internas elevadas

 
Com isto apreendido, decidi simplificar o projeto para atender estas premissas.
Então o segundo protótipo, seria antes de tudo, simples e funcional, tanto para a forma como para a disposição interna do hardware.

O intuito era desenvolver um modelo de aprendizado para depois desenvolver outro mais complexo e elaborado. Basicamente pegar a manha antes de partir para algo mais complexo.

 

Já peguei a manha. Agora o problema é começar com o projeto novo. ^_^
Enfim, aí veio o modelo 3D do protótipo 02.

Neste segundo protótipo decidi utilizar madeira e acrílico.

 

AWC_P02-E00.jpg  

 

AWC_P02-E01.jpg   

 

AWC_P02-E03.jpg  

 

AWC_P02-E04.jpg  

 

 AWC_P02-E05.jpg

 

Não vou publicar aqui o estudo feito no Autocad, com a análise das dimensões e distribuição das peças. Mas teve bastante disso também.

O trabalho “manual” começou no dia 06 de Setembro de 2014.
E a primeira revisão finalizou no dia 09 de Dezembro de 2014.

Vejam o modelo quase finalizado. Este ficou com a denominação de AWC-Proto-02-rev. 00. Ou seja, protótipo dois, revisão zero, ou sem revisão.

 

AWC-P02_89.jpg
 

AWC-P02_91.jpg

 

Após essa etapa vieram pequenas alterações após revisar alguns detalhes de acabamento e encaixes, assim como a adição de novo hardware.
Assim, e até hoje, meu Protótipo 02 está na revisão 01:
AWC-Protótipo-02 rev.01

Ah sim, o AWC vem de “All Wooden Case” (Gabinete Todo de Madeira).

 

Algumas fotos do processo podem ser visualizadas no seguinte link do Google Drive:
https://drive.google.com/drive/folders/0B0OEXi_uIsC_SzBYQzlVS3dheUk?usp=sharing

 

É isso

 

Abraços
 
Alvaro

  • Curtir 2
  • Amei 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gosto da opção madeira, mas em alguns casos ele pode ser um problema porque ele "dificulta" a dissipação de calor e torna o gabinete pesado (digo isto, porque tive uma TV Toshiba que o gabinete era de madeira e só o gabinete pesava muito)

 

Ficou bonito, o que precisaria melhorar um pouco são as janelas para as placas PCI, mas entendo que fazer o corte sem um CNC é difícil. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá @dwatashi

Tudo bem? 

 

Na verdade até um tupia de coluna teria ajudado bastante no acabamento dos slots para PCI e no geral do gabinete.

Descobri que este tipo de acabamento é um dos maiores problemas na hora de fazer um gabinete de madeira "feito a mão". 

 

Na época pensei que deveria ter investido num "motherboard tray" de alumínio ou alumínio e acrílico, como estes:

 

mobo-tray_1.jpg  

 

mobo-tray_2.jpg  

 

Teria simplificado bastante. Mas o problema era ter que importar a peça.

 

Sobre as temperaturas, nos que moramos em Salvador sabemos do calor.

Mas talvez neste caso a madeira acaba não interferindo, pois ela funciona como isolante.

A alta condutividade térmica do alumínio (na faixa de 200 W/mK. O da madeira é de 0,17 W/mK) pode até em alguns casos atrapalhar, considerando o calor de Salvador.

 

Seria interessante um estudo ou teste considerando um ambiente sem ar condicionado em Salvador e outro climatizado. 


Enfim, achei um print-screen das temperaturas do meus hardware em IDLE dentro do gabinete AWC.

Quis conferir no mesmo dia pensando no desempenho da madeira como isolante, e a configuração com os 3 fans de entrada e um único de saída: 

 

temps-idle.jpg   

 

gpu-temps.jpg  

 

Sobre o peso, ele pesa sim, mas não tanto. Pensando no peso foi que optei por madeira de pinus. Como ela é uma madeira mole e pouco resistente, acabei colando varias peças para evitar que empenasse. 

E para protege-la do calor, cobri ela com resina epoxi.

 

Ele ficou legal, mas não uma maravilha. O próximo vai ficar melhor...

Só não sei quando vai ser... :lol:

 

Valeu pelo comentário. 

 

Abraço

 

Alvaro

 

 

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rapaz, nem tinha visto que era de SSA.

 

Assim, dependendo da região o problema em fazer a ventilação forçada é que pode trazer mais problemas do que soluções. Um amigo morou na região de Armação e comprou um Gabinete com uns 4 fans adicionais, em menos de 1 ano teve que trocar placa-mãe e fonte porque a ventilação forçada e a ação elétrica fez com que o salitre se acumulasse. Uma opção foi adotar outra solução com sistema de refrigeração sem ventiladores para reduzir o problema.

 

A vantagem para o gabinete seria que não teria tanto problema com efeitos de oxidação.

 

No caso o problema ocorria porque não era climatizado, se fosse o problema demora mais para ocorrer, mas naquela região parece até que tem cupim para os itens eletrônicos.

 

Não cheguei a montar mesmo um gabinete, mas fiz um caixote e usei um gabinete como MB tray. Como ele tinha apenas rebites que uniam algumas partes, bastou uma furadeira para separar e ter as peças. Na época fiz isto porque queria algo para deixar oculto e embutido em um móvel. Como o sistema executava algo de escritório, o sistema era quase fanless também, e foi em Cuiabá na época. Mas era um sistema mais antigo, acho que usava Pentium 3.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá @dwatashi

Beleza?

 

Pois é, nisso aí de ventilação eu me amarro. Dá para aplicar alguns conceitos de ventilação natural ou convecção do ar vindos da arquitetura e construção. 

 

Por outro lado, vários desses conceitos, parte da arquitetura bioclimática, não conseguem ser aplicados em climas tropicais.

Mas aí é outro tema.

 

Tem um vídeo interessante que compartilhei em outro tópico:

 

 

 

Tem vários outros links na web.

Tem um artigo antigo que mesmo assim é bem interessante:

http://icrontic.com/article/pc_airflow_heat_cooling_guide

 

No caso do seu amigo, eu teria recomendado manter os ventiladores, só que alterando posição deles para criar uma pressão positiva dentro do gabinete. Assim evitaria a entrada de umidade salina vindo do mar.

Na verdade o sal por si só não é problema. O problema acontece quando este se mistura com água. 

Enfim, o problema da pressão positiva dentro do gabinete é que esta atrapalha o desempenho de refrigeração do cooler da CPU e das placas de vídeo com ventilação aberta. 

 

Seguem mais links: 

 

http://www.tomshardware.co.uk/cooling-air-pressure-heatsink,review-32320-5.html

 

http://www.silverstonetek.com/techtalk_cont.php?tid=wh_positive&area=usa

 

http://techbuyersguru.com/video-card-comparison-blower-style-vs-open-air-coolers

 

Poderíamos ate talvez arriscar o palpite de que em locais com muita maresia seria recomendável (para um PC de alto desempenho) um gabinete com pressão positiva, refrigeração liquida para a CPU e uma placa de vídeo com sistema de ventilação por exaustão (ou refrigeração liquida para a GPU).

 

Será?

 

Abraço

 

Alvaro

 

 

 

 

adicionado 1 minuto depois

Olá @_sagitario

Tudo bem?

 

Não entendi a pergunta. Como fiz a furação da madeira para o encaixe dos fans? É isso.

Utilizei um gabarito. Tem varios na web.

 

Abraço

 

Alvaro

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá @_sagitario

 

Aqui os gabaritos:

 

http://mnpctech.com/pc-cooling-fan-templates.html

 

E um pequeno tutorial de como fazer. Tudo bem que poucos tem furadeira de bancada, mas dá para fazer sem ela:

 

https://www.techpowerup.com/forums/threads/diy-pc-mod-guide-installing-cooling-fan-hole-in-pc-panel.217487/

 

Para a furação do suporte da placa-mãe procure no Google com "motherboard+mounting+hole+cm" (sem as aspas)

 

https://www.google.com.br/search?q=motherboard+mounting+hole+cm&espv=2&biw=1920&bih=960&source=lnms&também=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjprrzKwO7PAhWJGpAKHf20C7kQ_AUIBygC

 

Abraço

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×