Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Asteka

12V - 100mA a partir de um arduino

Recommended Posts

Olá a todos,

Vou tentar explicar meu problema e minhas dúvidas de forma bem clara, peço desculpas se o post ficar muito grande ou confuso.

 

O que tenho:

Possuo um circuito (pronto e lacrado, portanto não sei a configuração interna), vou chama-lo de circuito A, que recebe comandos com 12V e 100mA.

Um sensor que vou utilizar para adicionar um comando a mais ao circuito acima.

Arduino para fazer a lógica e enviar o comando ao circuito.

Possivelmente uma fonte 24V - 500mA

 

O que preciso:

Transformar a saída do pino do Arduino em 12V e 100mA.

 

Soluções "possiveis" que encontrei:

1) Um circuito com LM2577-ADJ para transformar 5V em 12V e um transistor para aumentar a corrente.

2) Utilizando a fonte de 24V, faço uso de um circuito com LM7812 e um transistor para aumentar a corrente. (É possível que eu não possa utilizar esta fonte)

 

Minhas dúvidas:

a) As soluções são realmente possíveis, existe alguma outra?

b ) No caso da solução 1, o transistor deverá vir antes ou depois do circuito Step-Up(LM2577)? e como devo fazer a ligação do transistor?

c) Preciso de um resistor após a saída do Arduino? Se sim, como devo calcular ou definir seu valor?

-------(A partir daqui são dúvidas mais geral sobre eletrônica) ------

c) Para efeitos de projeto posso/devo considerar o circuito A como minha carga?

d) Entendo que a carga é quem "puxa" a corrente. No caso do circuito A, como a corrente para funcionar é 100mA, ele vai "puxar" apenas os 100mA ou é possível que chegue mais que 100mA na entrada deste circuito? Tendo em vista que o transistor pode multiplicar a corrente que vem do Arduino em um valor muito maior que 100mA.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não recomendo você fazer isso x)

 

Recomendo você usar uma fonte externa e usar transistores pra fazer o chaveamento disso ai. Existe um limite de corrente nas portas do arduino e quando você puxa demais, o microcontrolador voa x3

 

 

Usando transistores como chave, você pode acionar cargas maiores sem problema de puxar muito dos pinos do arduino... outra forma também de fazer isso é usando um optoacoplador tipo um 4n35... Também funciona legal x)
 

 

 

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Isadora Ferraz @Carlos Zanon

 

Fiz uma simulação da solução 2 no Proteus, utilizando o 4N35 para segurança do Arduino. Utilizei uma resistência de 120R (Pois o circuito A utiliza 12V-100mA, ainda não sei posso considerar esse circuito como uma carga). A simulação está de acordo com o que preciso. A questão é, funciona?

 

Teste_1.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Asteka O Terra (0v) do optoacoplador deve estar ligado ao arduino... Se você considerar isso ali, está ok x)

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ao seguires a recomendação do amigo @Carlos Zanon deve funcionar sim. No entanto permita-me...

O foto acoplador foi feito pra se isolar a carga do controlador (algo como só a luz transfere a informação sem contato- algo como tentamos por aqui). Ao unir os terras a isolação "cai por terra" quasiliteralmente.

Portanto neste seu caso e seu momento, o opto penso que pode ser dispensado: conecte R1 direto na base de Q1

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×