Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Gregori

Xeon E Opteron

Recommended Posts

O teste foi interessante e usaram o win-xp 64 beta

%7Boption%7Dhttp://www.pcinpact.com/images/bd/news/11471.jpg' border='0' alt='' />

foi um teste a meu ver bem realizado e os dois processadores pau a pau, porém beta OS e Beta drives ...

The performance and feature benefits are not great enough to pull me away from Windows XP Professional on my home Athlon64 PC at this time, but the OS is getting more attractive with each new build.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Interessante é ver como dois Opteron's 248 (cada um rodando a 2,2 GHz) vencem dois Xeon's (cada um rodando a 3,4 GHz) na maioria dos testes. Observaram o teste de memória do Sandra 2004? Os dois Opteron, cada um em Dual DDR (foram usados 4 módulos de memória no total), conseguem mais de três vezes a performance dos dois Xeon's.

É uma pena que o mercado corporativo seja tão resistente a AMD. Indiscutivelmente, a AMD tem o melhor processador para servidores. No meu julgamento, o Opteron supera tanto o Xeon quanto o Itanium.

O que vocês acham?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por Tito Silva@24 ago 2004, 01:11

Interessante é ver como dois Opteron's 248 (cada um rodando a 2,2 GHz) vencem dois Xeon's (cada um rodando a 3,4 GHz) na maioria dos testes. Observaram o teste de memória do Sandra 2004? Os dois Opteron, cada um em Dual DDR (foram usados 4 módulos de memória no total), conseguem mais de três vezes a performance dos dois Xeon's.

É uma pena que o mercado corporativo seja tão resistente a AMD. Indiscutivelmente, a AMD tem o melhor processador para servidores. No meu julgamento, o Opteron supera tanto o Xeon quanto o Itanium.

O que vocês acham?

O grande diferencial do Opteron é o controlador de memória integrado, diminuindo a latência do processador em relação as memórias.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

. No meu julgamento, o Opteron supera tanto o Xeon quanto o Itanium.

O que vocês acham?

Em relaçao ao Itanium so fazendo um teste para ver.....como os testes feito com os Xeons. :aranha:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha esse teste não é para mostrar ganhos de desempenho em aplicações 64-bit, mas apenas para mostrar o comportamento do novo Windows XP64, afinal todas as aplicações testadas são de 32-bit. Mas só o fato de não haver perdas no desempenho já é animador. E em muitas casos ainda se tem um ganho por conta do sistema operacional e drivers 64-bit.

Uma coisa interessante foi ver que em jogos o desempenho não foi inferior ao apresentado no SO 32-bit (até foi melhor no Halo), coisa que não acontecia há um tempo atrás, com a versão beta anterior e drivers menos otimizados.

Pelo visto esse Windows já está pronto. O problema para o lançamento são aqueles mesmos do SP2 do XP e talvez algum outro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por pearljeam2001@24 ago 2004, 19:49

. No meu julgamento, o Opteron supera tanto o Xeon quanto o Itanium.

O que vocês acham?

Em relaçao ao Itanium so fazendo um teste para ver.....como os testes feito com os Xeons. :aranha:

Na verdade, a comparação direta entre um Itanium 2 e um Opteron (ambos processando código de 64 bits) não seria possível, pois os processadores usam conjuntos diferentes de instruções. O Itanium 2 usa a IA64 enquanto que o Opteron usa a AMD64/EM64T, que a Intel também introduziu nos Xeon de núcleo Nocona.

Porém, no caso de código de 32 bits (x86/IA32), o cenário é bem favorável ao Opteron: seu desempenho supera, com folgas, o do Itanium 2.

Por isso creio que, para o mercado corporativo, o Opteron é um excelente produto, com ótimas características técnicas e boa relação custo x benefício se comparada a uma solução com processadores Itanium 2. Além disso, no caso de processamento de 64 bits, é preciso desenvolver software específico para o Itanium 2, já que seu conjunto de instruções é diferente do usado pelos demais processadores (até mesmo dos Xeon).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por sledgehammer@25 ago 2004, 00:33

Olha esse teste não é para mostrar ganhos de desempenho em aplicações 64-bit, mas apenas para mostrar o comportamento do novo Windows XP64, afinal todas as aplicações testadas são de 32-bit. Mas só o fato de não haver perdas no desempenho já é animador. E em muitas casos ainda se tem um ganho por conta do sistema operacional e drivers 64-bit.

Uma coisa interessante foi ver que em jogos o desempenho não foi inferior ao apresentado no SO 32-bit (até foi melhor no Halo), coisa que não acontecia há um tempo atrás, com a versão beta anterior e drivers menos otimizados.

Pelo visto esse Windows já está pronto. O problema para o lançamento são aqueles mesmos do SP2 do XP e talvez algum outro.

O ganho com programas de 64 bits alcançará aquela estimativa de 15 a 20%?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por Gregori@25 ago 2004, 11:36

O ganho com programas de 64 bits alcançará aquela estimativa de 15 a 20%?

Veremos. Por enquanto vão aparecendo alguns testes. Esse daqui teve um ganho maior do que isso, porém muito mais importante que o ganho de desempenho é o ganho de capacidade (em 32bits não conseguia montar a imagem paronâmica com mais de 20 imagens de alta-resolução).

http://www.short-media.com/review.php?r=257&p=2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por Tito Silva@25 ago 2004, 01:13

Na verdade, a comparação direta entre um Itanium 2 e um Opteron (ambos processando código de 64 bits) não seria possível, pois os processadores usam conjuntos diferentes de instruções. O Itanium 2 usa a IA64 enquanto que o Opteron usa a AMD64/EM64T, que a Intel também introduziu nos Xeon de núcleo Nocona.

Opa, não concordo. Usam conjuntos de instruções diferentes, mas a tarefa a ser realizada é sempre a mesma (considerando um mesmo software). O conjunto de instruções é diferente, mas o resultado de uma soma, de uma divisão, de uma raiz cúbica serão sempre as mesmas. Sempre é possível fazer comparações desde que se use o mesmo software. Evidentemente muitas vezes você está não apenas testando o processador, mas também a qualidade do compilador. Porém o que interessa em um benchmark é medir o tempo para se executar uma tarefa.

Inclusive existem alguns comparativos entre Itanium, Opteron e Xeon. Quando ver um recente eu posto aqui.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por sledgehammer@25 ago 2004, 18:09

Veremos. Por enquanto vão aparecendo alguns testes. Esse daqui teve um ganho maior do que isso, porém muito mais importante que o ganho de desempenho é o ganho de capacidade (em 32bits não conseguia montar a imagem paronâmica com mais de 20 imagens de alta-resolução).

http://www.short-media.com/review.php?r=257&p=2

Interessante, realmente as vantagens dos sistemas de 64 bits são muitas, o futuro parece ser promissor.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×