Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
pimpbum

Portugol Portugol - Previdência, Desconto, Imposto de renda

Recommended Posts

Faça um algoritmo que leia o salário bruto de um cidadão e depois exiba o salário líquido, valor da contribuição a previdência social e 
valor descontado de imposto de renda.

 

Considere a seguinte situação: desconta-se inicialmente 11% do salário bruto do trabalhador, como contribuição à previdência social. 
Após esse primeiro desconto, poderá existir outro desconto do salário bruto, referente ao imposto de renda, com base nas seguintes situações.


* Salário bruto inferior a R$ 1.500, não há desconto;
* Salário bruto de R$ 1.500 até R$ 1.999, desconto de 5%;
* Salário bruto de R$ 2.000 até R$ 3.499, desconto de 7%;
* Salário bruto igual ou superior a R$ 3.500, desconto de 9,5%.

---- Gente, só está lendo os 5%, me ajudem

inicio ----
    real salbruto , salliqui , previd , renda , renda2 , renda3 , salliqui2 , salliqui3
    escrever "Qual seu salário bruto?: "
    ler salbruto
    se salbruto < 1500 então
        previd <- salbruto * 11 / 100
        salbruto <- salbruto - previd
    senao
        se salbruto >= 1500 então
            previd <- salbruto * 11 / 100
            salbruto <- salbruto - previd
        fimse
    fimse
    escrever "\nDesconto da previdência " , salbruto
    se salbruto < 1500 então
        escrever "\nNão há desconto de Imposto de Renda"
    senao
        se salbruto >= 1500 ou salbruto <= 1999 então
            renda <- salbruto * 5 / 100
            salliqui <- salbruto - renda
            escrever "\nSeu salário líquido é: " , salliqui
        senao
            se salbruto >= 2000 ou salbruto <= 3499 então
                renda2 <- salbruto * 7 / 100
                salliqui2 <- salbruto - renda2
                escrever "\nSeu salário líquido é: " , salliqui2
            senao
                se salbruto >= 3500 então
                    renda3 <- salbruto * 9.5 / 100
                    salliqui3 <- salbruto - renda3
                    escrever "\nSeu salário líquido é: " , salliqui3
                fimse
            fimse
        fimse
    fimse
fim

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro usuário,

 

No intuito de servir como fonte de pesquisa no caso de instituições de ensino, informamos que incorrer no resolvimento por completo de questões relacionadas a disciplinas escolares de cursos técnicos e faculdades podem ser revistas e removidas pela Equipe de Moderação do Clube do Hardware.

 

Para sanar dúvidas sobre esse tipo de problema, por gentileza, publique o passo a passo do desenvolvimento da questão, projeto, monografia ou conteúdo em dúvida para que possamos analisar se a resposta está correta ou não, ou para que possa ser auxiliado com a dúvida no desenvolvimento do exercício.

 

Infelizmente, não há como resolver os trabalhos pelos usuários. O objetivo do Fórum do Clube do Hardware é auxiliar seus usuários a encontrar soluções para que possam sanar suas dúvidas, e não de trazer soluções prontas para seus usuários.. Além disso, copiar e colar respostas que não são de autoria própria do qualquer usuário é considerado plágio, o que é ilegal.

 

Esperamos que compreenda.

 

Atenciosamente,

Equipe Clube do Hardware

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá @pimpbum.

 

Tomemos o enunciado e "problema relatado":

20 horas atrás, pimpbum disse:

Considere a seguinte situação: desconta-se inicialmente 11% do salário bruto do trabalhador, como contribuição à previdência social. 
Após esse primeiro desconto, poderá existir outro desconto do salário bruto, referente ao imposto de renda, com base nas seguintes situações.

 

* Salário bruto inferior a R$ 1.500, não há desconto;

* Salário bruto de R$ 1.500 até R$ 1.999, desconto de 5%;
* Salário bruto de R$ 2.000 até R$ 3.499, desconto de 7%;
* Salário bruto igual ou superior a R$ 3.500, desconto de 9,5%.

---- Gente, só está lendo os 5%, me ajudem

 

 

 

1#

Logo após ler o salário bruto, temos:

20 horas atrás, pimpbum disse:

    se salbruto < 1500 então
        previd <- salbruto * 11 / 100
        salbruto <- salbruto - previd
    senao
        se salbruto >= 1500 então
            previd <- salbruto * 11 / 100
            salbruto <- salbruto - previd
        fimse
    fimse

 

É impressão minha, ou para duas condições está fazendo a mesma coisa?

Veja, ">=1500" é a negação de "<1500", ou seja, está tratando de todos os casos possíveis...  (qualquer "salário bruto" vai cair em ou um se ou no outro), logo não faz sentido ter se...  (já que ambos são iguais)

 

Poderia fazer logo algo como:

    escrever "Qual seu salário bruto?: "
    ler salBruto

    //desconto de 11% do salário bruto do trabalhador, como contribuição à previdência social. 
    previd     <- salBruto * 11 / 100
    salLiquido <- salBruto - previd

obs.: veja, creio eu,  que o "salário bruto" é bruto mesmo... não entra descontos nele. A partir dele fazem-se os descontos para chegar ao "salário líquido final".

 

 

 

2#

Sobre:

20 horas atrás, pimpbum disse:

escrever "\nDesconto da previdência " , salbruto

Então, o então salBruto aí seria o "o então salário líquido no momento", mas a frase está se referindo ao "desconto da previdência", logo a variável deveria ser a previd. OU você mudaria a frase para algo como "Salário líquido após o desconto da previdência", ai usuária salBruto (ou salLiquido, como sugiro).

 

 

 

 

3#

Sobre:

20 horas atrás, pimpbum disse:

---- Gente, só está lendo os 5%, me ajudem

 

Experimento usar "()" nas expressões do se. Algo como:

 

se (salbruto < 1500) então
   escrever "\nNão há desconto de Imposto de Renda"
senao
   se (salbruto >= 1500) ou (salbruto <= 1999) então
      renda <- salbruto * 5 / 100
      salliqui <- salbruto - renda
      escrever "\nSeu salário líquido é: " , salliqui
   senao
      se (salbruto >= 2000) ou (salbruto <= 3499) então
         renda2 <- salbruto * 7 / 100
         salliqui2 <- salbruto - renda2
         escrever "\nSeu salário líquido é: " , salliqui2
      senao
         se (salbruto >= 3500) então
            renda3 <- salbruto * 9.5 / 100
            salliqui3 <- salbruto - renda3
            escrever "\nSeu salário líquido é: " , salliqui3
         fimse
      fimse
   fimse
fimse

obs.: aqui também entraria a questão do uso da variável... não seria mais o "bruto", mas sim um "líquido".

obs. 2: o novo salário líquido é único... é a mesma variável para qualquer possibilidade... não vejo motivos para criar distintos. Inclusive só precisa de um "escrever", os se serviriam apenas para "selecionar" qual "%" usar.
 

 

UPDATE (09/04/201816:32)

Depois que me dei conta... o operador lógico ali deveria ser o E (conjunção), em detrimento do OU (disjunção), ou seja, "o valor deve ser maior que xxx E menor que yyy".

 

 

 

4#

Acho que tem algo errado nessa faixa ai... só por curiosidade, se após o desconto de 11%, o cara tiver com um salário de R$1999,50, qual seria o desconto do imposto de renda?

 

 

***

 

No aguardo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×