Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

[Resolvido]O que é corrente alternada?


fachmann

Posts recomendados

Galera é o seguinte: tô começando a estudar eletrônica, e tô com uma dúvida que já pesquisei no fórum e na internet e não achei a resposta.

Lá vai. Na corrente contínua os elétrons se movimentam de um lado para o outro ou seja do ponto A para o ponto B e só, correto? E na corrente alternada? Li que o sentido da corrente é invertido entre um ciclo e outro... Isto significa que eles vão do ponto A para o ponto B e também do ponto B para o ponto A?

Perdoem-me se não tiver explicado corretamente minha dúvida...

Abraço a todos e boa noite.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Coordenador

Sim!, me perece que você entendeu bem! é só isso! não tente complicar! o fluxo de elétrons num condutor, "corre" no sentido contrário de sua polaridade!, "Positivo atrai negativo" se desconsiderarmos todas as perdas, seria um "zig-zag" de elétrons, de um lado ao outro, "andando" dentro do condutor!..., você entendeu bem! não confunda sua cabeça!

Paz e Bem!

Abraços,

Bruno

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Pra eletrônica você precisa saber muito pouco sobre corrente alternada. O suficiente convertê-la em corrente contínua, que é o que alimenta a maioria dos circuitos eletrônicos.

O sentido dos eletrons faz pouca ou nenhuma diferença. É pura teoria, já que na prática já que não podemos ver de onde e para onde eles se movimentam.

Hoje, até motores elétricos CA usam a corrente contínua, só que moduladas em PWM e com inversão de polaridade em frequências diferentes da rede CA convencional.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Para entender, de maneira bastante simplificada, o conceito de corrente alternada, basta que imagines um pedaço de fio reto, por onde circule determinada corrente. Se a corrente for contínua (DC), basta que imagines que os eletróns (que formam a corrente elétrica) estão indo todos de uma ponta para a outra do fio, no mesmo sentido. Quando falamos em corrente alternada (AC), deves imaginar, simplesmente, que hora os elétrons vão num sentido, hora vão no sentido contrário.

Pra eletrônica você precisa saber muito pouco sobre corrente alternada. O suficiente convertê-la em corrente contínua, que é o que alimenta a maioria dos circuitos eletrônicos.

O sentido dos eletrons faz pouca ou nenhuma diferença. É pura teoria, já que na prática já que não podemos ver de onde e para onde eles se movimentam.

Hoje, até motores elétricos CA usam a corrente contínua, só que moduladas em PWM e com inversão de polaridade em frequências diferentes da rede CA convencional.

Realmente, a eletrônica em si (na prática) usa pouco os conceitos da eletricidade básica. Mas é tremendamente importante que você fortaleça os conceitos de corrente elétrica (direção, intensidade) para que possas entender uma série de outros conceitos que virão mais tarde.

Galera é o seguinte: tô começando a estudar eletrônica

Procure entender agora os conceitos e a teoria. Pesquise bastante e, o mais importante, NÃO TENHA VERGONHA DE PERGUNTAR.

Todos nós, mesmo os mais experientes daqui, já passamos por isso. Todos, com certeza, teremos o maior prazer em te ajudar.

Um abraço e boa sorte!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá Fachmann,

Para mim uma boa definição de o que é Corrente Alternada é:

Condutores (Corrente eléctrica)

Chama-se corrente eléctrica o fluxo ordenado de eléctrons em uma determinada seção. A corrente contínua tem um fluxo constante, enquanto a corrente alternada tem um fluxo de média zero, ainda que não tenha valor nulo todo o tempo. Esta definição de corrente alternada implica que o fluxo de eléctrons muda de direção continuamente.

FONTE: Wikipédia no item "Conceituando"

http://pt.wikipedia.org/wiki/Electricidade

veja também o link: http://pt.wikipedia.org/wiki/Corrente_alternada

Veja na definição que temos que considerar:

1) O Fluxo ordenado de elétrons, isto por que caso os elétrons não sejam ordenados num sentido não teríamos uma corrente elétrica e sim somente elétrons no metal.

2) Numa determinada seção, isto significa que para medir a corrente temos que medir em determinado espaço, por que em outro local podemos não ter corrente ou valor diferente.

3) "a corrente alternada tem um fluxo de média zero, ainda que não tenha valor nulo todo o tempo", isto é, considerando uma seção de um condutor uma quantidade de elétrons flui em um sentido e depois no sentido contrário.

A média de elétrons que fluiu em uma direção naquela seção retorna, sendo que na média é zero, mas não o tempo todo, somente naquele instante.

Ao colega SOSCHIP, com relação as sua afirmações:

"Pra eletrônica você precisa saber muito pouco sobre corrente alternada. O suficiente convertê-la em corrente contínua, que é o que alimenta a maioria dos circuitos eletrônicos."

Na minha opinião e como Técnico em Eletrônica formado a mais de 30 anos, para ser técnico e para eletrônica é essencial saber a respeito de corrente alternada por que primeiro ela esta em todas as tomadas de nossa residência, e como ela se comporta em diversos circuitos eletrônicos.

Já estive trabalhando na Usina Nuclear de Angra dos Reis e lá tanto na subestação como na distribuição tudo é CA, bem como usa também CC em certos equipamentos, bem como na rede pública de distribuição de energia tudo é em CA.

Você viu somente um aspecto, da eletrônica, voltada para os circuitos de CC, mas existem muitos outros em CA.

A outra sua afirmação:

"O sentido dos eletrons faz pouca ou nenhuma diferença. É pura teoria, já que na prática já que não podemos ver de onde e para onde eles se movimentam."

Na minha opinião, faz muita diferença o sentido. Por que se assim fosse, não haveria problemas ou diferenças em Corrente Alternada e Contínua e nem haveria uma Corrente elétrica, por que os elétrons estariam no espaço atômico andando aleatóriamente.

A natureza é sabia neste ponto, quando não a um "sentido" ou direção dos elétrons então não teríamos corrente neste condutor, somente existe corrente quando temos um "sentido" para os elétrons.

Outra afirmação sua, "que na prática não podemos ver" é uma meia verdade. Hoje com equipamentos nos chamados aceleradores nucleares, conseguimos sim "fotografar" os elétrons.

A palavra "fotografar" está entre aspas, por que não é como uma foto de um objeto e sim a "marca" deixada pelos elétrons.

E tanto neste aceleradores nucleares, e como na eletrônica do dia a dia, com uso de instrumentos simples, como nos osciloscópios ou mesmo com uso de multímetros podemos verificar a "direção" dos elétrons.

Espero que tenha contribuído com a explicação,

Obrigado,

JB.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

"O sentido dos eletrons faz pouca ou nenhuma diferença. É pura teoria, já que na prática já que não podemos ver de onde e para onde eles se movimentam."

Na minha opinião, faz muita diferença o sentido. Por que se assim fosse, não haveria problemas ou diferenças em Corrente Alternada e Contínua e nem haveria uma Corrente elétrica, por que os elétrons estariam no espaço atômico andando aleatóriamente.

A natureza é sabia neste ponto, quando não a um "sentido" ou direção dos elétrons então não teríamos corrente neste condutor, somente existe corrente quando temos um "sentido" para os elétrons.

Acho que o que o soschip quis dizer, na verdade, foi em relação aos conceitos de "sentido real" e "sentido convencional" da corrente elétrica.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

Acho que me expressei mal. Claro que é importante!

Mas, eu não fiz afirmação, eu dei minha opinião, uma vez que, com quase 2 décadas de formado, ainda não me lembro de ter usado na prática os conhecimentos teóricos adquiridos no curso de eletrônica em relação ao sentido dos elétrons. É claro que depende da função que cada um exerce na área.

Agora, se é tão importante assim, porque então que se convencionou o contrário, ou seja, que o sentido dos eletrons é do positivo para o negativo ao invés do sentido real, do negativo para o positivo?

E continuo com a mesma opinião, meu caro boscofreitas.

Existe tanta coisa nova para se estudar, depois que a corrente é retificada e filtrada, em tão pouco tempo de curso de eletrônica que não vejo razão para se aprofundar nos conceitos da CA.

Se fosse assim, eu teria que me preocupar também em saber como um microcontrolador é feito e quantas portas lógicas o compõem e não sobraria tempo para programá-lo e aplicá-lo num projeto.

Deixo os conceitos da física para os físicos e cientistas que criam os componentes. O que sustenta a mim e os 99% dos técnicos, formados ou não, são os resultados práticos desses conceitos descobertos séculos atrás.

Mas de forma alguma sou contrário ao estudo desses conceitos se isso for ajudar à melhor compreensão da eletrônica em si.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 semanas depois...

Arquivado

Este tópico foi arquivado e está fechado para novas respostas.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

 

GRÁTIS: ebook Redes Wi-Fi – 2ª Edição

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!