Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Intrudera6

Membros Plenos
  • Total de itens

    460
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%

Reputação

340

Sobre Intrudera6

  • Data de Nascimento 29/06/1964 (56 anos)

Informações gerais

  • Cidade e Estado
    Salvador, BA
  • Sexo
    Masculino

Outros

  • Ocupação
    Eng. Mecânico e de Petróleo
  1. Voltei a cair neste tópico e me fez lembrar do passado em que eu tinha mais disposição (e coragem) para meter as caras, atualmente estou muito preguiçoso. Quando se é mais novo a disposição para fazer estas coisas é muito grande, mas a idade e a falta de tempo faz com que a gente largue estas coisas no meio do caminho e não se meta mais neste tipo de "encrenca". Mas isto as vezes faz falta, dava um tesão absurdo fazer uma coisa destas funcionar.
  2. Apaguem...
  3. Sim, mas os passivos tem alcance de metros (dependendo da frequência), e galinha não vai tolerar bem uma coisa com bateria, mesmo pequena. Será que na hora que somar o custo de todos os transmissores não vai ultrapassar o custo dos sensores refid espalhados? E será que é mesmo necessário o monitoramento 100% do tempo ou apenas ter controle de certos pontos e ter uma barreira de sensores não resolveria? Se fosse um animal maior não seria um grande problema, mas galinha não vai tolerar qualquer coisa.
  4. Acho que vocês tem que pensar fora da caixa. Porque é necessário que a galinha tenha um microcontrolador, com transmissor e bateria? Porque não utilizar REFIDs? Eles são minúsculos, baratos, alguns deles são do tamanho de um grão de arroz e podem até ser implantados de baixo da pele, não necessitam de bateria (autonomia infinita e bastante resistente ao tempo), e dependendo da frequência utilizada, podem ter alcance de 100m ou mais. Tire a complicação das galinhas e coloque nas torres com sensores REFID, provavelmente ficará bem mais barato e muito mais robusto. Larguei a ideia aqui, agora me digam se uma coisa destas não poderia ser viável?
  5. Não é tão difícil encontrar pilhas ni-mh de mais capacidade (mas elas são mais caras). Tem uma marca que gosto muito, as eneloops, que chegam até 2500mAh (os modelos mais caros das eneloops são negras, as 1900mAh são brancas e menos caras), e elas tem uma característica de ter baixa auto-descarga que faz que elas mesmo guardadas por muito meses ainda tenham bastante carga armazenadas. Já perdi muitas pilhas ni-mh comuns por descarregarem sozinhas e estragarem (por eu não perceber e não recarregar a tempo), mas como as eneloops descarregam muito devagar (baixa auto-descarga) é mais difícil de acontecer com elas. https://www.ebay.com/sch/i.html?_nkw=sanyo eneloop E eu estive em Porto em abril de 2018, gostei muito da cidade e arredores (Vila de Gaia, Guimarães e outras), aquela é uma região em que eu posso morar quando me aposentar, uma região muito interessante, para ser mais exato, gostei de todos os locais que estive em Portugal (passei uns 25 dias por ai em 2018), mas prefiro as cidades menores e mais baratas (para comprar imóvel), meu orçamento é limitado, e eu prefiro locais mais rurais, cansei de cidade grande.
  6. @gutopereira Vamos aguardar para que o pessoal responda. Estou para receber um SSD SATA normal e pretendo fazer umas experiências com Linux nele e até tentar fazer um boot a partir do Grub no Windows 7 (ou Win 10). Eu cheguei a fazer uma tentativa, mas a falta de um driver Samsung reconhecível (tem um driver Samsung num executável para windows mas infelizmente o instalador do Win7 não reconhece como driver) na instalação do Windows 7 não me permitiu ir em frente. Tentei instalar o Win7 num SSD e mover para o NMVE já com o driver instalado (movi após o Win7 rodar) e não deu certo também usando o Grub do Linux para redirecionar. Tenho algumas coisas legadas (que eu não quero perder) nesta minha máquina que não são suportadas no Win 10 (ou não funcionam direito), e é isto principalmente o motivo da minha resistência a instalar o Windows 10.
  7. Eu tenho um problema semelhante até certo ponto. Eu tenho uma placa Intel (Intel DX58SO2) com suporte a UEFI e sem suporte a NVME, mas tenho vários PCI-E disponíveis na versão 2.0 (infelizmente). Tenho um rápido NVME Samsung de 512GB, que num barramento 3.0 vai a mais de 3 Mbytes/s para PCI-E 4X mas no meu só atinge 2000 no máximo (teórico). Testei e ficou limitado na minha máquina a 1,7MBytes, o que ainda é excelente em comparação aos SATAs. Mas ela não tem suporte a dar boot pelo PCI-E e para reconhecer é necessário um driver e um adaptador PCI-E para NVME (já tenho um e o windows 7 vê ele com o driver). Tem uma forma de dar boot por ele no Windows 7 (ainda uso Windows 7) instalando por fora o driver Samsung para NVME no Windows 7? Não encontrei um driver que pudesse ser reconhecido na instalação do windows como tal. A minha máquina tem uma boa configuração e não estou interessado em trocar nos próximos anos, ela ainda me atende perfeitamente, mas eu gostaria que o windows ficasse mais rápido. Estou pensando talvez na hipótese de instalar o Windows 10 no NVME (como teste), mesmo assim não teria como dar boot (imagino que talvez pelo Grub do Linux isto seja possível).
  8. Para a minha sorte, em Salvador (onde moro) é bem raro cair raios, apesar de que, em tempos de aquecimento global isto está mudando (estão ficando mais frequentes). Mas mesmo assim, e para a nossa sorte, os raios ainda são bem pouco frequentes. Mas a maioria dos prédios não está bem preparado para raios e não tem para-raios adequado, ficam na maioria das vezes abaixo da antena coletiva (imagine o que aconteceria se caísse um raio???) e imagino que o aterramento também não esteja lá em boas condições. Eu certamente seria uma das primeiras vítimas, eu nunca desligo nada, iria queimar a zorra toda. Pelo menos pela internet, eu não vou ter problema, tenho link de fibra óptica, mas com a SKY e a antena coletiva, deve ser uma bagaceira, mesmo eu tendo protetor de surto nestas entradas. A nossa rede elétrica entra em alta tensão, temos transformador interno, estamos pelo menos livres de queda de cabo de alta tensão sobre a rede de baixa. No resto estamos à própria sorte. Eu nunca desligo o computador (o meu computador está tão exposto a maresia que se eu desligar ele por muito tempo é arriscado ele não ligar mais, já passei por isso e me custou caro) e nem os cabos de TV e SKY. Mas teve uma tempestade de raios que foi realmente assustadora, e quando caiu um raio nas proximidades causando falta de energia eu realmente achei que tinha sobrado, mas não foi desta vez, nada parou de funcionar. Será que não existe alguma proteção que pelo menos proteja dos eventos indiretos (dos diretos realmente não é eficiente)? Ficar desconectando cabos é complicado e em muito deles é necessário arrastar moveis para isso.
  9. Estou meio enferrujado no ASM, e o meu conhecimento do ASM do PIC é nulo, mas... os ASMs tem muitas semelhanças entre si, e apesar de não conhecer, ele não me é totalmente estranho. Comentar o código seria interessante, ajudaria tremendamente na compreensão (na minha e na de muita gente aqui). Ser "xingado" em ASM é complicado.
  10. Tem muita gente "idosa" (madura) aqui neste tópico, acho que eu devo ser o mais "jovem", mas mesmo assim já passei dos 55 anos (sou de 1964), acho que se somar as idades aqui já chega na Grécia antiga. E metendo o nariz na conversa, acho que é muito mais fácil o aprendizado com um micro controlador mais simples (um 8051, 6502 ou Z80 por exemplo, meu primeiro contato foi com um 6502) do que com um mais complicado (com mais recursos). E imaginar que o meu primeiro contato com eletrônica foi com um bastante antigo livro de válvulas que meu pai me repassou, acho muito mais fácil de entender eletrônica começando por este caminho. Mesmo assim eu me entusiasmei muito com os ESP32, seus muitos recursos e enorme poder de fogo, mas eu tenho que concordar, às vezes é a mesma coisa que matar uma muriçoca com uma bomba atômica.
  11. Eu já medi o consumo de uma coisa destas e encontrei na operação normal uma corrente entre 1 e 1,5A (normalmente a fonte tem um bom superdimensionamento), mas realmente a melhor forma de obter a autonomia é testando (como o Faller falou), pois, só seria possível calcular tendo curva de eficiência verso consumo do nobreak, coisa que se existe não é público.
  12. Achei o desempenho muito modesto, bem longe do limite teórico de uma rede 2,5GB, mas para uma rede Gigabit (levemente melhor que uma). Um desempenho fraco para um custo de 330US$ (ou R$2.400,00 no Brasil), muito dinheiro para um desempenho tão limitado. E um teste fazendo uma transferência de um grande arquivo (vários GBytes) teria sido interessante, que é o que eu faço quando quero avaliar o desempenho da rede.
  13. A fonte do roteador é de 2A, mas o roteador na maioria das vezes não consome nem 1A, o que faz a autonomia da bateria ser bem maior. Estas baterias são proporcionalmente bem mais caras, é melhor pegar logo uma de 7 ou 9Ah.
  14. Eu uso uma fonte de 12 V por 10A (mas pode ser de menor potência) que mantêm a bateria de 12V sempre carregada, e quando falta energia chaveia da fonte para a bateria (sem permitir que o roteador reinicialize) como se fosse um nobreak de CC. Sai muito mais barato que um nobreak convencional, a autonomia da bateria pode ser bastante grande, normalmente estes roteadores gastam muito menos do que a fonte deles fornece, com consumo de 1A (o meu modem/roteador do Live Tim Fibra gasta em média 1A) por exemplo pode durar umas 8 horas para uma bateria de 12V 9Ah ou maiores, e o custo da bateria é bem baixo (uns 120 reais). Vou passar o link abaixo de uma fonte de 10A. https://www.ebay.com/sch/sis.html?_nkw=100-220V+12V+10A+UPS+Sw+Power+Supply+W%2F+Battery+backup+charging+CCTV+Security&_id=331860436497&&_trksid=p2057872.m2749.l46251 https://www.ebay.com/itm/100V-240V-13-5V-UPS-10A-Sw-Power-Supply-W-Battery-backup-CCTV-Security-/254342641571?hash=item3b3800b7a3 Duvido que você ache um nobreak mais barato que isso (mesmo somando o preço da bateria), e que tenha uma autonomia tão grande (com uma bateria de 12V 9Ah ou maiores). E não vai danificar o seu aparelho pois é CC pura (mesmo a tensão de saída sendo de 13,2V , o que não é problema nenhum para estes aparelhos). Eu atualmente estou com um Live Tim Fibra de 150Mb, e está funcionando perfeito ligado numa fonte de 10A (carga de bateria com 1A) com carregamento automático e bateria de 12V 7Ah. Por maiores que sejam as faltas de energia é bastante difícil ficar sem energia para ela, a fonte original dela é de 2,5A x 12V, mas o consumo a maior parte do tempo é de apenas 1A, a minha autonomia é enorme desse jeito. Se você tem pressa, recomendo procurar uma fonte igual a esta no Aliexpress, as minhas compras lá estão chegando em menos de 1 mês (menos de 3 semanas as vezes), e todas tem rastreio. O serviço deles está muito melhor que o do eBay.
  15. Os microcontroladores hoje são tão baratos (existem uns que saem por poucos centavos de dólar), que por eletrônica analógica pode sair mais caro e até mais complexo.

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Aprenda a ler resistores e capacitores

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!