Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Tito Fisher

Membros Plenos
  • Total de itens

    443
  • Registro em

  • Última visita

  • Qualificações

    0%
  1. Isso, a mesma potência final em em Watts porém com uma quantidade de Amperes diferente passando pelo medidor de energia. Quero crer que o medidor só vai me cobrar os amperes que ele viu passando na catraca, no caso os 22A. Assim sendo, se ele viu passar 22A e a tensão sendo 127V ele 'pensa' que eu consumi apenas 2794W quando na verdade eu usei 3960W para aquecer a água. '_'
  2. E o Oscar vai para : Fiz isso e funcionou, retifiquei e filtrei os 127V e obtive 180VDC . Apliquei em uma resistência de 220V e obtive uns 4000W com apenas 22 Amperes Esses mesmos 4000 Watts eram gerados na rede AC 127V com uns 31 Amperes !!! Torrei umas bridges e estourei uns capacitores até conseguir, mas agora tá funcionando. Quero agora observar uma janela mensal pra ver se a gambiarra vai se refletir na conta de luz . Grato a todos que opinaram . '_'
  3. Ola pessoal. Fiquei aqui algum tempo me coçando pra perguntar uma coisa. Eu já percebi que aqui em casa os chuveiros levam a medalha de campeões no consumo de energia. Minha rede é 110V e os chuveiros agora no inverno trabalham no talo, ali pelos 5500 Watts. Meti o amperímetro pra ver e de fato estão puxando 40A cada um. Então, para fornecer a mesma potência um chuveiro de 220V gastaria somente 25A , daí me ocorreu fazer um teste básico de elétrica e resolvi perguntar aos mais calejados. Quero retificar os 110V ( com pontes de 50A ) e somar duas saídas CC pra fazer 220V. Depois ligo um chuveiro 220V e terei os mesmos 5500W mas agora consumindo 'apenasmente' 25A ao invés dos 40A da versão 110V. Tô naufragado num pote de Hellmann´s ?? '_'
  4. Ola, Mor . To pegando o jeito, mas pela minha contagem eu tô lá na rabeira porque quase sempre eu ainda tento entender a pergunta quando você e outras feras aqui já estão com a resposta postada ! Bora pra frente, esse forum é top !
  5. Ola. Sim, pode substituir apesar de que esses multivoltas originais da placa tem maior precisão que o outro. Quanto a ligar em paralelo o potenciometro com o trimpot não me parece coerente. Completando, se realmente quer trocar escolha os lineares ao invés dos logarítmicos. '_'
  6. Ola. Sim, a sua imagem é do datasheet do fulano. Segue um circuito desenhado, lembrando que o R39 e o capacitor podem ser dispensados dependendo do triac e da carga em uso.
  7. Ola @Letícia A. a coisa não é exatamente assim , veja bem : As curvas de atuação dos disjuntores não são eixos e sim faixas , portanto uma corrente de 2x In em um Tipo C ( 5 a 10 vezes a tensão nominal ) teria a range de 10 a 50 segundos em um disjuntor com precisão de 100% . Veja o gráfico abaixo , o tempo que voce reportou de 2.5 minutos poderia ser aferido em uma escala de 1.5x a tensão nominal, é tolerável tal margem de erro . Certa vez alguém me falou que a aferição do INMETRO para os disjuntores é na faixa de classificação deles, seria nesse caso a zona 2 do gráfico. Para um tipo C de 10A são aplicadas correntes de 50A a 100A e caso eles desarmem num tempo próximo de 1s então estão aptos para uso. Se for necessário maior precisão no seu projeto recomendo o uso de circuitos eletrônicos para proteção, lembrando sempre que deve direcionar o projeto dessas proteções de forma diferenciada para cargas resistivas e indutivas. '_' Complementando : Se o seu objetivo for apenas testar os componentes, o que apresentou o tempo de 1 minuto está quase perfeito , uma vez que o tempo de resposta pela tabela poderia ser até 50 segundos.
  8. Ola Dá uma olhada neste outro post sobre o mesmo assunto , talvez te ajude a buscar uma solução com componentes mais acessíveis que voe também pode obter em reaproveitamento de outros aparelhos eletrônicos . https://www.clubedohardware.com.br/forums/topic/1114452-transformador-ac-para-dc-ligar-led-110v/
  9. Ola. Sim , pode usar outra fonte de alimentação 36V, mas tratando-se de LED é essencial voce saber qual a corrente que eles consomem . Se a questão for baratear, já que está tentando reaproveitar as luminárias voce pode usar uma fonte de PC , ela é 12V então voce compra no ML um modulo stepup de 12V para 36V e ajusta a corrente de saída para não fritar os LEDS. Tem várias outras maneiras, essa foi a que me ocorreu primeiro. '_'
  10. Ola. Outra ideia é usar 4 relês de 2 contatos ( NA/NF ) acionados por um unico interruptor. tipo o esboço abaixo . ( Faz de conta que as 4 baterias de cima são as placas solares )
  11. Ola. Sem querer jogar água fria, eliminar o coil whine de uma fonte é uma tarefa quase do tipo Castigo de Sísifo . Existe alguma chance de êxito 'se, e somente se' o ruído for permanente, com a fonte apenas ligada em uma rede 100% estavel e sem qualquer carga na saída . O tal ruído decorre de uma infinidade de fatores, não tem muito a ver com a marca dos capacitores e bobinas. Tipo assim, uma BMW série X7 ano 2019 que voce tirar da loja hoje vai derrapar em uma curva a 100Km/h se a pistas estiver suja de óleo. Voltando a fonte, os componentes dela trabalham em conjunto para entregar aferidas as tensões e correntes requeridas na saída em um determinado computador. Digamos que um mosfet esteja trabalhando no limite então ele pode requerer esforço maior do indutor e daí aparece o ruído. Daí a pessoa vai e troca o indutor ( bobina ) . e o que acontece ?? O ruído volta quando aquele cenário específico de dreno acontecer . Por outro lado, você colocar esta mesma fonte em outro PC com uma placa de vídeo diferente pode acontecer de nunca mais ouvir o ruído . compliquei ?? '_'
  12. Ola . Acredito que sua resposta está aqui : https://askubuntu.com/questions/77399/are-there-any-alternative-programs-to-proteus-available eu li até a parte onde apresentaram uma solução eficaz '_'
  13. Ola. A sugestão da @Isadora Ferraz tem chances enormes de te levar à solução do problema. Digo Isso porque já passei por um problema idêntico, com a mesma marca de lavadora. Houve pane na placa e foi substituída, o efeito colateral foi essa anormalidade com o nivel de agua. Me explicaram que a sensibilidade do pressostato vem ajustada para uma placa original, e quando trocada pode ser necessário ajustar alguma coisa na placa ou no proprio pressostato. No meu caso eu fiz a verificação na mangueira e ajustei um pouco a sensibilidade nesse parafuso indicado na seta. Um ajuste bem fino, girando 'coisésimos' de milímetro. '_'
  14. Ola. Minha opinião simplinha : Os conceitos de reciclagem e sustentabilidade ganharam espaço nas ultimas décadas, e muitos países concedem certificação e alguns benefícios às empresas que os aplicam. Essa imagem lembra vagamente o simbolo atual , porém nem sempre foi esse com 3 flechas . Talvez o simbolo de 'material reciclável' ou " produzido por reciclagem" sendo estampado no produto seja isso que voce está tentando identificar.
  15. Ola. Esse link que voce postou está remetendo a uma bateria recarregável 12V com porta USB ( 5V ) , não serve para o que voce deseja . Mas voce pode alimentar seu receptor com qualquer outro powerbank 5V por 2A ou 3A , uma vez que a fonte original reporta esta corrente para uso . O detalhe dos mAh é outra coisa, isso diz quanto tempo de uso a bateria oferece. A fonte de alimentação só informa a corrente, uma vez que vai estar ligada de forma permanente na tomada. No caso da bateria ( power bank ) existe a informação adicional de mAh , pela qual voce pode calcular o tempo de duração . Exemplo: se seu aparelho consome 2A ( o mesmo que 2000 mA ) e a bateria tem capacidade de 3000mAh significa que o aparelho ficará ligado por no máximo 90 minutos antes de precisar recarregar . Certifique-se de conferir a pinagem do conector micro-USB do pack antes de ligar no aparelho. Normalmente é padrão mas não é bom dar chance pro azar. '_'

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!