Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placa-Mãe VIA P4MA

       
 72.620 Visualizações    Testes  
 0 comentários

Teste com a placa-mãe VIA P4MA, baseada no chipset VIA P4M266, para a plataforma soquete 478.

Placa-Mãe VIA P4MA
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

Como falamos anteriormente, a VIA (http://www.viavpsd.com), um dos maiores fabricantes de chipset do mundo, começou a produzir também placas-mães. Assim, a VIA produz os principais componentes de um PC: placa-mãe, processador, chipset, processadores de vídeo, etc.

A placa-mãe da VIA que testamos hoje, a P4MA, é uma placa-mãe para Pentium 4 com vídeo, rede e som on-board, produzido pelo chipset VIA P4M266. Ou seja, é uma placa-mãe da VIA destinada ao mercado de PCs baratos usando processadores Intel.

 



Figura 1: Placa-mãe VIA P4MA.

Temos de ser sinceros: o desempenho do vídeo on-board dessa placa-mãe é medíocre. Não compre essa placa-mãe pensando que o vídeo dela é bom, porque não é. O vídeo on-board do Intel 845G da placa-mãe EPoX 4GA+ bateu de longe o desempenho do vídeo on-board do VIA P4M266. Ou seja, ela até roda jogos 3D, mas é só para dizer que tem, já que o desempenho é muito baixo.

Em compensação, ela tem um slot AGP, que permite que você no futuro instale uma placa de vídeo decente nela. Aí sim o desempenho de vídeo fica bom.

Outro ponto fraco dessa placa-mãe, que não chega a ser exatamente um ponto fraco, é que o seu chipset só trabalha externamente a 100 MHz. Assim, essa placa-mãe não aceita a nova geração de processadores Pentium 4 com barramento externo de 133 MHz. Isso não é exatamente um ponto fraco no caso específico dessa placa-mãe, já que ela não é voltada para o mercado de alto desempenho. Em outras palavras, ninguém é louco de comprar um Pentium 4 de 2,2 GHz e instalar em uma placa-mãe com vídeo on-board.

Por outro lado, essa placa-mãe usa a ponte sul VIA VT8233A, que aceita discos rígidos ATA-133.

Dessa forma, o único ponto fraco dessa placa-mãe realmente é o seu vídeo on-board, já que o seu desempenho geral foi similar ao de várias placas topo de linha que testamos, como você verá nos resultados de nossos testes.

Vale, portanto, o alerta: essa placa-mãe só é recomendada para aqueles que querem montar um PC barato baseado no Pentium 4 ou no novo Celeron soquete 478 e precisa de uma placa-mãe com vídeo on-board barata e de qualidade, mas não precisa de desempenho de vídeo, e com a possibilidade futura de instalar uma placa de vídeo 3D decente, caso haja necessidade. Lembramos que a maioria dos usuários, que só usa o micro para rodar processadores de texto, planilhas e acessar a Internet, não precisa de desempenho de vídeo. Mas se você (ou o seu cliente) for vidrado em jogos, esqueça essa placa-mãe.

Existem dois modelos de P4MA, a P4MA-L, que foi o modelo testado, e a P4MA-VSL, que dá mensagens de erro por voz e tem ainda interface para dispositivo leitor de cartões de memória.

Por causa da própria característica de ser uma placa-mãe voltada para o mercado de PCs baratos, não conseguimos um bom overclock com ela, como você verá em nossos testes.

O CD-ROM da placa-mãe vem somente com os drivers e utilitários da placa, nenhum software extra acompanha a placa-mãe.

 

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Não há comentários para mostrar.



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×