Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Influência da velocidade da memória no Core i9-9900K

       
 18.407 Visualizações    Testes  
 3 comentários

Desta vez, testamos o Core i9-9900K com memórias em diferentes clocks, para descobrir se vale a pena comprar memórias mais rápidas para este processador.

Influência da velocidade da memória no Core i9-9900K

PCMark 10 e 3DMark

PCMark 10

O PCMark 10 é um programa de teste de desempenho que utiliza aplicativos reais para medir o desempenho do computador. Rodamos o teste padrão, que inclui testes de abertura de programas, navegação na internet, digitação de textos, edição de fotos, conversa por vídeo, edição de vídeo, vídeo conferência e renderização. Vamos analisar os resultados.

Memoria-i9-9900K-g01.gif

No teste Home do PCMark 10, não houve diferença significativa de desempenho entre o menor e o maior clock das memórias.

3DMark

O 3DMark é um programa com um conjunto de testes de desempenho que criam cenários e simulações de jogos 3D. O teste Fire Strike mede o desempenho DirectX 11 e é voltado a computadores topo de linha para jogos, enquanto o teste Sky Diver também mede desempenho DirectX 11, mas é voltado a computadores intermediários. Finalmente, o teste Cloud Gate mede o desempenho em DirectX 10.

Memoria-i9-9900K-g02.gif

No teste Fire Strike, houve uma pequena variação dos resultados, mas que aparentemente não tem correlação com o clock das memórias.

Memoria-i9-9900K-g03.gif

No teste Sky Diver, vimos uma pequena dependência com o clock das memórias, com o desempenho com DDR4-3600 6% superior ao obtido com DDR4-2133.

Memoria-i9-9900K-g04.gif

Já no teste Cloud Gate, vimos uma variação de menos de 2%, o que pode ser considerado irrelevante.

Compartilhar

  • Curtir 14


  Denunciar Artigo

Comentários de usuários


Discordo das conclusões. Se o objetivo é um pc para processamento bruto, mesmo uma 2.133 MHz se mostrou tão eficiente quanto as demais, o que não justificaria investir em clocks maiores; em jogos, as 2.666 MHz e as 2.933 MHz talvez sejam as mais indicadas, e olhe lá, dependendo a diferença de preço, já que o ganho não é tão grande assim.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Em 20/09/2019 às 12:54, Scotta disse:

Discordo das conclusões. Se o objetivo é um pc para processamento bruto, mesmo uma 2.133 MHz se mostrou tão eficiente quanto as demais, o que não justificaria investir em clocks maiores; em jogos, as 2.666 MHz e as 2.933 MHz talvez sejam as mais indicadas, e olhe lá, dependendo a diferença de preço, já que o ganho não é tão grande assim.

Com os valores atuais, é burrice comprar memórias abaixo de 2666MHz. Aliás, é difícil encontrar memórias de 2133MHz em lojas.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

GRÁTIS: minicurso “Como ganhar dinheiro montando computadores”

Gabriel TorresGabriel Torres, fundador e editor executivo do Clube do Hardware, acaba de lançar um minicurso totalmente gratuito: "Como ganhar dinheiro montando computadores".

Você aprenderá sobre o quanto pode ganhar, como cobrar, como lidar com a concorrência, como se tornar um profissional altamente qualificado e muito mais!

Inscreva-se agora!