Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Como escolher um celular

       
 13.427 Visualizações    Tutoriais  
 4 comentários

Vamos trazer algumas dicas valiosas para você escolher um novo smartphone. Confira!

Como escolher um celular

Memória

Quando falamos em "memória" de um smartphone, na verdade há duas características relacionadas: a RAM e a memória de armazenamento.

A RAM é uma memória temporária, ligada diretamente ao processador. Nela ficam os dados e programas que o smartphone está utilizando naquele momento, como os apps abertos e as fotos que você está visualizando, por exemplo.

Desta forma, a quantidade de RAM de um smartphone vai impactar diretamente na quantidade de apps que você pode manter abertos ao mesmo tempo, e no desempenho do aparelho quando você tiver vários apps abertos, já que, se a memória (RAM) ficar cheia, o sistema operacional vai precisar ficar fazendo trocas de dados e limpando áreas da memória todo o tempo, o que vai dar a sensação de um smartphone "travado" ou "engasgado".

Atualmente, é desejável que um smartphone tenha ao menos 4 GiB de memória (RAM). Aparelhos topo de linha vão trazer 6 GiB ou mais. Esqueça aparelhos com 3 GiB ou menos, exceto se o seu orçamento for realmente apertado e você não se importa com problemas de desempenho ou engasgos.

Já a memória de armazenamento é, como o próprio nome diz, onde serão armazenadas as suas informações (fotos, músicas, etc), bem como os apps instalados e o próprio sistema operacional. Grosso modo, é o equivalente, em um smartphone, a um disco rígido (HD) em um computador convencional, onde dados são armazenados e não são perdidos quando o aparelho é desligado. (Na verdade é o equivalente direto a um SSD em um computador convencional.)

Atualmente, o mínimo de armazenamento são 32 GiB. Neste caso, aproximadamente metade deste espaço já vai vir ocupado pelo sistema operacional e apps, então não se iluda achando que terá 32 GiB para armazenar suas fotos e vídeos. Por isso, procure um smartphone com 64 GiB ou 128 GiB de armazenamento.

Ainda há a possibilidade de aumentar a capacidade de armazenamento utilizando um cartão de memória. Porém, não são todos os smartphones que suportam um. Outra coisa a se ter em mente é que um cartão de memória é, normalmente, mais lento do que o armazenamento interno do smartphone. Além disso, muitas vezes você só pode utilizar o cartão de memória para alguns tipos de dados, como fotos e vídeos; a instalação de apps deve ser feita na memória de armazenamento interna do aparelho.

Compartilhar

  • Curtir 6
  • Obrigado 1


  Denunciar Artigo

Artigos similares


Comentários de usuários


Citação

Na prática, smartphones de baixo custo vão trazer telas LCD e aparelhos caros utilizam telas AMOLED. Já nos intermediários, você encontra os dois tipos de tela. Se você faz questão de boa qualidade de imagem, prefira aparelhos com tela AMOLED.

 

Isso é meio relativo. Há aparelhos com boas telas IPS (como alguns Xiaomi) mesmo em modelos mais avançados.

Tenho um Mi Mix 2 (celular de 2017 que era o topo de gama à época) com tela IPS que não é inferior à Super AMOLED do Galaxy S8 (seu principal concorrente) e, além disso, a bateria dura mais (minha irmã possui um S8 e usa o aparelho até menos do que eu durante o dia e precisa dar uma carga quando chega em casa do trabalho, o que não acontece com meu telefone).

De resto, excelente matéria.

Na linha atual da Xiaomi o modelo mais interessante em termos de custo/benefício (bons processadores [Snapdragon 730G e Adreno 618], boa quantidade de memória [6 GB RAM e 128 GB de armazenamento], ótima bateria [5260 mAh] e câmera extraordinária [5 sensores, sendo o principal de 108 MP]) é o Mi Note 10, que dá para encontrar (importando da China) por menos de R$ 2.500,00.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Excelente matéria. Uma pena que até hoje em dia, devido a fatores de desconhecimento e valores, a maioria dos brasileiros compra celulares levando em consideração duas coisas: marca e preço. É por isso que Samsung e Motorola vendem bastante em nosso mercado, principalmente os intermediários.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...