Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Oderlando R. Silva

PIC Programar PIC 12F675 com FlowCode

Recommended Posts

Olá. Estou tentando montar um termostato com um PIC 12F675 e tenho encontrado um problema com isso. Montei o fluxograma no FlowCode e quando tento compilar para o HEX o software diz que o pic não tem memória para a função ADC, o que  faz sentido pois usando essa função o HEX fica em torno de uns 4K.... Eu já vi um projeto de termostato com o 12F675, mas que não é programado pelo FlowCode, é programado em C. Nesse projeto programado em C, o HEX gerado é de menos de 1K, sendo possível gravar o pic..Eu sei que programando em C eu conseguiria tirar um melhor proveito do CI mas eu não sei programação e estou aprendendo a usar o flowcode pois ainda estou sem tempo para aprender a programar em c. Alguém poderia dar uma dica de como resolver esse problema ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Oderlando R. Silva ,

 

Aprender outra linguagem vai te ajudar muito.

 

Se continuar querendo usar Flowcode, melhor trocar o seu Pic por um modelo de maior capacidade de memória, tanto Flash como Ram.

 

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uso o FlowCode versão 7. Acho que para esse HEx caber no 12f675 vou ter que usar programação C. Não quero precisar comprar PICs com capacidade maior sem precisão...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Oderlando R. Silva ,

 

A menos que você pretenda fabricar centenas desse termostato, não tem sentido não trocar por um Pic maior. Vai poder colocar muito mais inteligência no termostato, como um sensor de resistência queimada, ou uma lógica baseada na variação de temperatura para fazer isso.

 

Pode usar controle PWM para não deixar a temperatura subir muito rápido em caso de aquário pequeno.

 

E se pretende fabricar, então aprenda Assembly, e usará menos bytes ainda !

 

Mas não se iluda : sempre vai encontrar um termostato chinês que custa 1/3 do seu ....

 

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É verdade. A minha ideia era fazer com que o pic trabalhasse como termostato e timer ao mesmo tempo, mas talvez eu tenha que trocar por um pic com maior capacidade. Pretendo fabricar várias unidades e então pensei em baratear um pouco kkk Obrigado pelas dicas ! rss

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Oderlando R. Silva Para uso do Flowcode você vai ter que trocar o Pic. Pois, o Flowcode quando compilado escrever muita coisa na memória e este PIC contém pouco espaço na memória. Agora se você pesquisar tem um monte de exemplos em C em ASM na net com este pic 12f625 é só adaptar a sua necessidade .Dê uma olhada nesse aí .

 

http://blog.larios.tecnologia.ws/iBlog/archives/10408

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Usei muito o 12f675 e sempre coube o que queria nele, o que mais usou memoria foi um sistema de decoder de ht6p20b, que gravava tx´s na eeprom. programo em C CCS.

 

Em 24/07/2018 às 06:13, aphawk disse:

@Oderlando R. Silva ,

Mas não se iluda : sempre vai encontrar um termostato chinês que custa 1/3 do seu ....

Não sei até aonde a invasão chinesa é boa ou ruim ...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@rodrigocirilo ,

 

Bom... quanto a invasão chinesa, eu acho muito boa. Temos hoje acesso a módulos e componentes que nunca tivemos no passado.

 

Podemos comprar tudo rapidinho e fazer os testes que queremos, e se resolvermos a partir disto fazer um produto, ganhamos muito tempo no desenvolvimento.

 

Mas é impossível competir com o baixo custo chinês devido ao tremendo poderio industrial deles, aqui temos o famoso custo Brasil, aliado a uma taxação exorbitante que mata 95% de qualquer iniciativa.

 

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 03/08/2018 às 21:37, aphawk disse:

@rodrigocirilo ,

 

Bom... quanto a invasão chinesa, eu acho muito boa. Temos hoje acesso a módulos e componentes que nunca tivemos no passado.

 

Podemos comprar tudo rapidinho e fazer os testes que queremos, e se resolvermos a partir disto fazer um produto, ganhamos muito tempo no desenvolvimento.

 

Mas é impossível competir com o baixo custo chinês devido ao tremendo poderio industrial deles, aqui temos o famoso custo Brasil, aliado a uma taxação exorbitante que mata 95% de qualquer iniciativa.

 

Paulo

Sim, neste sentido que pensei, é bom pra termos acesso a modulos e outros itens que não tinhamos antes,  mas para quem pensa em por algo no mercado, esbarra no baixo custo dos produtos chineses...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@rodrigocirilo ,

 

Se é para tentar fazer algo mais caro, então tem de ser melhor do que o chinês, ou ser mais útil ou adequado.

 

Eu ganhei dinheiro por mais de 10 anos fazendo coisas que ninguém fêz, simplesmente acoplando mecanicamente fotodiodos em frente a Leds existentes nos painéis de equipamentos. Quero dizer com isso que procurar necessidades específicas pode ser muito mais vantajoso do que tentar fazer coisas comuns que já foram pensadas por outros.

 

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, aphawk disse:

@rodrigocirilo ,

 

Se é para tentar fazer algo mais caro, então tem de ser melhor do que o chinês, ou ser mais útil ou adequado.

 

Eu ganhei dinheiro por mais de 10 anos fazendo coisas que ninguém fêz, simplesmente acoplando mecanicamente fotodiodos em frente a Leds existentes nos painéis de equipamentos. Quero dizer com isso que procurar necessidades específicas pode ser muito mais vantajoso do que tentar fazer coisas comuns que já foram pensadas por outros.

 

Paulo

Sim, voce tem razão... Apesar que eu acho que na china devam ter  pessoas pagas pra pensar nesse (ninguem pensou antes hehe).. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×