Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
_Luks

Microsoft abrira código fonte do rWindow$

Recommended Posts

Em resposta às ameaças da União Européia em multá-la alegando práticas monopolistas, a Microsoft se adiantou e disse que oferecerá licenças do código-fonte do Windows. O código-fonte de um programa é, como bem disse Brad Smith, da Microsoft, o "DNA" do programa. Tendo ele em mão, programadores poderão otimizar seus programas, integrando-o mais ao sistema, e extraindo o máximo possível em termos de desempenho e compatibilidade.

O processo da Comissão Européia contra a Microsoft está de desenrolando há anos. Em Março de 2004, a CE multou a Microsoft em 497 milhões de euros por abusos de posição dominante (monopólio). Além disso, impôs uma série de exigências para a Microsoft, dentre as quais estava a criação do fracassado Windows XP "N", versão do sistema sem o Windows Media Player. Recentemente, a CE obrigou a Microsoft a ceder informações do Windows a fabricantes de programas. A empresa distribuiu documentos que, somados, têm mais de 12 mil páginas, além de 500 horas de suporte gratuito. Os europeus acharam pouco, estenderam o prazo para a Microsoft apresentar nova proposta, e ameaçaram multar a empresa em 2 milhões de euros por dia. Adiantando-se no prazo, a Microsoft vai abrir o código-fonte do Windows.

Horacio Gutiérrez, representante europeu da Microsoft, disse que a abertura do código é benéfica a todos, pois propicia a concorrência. Segundo ele, os fabricantes de programas terão todas as informações necessárias para garantir compatibilidade dos programas com o Windows. "Fizemos todas as mudanças que a Comissão nos pediu, e estamos dispostos a fazer mais", acrescentou Gutiérrez.

Fonte: WinAjuda

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Horacio Gutiérrez, representante europeu da Microsoft, disse que a abertura do código é benéfica a todos, pois propicia a concorrência. Segundo ele, os fabricantes de programas terão todas as informações necessárias para garantir compatibilidade dos programas com o Windows. "Fizemos todas as mudanças que a Comissão nos pediu, e estamos dispostos a fazer mais", acrescentou Gutiérrez.

Estranho, se é benéfica a todos, porque motivo, razão ou circunstância a própria Microsoft não concordou com isto antes, sem a pressão européia? Muito estranho, e depois eu acho isto muito difícil, pois já começa com as mesmas baboseiras de "licenças". Na verdade estarão apenas vendendo o software em si. Sei lá, é o que eu acho.

Falou

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito estranho ... A GRANDE CAPITALISTA MICROSOFT liberar o código do seu rWindow$ ? ... Isso aí tá bom demais pra ser verdade <_<

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não creio! Pode até ser uma pequena parte do fonte... Não sei, creio que ela prefira pagar a multa do que entregar "o ouro puro". Mas pelo que entendi, os programadores de sotwares poderiam otimizar seus programas tendo em mãos uma parte do fonte do Windows, mas para isso deverá haver regras de contrato e multas pesadas para evitar a "venda de segredos" da MS.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
...mas para isso deverá haver regras de contrato e multas pesadas para evitar a "venda de segredos" da MS.

Resumindo, não vão liberar nada. O que acontece é que eles vão vender parte da escrita do sistema a (provavelmente) um preço absurdo para poucas empresas (talvez de confiança) e colocar mil e uma licenças em cima, junto com as dezenas de processos que podem vir a estourar se alguém se meter a engraçadinho com os códigos do windows (que é típico da microsoft <_< ).

Se isso pra microsoft é liberar o código, pra mim pode ficar com ele. Aliás nós temos outros bem melhores em mãos;

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A Microsoft vai liberar o código devido a um processo e as pressões da U.E. anti-trustes. Ela foi condenada a liberar especificações e o código de seus produtos para os concorrentes, pois isso facilitaria o desenvolvimento de aplicativos para a plataforma Windows. Ela não está liberando o código como Open Source e nem como Software Livre, a licença de seus códigos continua a mesma.

Na verdade e Microsoft já deu passos como este com relação ao Office, liberando seu código para os Governos que assinassem um acordo de não liberação de código e também existe uma campanha da própria com empresas que tem por finalidade arrumar parceiros de desenvolvimento e estas acabam por ter acesso a este código fonte e a produtos de graça, desde que não forneçam nenhum deles para terceiros. O mesmo acontece com o caso acima, o código não vai ficar disponivel para os usuarios e/ou qualquer outro que não façam parte do acordo com a U.E. e assinem documentos (aos milhares creio eu) concordando com a licença e a não divulgação.

Espero ter esclarecido...

T+

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

só pra acrescentar

parece que os códigos não serão incluídos nos programas dos concorrentes, isto é, por exemplo: o pessoal que desenvolve programas alternativos para o protocolo SMB podem ter acesso ao código fonte do windows pra saber os padrões que este protocolo usa, mas não pode copiar o código fonte do SMB da Microsoft, apenas terá acesso a parte do código pra saber como ele funciona e pode desenvolver um programa concorrente

isso se aplica aos recursos de outras partes do windows

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O código que ela vai abrir é só para enganar bobo e favorecer fabricantes de software. Nunca a Microsoft$$ vai fazer isso, sem abrir o código fonte o sistema já é um queijo suiço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Este código só está sendo liberado por força de uma decisão judicial e tem o único e exclusivo fim de ser entregue as empresas de software concorrentes para a melhora da compatibilidade dos produtos das mesmas com o Windows.

T+

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por antonypeople@30 de janeiro de 2006, 14:17

Este código só está sendo liberado por força de uma decisão judicial e tem o único e exclusivo fim de ser entregue as empresas de software concorrentes para a melhora da compatibilidade dos produtos das mesmas com o Windows.

T+

Ou os advogados da MS estão deixando muito a desejar ultimamente ou as leis anti-monopólio são mesmo ferrenhas, sem possibilidade de abertura de brecha em um de seus artigos. Se o código penal brasileiro fosse tão forte quanto as leis anti-monopólio são, não haveria essa impunidade que há hoje, onde só ladrão de galinha fica preso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

As leis anti-truste da U.E. são muito fortes e rígidas. Vide o caso do Windows Media Player que teve de ser retirado do produto Windows para que este fosse comercializado sem o mesmo em uma nova "versão", tudo isso por ordem judicial da U.E. devido a um processo e agora a Coréia (não lembro se do Sul ou do Norte, acho que do Sul) estão fazendo a mesma coisa e a Microsoft ameaçou se retirar do mercado coreano por causa disso (e os coreanos querem mais).

Recentemente a justiça estadunidense - E.U.A. - emitiu um relatorio no qual dizia que a Microsoft não tem colaborado com os esforços anti-trustedo país. Ela vai ter que trabalhar mais arduamente nos documentos sobre especificações de seus produtos para a concorrência. Bom, até nos E.U.A. Tio Bill está tendo que se explicar...

T+

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora
Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×