Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Raphael Celline

[Duvida] Funcionamento LM338

Recommended Posts

Boa tarde pessoal.

Estou com a seguinte duvida, que também é um problema que estou passando.

Tenho 1 LM338K e alguns LM338T

E na fonte eles estão se comportando diferente.

O LM338K só entrega até 2,2A a 12,40V, depois disso cai a tensão e não passa dos 2,2A.

O LM338T entrega até 5A com 10V. Sò que ele esquenta bastante nessa condição.

Então eis minha duvida, alguns deles provavelmente esta com defeito ??? Ou apenas o LM338k que ta com uma proteção melhor então ja bloqueia corrente ??

O teste foi usando uma resistência de chuveiro.

Especificação:

Trafo 5A 12,8V

Ponte retificadora 1000V 25A

Ajuste 1,25 - 12,48V

R1 220R

R2 2440R

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não custa perguntar:

O LM338 está em um generoso dissipador de calor?

Posta o circuito usado.

Falou

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Sim, ambos estão em bons dissipadores de calor. (Com pasta térmica)

    Para o LM338K

    42262240.jpg

    Para o LM388T esta com esse dissipador(Não é essa placa, apenas o dissipador)

    A-2101A.jpg

    Circuito é esse :

    CircuitoFonte.png

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Você está usando resistência de chuveiro né? Saiba que dependendo da distancia entre as garrinhas jacaré na resistencia, uma espira a mais ou a menos pode aumentar 1 ou 2 amperes.

    Será seu caso?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Sim, ambos estão em bons dissipadores de calor. (Com pasta térmica)

    Para o LM338K

    42262240.jpg

    Para o LM388T esta com esse dissipador(Não é essa placa, apenas o dissipador)

    A-2101A.jpg

    Circuito é esse :

    CircuitoFonte.png

    Quanto a dissipação térmica..

    Uma boa pergunta a se fazer é se consegues manter seu dedo sobre o CI quando ele está no seu pior caso de dissipação???

    Note que quando se condsegue ainda manter o dedo, sem ter de retirar o mesmo por excesso de calor, se está falando de temperaturas menores ou iguais a 65 graus centígrados, ideal para se manter o CI.. Seria um ótimo arrefecimento.

    Use isso como definição para saber se tens ou não um eficiente arrefecimento do CI.. CI's com proteção térmica, como é o caso desses dai, costumam entrar em proteção, fazendo cair a tensão de saída, quando suas temperaturas estiverem muito altas..

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Você está usando resistência de chuveiro né? Saiba que dependendo da distancia entre as garrinhas jacaré na resistencia, uma espira a mais ou a menos pode aumentar 1 ou 2 amperes.

    Será seu caso?

    Estou usando um amperímetro, e sempre pulo de espira para espira. Então nao estou colocando uma corrente a mais que o CI aguente.

    Sempre aumento gradualmente a corrente.

    Porque você utilizou 5 capacitores de filtro?

    Para dar o minimo de 10000uf. Como não tenho 1 nesse valor usei 5 de 2200uf.

    2000uf para cada 1A

    Quanto a dissipação térmica..

    Uma boa pergunta a se fazer é se consegues manter seu dedo sobre o CI quando ele está no seu pior caso de dissipação???

    Note que quando se condsegue ainda manter o dedo, sem ter de retirar o mesmo por excesso de calor, se está falando de temperaturas menores ou iguais a 65 graus centígrados, ideal para se manter o CI.. Seria um ótimo arrefecimento.

    Use isso como definição para saber se tens ou não um eficiente arrefecimento do CI.. CI's com proteção térmica, como é o caso desses dai, costumam entrar em proteção, fazendo cair a tensão de saída, quando suas temperaturas estiverem muito altas..

    Sim, SIm....

    Por isso da minha duvida faller.

    O LM338k que só esta me entregando até 2,2A nao esquenta nada, fica fresquinho.

    Porém o LM338T me entrega até 5A como prometido, Mas porém esquenta bastante, um tanto que aguento uns 5s com o dedo nele.

    Por isso a duvida, se tratando do mesmo CI, por que cada um se comporta diferente??? porque o LM338K não esta me entregando 5A como o LM338T?

    Alguém dele esta danificado ???, nao sei dizer ao certo. Pois ambos tem a Vref igual a 1,25v

    Só para deixar mais claro, o circuito é o mesmo, eu só vou la e troco os LM338(K)(T)

    -------------------------------------------------------------------------------------------------

    Meu Vout máximo é de 12,43.

    Com isso no T0-3(k) que chega até no máximo de 2,2A sua potencia é de:

    P=I.v

    P=2,2 . 12,43

    P=27,35W

    No de encapsulamento TO-220 chega até os 5A

    Então potencia igual:

    P=5 . 12,43

    P= 62,15W

    Então o LM338K(TO-3) aguenta 35W, com dissipador mais 50W. E ele esta entrando em proteção ao que parece, mais eis a questão que ele esta usando dissipador, ou seja, era para aguentar 27,35W tranquilamente.

    Já o LM338T(TO-220) esta normal, sua potencia pode chegar até 50W Mais 25W por estar com dissipador, então ele esta agindo normal.

    Esses dados da máxima potencia pego no datasheet(National) na Pg. 3, ultimo item da tabela e especificação na "Note 2" logo abaixo da tabela.

    Editado por Raphael Celline

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    http://pdf1.alldatasheet.com/datasheet-pdf/view/8646/NSC/LM338T.html

    http://www.datasheetcatalog.org/datasheet/stmicroelectronics/2576.pdf

    pois é... esquisito mesmo. eu não notei diferenças. Será que não é material de baixa qualidade?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • http://pdf1.alldatasheet.com/datasheet-pdf/view/8646/NSC/LM338T.html

    http://www.datasheetcatalog.org/datasheet/stmicroelectronics/2576.pdf

    pois é... esquisito mesmo. eu não notei diferenças. Será que não é material de baixa qualidade?

    Nao sei ao certo, Ambos na National com P+.

    Se foi estragado foi no transporte.

    Ao que vejo vou ter que gastar com mais um LM338k e ver se age da mesma maneira.

    --------------------------------------------------------------------------

    Será que caso a pasta térmica relar em um terminal e no encapsulamento ao mesmo tempo pode gerar esse ocorrido no caso do TO-3, mesmo que sua Vref esteja normal, em 1,25v ?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    ou...... o dissipador está dando corrente em algum ponto. Tu isolaste bem? ou ele é carcaça negativa (não olhei no datasheet isso)

    =====

    esquece, ambos são carcaça igual (vout)

    =====

    não lembro da pasta implastec ser condutora, mas pode ser passível de olhar

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Só uma dica que nem sei se vai levar a algum equacionamento ou não, mas não consigo raciocinar sem esses dados.

    O cálculo da potência dissipada no CI não é do modo como fizestes, tensão de saída x corrente de saída e sim do seguinte modo:

    Potência dissipada no CI = Iout x Dropout Voltage onde:

    Iout é a exata corrente que está sendo suprida a carga e portanto circula no CI;

    Dropout Voltage é a tensão sobre o CI, ou seja, a tensão em cima dos capacitores menos a tensão de saída..

    Tanto assim que o pior caso de dissipação desse CI é quando a tensão de saída da fonte estiver em seu mínimo, de 1,25 Volts e a corrente suprida a carga assumir seu máximo valor, digamos 5 Amperes..

    Imagine que tenhas na entrada do CI, sobre os capacitores de filtro uma tensão de 17 Volts e estejas administrando uma corrente de 5 Amperes a uma carga com 1,25 Volts de saída..

    Nessa hora a potência dissipada no CI será de (17V - 1,25) x 5A = 78,75 Watts.. Para que isso seja exequível se tem de colocar um ótimo dissipador, pelo menos 3 vezes maior que qq um daqueles que tens ai, e um fan a arrefecer ainda...

    Ainda não dissestes a tensão de entrada no CI que tens ai, então está ficando difícil de raciocinar em cima do problema..

    Imagine que tenhas ai coisa de 16 Volts e a saída seja de 12 Volts

    Para uma corrente de 5 Amperes vais ter uma dissipação de (16-12) x 5 = 20 Watts e não de sessenta e poucos Watts como calculastes

    Se não fizeres uma análise de tensão e corrente da fonte como um todo, nunca chegarás a resultado algum..

    Faça as seguintes medidas de tensão e corrente, nos diferentes pontos:

    FonteRaphaelCeline.jpg

    Todas as medidas de tensão entre os pontos A, B e C até o comum da fonte, ou seja, Va é a tensão em cima dos capacitores de entrada, Vb entre o pino de ajuste e o comum e você a tensão de saída do CI e o comum..

    Meça as mesmas em duas diferentes condições:

    - Com uma corrente médis, digamos de 1 A

    - Com a corrente máxima, já apresentando a anormalidade...

    Verás que da interpretação dessas medidas tirarás alguma conclusão..

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Só uma dica que nem sei se vai levar a algum equacionamento ou não, mas não consigo raciocinar sem esses dados.

    O cálculo da potência dissipada no CI não é do modo como fizestes, tensão de saída x corrente de saída e sim do seguinte modo:

    Potência dissipada no CI = Iout x Dropout Voltage onde:

    Iout é a exata corrente que está sendo suprida a carga e portanto circula no CI;

    Dropout Voltage é a tensão sobre o CI, ou seja, a tensão em cima dos capacitores menos a tensão de saída..

    Tanto assim que o pior caso de dissipação desse CI é quando a tensão de saída da fonte estiver em seu mínimo, de 1,25 Volts e a corrente suprida a carga assumir seu máximo valor, digamos 5 Amperes..

    Imagine que tenhas na entrada do CI, sobre os capacitores de filtro uma tensão de 17 Volts e estejas administrando uma corrente de 5 Amperes a uma carga com 1,25 Volts de saída..

    Nessa hora a potência dissipada no CI será de (17V - 1,25) x 5A = 78,75 Watts.. Para que isso seja exequível se tem de colocar um ótimo dissipador, pelo menos 3 vezes maior que qq um daqueles que tens ai, e um fan a arrefecer ainda...

    Ainda não dissestes a tensão de entrada no CI que tens ai, então está ficando difícil de raciocinar em cima do problema..

    Imagine que tenhas ai coisa de 16 Volts e a saída seja de 12 Volts

    Para uma corrente de 5 Amperes vais ter uma dissipação de (16-12) x 5 = 20 Watts e não de sessenta e poucos Watts como calculastes

    Se não fizeres uma análise de tensão e corrente da fonte como um todo, nunca chegarás a resultado algum..

    Faça as seguintes medidas de tensão e corrente, nos diferentes pontos:

    FonteRaphaelCeline.jpg

    Todas as medidas de tensão entre os pontos A, B e C até o comum da fonte, ou seja, Va é a tensão em cima dos capacitores de entrada, Vb entre o pino de ajuste e o comum e você a tensão de saída do CI e o comum..

    Meça as mesmas em duas diferentes condições:

    - Com uma corrente médis, digamos de 1 A

    - Com a corrente máxima, já apresentando a anormalidade...

    Verás que da interpretação dessas medidas tirarás alguma conclusão..

    Fiz as medidas:

    -------------------------------------------------------------------

    Sem nenhuma corrente(variação de 0,02v de 1 para outro)

    LM338K e LM338T

    V'a =17,10v

    V'b =11,14v

    V'c =12,42v

    -------------------------------------------------------------------

    Com Corrente 1,33A(Minimo conseguido na minha resistência)

    LM338K

    V'a =15,35v

    V'b =10,95v

    V'c =12,20v

    LM388T

    V'a =15,42v

    V'b =10,96v

    V'c =12,20v

    -------------------------------------------------------------------

    Corrente 2A

    LM338K

    V'a =14,64v

    V'b =10,58v

    V'c =11,78v

    LM388T

    V'a =14,81v

    V'b =10,83v

    V'c =12,05v

    -------------------------------------------------------------------

    Corrente Anormal para LM338K(Corrente estacionava em 2,28A) e corrente de 3,43A para LM338T.

    OBS: Corrente medida no mesmo ponto da resistência em ambos LM338(marquei a espira com uma caneta)

    LM338K

    V'a =14,44v

    V'b =7,02v

    V'c =7,82v

    LM388T

    V'a =13,68v

    V'b =10,55v

    V'c =11,74v

    Editado por Raphael Celline

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Ótimo...

    Veja que dai desses dados dá para se tirar uma pá de informações..

    A primeira: Para saber se um LM338 está operando legal, em sua região operacional sem nenhuma proteção nem térmica nem por corrente é só checer se a tensão você - Vb, na nomenclatura acima estabelecida, gira em torno de 1,2 a 1,25 Volts.

    Dai dá para se ver que no caso do LM338K, último medido, esa tensão ficou em 7,82-7,02 = 0,8, completamente fora de especificação. Esse CI, naquele instante estava com certeza em proteção, só não sei se térmica ou por corrente.

    Presumo que, num mercado em que a carimbagem de componentes é comum, alguem recarimbou um lote de LM350K, e com isso ganhou cerca de R$ 10,00 de diferencial, a preço de consumidor.. Esse LM350K é exatamente igual ao LM338K só que limitado em 3 Amperes.. Note que ele deveria, se for isso, já estar em zona de proteção, por corrente, como acho que realmente estava..

    - Dá para sentir que ele entrou em proteção não foi por temperatura, visto que na última medida a dissipação era de (13,68 - 11,74) x 2,28 = 4,42 Watts, completamente baixa dissipação para o dissipador usado..

    - Dá para ver ai pelas tuas medidas a importância da manutenção de um tensão de dropout decente com a finalidade de manutenção da tensão de saída..

    Na fonte que fiz, ajustável, com corrente final de 10 Amperes, a diferença da tensão de saída a vazio (corrente zero) para corrente total, na tenão de saída, era de 20 mV (0,02V), que não se verifica ai na sua fonte, mesmo na fonte boa, com o LM388T

    Repare:

    vou com corrente zero = 12,42 Volts

    vou com corrente 1,2A = 12,20 Volts

    vou com corrente de 2A = 12,05 Volts

    vou com corrente de 3,43A = 11,74 Volts

    Ou seja, se mediste isso dai sem ter tocado no potenciômetro de ajuste a regulação dessa sua fonte está ruim, ruim mesmo, pois variou 0,68 Volts, ou coisa de 5%. Coisa de 34 vezes pior do que eu consegui com a minha fonte, em uma variação de corrente de 10 Amperes. Com o mesmo CI... Pra ver como dá para melhorar e muito..

    - As principais razões para essa regulação mais pobre são:

    1) Tensão de entrada baixa demais.. Se quiseres ajustar e manter 12 Volts na saída, mesmo com corrente final alta, a tensão antes do CI deveria estar mantida em algo como 16 Volts no mínimo, e não 13,6 Volts..

    2) A fiação curta grossa e montagem robusta é fundamental para sucesso ai nessa empreitada (esqueça de montagem com circuito impresso pois só atrapalha, nesses casos)..

    Repare ai, só como exemplo, que na fonte de 10A que montei todos os componentes foram montados exatamente sobre o CI e transistores, e com fios flexíveis e bem dimensionados..

    Fonte12a20V10A-DetalhedoCIetransistores.jpg

    Em resumo, e jamais saberás com certeza, acho que compraste um LM338K recarimbado (original LM350K)...

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Obrigado pelas dicas Faller :)

    Vou entrar em contato com a loja que me revendeu e pedir melhores detalhes. E vou providenciar a compra de um novo LM338K em uma loja mais confiável para tirar a prova.

    Quanto a construção mais robusta vou tentar fazer e ver se melhora a regulação do dropout. Pois aqui usei uma placa de circuito protótipo(aquela já perfurada), e a maioria das ligações esta por caminhos de solda, que como você diz pode prejudicar o bom funcionamento. Vou usar mais fios e de bom calibre(mesma espessura de fios de fontes ATX de computadores).

    Mas agora o que meu preocupa é a tensão na entrada do CI(Capacitores), se eu fizer isso talvez eu consiga uma tensão mais estável para manter em um minimo legal ? ??? ou terei que optar por um trafo que me 15V em 5A para manter um melhor valor na entrada do CI

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Obrigado pelas dicas Faller :)

    Vou entrar em contato com a loja que me revendeu e pedir melhores detalhes. E vou providenciar a compra de um novo LM338K em uma loja mais confiável para tirar a prova.

    Quanto a construção mais robusta vou tentar fazer e ver se melhora a regulação do dropout. Pois aqui usei uma placa de circuito protótipo(aquela já perfurada), e a maioria das ligações esta por caminhos de solda, que como você diz pode prejudicar o bom funcionamento. Vou usar mais fios e de bom calibre(mesma espessura de fios de fontes ATX de computadores).

    Mas agora o que meu preocupa é a tensão na entrada do CI(Capacitores), se eu fizer isso talvez eu consiga uma tensão mais estável para manter em um minimo legal ? ??? ou terei que optar por um trafo que me 15V em 5A para manter um melhor valor na entrada do CI

    Suas decisões estão acertadas.. É por ai mesmo.

    Quanto a loja que te vendeu, de pouco vai adiantar falar com eles.. Com muita certeza não são eles que recarimbam as peças e sim alguém, ao longo da logística de suprimento da loja, ou aqui no Brasil ou até mesmo fora. Experimente observar o preço dos LM350K e do LM338K , mesmo nos valores que presumidamente o lojista paga, e sinta como é um negócio altamente rentável, para quem recarimba um lote inteiro..

    Acontece nas melhores famílias...

    Mas, ao que me parece, é a melhor explicação para o que está acontecendo por ai..

    Um transformador com tensão pouco maior sim é uma ótima ideia.

    Alternativamente podes pegar uma fonte de notebook, de 90 Watts x 16 a 18 Volts (ela poderá oferecer até 5 Amperes, ou pouco menos).

    Vantagem que jé é 110/220 Full Range.. Já está retificada e filtrada, e tem estabilidade e proteção na entrada..

    Compare o custo de uma dessas com o custo de um bom transformador de 15V x 5A

    Transformador: http://www.soldafria.com.br/transformador-15v-5a-entrada-110220vac-p-4322.html embora esgotado vale para saber do custo..

    Fonte de notebook:

    http://www.nodaji.com.br/produto/fonte-para-notebook-hp-19-vdc-4-74-a.html

    http://www.nodaji.com.br/produto/fonte-original-para-notebook-toshiba-15-vdc-5-a-.html

    http://www.nodaji.com.br/produto/fonte-para-notebook-toshiba-19vdc-4-7a.html

    Ou finalmente essa dai, que toocando o valor de um resistor somente, no impresso, consegue ser ajustada de 12 a 18 Volts com no máximo 5,6 Amperes de saída...

    http://www.nodaji.com.br/produto/fonte-industrial-12-vdc-8-5-a-.html

    Alternativas tem e bem baratas até.. Eu sem a menor duvida, por tamanho peso e versatilidade, ficaria com a última apresentada, que por R$ 20 a mais te dá a versatilidade de uma fonte full range, estabilizada, protegida, e com chances de ampliar tua fonte para 1,25 a 15 Volts de ajuste por 5 Amperes de corrente de saída..

    Editado por faller

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Suas decisões estão acertadas.. É por ai mesmo.

    Quanto a loja que te vendeu, de pouco vai adiantar falar com eles.. Com muita certeza não são eles que recarimbam as peças e sim alguém, ao longo da logística de suprimento da loja, ou aqui no Brasil ou até mesmo fora. Experimente observar o preço dos LM350K e do LM338K , mesmo nos valores que presumidamente o lojista paga, e sinta como é um negócio altamente rentável, para quem recarimba um lote inteiro..

    Acontece nas melhores famílias...

    Mas, ao que me parece, é a melhor explicação para o que está acontecendo por ai..

    Um transformador com tensão pouco maior sim é uma ótima ideia.

    Alternativamente podes pegar uma fonte de notebook, de 90 Watts x 16 a 18 Volts (ela poderá oferecer até 5 Amperes, ou pouco menos).

    Vantagem que jé é 110/220 Full Range.. Já está retificada e filtrada, e tem estabilidade e proteção na entrada..

    Compare o custo de uma dessas com o custo de um bom transformador de 15V x 5A

    Transformador: http://www.soldafria.com.br/transformador-15v-5a-entrada-110220vac-p-4322.html embora esgotado vale para saber do custo..

    Fonte de notebook:

    http://www.nodaji.com.br/produto/fonte-para-notebook-hp-19-vdc-4-74-a.html

    http://www.nodaji.com.br/produto/fonte-original-para-notebook-toshiba-15-vdc-5-a-.html

    http://www.nodaji.com.br/produto/fonte-para-notebook-toshiba-19vdc-4-7a.html

    Ou finalmente essa dai, que toocando o valor de um resistor somente, no impresso, consegue ser ajustada de 12 a 18 Volts com no máximo 5,6 Amperes de saída...

    http://www.nodaji.com.br/produto/fonte-industrial-12-vdc-8-5-a-.html

    Alternativas tem e bem baratas até.. Eu sem a menor duvida, por tamanho peso e versatilidade, ficaria com a última apresentada, que por R$ 20 a mais te dá a versatilidade de uma fonte full range, estabilizada, protegida, e com chances de ampliar tua fonte para 1,25 a 15 Volts de ajuste por 5 Amperes de corrente de saída..

    Tenho um pouco de dó de me desfazer do trafo que já tenho sushushsuhs

    Mas é o jeito, pois para a utilidade que eu queria ele não esta tendo muito valor. Melhor guarda-lo para outro proposito.

    Achei muito interessante essas fontes industriais, são baratas e fortes.

    Estou pesando em pegar uma dessa.

    Mas antes Faller, não se se tem como, mas poderia me mostrar qual seria o resistor em questão ??? Pois gostaria de ter certeza antes de comprar.

    E pelo o que eu vejo, essa fonte já tem uma saída ADJ de 12v Né ??

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Achei muito interessante essas fontes industriais, são baratas e fortes.

    Estou pesando em pegar uma dessa.

    Mas antes Faller, não se se tem como, mas poderia me mostrar qual seria o resistor em questão ??? Pois gostaria de ter certeza antes de comprar.

    E pelo o que eu vejo, essa fonte já tem uma saída ADJ de 12v Né ??

    Não fiz a alteração nessa exata fonte mas sim em uma de 12 V x 3 A.. Acho, quase certeza que as alterações são as mesmas.. Posso até documentar essa troca que fiz, basta que retorne a Porto Alegre, aonde está a fonte, e isso deve acontecer lá pelo dia 4 ou 5 de maio próximo.. Abro a fonte e fotografo e posto a alteração que fiz, sem nenhum problema. Originalmente a fonte ajustava a tensão de saída entre 11 e 13 Volts mais ou menos. Trocando o resistor esse ajuste ficou de 15 a 18 Volts. Só tens que respeitar a potência da mesma.. Explico..

    Essa dai é de 12 Volts x 8,5 Amperes, correto??? Isso dá 12 x 8,5 = 100 Watts aproximadamente..

    Se mudares a tensão de saída para 18 Volts, por exemplo, só vais poder tirar dela algo como 100W/18V = 5,5 Amperes, o que é absolutamente suficiente para o que desejas..

    Assumo a promessa de que farei as fotos da alteração e postarei tão logo possa.. Aguarde..

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Não fiz a alteração nessa exata fonte mas sim em uma de 12 V x 3 A.. Acho, quase certeza que as alterações são as mesmas.. Posso até documentar essa troca que fiz, basta que retorne a Porto Alegre, aonde está a fonte, e isso deve acontecer lá pelo dia 4 ou 5 de maio próximo.. Abro a fonte e fotografo e posto a alteração que fiz, sem nenhum problema. Originalmente a fonte ajustava a tensão de saída entre 11 e 13 Volts mais ou menos. Trocando o resistor esse ajuste ficou de 15 a 18 Volts. Só tens que respeitar a potência da mesma.. Explico..

    Essa dai é de 12 Volts x 8,5 Amperes, correto??? Isso dá 12 x 8,5 = 100 Watts aproximadamente..

    Se mudares a tensão de saída para 18 Volts, por exemplo, só vais poder tirar dela algo como 100W/18V = 5,5 Amperes, o que é absolutamente suficiente para o que desejas..

    Assumo a promessa de que farei as fotos da alteração e postarei tão logo possa.. Aguarde..

    Obrigado então Faller, estarei a espera de melhores detalhes da alteração na fonte. Estarei a espera, mesmo porque ainda devo demorar uns 20 dias para fazer o pedido desta fonte citada. Enquanto isso vou ja vou pesquisando a melhor maneira de inclui-la em um circuito, já que ela ja faz tudo, tendo somente que usar o LM para ajuste da tensão.

    Obrigado:)

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    idem meus caros..... essas fontes industriais muito me interessaram

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Melhor que te mostrar a alteração feita em uma fonte de 12V x 3A, consegui uma fonte de 12 Volts x 10 Amperes, dessas industriais, e nela fiz e fotografei a alteração para ampliar o range de ajuste da mesma, que em sua versão original era de 8,6 Volts a 13,8 Volts, de início ao fim de seu trimpot de ajuste..

    Veja ai a única etiqueta da fonte em que fiz a alteração..

    Fonteindustrial12Vx10A-Unicaetiquetanafonte.jpg

    Veja ai o R30, um resistor de 2k2 na versão de fábrica.

    Fonteindustrial12Vx10A-Resistorde2k2R30quedeveseralterado.jpg

    Esse é o resistor que deve ser alterado. Experimentalmente cheguei num valor de 1k5 para o lugar do mesmo. Ai ele já trocado: (note sobre a placa o resistor de 2k2 que foi tirado do lugar)

    Fonteindustrial12Vx10A-Resistorde1k5nolugardaquelede2k2naposioR30.jpg

    Uma visão geral da placa da fonte mostrando o resistor novo de 1k5, já substituído, mostrando os parafusos de fixação dos transistores da fonte, contra a carcaça da mesma, que serve como dissipador e o detalhe da chave 110/220 que a mesma porta, ao contrário do que eu pensava, ser fullrange..

    Fonteindustrial12Vx10A-Visogeraldaplacadafonte.jpg

    Com o novo resistor o ajuste no trimpot passou a ser de 9,9 Volts a 18,95 Volts, como se pode ver ai na foto:

    Fonteindustrial12Vx10A-Tensomnimaemximaconseguidasnoajustedepoisdaalterao.jpg

    Para estressar a fonte em sua máxima tensão (ou aproximadamente a máxima) coloquei o valor por volta de 19,93, sem carga e ao colocar a carga, consumindo coisa de 4,6 Amperes, a tensão de saída baixou para 19,90 ou 19,91 Volts mostrando ainda excelente regulação.

    Fonteindustrial12Vx10A-Regulao.jpg

    A medida de potência demandada da tomada, nessa hora, foi de 105 Watts, medida com um Kill-a-Watt, com corrente de 4,8 Amperes sendo tirada daqueles 19,9 Volts de saída.. A potência entregue a carga era portanto de 4,8 x 19,9 = 95,52

    Fonteindustrial12Vx10A-Eficinciaefatordepotncia.jpg

    A eficiência apresentada pela fonte, calculada, foi de 95,52W/105W = 91% que é excelente...

    A fonte não tem PFC ativo e seu FP ficou em 0,62 como pode ser visto ai na medida do Kill-a-Watt..

    Realmente a fonte se manteve fria por mais de meia hora que assim a deixei, ao contrário da carga, que essa sim aqueceu bastante.

    Carga:

    Fonteindustrial12Vx10A-Cargautilizada-1.jpg

    Por essa dai boto a mão no fogo...

    Não esqueça, a fonte foi feita, projetada para entregar 12V x 10A = 120 Watts. Ao levantar a tensão para 18 Volts a máxima corrente a se tirar da mesma passa a ser 120W /18V = 6,6 Amperes.. Juizo portanto...

    Com promessa é dívida, declaro cumprida essa de mostrar como modificar uma dessas fontes industriais dai para ajuste de até 18 Volts na tensão de saída...

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
  • Autor do tópico
  • Opa,

    Obrigado novamente Faller.

    Vou ver de adquirir uma fonte dessas, estuda-la um pouco e tentar modifica-la.

    Pode ficar tranquilo que vou respeitar a potencia máxima permito da fonte.

    Mas para frente postarei neste mesmo tópico resultados dela.

    Obrigado pelas dicas :D

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Interessante..sou meio leigo em eletronica e postei um topico a respeito de um regular de tensão para uma fonte industrial dessas ai . To quebrando a cabeça pra monta ele.

    Aí, vi este post onde basta troca um resistor para que o proprio trinpot da fonte faça o trabalho.

    No meu caso, a fonte industrial que tenho é muito parecida com essa ai da foto...só que a minha é 24V 10 A.

    Só preciso trocar o resistor tambem ? Seria um de 1 K 5 watts ?

    abc e obrigado

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Interessante..sou meio leigo em eletronica e postei um topico a respeito de um regular de tensão para uma fonte industrial dessas ai . To quebrando a cabeça pra monta ele.

    Aí, vi este post onde basta troca um resistor para que o proprio trinpot da fonte faça o trabalho.

    No meu caso, a fonte industrial que tenho é muito parecida com essa ai da foto...só que a minha é 24V 10 A.

    Só preciso trocar o resistor também ? Seria um de 1 K 5 watts ?

    abc e obrigado

    Todas essas fontes são bastante assemelhadas mas dai dizer que sair trocando e pelo mesmo valor é a solução, não é bem assim. Há que se olhar o esquema, ou o circuito tendo maior experiência e fazer teste...

    Geralmente se resolve isso mudando o valor do resistor que está em série com o trim-pot de ajuste...

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Queria aproveitar o tópico pra tirar uma dúvida: fiz uma fonte com um LM338K (muito boa por sinal). Mas em alguns casos (como uma lâmpada 12V de moto) ou outro circuito de baixa resistência, ela simplesmente entra em corte, a tensão cai pra 0,5V.

    Gostaria de eliminar este incoveniente. O trafo é de 7A, tem uns 10.000uf de filtro e o dissipador de calor é muito grande, com pasta térmica e tem 2 ventuinhas: uma como ventilador e outra como exaustor.

    Nem chega a esquentar, simplesmente corta, alguém sabe como posso resolver esse incoveniente?

    PS: A carga não chega nem a 2,5 Ampéres, era pra ele aguentar não?

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Provavelmente a tensão da fonte na entrada do CI está muito alta. Tente mudar a chave 110/220V do transformador para 220V e ligue a fonte no 110V. Você terá metade da tensão na entrada do CI e provavelmente sua lâmpada acendera. Passei pelo mesmo problema.

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×