Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Teste da placa de vídeo Gigabyte GeForce RTX 2070 GAMING OC 8G


     39.220 visualizações    Vídeo    8 comentários
Teste da placa de vídeo Gigabyte GeForce RTX 2070 GAMING OC 8G
Produto Recomendado

Conclusões

Como já explicamos em nosso artigo sobre a arquitetura Turing, a GeForce RTX 2070 é o modelo mais básico dos três lançados inicialmente. Porém, obviamente não se trata de uma placa de vídeo básica, já que tradicionalmente as placas de vídeo baseadas em chips gráficos da NVIDIA terminados em "70" são voltados ao segmento intermediário superior.

Comparada à GeForce GTX 1080, um dos modelos topo de linha da geração anterior, vemos que a GeForce RTX 2070 é consistentemente mais rápida, com uma vantagem típica de 20% a 30% em resolução 4K. Assim, podemos afirmar que ela é também bem mais rápida do que a sua antecessora GeForce GTX 1070.

Já em comparação com o modelo superior (GeForce RTX 2080), a GeForce RTX 2070 é em torno de 20% mais lenta, o que é ótimo se considerarmos que ela é (nos EUA, pelo menos) cerca de 40% mais barata. Assim, como era de se esperar, a GeForce RTX 2070 apresenta uma combinação de bom desempenho e boa relação custo/benefício.

Em relação ao modelo da Gigabyte, especificamente a GeForce RTX 2070 GAMING OC 8G, gostamos muito do design e qualidade geral. A placa é silenciosa (as ventoinhas ficam desligadas enquanto o chip gráfico não está sendo utilizado) e mantém-se apenas morna durante os jogos.

Assim, se você procura uma placa de vídeo de alto desempenho e não quer pagar por um modelo topo de linha, a GeForce RTX 2070 GAMING OC da Gigabyte é uma excelente compra.


Análises similares


Comentários de usuários

Respostas recomendadas

Segue-se a "regra" de os modelos de geração posterior terem melhor desempenho que os modelos superiores da geração anterior. Belo trabalho nesta 2070. A esperar o desempenho da 2060 para poder bater o martelo de melhor C/B nesta geração da NVidia. No mais, esperamos a AMD reagir com suas Vegas (ou seja lá qual nome darão pra nova geração), pelo bem do mercado, da competição e dos nossos bolsos. 

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
18 minutos atrás, Edvaldo J. Frederico disse:

@Rafael Coelho Bom dia

 

Você poderia colocar modelos de processadores que vão dar conta do recado dessa placa de vídeo.

Porque o usuário pode estar querendo montar uma máquina e pode ficar em dúvida se vai dar gargalo com determinado processador.

Nem todos possuem dinheiro para bancar um Core i9-9900K.

Verificar gargalo de processador faz sentido em testes de processadores, por isso quando fazemos testes de processadores sempre utilizamos uma placa de vídeo topo de linha (exceto em caso de processadores muito de entrada).

Em um teste de placa de vídeo, isso não faz sentido, queremos ver o potencial verdadeiro da placa, por isso é necessário usar o processador mais potente possível.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Triste realidade a nossa... Para se comprar uma placa de vídeo "intermediária superior" temos de gastar o equivalente ao preço de um PC "intermediário superior" sem a placa de vídeo. Dá para comprar um Xbox One X e sobra uma grana ainda!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP
1 minuto atrás, Campstoledo disse:

Na minha opinião ficou faltando comparativos da tecnologia Ray tracing no Battlefield 5 e acrescentar a GTX 1080 Ti nos testes.....

Nós tentamos, mas o Battlefield V deu alguns bugs durante os testes e tivemos excluí-lo. É melhor esperar até que o jogo e os drivers estejam um pouco mais maduros.

Quanto à 1080 Ti, aguarde o próximo teste (semana que vem) que ela será incluída.

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...