Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se

Como criar um controle de rotação para ventoinhas sem gastar um tostão


         245.131 visualizações    Refrigeração    33 comentários
Como criar um controle de rotação para ventoinhas sem gastar um tostão

Introdução

Você sabia que é possível modificar a velocidade de rotação de qualquer ventoinha localizada dentro do computador – ventoinha do processador, da placa de vídeo, do chip ponte norte, do gabinete, etc – para funcionar em pelo menos três diferentes níveis de velocidade (baixa, média e alta) sem gastar dinheiro? Isto é possível modificando a configuração dos fios usados pela ventoinha. Neste tutorial daremos a você instruções detalhadas de como fazer isso, reduzindo assim o ruído produzido pelo seu computador.

Ventoinhas podem ter dois, três ou quatro fios. Na tabela abaixo mostramos um resumo da função de cada pino e o esquema de cor mais usado para indicá-los. Existem duas coisas importantes a serem notadas aqui. Primeiro a cor dos fios pode mudar dependendo do fabricante da ventoinha. O esquema de cores mostrado na tabela abaixo é o mais comum. Segundo, todas as ventoinhas são alimentadas com +12V; no entanto, várias ventoinhas usam um fio vermelho em sua linha de +12 V, sendo diferente do código de cor usado pela fonte de alimentação, onde vermelho significa +5 V.

Pino

Função

Cor do Fio

1

Terra

Preto

2

+12 V

Vermelho ou amarelo

3

Sensor da velocidade de rotação da ventoinha

Amarelo, branco ou verde

4

Controle PWM

Azul

Importante notar que neste tutorial nossos exemplos são baseados em uma ventoinha de processador, mas tudo o que dissermos é válido para qualquer tipo de ventoinha localizada dentro do computador: ventoinha da placa de vídeo, ventoinha do chipset, ventoinha do gabinete etc.

Nas Figuras 1 e 2 você pode ver um conector de três e de quatro pinos, respectivamente. Note que a contagem é feita com a chanfrado presente no conector voltado para cima.

conector de uma ventoinha para processador usando três pinos
Figura 1: conector de uma ventoinha para processador usando três pinos

conector de uma ventoinha para processador usando quatro pinos
Figura 2: conector de uma ventoinha para processador usando quatro pinos

conector da ventoinha para processador na placa-mãe
Figura 3: conector da ventoinha para processador na placa-mãe; você pode instalar tanto ventoinhas com conectores de três quanto de quatro pinos

Os dois primeiros pinos alimentam a ventoinha com a tensão necessária para fazê-la funcionar. O terceiro pino é conectado ao sensor de velocidade de rotação da ventoinha e informa à placa-mãe qual é a velocidade de rotação atual da ventoinha. Este valor pode ser lido no setup da placa-mãe (ver Figura 4) ou através de um programa de monitoramento, como o Open Hardware Monitor. E, finalmente, o quarto pino é a entrada para o controle da velocidade de rotação da ventoinha, também conhecido como controle PWM (modulação por largura de pulso, Pulse Width Modulation), oferecido pela placa-mãe. Nas ventoinhas que têm este quarto pino a placa-mãe (ou a placa de vídeo) pode controlar a velocidade de rotação da ventoinha, normalmente de forma automática, dependendo do nível de utilização (carga) do processador ou chip gráfico.

setup da placa-mãe
Figura 4: setup da placa-mãe

Se sua ventoinha tiver quatro fios, você não precisa fazer o que explicaremos neste tutorial, já que sua ventoinha já tem um circuito para controle da velocidade de rotação. Nesse caso o que você precisa fazer é ir até o setup da placa-mãe e procurar por uma opção para habilitar este recurso (“CPU Smart FAN Control” e configure o modo para “Auto”, ver Figura 4). Isto diminuirá a velocidade de rotação da ventoinha do processador automaticamente quando seu computador estiver ocioso ou quando você não estiver usando uma aplicação pesada, como rodar um jogo.

Se, no entanto, você não estiver satisfeito com o controle PWM do seu computador, você pode remover o quarto pino (veja como fazer isso nas Figuras 6 e 7) e executar os procedimentos descritos neste tutorial.

Reduzir a velocidade de rotação da ventoinha é apenas uma questão de alimentá-la com uma tensão mais baixa. Mas como fazer isso se o conector da ventoinha fornece apenas +12 V? É exatamente isso o que explicaremos: é possível remover os fios de alimentação da ventoinha do seu conector e instalá-los diretamente no plugue de alimentação para periféricos da fonte de alimentação. Desta forma você poderá alimentar a ventoinha com +5 V (velocidade baixa), +7 V (velocidade média) e +12 V (velocidade alta). Apresentaremos também uma alternativa descomplicada para alimentar a ventoinha com +6 V (velocidade média).

  • Curtir 1

Comentários de usuários

Respostas recomendadas



Uma questão seria se essa ligação do FAN entre os 12V e 5V não poderia alterar a tensão da linha de 5V em situações de baixa carga, fazendo o PC desligar, lembro que quando certa vez eu recorri a essa ligação em uma fonte seventeam de 500W (400W) para testar um pequeno radio que precisava de 7V 500mA; era ligar o rádio e a fonte desarmar na hora... a fonte estava alimentando apenas esse aparelho, imagino que por isso teria acionado a proteção OVP na linha de 5V.

  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membro VIP

@F4b10, provavelmente a proteção é ativada. O que ocorre e está explicado aqui, e pelo que entendi se houver mais itens ligados consumindo tensões em 5v a proteção poderá não ser ativada porque consumiria a corrente entrante na linha de 5v.

 
  • Curtir 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu agradeço pelo tutorial! estava tendo problemas com um cooler que girava em rotação de resfriamento e só preciso dele para servir deexaustor para a máquina, fiz a alteração para rodar com 7V, redução de barulho foi muito impressionante. Testei o fan speed control,  mas por não possuir nenhum de 4 pinos para poder controlar a pwm, essa solução foi mais que satisfatória, não chamo de gambiarra e sim de uma alternativa funcional. Parabéns pela dica.

adicionado 0 minutos depois
Em 28/01/2016 às 20:58, Gabriel Torres disse:

@edolee com certeza, mas a proposta do artigo era ensinar a fazer algo sem gastar dinheiro... ;)

Realmente funciona, fiz o teste na prática aqui 

 

  • Curtir 1
  • Obrigado 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Gostaria de agradecer aos responsáveis pelo tutorial. Resolveu o meu problema, que era o incômodo causado pelo ruído dos cooler da fonte e do processador. Utilizei a opção de ligar os dois em série para conseguir a tensão de 6V. Como uso o pc para estudos e jogos leves, não era necessário que a ventoinha girasse sempre em velocidade máxima. Muito obrigado, mesmo!

  • Curtir 2
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites




Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa ser um usuário para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora

Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas comunidades sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×
×
  • Criar novo...

Ebook grátis: Aprenda a ler resistores e capacitores!

EBOOK GRÁTIS!

CLIQUE AQUI E BAIXE AGORA MESMO!