Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Placa de Vídeo GeForce 6200 TurboCache 64 MB 64 bits da XFX

       
 136.812 Visualizações    Testes  
 1 comentário

Nossos testes com a placa de vídeo GeForce 6200 TurboCache 64 MB 64 bits da XFX.

Placa de Vídeo GeForce 6200 TurboCache 64 MB 64 bits da XFX
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

O GeForce 6200 TurboCache é o mais recente chip gráfico de baixo custo da NVIDIA para o barramento PCI Express, concorrendo diretamente com o Radeon X300 SE HyperMemory da ATI. Neste teste compararemos o desempenho da GeForce 6200 TurboCache com 64 MB (“256 MB”) e interface de 64 bits da XFX com outros modelos de GeForce 6200 com diferentes configurações de memória e chips concorrentes da ATI, e também com alguns chips intermediários (GeForce 6600 e GeForce 6600 GT).

XFX GeForce 6200 TurboCache 64 MB de 64 bits

Figura 1: GeForce 6200 TurboCache com 64 MB e interface 64 bits da XFX (PV-T44P-QAH).

TurboCache (“TC”) é uma tecnologia que simula uma placa de vídeo de 128 MB ou 256 MB usando parte da memória Ram do sistema como memória de vídeo. Placas de vídeo TurboCache 128 MB possuem apenas 32 MB de memória de vídeo e placas de vídeo TurboCache 256 MB possuem apenas 16 MB de memória de vídeo. Portanto, mesmo que esta placa da XFX seja rotulada como “TurboCache 256 MB” ela possui, na verdade, apenas 64 MB de memória de vídeo. O restante – 192 MB – é roubado da memória RAM principal. A tecnologia HyperMemory da ATI usa a mesma idéia. Leia nosso tutorial sobre TurboCache para mais informações sobre este assunto.

O grande problema é que não apenas você pode ser enganado pelos exagerados “128 MB” para uma placa de 32 MB ou “256 MB” para uma placa de 64 MB. Cada placa pode usar um número diferente de bits na interface de memória. Você pode encontrar modelos de GeForce 6200 TC usando interfaces tanto de 32 bits quanto de 64 bits. É claro que modelos de 32 bits alcançarão metade do desempenho de modelos de 64 bits ao acessarem a memória de vídeo. Nossa maior preocupação é que geralmente os fabricantes não informam claramente quantos bits estão sendo usados no barramento de memória.

A XFX, por exemplo, possui sete modelos de GeForce 6200 TurboCache:

  • PV-T44P-QAM: 64 MB, 64 bits, perfil baixo
  • PV-T44P-RAM: 128 MB, 64 bits, perfil baixo
  • PV-T44P-KAH: 32 MB, 64 bits
  • PV-T44P-HAH: 16 MB, 32 bits
  • PV-T44P-KAM: 32 MB, 64 bits, perfil baixo
  • PV-T44P-QAH: 64 MB, 64 bits
  • PV-T44P-JAM: 64 MB, 32 bits, perfil baixo
  • O número de modelos com diferentes quantidades de memória e configurações de largura do barramento de memória é simplesmente incrível. Isso causa grande confusão no mercado.

    O modelo que testamos foi um PV-T44P-QAH, que possui 64 MB on-board (e é rotulado como “256 MB”) e interface de memória de 64 bits.

    Para deixar as coisas ainda piores, a NVIDIA não especifica um clock de memória padrão para o GeForce 6200 TurboCache, isto é, cada fabricante pode configurar o clock de memória que quiser. Então você poderá encontrar no mercado modelos com diferentes configurações de clock de memória.

    Portanto você deve ter muito cuidado na hora de comprar uma GeForce 6200 TurboCache para pode levar o modelo certo que você quer.

    Nós rodamos o programa PowerStrip para verificar os clocks usados pela placa testada, e o modelo que testamos estava rodando a 350 MHz com sua memória sendo acessada a 500 MHz.

    Você pode ver em nosso tutorial “Tabela comparativa dos chips ATI” a diferença entre o chip Radeon 300 SE HyperMemory e os outros chips da ATI, ao passo que em nosso tutorial “Tabela comparativa dos chips NVIDIA” você pode compará-lo com seus concorrentes fabricados pela NVIDIA.

    Vamos agora dar uma olhada mais de perto na GeForce 6200 TurboCache com 64 MB e interface de 64 bits da XFX (PV-T44P-QAH).

    Compartilhar



      Denunciar Artigo
    Entre para seguir isso  

    Artigos similares


    Comentários de usuários


    Estava no teste do Doom 3:

    "Este jogo permite vários níveis de qualidade de imagem, e fizemos nossos testes em dois níveis, low e high. Rodamos o demo1 quatro vezes e anotamos a quantidade de quadros por segundo obtida. O primeiro resultado nós descartamos de cara, pois ele é bem inferior ao das demais rodadas. Isso ocorre porque na primeira vez em que rodamos o demo o jogo tem que carregar as texturas para a memória de vídeo da placa testada, coisa que não ocorre da segunda vez em diante em que o mesmo demo é rodado. Dos três resultados que sobraram, aproveitamos o resultado com valor intermediário, isto é, descartamos o maior e o menor valor. Interessante notar que na maioria das vezes os valores obtidos pela segunda rodada em diante eram os mesmos. "

    Para evitar essa perda de tempo com os testes usando o Doom 3 o comando que deve ser usado é:

    timedemo demo1 -usecache

    Assim o jogo carregará todas as texturas antes de iniciar o teste, e "de primeira" dará o melhor resultado, não sendo necessária a execução de três vezes , pois com meus testes as variações foram , no máximo, na casa após a vírgula.

    Espero que eu tenha ajudado.

    Compartilhar este comentário


    Link para o comentário
    Compartilhar em outros sites


    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×