Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
marcelogon

Gargoyle - firmware alternativo para roteadores

Recommended Posts

Criei este tópico, sobre o firmware GARGOYLE, pois acha-se muito pouca coisa sobre ele nos fóruns nacionais, então quem tiver algum conhecimento e puder contribuir, pode ficar a vontade. Apesar de criar o tópico, tenho pouco conhecimento,então pode ser que eu não possa te ajudar, nas suas dúvidas,mas tem gente mais capacitada que eu, que poderá ajudá-lo.

Eu usei o DD WRT,no meu roteador WR841ND por vários meses, e achava bom,mas resolvi esperímentar o Gargoyle,e agora as páginas abrem bém mais rápido.Apesar de estar usando ele,tenho pouco conhecimento,só instalei e configurei o básico para o uso.

Atenção, só instale no seu roteador se tiver um certo conhecimento, para não danificá-lo,se resolver fazer,faça por sua conta e risco.

Sempre que for atualizar um roteador,dê um reset 30 30 30,antes e depois da atualização,isso ajuda a evitar erros na instalação ou atualização.

O gargoyle mostra a relação de todos os sites que foram acessados(e tem a opção de bloquear sites também),mostra o uso da internet de cada PC,em forma de gráficos,e segundo o Dwatashi o QOS é muito bom,melhor que no DD WRT.

se voce deixar o modem adsl em bridge e com ip 192.168.2.1, voce acessa ele através do roteador Com gargoyle sem nenhuma configuração(desde de que o roteador fique com ip 192.168.1.1).

Após instalar o gargoyle, pode-se acessar o roteador pelo ip 192.168.1.1, ele pede uma senha, e esta senha é password .

 

 

Video aula ensinando a instalar o GargoyleOutra vídeo aula e voltando pro firmware de fábrica 

 

Obs. Não sou o autor dos vídeos acima.

 

Instruções(em inglês, copie o link do site e cole no google tradutor).

Screenshots/Telas.

Fórum.

 

Download do gargoyle.

 

Unbrick\reviver roteador com firmware corrompido. 

 

Recuperando Roteador com Placa usb ttl serial, e Instalação do Firmware.

 

Link de Firmware Tp-Link para reversão

  • Curtir 9

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Firmware baseado no OpenWRT, pode ser customizado para suportar as necessidades de cada um, mas apenas os usuários que tem experiência em compilar os pacotes vão saber fazê-lo com facilidade.

Na verdade o QoS do Gargoyle oferece mais opções que no DD-WRT.

Nele além de você pode configurar valores para cada IP, você pode também configurar cotas de uso. Por exemplo se determinado PC usa muita banda que pode comprometer o uso por causa dos provedores, você limita uma cota e quando passada a internet é restringida. (Interessante para quem compartilha internet).

A única ressalva para o este firmware é que ele fica realmente bom para os roteadores mais recentes que possuem mais memória RAM e processadores mais rápidos. Eu já utilizei em pequenas redes ele como firewall principal, porque posso controlar muita coisa nele. A única desvantagem se comparar a montar um roteador com Pfsense por exemplo é a falta de um servidor proxy-cache. Até é possível fazer isso com o Gargoyle (assim como no dd-wrt, tomato) mas é necessário fazer o mod de SD para que tenha ao menos uns 4GB para fazer um cache interessante. (Em uma escola com o proxy cache, um link de 4MB e capaz de sustentar bem as aulas mesmo com os acessos de vídeos online. Porque nas aulas em laboratório, muitos acessam o mesmo vídeo.)

Um dos problemas do Gargoyle ao meu ver é apenas a demora para ser portado para outros roteadores. O OpenWRT é suportado por diversos roteadores, mas o Gargoyle não. Como é uma iniciativa open source, nem sempre se tem tempo para compilar para oferecer amplo suporte.

Editei algumas coisas no tópico, como o título e erros de digitação.

Quanto a instalação ela é muito semelhante a do dd-wrt, carregando diretamente da página de atualização.

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pra quem for experimentar o gargoyle,ele vem com a MTU setada em 1500,eu setei no meu para 1492,e as páginas tão abrindo bem mais rápido.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Me ajudem por favor!!!

instalei o firmware gargoyle: gargoyle_1.5.4-ar71xx-tl-mr3420-v1-squashfs-factory

no meu roteador tp-link MR3420.

Agora ele pede uma senha de login e eu não sei qual é.

Já tentei "admin" mas nao funciona.

Aguardo a ajuda dos senhores!!!!

Me ajudem por favor!!!

instalei o firmware gargoyle: gargoyle_1.5.4-ar71xx-tl-mr3420-v1-squashfs-factory

no meu roteador tp-link MR3420.

Agora ele pede uma senha de login e eu não sei qual é.

Já tentei "admin" mas nao funciona.

Aguardo a ajuda dos senhores!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Instalei o Gargoyle 1.5.9 no WR842ND, é ficou muito bom, acende todos os leds e a usb funcionando, gosto demais Do gargoyle.

Vejam foto do usb: capturar2hb.th.png

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu pelo tópico e pelas dicas via MP.

Ele tem algumas diferenças com o DD-WRT, que usava em um Linksys WRT54GS2.

Porém, adquiri um WR842ND, e queria testar outro firmware modificado.

Achei o Gargoyle mais estável quando se tem múltiplas conexões, comparando com o firmware original do router, porém senti falta da opção de vários SSID (se tem, não achei :P).

O controle de banda via QoS eu também achei um pouco confuso se comparado ao DD-WRT e ao firmware original.

Como mudei a internet de casa, de 8Mb para 35Mb, ainda vou fuçar um pouco mais nele, para distribuir a banda igualmente entre os dispositivos.

Qualquer novidade, postarei aqui.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se resolver sair do Gargoyle, voce deve instalar o "factory do DD WRT" e depois instalar o de reverssão do DD WRT para o da TP LINK.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Se resolver sair do Gargoyle, voce deve instalar o "factory do DD WRT" e depois instalar o de reverssão do DD WRT para o da TP LINK.

Valeu!

Mas, por enquanto, vou utilizar ele, pois o router está muito estável com o Gargoyle.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tentei limitar horários para usar o Facebook nele e não consegui, vê se tu consegue ai e me fala como se faz.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu quero utilizar o QoS porque tem uns engraçadinhos na rede que deixam o torrent comendo solto o dia inteiro, tornando a navegação e jogos online impossíveis de se utilizar.

Eu cheguei a criar umas regras no firewall/QoS, mas não funcionaram, enquanto o QoS do firmware original e o DD-WRT no Linksys funcionavam que era uma beleza!

Vou ver se consigo mexer nele com calma no fim de semana, pois com aula e trabalho, fica complicado...

edit:

Como solução paliativa, estou usando outro router na rede, esse sim com um QoS funcional, somente para o pessoal mais gastador de banda, porém o alcance dele é menor.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eu tentei limitar horários para usar o Facebook nele e não consegui, vê se tu consegue ai e me fala como se faz.

Vai ser difícil limitar horário do facebook.

Isto porque ele usa https, na limitação original ele por exemplo, não resolve o DNS do servidor. Mas como o cliente pode ter acessado o site, ele fica em cache, sabendo qual é o IP. Como é via https, o conteúdo é criptografado e difícil bloqueio.

Ao meu ver o meio mais seguro de bloquear seria usar um proxy transparente. Assim todo tráfego passa obrigatoriamente por uma porta e pelo proxy onde você pode determinar a regras de acesso.

Quanto ao QoS não estar funcional, talvez seja alguma limitação da versão ou mesmo a configuração. Pena não ter um WR842 para testar aqui. :(

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eu quero utilizar o QoS porque tem uns engraçadinhos na rede que deixam o torrent comendo solto o dia inteiro, tornando a navegação e jogos online impossíveis de se utilizar...

Respondendo a MP para a Geral.

Sim, eu recomendei e em partes devo ter incentivado o uso do Gargoyle.

Como estou sem um roteador que suporte ele atualmente, nem todas as minhas considerações são válidas porque os recursos podem variar de acordo com a versão.

1. Para os que usam torrent, use o sistema de cota de banda. Quando chegar em determinado limite ele automaticamente cai para uma velocidade baixa. Assim o usuário escolhe se é melhor usar o torrent ou fazer outros como jogar por exemplo.

2. No QoS, você primeiro tem que conhecer bem quanto você tem de cada via (download e upload, minha sugestão é usar o clássico speedtest e usar 90% da velocidade) Depois, você configura as classes as determinadas velocidades de uso. Por exemplo, colocava portas de serviços conhecidos como 80, 110, 443, etc em uma classe maior para deixar a navegação confortável. Colocava uma outra regra que caso o acesso por esta porta fosse maior que por exemplo 1MB ela caía para uma classe inferior. (A opção maximum packet length) E criava uma outra classe com outras portas para classificação baixa.

O básico é isso, dá um certo trabalho configurar, mas depois a rede funciona bem de forma autônoma.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Respondendo a MP para a Geral.

Sim, eu recomendei e em partes devo ter incentivado o uso do Gargoyle...

Primeiramente, obrigado pela resposta dwatashi.

Essa questão do limite de tráfego está meio fora de questão na minha rede, pois acaba gerando aquele "climão", principalmente por ser dividido entre amigos.

O problema do torrent foi solucionado em partes em utilizar somente um computador para baixar tudo.

Tirei o pó de um Celeron D que estava encostado e deixei ele como servidor torrent e de arquivos. Através do uTorrent Remote, todo mundo utiliza ele para baixar o que quiser.

Ativei o agendador nele, com os horários em que a banda pode ser 100% destinada aos torrents (horário comercial e de madrugada), e com banda restrita nos horários em que tem gente em casa.

Isso também irá reduzir a nossa conta de energia pois, ao invés de ter 4 computadores ligados, as vezes baixando a mesma coisa, agora tem somente um.

Agora quanto ao streaming , ativei o QoS automático e, incrivelmente, funcionou perfeitamente!

Nunca botei muita fé nesses processos automáticos, porém o QoS do Gargoyle é fenomenal!

Mesmo com torrents e streaming de mídia (Netflix/Youtube), os jogos online continuam com um ping abaixo de 50 - 60, que é um ping altamente jogável ainda e que não chega a me atrapalhar.

Com esses serviços desligados, somente com o jogo rolando, o ping fica entre 30 - 60, dependendo do servidor.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Agora quanto ao streaming , ativei o QoS automático e, incrivelmente, funcionou perfeitamente!

Nunca botei muita fé nesses processos automáticos, porém o QoS do Gargoyle é fenomenal!

Se tiver como acrescentar algo no tópico, fique a vontade, eu não entendo nada de Qos, e não entendi o que voce fez.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Se tiver como acrescentar algo no tópico, fique a vontade, eu não entendo nada de Qos, e não entendi o que voce fez.

QoS é a sigla para "Quality of service".

Ele faz um balanceamento da banda de internet disponível entre os serviços que estão utilizando a conexão, para que todos eles usufruam de uma velocidade condizente com a sua função.

Por exemplo, jogos online, que foi o que me motivou a utilizar o QoS.

Sem o QoS, o torrent e o streaming de mídia iria comer toda a banda disponível, gerando um lag terrível nas minhas partidas.

Porém, com o QoS ativo, ele reserva uma parte da banda para o game, liberando o restante para os outros serviços.

Na prática, isso torna o uso da internet muito mais fluido para todas as partes, sem a monopolização da banda por um determinado pc/serviço.

Um print de como deixei no router:

Gargoyle - QoS

Desse modo, não precisei configurar nada, o router faz sozinho.

Pode não ser tão eficiente quanto ajustar manualmente, parâmetro por parâmetro, mas resolveu para mim.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
QoS é a sigla para "Quality of service".

Ele faz um balanceamento da banda de internet disponível entre os serviços que estão utilizando a conexão, para que todos eles usufruam de uma velocidade condizente com a sua função.

Por exemplo, jogos online, que foi o que me motivou a utilizar o QoS.

Sem o QoS, o torrent e o streaming de mídia iria comer toda a banda disponível, gerando um lag terrível nas minhas partidas.

Porém, com o QoS ativo, ele reserva uma parte da banda para o game, liberando o restante para os outros serviços.

Na prática, isso torna o uso da internet muito mais fluido para todas as partes, sem a monopolização da banda por um determinado pc/serviço.

Um print de como deixei no router:

Gargoyle - QoS

Desse modo, não precisei configurar nada, o router faz sozinho.

Pode não ser tão eficiente quanto ajustar manualmente, parâmetro por parâmetro, mas resolveu para mim.

Então é só marcar a caixinha e salvar? No caso se tiver 2 pcs fazendo download ele vai dividir certinho 50% pra cada um? Quando tiver só um usando fica com 100% da banda.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Então é só marcar a caixinha e salvar? No caso se tiver 2 pcs fazendo download ele vai dividir certinho 50% pra cada um? Quando tiver só um usando fica com 100% da banda.

Ele não separa exatamente 50/50.

Por exemplo, eu estou jogando TF2, que usa pouca banda. O QoS identifica que o serviço usa pouca banda, e separa, por exemplo, 10% do meu link (35Mb) para o meu pc, e deixa o resto para as outras coisas.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Coloque também o print de como configurou as classes e reservas de banda.

Porque a parte que você mostrou foi a classificação e depois vem as classes.

Em resumo é o seguinte, as classes são as filas que você cria com qual a banda reservada a eles, e qual a prioridade. A classificação é quais os serviços são para cada classe. De acordo com o texto e print, a maioria dos serviços utiliza por padrão classe baixa. Se detectar as portas ele muda para classe superior e depois se utilizar mais banda, para classe inferior.

Em jogos você pode até otimizar, se você sabe quais são as portas que vai utilizar, coloca em prioridade máxima (padrão VoIP).

O que faço muitas vezes é deixar a classe VoIP com maior prioridade, mas limito a banda desta classe. Assim, se alguém tentar utilizar o torrent nesta classe, funciona, mas não tem muito ganho porque a velocidade seria baixa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Boa tarde pessoal!

Então, eu não mudei nada, só marquei as checkbox e salvei. xD

PESSOAL.... pequena pergunta

eu tenho um dlink 500B geração II (preto) e tenho um tplink. O dlink está em bridge e a discagem é feita pelo roteador tplink

imagens

DSL-500B_G2_Image_H(Side_OOBE).jpg, o meu tem um fan em cima :lol:

roteador-tp-link.jpg

o gargoyle deveria ser instalado no Dlink, no tplink, em ambos?

Me interessou deveras esse firmware, por ser opensource principalmente, e gostaria de baixar e instalar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×