Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
Philippe7

Debate sobre o livro - Eletrônica para Iniciantes - Gabriel Torres

Recommended Posts

E ae galera, beleza?

Comprei o livro (Eletrônica para iniciantes...) e estou gostando muito!!! Porque agora entendo mais profundamente algumas coisas do cotidiano que não imaginava tanto assim!!!

Além da leitura FÁCIL!!!

Mas a minha intenção é se alguém estivesse disposto a debater passo a passo sobre o livro comigo!

Se algúem se interessar eu já estou no capítulo 4 - Tensão elétrica contínua. Mas reviso os capítulos anteriores sem problemas..afinal..."revisar o que aprendeu é aprender mais ainda"...

Abraço a todos que se interessarem!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Desculpem a franqueza, mas eu tinha um livro do Gabriel Torres chamado "eletronica para autodidatas" (ou algo do tipo) que era bem ruinzinho de didática. Queria saber se este livro que vocês estão falando é mais fácil de entender.

abraços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Desculpem a franqueza, mas eu tinha um livro do Gabriel Torres chamado "eletronica para autodidatas" (ou algo do tipo) que era bem ruinzinho de didática. Queria saber se este livro que vocês estão falando é mais fácil de entender.

abraços.

É este memo cara....você deve achar ele ruim porque deve ter as moral em eletrônica...mas pra mim que sou INICIANTE MESMO, está bom!!!

Não me leve a mal na resposta mas também fui sincero.

Cara eu topo, alias eu tenho um, e faz tempo que não leio ele.

Beleza cara. Vamo fazer o seguinte...

Quando você for começar a ler ele você me avisa que eu começo a postar e a gente debate.

Abraço!

Coloque as suas questões que alguém ajuda.

Cara, desculpa ae mas essa não é minha intenção. Eu quero tipo um debate mesmo...tipo...Li uma parada e achei que fosse de um jeito (ou que não concordasse muito), aí vem alguém e troca ideia.

Parece a mesma coisa mas não é. rsrs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
É este memo cara....você deve achar ele ruim porque deve ter as moral em eletrônica...mas pra mim que sou INICIANTE MESMO, está bom!!!

Não me leve a mal na resposta mas também fui sincero.

Acho que não estamos falando do mesmo livro. Na época eu também era iniciante (e ainda sou), mas achei a didática do livro muito ruim.

Até logo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estou esperando sua resposta Valter...quando começar a ler dá ideia ae, porque já tem coisa que eu to querendo discutir hehehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi pessoal, obrigado pela discussão sobre o livro. Tenho a acrescentar:

1. A crítica em relação à didática do meu primeiro livro de eletrônica ("Fundamentos de Eletrônica", capa marrom, este aqui: https://www.clubedohardware.com.br/pagina/livro17) realmente procede. Ele foi escrito em uma época em que a minha relação com a editora na época estava deteriorada, e acabou ficando "meia boca", diferente do que eu queria. O livro atual é o "Eletrônica - Para Autodidatas, Estudantes e Técnicos", capa roxa, este aqui: https://www.clubedohardware.com.br/pagina/livro21, que foi bastante melhorado em relação ao primeiro.

2. Dito isso, há sempre espaço para melhorias. Eu sempre acompanho o que os leitores estão dizendo, e já detectei que há vários pontos que eu poderia melhorar neste livro, em particular dando mais exemplos de resolução de exercícios, explicações mais no estilo "passo a passo" e mais exercícios. Isso será feito em uma futura 2a edição (possivelmente em 2014). Se tiverem outras críticas construtivas, por favor, sintam-se a vontade em relatá-las para que eu possa resolver os problemas encontrados nesta possível 2a edição.

3. Eu mantenho erratas para todos os meus livros no seguinte endereço: https://www.clubedohardware.com.br/errata/ É sempre importante que meus leitores verifiquem neste endereço os erros já descobertos, para que você corrija o seu exemplar.

4. Apesar de ser um livro para iniciantes, há temas que não existem nem mesmo em livros mais avançados, como por exemplo, como ler o valor de componentes SMD.

Espero ter contribuído com esta saudável discussão.

Abraços,

Gabriel Torres

  • Curtir 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Primeiramente gostei demais do Gabriel ter entrado na conversa (pra falar que to curtindo muito o ELETRONICA...tenho o HARDWARE e REDES...kkkkkkkkkkkkkkkkkk)

Por enquanto eu não estou enfrentado problemas para entender o que eu li até agora ( Estou no Capítulo 5 e sei que tem bastaaante coisa pra ler)

A versão que eu comprei ainda tem uns erros que encontrei na pagina de erratas daqui. Mas está tudo consertado...Porém não entendi muito bem como funcionou a errata sobre LED. Mas talvez consigo acertar isso aqui no debate ou na prática.

vou começas hoje do capitulo 2 ok

O Valter (não sei se é o seu nome)

No capítulo 2 tenho uma coisa pra rever. O diagrama esquemático do radinho de pilhas Página 10. Acho que está faltando a fonte de energia. Ou o livro quis apontar mais o componentes???

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas tem duas. Uma no circuito integrado TDA7000 e uma no resistor 3 de 4,7k ohm. Eu acho que a que está no circuito está indicando a polaridade das conexões nele. Ou não?rsrs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, isso mostra que é o mesmo ponto, ou seja, em todo lugar que tiver a setinha pra cima você coloca o positivo, assim como o negativo, onde tem a setinha pra baixo você liga o negativo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Bom, isso mostra que é o mesmo ponto, ou seja, em todo lugar que tiver a setinha pra cima você coloca o positivo, assim como o negativo, onde tem a setinha pra baixo você liga o negativo.

Então acho que perguntei errado. Eu fiquei em dúvida sobre onde começa a alimentação (onde começa o fornecimento de energia. Ex: os fios onde ligam o polo positivo e o negativo da pilha).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

então, aqueles símbolos fazem justamente essa função, por eles você sabera onde deve colocar o mais e o menos

por exemplo, na pagina 353, tem um circuito com o 555 e o 4017, la você tambem tem os mesmos simbolos, ele mostram onde se liga o + e o - .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
então, aqueles símbolos fazem justamente essa função, por eles você sabera onde deve colocar o mais e o menos

por exemplo, na pagina 353, tem um circuito com o 555 e o 4017, la você tambem tem os mesmos simbolos, ele mostram onde se liga o + e o - .

Boa Valter!!! você é fera hein!!kkkkk

Agora Página 15 (Fontes de Alimentação).

>>Sobre dois símbolos: 1 - o que tem um sinal de senóide e o outro de tomada elétrica. Me parece que para representar tensão alternada posso usar os dois. O que você acha?

>>E se você souber de algum exemplo de gerador de corrente, comente ae.

>> Aterramento elétrico é o aterramento normal?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Sobree dois símbolos: 1 - o que tem um sinal de senóide e o outro de tomada elétrica. Me parece que para representar tensão alternada posso usar os dois. O que você acha?

A tomada serve para indicar especificamente a tomada elétrica (110 V ou 220 V, 60 Hz). O símbolo da senóide pode indicar qualquer tensão alternada senoidal, com tensões diferentes e frequencias diferentes da rede elétrica. Ou seja, a tomada sempre indica tomada elétrica, mas o símbolo da senóide nem sempre indica a tensão da rede elétrica.

E se você souber de algum exemplo de gerador de corrente, comente ae.

Gerador de corrente é um aparelho teórico usado nos circuitos equivalentes de Norton.

Aterramento elétrico é o aterramento normal?

NÃO. Aterramento elétrico em circuitos de corrente contínua (CC ou DC) indica o pólo negativo da fonte de tensão.

O aterramento elétrico indicando "terra da rede elétrica" usa o símbolo "massa".

Ver a diferença na Figura 2.8.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

aaaaaahhh!!! Então MASSA representa tipo o fio terra da rede elétrica? Porque pelo que eu entendi e você falou, aterramento elétrico em CC é o símbolo GND.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O simbolo que representa o negativo da bateria ou fonte, nem sempre representa o negativo dela! Dependendo do circuito pode simplesmente representar uma referencia para outras tensoes...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
aaaaaahhh!!! Então MASSA representa tipo o fio terra da rede elétrica?

Exatamente.

O simbolo que representa o negativo da bateria ou fonte, nem sempre representa o negativo dela! Dependendo do circuito pode simplesmente representar uma referencia para outras tensoes...

Perfeito, não estava pensando em circuitos mais complexos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Exatamente.

Perfeito, não estava pensando em circuitos mais complexos.

Gostava de perceber isto, pode explicar por favor.

Obrigado.

Aqui vai a minha contribuição.

Em engenharia eléctrica/electrónica, o termo comum (muitas

Vezes "terra") refere-se ao ponto de referência em um circuito

eléctrico/electrónico a partir do qual são medidas outras ensões, ou um caminho de retorno comum para a corrente eléctrica.

A tensão é uma quantidade diferencial. Para medir a tensão de um único ponto, é necessário um ponto de referência. Este ponto de referência comum considera-se como tendo tensão zero.

Pode ser o ponto mais negativo ou mais positivo do circuito ou nenhum destes.

Depende do circuito.

O símbolo do comum apresentado nos circuitos electrónicos é usado para representar uma ligação comum em todas as partes do circuito esquemático.

É usado para simplificar diagramas esquemáticos, eliminando

as linhas a que estão todos ligados electricamente a esse mesmo ponto do circuito.

É importante lembrar que o comum de um circuito electrónico é muitas vezes referido como ground (solo ou chão em português), mas isso não significa que ele está ligado à terra ficamente ,como em muitos esquemas que podem ser encontrados na internet e na documentação de produtos.

Isto pode levar a incorrectas análises dos mesmos circuitos sobretudo em análise de sinais.

Note-se por exemplo que na literatura de análise se fala em circuitos com transístores no modo de emissor comum e não de

emissor à terra.

O uso do termo "terra" é tão usual em aparelhos eléctricos e

electrónicos que circuitos e dispositivos electrónicos portáteis, como telefones e players, bem como circuitos em veículos

pode ser falado de como ter uma conexão "terra", sem qualquer conexão real com a Terra.

A confusão surge em muitas situações e parece resultar da tradução (e interpretação) dos termos ingleses :

Ground traduzido por terra quando na realidade devia ser solo, ou chão.

Earth que significa terra.

A generalização vai ao ponto de se englobar coisas bem diferentes e que na literatura inglesa se refere como signal ground , chassis ground e earth ground , e meter tudo no mesmo saco : "terra".

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Philippe7 apenas para informar a você e outros leitores do livro que peparei um PDF contendo o desenvolvimento completo de todos os exercícios. O PDF está disponível aqui.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Gabriel Torres  Obrigado! Fiquei tão empolgado, que li o livro todo e fiz a maioria das questões e nem debati com a galera aqui kkkkkk já fiz até um projetinho pra minha namorada ^_^

Parabéns pelo livro! Você foi muito feliz na linguagem usada...muito fácil!

Minha meta agora é o Redes de Computadores, porque estou fazendo este curso.

Abraço!

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×