Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
costa Marcelo

RESOLVIDO Válvula eletrõnica

Recommended Posts

se alguem puder me ajudar,

 

é o seguinte, fiz um projetinho para automatizar uma maquina de selar sashe.

a maquina usa uma valvula eletronica de potencia modelo 833c.

ela ta gerando muito ruido na rede AC e resetando o microcontrolador.

 

coloquei um capacitor de 47uf em paralelo com um de 100nf ceramico nos pinos de alimentação e nas saidas que sao valvulas solenoides acionadas por rele coloquei filtro snnuber.

 

to pensando agora em blindar a caixa que montei o circuito, devido a valvula trabalhar em alta frequencia.

 

alguem tem alguma sugestao ou indicar uma literatura que possa me ajudar.

 

obrigado.

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tem esquema da tal válvula e da carga que está sendo acionada? 

 

Você não disse que tipo de válvula estava se referindo. 

Com o código que você informou, para mim você está se referindo a esta válvula aqui:

833C-TAY.jpg

O que não faz sentido, pois estas aí são usadas em transmissores de estações de rádio. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

é essa valvula mesmo albert, um triodo de potencia.

a maquina solda pvc por alta frequencia.

 

meu trabalho é colocar uma alimentação de produto automatica nessa maquina,

então usei uma garra pneumatica para segurar a fita e um cilindro pneumatico para empurrar a fita até o local da solda.

esta pronto, so que o pic fica resetando, acho que é devido a alta frequencia que a maquina trabalha ~30Mhz.

 

preciso de um caminho para fazer um filtro melhor para a placa que vai o pic e/ou uma blindagem da caixa que montei o circuito.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Além das tradicionais técnicas de blindagem, distanciar o máximo da fonte de ruidos, proteger com blindagem de metal, fios dos sensores blindados, proteger pino de reset, alimentação adequada e etc existe alguma no sw também.

 

P.ex. ao acionar a válvula (se for o mc que controla), neste momento ou durante o estado on dela, faça com que TODOS os pinos sejam SAÍDA. Isto a princípio evita que sinais indesejados atuem no mc. Também coloque algum capacitor em cada pino quando possível e pertinente, mesmo que seja saída. Atenção às trilhas vcc e gnd: que não fiquem zanzando por aí de forma aleatória. De fato nenhuma trilha. Que sejam otimizadas, concisas e objetivas

 

Se seu produto tiver display lcd, prefira não comunicar com ele lendo o sinal busy por neste momento os pinos do mc se tornam entrada

 

E alguns etc de algumas décadas de calo que não caberiam neste post

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

isadora obrigado pelas soluções, vou trabalhar nelas.

 

to postando a o layout da placa, se alguem tiver sugestões para melhorar,

sou eletricista e to começando na eletronica e estou estudando só pela web mesmo.

 

agradeço a todos pela ajuda.


segue layout da placa.

CLP_03.pdf

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

é essa valvula mesmo albert, um triodo de potencia.

 

esta pronto, so que o pic fica resetando, acho que é devido a alta frequencia que a maquina trabalha ~30Mhz.

 

Finalmente ... achei uma das interferências inexplicáveis que aparecem durante o dia nas faixas de 27-29 Mhz ...... kkkkkk

 

Usar um triodo desses gera uma RF enorme , é uma válvula usada em transmissores de alta potência ! 

 

Eu ví um amplificador que utilizava duas delas no ARRL HANDBOOK, isso na década de 80 .... pensei que estavam extintas , mas pelo que vejo encontraram um uso para eles, e o pior é que gera uma quantidade absurda de interferências, pois o oscilador deve ser do tipo mais vagabundo possível....

 

Nós, que ainda tentamos usar o radio amadorismo, estamos mesmo fadados à extinção aqui no Brasil... já não bastava esse INTERNET PARA TODOS, que vai acabar com a possibilidade de se utilizar a banda de 1.8 - 7 Mhz, ainda temos de aguentar triodos de alta potência usados em máquinas de solda de PVC por RF ..... argh.....

 

Paulo

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

paulo me desculpe a ignorância, sera que tem como substituir esse triodo por circuitos com transistor para essa finalidade.

pode me indicar livros ou sites sobre esse assunto.


isa como eu protejo o pino de reset, voce se refere ao hardware?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sim. Essencialmente a trilha que liga ao pino reset deve ser bem pequena. E claro não deve esquecer do capacitor entre este pino e o pino gnd do mc. Tudo quase colado. Mas o que deve dar um bom resultado é você blindar o circuito e/ou tirar ele da 'reta' do rf emitido pela válvula.

 

Provavelmente a frequencia não é tão alta assim. Se for em torno de 1~2Mhz sabe aqueles nebulizadores que você vê nas farmácias? Tem um fet pra acionar a pastilha de ultrassom que trabalha nesta faixa e pode dar uns bons watts

Tente descobrir qual a potência e frequência que este seu treco trabalha

Publique o esquema em jpg pra gente economizar clique do mouse


Ah agora que reli... 30Mhz. Aquele fet não deve dar...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que o amigo se equivocou com relação a freqüência rsrsrs.

Vejam os dados da válvula:

Specification:

Anodevoltage: max. 4000V
Anoden dissipation: max. 300W
Output power : >1.0kw
Filament voltage : 10 V
Filament current : 10A
Amplification factor:35
Frequency: 30 MHZ

 

 

Será que realmente trabalha com os 30Mhz? 


Pense aí? kkkk  30Mhz em 1000 watts


Ideia para blindagem:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@albert_emule,

Essa válvula faz 28 Mhz tranquilamente, existem vários projetos de amplificadores com ela. Agora, se nessa aplicação em PVC ela está oscilando em 10, 20 ou 30 Mhz , só vendo mesmo.....

Mas com essa potência toda.... É só me avisar quando estiver ligada e eu procuro ela no meu rádio kkkkk 1 KW em 28 Mhz faz um estrago enorme !!!!

Paulo

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

a maquina é antiga e nao tem manual, nem sequer esquema eletrico.

 

mas a potencia é cerca de 1,5kw. a frequencia nao tive como saber ainda.

citei 30Mhz pelo manual da valvula.

 

valeu mesmo pelas dicas.

ja obtive resultado afastando o painel da maquina, vou melhorar fazendo a blindagem e um bom aterramento e seguir as dicas de todos.

 

eu nao conhecia a valvula , mas to encucado porque se vende a maquina nova com essa valvula.

sera que nao compenssa desenvolver o sistema com tecnologia mais atual?

 

Marcelo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@costa Marcelo,

 

Olha, poder claro que pode, mas transistores de RF para essa potência são bem mais caros, e costumam queimar muito fácil, precisando de grandes dissipadores.

 

Já a válvula nem precisa ser nova, pode ser meia boca, não costuma queimar fácil de nenhuma maneira, e basta uma para dar uma excelente potência....

 

Resumindo : CUSTOS !!!

 

Paulo

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma curiosidade:

Nesta faixa de potência, quem daria mais eficiência energética, válvula ou transistor??

Vi que tem saída de até 1000 watts, suporta dissipar até 300 watts e consome 100 watts para aquecimento. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

obrigado mesmo pela disponibidade de todos em responder.

em meio de tantos problemas que surgiram na execução desse projeto, nao estava conseguindo enxergar a solução para as interferencias gerada pela valvula.

dificuldades superadas com ajuda de vocês, simbora procurar um novo desafio.

que Deus abençoe vocês, isa, paulo e albert.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@albert_emule,

 

Válvulas são mais parrudas, e não queimam tão facilmente quanto os transistores....

 

Existiram válvulas para transmissão profissional que forneciamm mais de 10 Kw em 100 Mhz  ( FM ) .... tinham uns 80 cm de altura, pesavam uma barbaridade, e possuiam um sistema de refrigeração à água corrente ..... 

 

Entre os rádio-amadores, existiram algumas válvulas muito populares, como as EIMAC 3-500Z e a 3-1000Z, que faziam excelentes amplificadores de uma só válvula !

 

http://www.w3gas.com/3500comp.html

 

http://www.tubecollectors.org/eimac/archives/31000z(74).pdf

 

Existiam projetos no ARRL Handbook que utilizavam três dessas válvulas nos amplificadores de RF... já pensou o estrago ??????

 

Um amigo meu tinha um amplificador MAC-1000 com três válvulas se não me engano 6KD6 na saída, e o cabo da antena passava a menos de meio metro da cabeça dele; quando ele começou a usar isso toda noite, o cabelo dele começou a cair.... Embora pouca gente fale disso, esses níveis de RF tão perto da gente podem causar problemas de saúde mesmo.

 

Eu tinha um Transoceanic-1000 , e uma antena quadra-cubica de 4 elementos. Quando acionava a transmissão, qualquer aparelho que estivesse na direção de irradiação da antena parava de funcionar, seja Televisão, aparelho de som, rádio, fonte de alimentação... tudo recebia uma RF enorme. Equivalia a transmitir 14 Kw a menos de 35 metros das pessoas.....

 

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Um amigo meu tinha um amplificador MAC-1000 com três válvulas se não me engano 6KD6 na saída, e o cabo da antena passava a menos de meio metro da cabeça dele; quando ele começou a usar isso toda noite, o cabelo dele começou a cair.... Embora pouca gente fale disso, esses níveis de RF tão perto da gente podem causar problemas de saúde mesmo.

 

Paulo

 

Deve ter caído o cabelo pela emissão de raio X, que as válvulas emitem. Esta sim é comprovadamente prejudicial a saúde.  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×