Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
escudero

Como reduzir a corrente de excitação do transformador?

Recommended Posts

Boa noite,

 

tenho um transformador toroidal de 3KVA ligado a um relê que uso para esquentar uma resistência de grafite. Como o relê liga e desliga constantemente o transformador, a corrente de excitação muitas vezes desliga o disjuntor da minha rede. A corrente normal de operação é de 10A a 220V, e o disjuntos de 35A.

Existe alguma forma de reduzir a corrente de excitação do transformador? Se eu ligar um estabilizador antes dele, posso reduzir o impacto desta corrente na minha rede?

 

Obrigado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

oi. Não conheço a tal resitencia grafite mas caso seu comportamento seja igual à uma lâmpada incandescente, ela possui uma resistencia bem baixa quando fria e isto provavelmente está a desarmar seu disjuntor. Neste caso, uma alternativa seria p.ex. alimenta-la com metade da potencia por algum tempo pra preaquecer de depois aplicar a potencia total. Um diodo ou scr: de repente uma solução. Ah claro, isto entre o trafo e a resistencia NUNCA antes do trafo.

 

Uma + simples, coloque um disjuntor de maior corrente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado Isadora,

 

vou tentar colocar um dimmer entre o transformador e a rede para reduzir a tensão no tranformador pela metade (de 220V para 110V). Dai vou colocar o rele em paralelo a este dimmer, para ele mudar a tensão de entrada no transformador de 110V para 220V. Ou seja, o trafo ai ficar sempre com 110V ou 220V ao invés de 0V e 220V. 

 

Pode funcionar?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pode sim amigo. Só não deve esquecer que sua resitencia vai ficar sempre "morna" consumindo cerca de 1/4 da potência. Se isso não for problema, tudo bem. E outra óbvia, seu dimmer deve ser capaz de suportar a corrente. Este de chuveiro pode dar conta mas lembre-se que ele pode esquentar placar alho por isso ele é acoplado no cano de água fria.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@escudero,

 

Esse seu trafo de 3Kva é um baita indutor, e sempre vai ter uma enorme corrente inicial. O que voce pode fazer é trocar o seu disjuntor por um modelo industrial mais adequado, do tipo que se usa em motores, pois eles são feitos para aguentarem uma grande corrente inicial. Acho o caminho mais fácil de todos.

 

Se for montar um Dimmer .... não se esqueça de incluir nele um Snubber, e capriche no Triac, pois será um baita dum pico de corrente... E lembre-se de usar um bom dissipador !

 

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado Alphawk,

 

Não sei se da para trocar o disjuntor, pois minha oficina fica no meu apartamento. Precisaria mudar o disjuntor do prédio. O sindico não ia gostar muito :)

 

No caso do Snubber, eu preciso colocar ele em paralelo ao trafo, entre o trafo e a rede elétrica? Qual seria a melhor especificação para o Snubber, sabendo que a tensão de entrada do transformador é de 220V e sua potência de 3Kva? Ou seja, a corrente de entrada pode ser de até 15A normal. O pico  de excitação parece ser mais que 50A, pois é o limite do disjuntor (tipo C) que está desligando na partida.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@escudero,

Olha, com certeza seu apartamento possui disjuntores próprios. Trocar por um que aguente a corrente de surto não me parece um problema "enorme", desde que seja da mesma capacidade. Seria trocar o seu tipo C pelo tipo D , e pronto, problema resolvido !

Só como informação, a corrente de surto pode ser de 10 vezes a corrente normal, ou seja, pode chegar sim a 150A ....

Vamos aguardar outras opiniões ....

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nossa 150A numa carga de grafite??

Não.

Só da corrente inrush:

http://www.osetoreletrico.com.br/web/documentos/fasciculos/ed56_fasc_protecao_capIX.pdf

Sugiro um relé de tempo em paralelo com um resistor limitando a corrente a uns 30A.

Temporiza o relé em 1 segundo.

Usa um resistor daqueles de fio, de uns 15 watts. É necessário calcular a resistência necessária.

 

2.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na verdade são 15A na entrada de 220V. A saida do transformador tem cerca de 4V e 800A, que é o que efetivamente passa no grafite. Meu experimento é para criação de diamante sintético e o grafite chega a 1500 graus.

Algumas brincadeiras minhas: https://www.youtube.com/channel/UC1y5CedNqH29pKX84kBd31g/videos

 

abraços


Obrigado Albert,

 

vou testar neste final de semana. Não conhecia rele de tempo. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não vem ao caso, mas pelo que sei, o grafite tem que ficar semanas aquecido sobre alta temperatura e altíssima pressão.

A pressão é tão alta, que usam uma máquina gigante que só produz uma mísera pedrinha.

bateria-de-m%C3%A1quinas-para-fabricar-d

 

Acho difícil conseguir tamanha pressão em casa hehehe.  

"Para cristalizar o carbono em diamante, é necessário que o carbono sofra uma pressão de 70 mil quilos por centímetro cúbico, a uma temperatura de 1700 a 2500 graus Celsius"

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente é um desafio.  Mas com a força certa, da para alcançar sim.  Preciso de uma pressão de 5,4GPa.  Já atingi 3GPa , mas minha peça de carboneto de tungstênio quebrou.  Estou testando uma nova montagem que deve alcançar a que preciso. Com relação a temperatura, já consegui chegar também.

As pesquisas acadêmicas atuais, conseguem criar o diamante em 4 dias.  Se der certo, será ótimo. Consumir energia de um chuveiro elétrico por 4 dias e ter um diamante

 

Mas para mim, isso é um hobby.  Como sou físico, ajuda um pouco.

 

Te passo o vídeo do meu experimento do próximo final de semana.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A ideia do relé temporizado em paralelo com um resistor, é o mais simples. 

Mas pode terminar saindo mais caro rsrsrs. 

 

Um relé destes não sai por menos de 50,00. 

O resistor deve sair por uns 5.00 ou mais.

 

A ideia do dimmer é mais barata.

Tente com um Triac BTA 40. É o mesmo que usam em chuveiros.

 

Dimmer para transfonador tem que ser assim.

Desconsidere a ponte retificadora na saída do trafo. 

lampdimmer.jpg 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×