Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Entre para seguir isso  
sysirc

Afinal, 64bits Vale A Pena?

Recommended Posts

tipo pessoal, eu to afim de usar 64bits, mas, como muita gente, tenho medo e muitas dúvidas, entra elas...:

- Quais as incompatibilidades que podem ocorrer no AMD 64bit com programas 32bits e hardwares?

- O AMD64 é muito mais rápido que os 32bit (claro, depende com qual comparar...)?

- Caso os programas 32bit tenham alguma incompatibilidade, como saber se o programa é compatível? Existe algum "truque"?

- Há risco de incompatibilidade nesta configuração?

------------------------------------------

- AMD Athlon 64bit 2.8

- Placa Mãe Msi K8T NEO-FSR

- 1Gb Corsair Dual Value

- Hd Sata 120 Gb Seagate 7200

- Radeon 9600 Xt

- Leitor de Cd e DVD

- Gravador de cd (sim, 2 drivers)

- Placa de rede Realtek

------------------------------------------

Pretendo usar Win XP Pro e o PC vai ser utilizado para:

- Edição de audio (bastante)

- Envio de audio (rádios e tal)

- Edição de vídeo (raramente)

- Edição de fotos/imagens (não muito)

- Jogos (pouco)

valeu desde já! Esse fórum é muito arrebenta! Só não frequento mais porque essa carroça aqui é ###### d abri site pesado assim hehehe...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vale...

Não existe que eu saiba incompatibilidade com programas 32bits utilizando um processador 64bits e creio que nem vai exister :D

O Athlon 64bits de mesmo PR de um de 32bits e mesmo cache e etc em aplicativos 32bits teriam praticamente a mesma performance, mas se for rodar algo em 64bits a coisa já muda de padrão :D

Eu não gosto de memórias Corsair porque elas me decepcionaram um tempo atrás e eu fiquei de mal com ela e não fiz as pazes até hoje =[

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
 

Eu não entendo de nada disso mas, não seria assim?:

- Os programas 32bit rodados em 64, rodariam normalmente já q eles não vão usar os 64bits e sim 32bits...

devo ta falando ##### né... deixo para quem intende.. hueahoeiuhu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu acredito que seria jogar dinheiro fora você comprar um 64bits para edição de audio, com o custo você conseguiria fazer uma outra configuração que para você vai valer bem mais a pena...

64bits ajuda mais para quem precisa fazer contas enormes, calcular derivadas monstruosas, porque 32bits as variaveis são menores

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
 
Postado Originalmente por zelaumbr@18 ago 2004, 20:25

Eu acredito que seria jogar dinheiro fora você comprar um 64bits para edição de audio, com o custo você conseguiria fazer uma outra configuração que para você vai valer bem mais a pena...

64bits ajuda mais para quem precisa fazer contas enormes, calcular derivadas monstruosas, porque 32bits as variaveis são menores

só q daqui um tempo 32bit é coisa para museu e doação heihie

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por sysirc+18 ago 2004, 20:34-->
zelaumbr@18 ago 2004, 20:25

Eu acredito que seria jogar dinheiro fora você comprar um 64bits para edição de audio, com o custo você conseguiria fazer uma outra configuração que para você vai valer bem mais a pena...

64bits ajuda mais para quem precisa fazer contas enormes, calcular derivadas monstruosas, porque 32bits as variaveis são menores

só q daqui um tempo 32bit é coisa para museu e doação heihie

Não é bem assim não. Ainda vai levar um tempo para os Processadores de 32 Bits irem para o museu. A prova disso é que a AMD acaba de lançar o Sempron que é de 32 Bits.

Mas também não acho que seja negócio investir em um computador de 32 Bits muito avançado. No máximo eu pegaria um Athlon XP 2600+, acima disso aí eu já acho que não é negócio mesmo não.

Até+ :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
 

é q tipo, esse pc q eu vou compra é praticamente definitivo! minha família só troca d PC a cada 6 anos no minimo (só olhar config do meu PC atual e confirmar isso) :)

Esse PC aqui eu acho q é la de 95 96... antes eu tinha um 486 q viro um 586 recentemente e eu dei pro meu primo heheheh (o PC) :hehehe:

valeu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em 2005 a Microsoft vai lançar o Windows-64, a partir dai todos os sistemas operacionais deverão adotar esse padrão de otimizaçao ...

ou seja, é o futuro

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por sysirc@18 ago 2004, 21:07

é q tipo, esse pc q eu vou compra é praticamente definitivo! minha família só troca d PC a cada 6 anos no minimo (só olhar config do meu PC atual e confirmar isso) :)

Esse PC aqui eu acho q é la de 95 96... antes eu tinha um 486 q viro um 586 recentemente e eu dei pro meu primo heheheh (o PC) :hehehe:

valeu

O Athlon 64 trabalha tanto como Sistemas Operacionais de 32 bits (Windows XP), como Sistemas Operacionais de 64 bits.

Se você pretende ficar tanto tempo com um PC, entendo que o Athlon 64 é a melhor opção.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha meu Amigo Sysirc você deve pensar o seguinte:

A tecnologia do Atlhon 64bits é muito recente porém muito defeituosa desde quando começou a linhagem de processadores 64bits ate hoje eles já inventaram trocentos processadores diferentes depois do lançamento, acho que seria viavel você esperar mais um pouco ate porque AGP vai ser substituido por PCI Express e mais uma serie de coisas vão mudar tbem:

Si eu fosse você faria como Eu estou fazendo, iria juntando dinheiro assim quando acabasse a febre de inovações tecnologicas para micros e todos os produtos forem testados e retestados e logo depois aprovados ai eu compraria a minha maquina. :joia:

Mais quaso seja muito urgente a sua troca compre um intel que é excelente e não ira te decepcionar, só que nesse caso você gastaria um pouco mais de dinheiro, mais é pouca a diferença. :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

sysirc, deixa fazer uma sintese para você. Vai depender muito o que você quer.

você atualmente trabalha com que máquina? Vai dizer que é o K6-2 :D

Nos programas que você citou, com um A64 2800+ você terá um desempenho muito bom, mas um Athlon XP bem mais baratinho (2600+) poderia te oferecer quase a mesma coisa por um preço bem menor. Mas isso depende o que você usa atualmente.

A vantagem do A64 é oferecer grande desempenho com mais recursos e trabalhando gelado (consumo baixo). Eu que sempre opto por overclock nas minhas máquinas iria de A64 sem pestanejar, junto com uma board Chaintech NF3-250 (custa barato e tem muitos recursos) ou outras várias com chipset VIA K8T800 PRO.

Quanto ao que foi dito de a tecnologia é muito recente e defeituosa é algo sem pé nem cabeça, que só pode ter o objetivo de desqualificar.

PCI Express é algo sem importância agora e daqui a 1 ano ainda será. Talvez até 2006 não tenha importância para a maioria, pois placas de video não tem como gargalo a interface. E você colocou que jogos é segunda prioridade.

O PCI Express será interessante para quem trabalha com intenso tráfego de entrada e saida, com controladoras RAID 5, gigabit lan, etc.

Um P4 também te serviria muito bem nessas aplicações.

Seria bom você colocar o que você tem atualmente para pesar o custo benefício de um upgrade.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou dar uma resumida nos sistemas de 64 bits:

Nos computadores a informação numérica é representada por uma sequüência de bits. Com 32 bits é possível representar até o número inteiro 4294967296, enquanto com 64bits é possível representar até 18446744073709551616.

Já para o ponto flutuante ocorre algo diferente: ao invés de aumentar apenas o número máximo representável, o aumento da quantidade de bits de um processador aumentará a precisão com que um número de ponto flutuante é representado.

Quando algum programa precisa trabalhar com números maiores que a capacidade de representação do processador, são utilizadas diversas técnicas para "driblar" este limite. Geralmente estas técnicas consomem vários ciclos de clock, pois envolvem a movimentação de números do processador para a memória e vice-versa. Geralmente programas de fins científicos se beneficíam muito deste tipo de processador. Programas "domésticos" não ganham muito pois já são plenamente funcionais com os limites e técnicas de programação atuais.

O uso de um processador de 64bits trará ganho de desempenho em situações nas quais sejam necessários números maiores que os representados por 64bits. Logo de cara dá para ver que usuários domésticos não terão muito a ganhar.

Porém não é bem assim. Programas que trabalhem com ponto flutuante ganharão em velocidade e precisão, pois existirão mais bits para representar um número real (float) e não serão necessário ciclos extra para processar um número grande. Jogos terão mais qualidade e velocidade, programas gráficos também terão a ganhar, bem como aplicações científicas, sons e tudo mais.

Agora começou a ficar interessante, não ? B)

Mas tem mais. Pouca gente percebeu que hoje o barramento de memórias já é de 64 bits, porém o do processador é de apenas 32bits. Para cada palavra de 64bits transferida pela memória, o chipset deverá quebrá-la em 2 de 32bits e repassá-la ao processador. O caminho contrário também é verdadeiro: o chipset espera 2 pacotes de 32bits para montar um de 64bits e enviar à memória. Este processo todo apresenta alta latência, pois sempre há necessidade de esperar algo.

Com um processador de 64bits será possível lançar os dados diretamente no barramento de memória. Por quê vocês acham que os Opteron lançaram a controladora de memória on-die ? Porque é muito mais simples implementar uma controladora assim, sem buffers e mecanismos de empacotamento. A latência total diminúi e o sistema ganha desempenho.

Exístem diversas outras mudanças qua os processadores de 64bits trarão. Isto é apenas uma pequena ideia do que está por vir.

Quanto aos programas, eles apenas terão cara nova se o fabricante assim o desejar. Como já conhecemos muito bem a onipresente Microsoft, podemos apostar que o novo sistema operacional terá muito mais botões gordinhos, cores fofinhas e janelas "esmaecendo" por todo lado, porém tudo por questões estéticas e mercadológicas, e não por causa de alguma mudança técnica. Os sistemas ficarão, contudo, mais poderosos, precisos e confiáveis, juntamente com os aplicativos e os jogos.

http://www.forumpcs.com.br/viewtopic.php?t=42760

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
 

Bom, o pessoal ta falando muito de desempenho e tal, eu sei que não mudaria muito de 32bit para 64bit atualmente, mas o problema é que logo começam a aparecer programas 64bit, por exemplo, o photoshop, provavelmente ele vai ser lançado em 64bit, e eu gostaria muito de usá-lo na versão mais recente (64bit no caso).

outra coisa, Pentium num pode chegar nem perto daqui, pelo simples fato de ser terrível. para quem discorda aqui vai um exemplo:

"Ano passado fui na casa de um amigo meu, ele tem um P3 700mhzt (+- isso), e eu meu K6-2 350 :) eu pensei, "nossa, deve ser melhorzinho", quando cheguei lá, vi que o computador não conseguia nem abrir uma pasta na mesma velocidade do meu PC e muito menos instalar programas, sem falar que ficava congelando de 5 em 5 minutos (ou menos). Ah! Eu tb tentei editar figuras com o FireWorks lá (+ leve q o photoshop e + prático, perfeito pro meu PC lentro), quem disse que eu conseguia? Só para arrastar um texto era um sufoco, eu tinha que adivinhar onde o texto iria aparecer, porque ele aparentemente não se movia..." Desde esse dia eu tenho certeza q pentium num vale 1 centavo do preço.

Ahn, o vi gente pedindo o que eu tenho aqui, bom, eu pretendo utilizar + coisas com o PC novo, mas eu uso basicamente isso aqui:

- mIRC 6.x (DIRETO);

- CoolEdit Pro 2 (Editor de audio, bem parecido com soundforge) (bem usado);

- FireWorks MX (não é o 2004) (não uso com muita freqüência);

- ICQ Lite (2003 fica 2x mais lento hehee) (uso direto tb);

- MSN (mesmo q o ICQ);

- IExplorer obviamente;

- E já TENTEI usar um editor de vídeo, que, obviamente, não deu muito certo :)

isso ai e valeu pela ajuda que recebi e ainda vou receber! :D:hehehe:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
 

Onde eu encontro a relação de preços dos AMD 64 e dos P4?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por sysirc@19 ago 2004, 18:33

"Ano passado fui na casa de um amigo meu, ele tem um P3 700mhzt (+- isso), e eu meu K6-2 350 :) eu pensei, "nossa, deve ser melhorzinho", quando cheguei lá, vi que o computador não conseguia nem abrir uma pasta na mesma velocidade do meu PC e muito menos instalar programas, sem falar que ficava congelando de 5 em 5 minutos (ou menos). Ah! Eu tb tentei editar figuras com o FireWorks lá (+ leve q o photoshop e + prático, perfeito pro meu PC lentro), quem disse que eu conseguia? Só para arrastar um texto era um sufoco, eu tinha que adivinhar onde o texto iria aparecer, porque ele aparentemente não se movia..." Desde esse dia eu tenho certeza q pentium num vale 1 centavo do preço.

meu, não é assim cara.. PC não é só processador não. O windows é o principal responsavel pela zuera e lerdeza de um PC, e como você disse, tentou mexer no photoshop, isso ai não é processador, é placa de video... dai você tb comentou q demora mais para abrir uma pasta doq no seu, isso ai tb não é so processador, alem de envoltar um monte de coisas como anti-virus , virus, etc etc etc etc tem a questao da memoria. com esse meu P3 800mhz da assinatura eu rodo o windows XP com tudo ligado sem lag nenhummmmm , fica perfeito aqui. quando eu coloco a 5200 ate need for speed underground eu jogo nele.

so porque o seu computador ta mais rápido q o P3 do seu amigo não qr dizer q o P3 não presta, e sim q no geral o computador dele ta ruim (geral tb conta o windows), porque se estivesse em condicoes normais , seria bem mais rápido q o seu k6.

edit: o pentium vale sim cada centavo gasto, desde que faca uma compra conciente e escolha o modelo certo para a qual você ira usar o processador. mexo com PCs faz muito tempo, e a melhor compra da minha vida foi esse P3 da minha assinatura.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amianto explicou muito bem o que é processamento de 64 bits. É interessante como as pessoas tem uma expectativa incorreta quanto ao que esperar da nova tecnologia...

Eu acredito que esse pensamento (errôneo) tenha sido fundamentado no que aconteceu com os consoles de videogames durante os últimos anos. Primeiro foram os consoles 8-bit (NES e Master System), seguidos dos 16-bit (Mega Drive e Super NES), 32-bit (3DO, PS One e Saturn), 64-bit (N64 e Jaguar), até os 128-bit de hoje (PS2, GameCube e XBOX). Como a cada "nova geração XXX-bit" o sistema apresentava recursos superiores de imagem e áudio, as pessoas associaram esses aspectos a precisão do processamento.

Vale lembrar que, por exemplo, o PS2 poderia ser "32-bit" e apresentar qualidade de áudio e vídeo compatíveis com o que ele faz sendo "128-bit". Além disso, nem todos os registradores do sistema de processamento do console são 128-bit. Apenas os relacionados com aspectos específicos da GPU "Emotion Engine" usam tamanha precisão.

Outra coisa interessante é que um console é chamado de "128-bit" pura e simplesmente por possuir alguns registradores e/ou alguns operandos de 128-bit. Se pensarmos assim, podemos dizer que qualquer processador que suporta tecnologia MMX (desde o Pentium MMX) também é "128-bit", já que esta extensão suporta operandos de 128-bit em algumas situações.

É de se fazer pensar...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por Tito Silva+19 ago 2004, 23:08QUOTE (Tito Silva @ 19 ago 2004, 23:08)E até os 128-bit de hoje (PS2, GameCube e XBOX).

Só uma coisa, o X-BOX é de 32 bits pois é baseado no P3.

Tito Silva@19 ago 2004, 23:08

Vale lembrar que, por exemplo, o PS2 poderia ser "32-bit" e apresentar qualidade de áudio e vídeo compatíveis com o que ele faz sendo "128-bit". Além disso, nem todos os registradores do sistema de processamento do console são 128-bit. Apenas os relacionados com aspectos específicos da GPU "Emotion Engine" usam tamanha precisão.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não é bem assim. A CPU do XBOX é baseada no Intel Pentium III (de 32 bits) mas a GPU é nVidia, uma customização do chip NV20 (GeForce3) que é de 128 bits. É por isso que o console é apresentado como "128-bit".

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por Tito Silva@20 ago 2004, 22:11

Não é bem assim. A CPU do XBOX é baseada no Intel Pentium III (de 32 bits) mas a GPU é nVidia, uma customização do chip NV20 (GeForce3) que é de 128 bits. É por isso que o console é apresentado como "128-bit".

Não faz sentido. Todas as Geforces são de 256-bit (A primeira eram 4 GPUs de 64-bit trabalhando em paralelo). Nunca li em lugar algum que o Xbox seria 128-bit. Se escreveram me parece que erraram

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Deixa completar o que a Amianto colocou.

Vamos deixar claro que a FPU x87 é processador comum e tem registradores de 80-bit e trabalha com números binários. Não existe muita diferença entre o processador que faz operações com números inteiros e o x87 que é preparado para trabalhar com números de ponto flutuante. Ele apenas é configurado para estabelecer como são representados os números de ponto flutuante na forma binária. Veja uma página que mostra bem como se representam os números de ponto flutuante pela norma IEEE754: http://www.guidogybels.net/index.html?floats.html

A FPU é independente do processador, praticamente um anexo, portanto não haverá ganhos nesse ponto. No Opteron ela é idêntica a do Athlon. O ganho se deve muito mais ao melhor desempenho de memória, que abastece a fpu quando esta precisa acessar informações.

Mas quando estes processadores estão trabalhando em "long mode" (64-bit SO e programa), a unidade x87 deixa de estar acessível e apenas a unidade SSE2 é usada. Isso será mais por uma imposição feita no Windows. No Linux ainda é possível acessar tanto a unidade x87 quanto as duas SSE2. Bem provável de no Windows também ser possível, porém não é recomendado por questão do desempenho melhor do SSE2. Apenas vi isso por cima, ainda existe dúvida, pois Win64 ainda é pouco experimentado.

Não entendi sobre o barramento 32-bit. A mudança do processador é apenas nos registradores, que agora são mais extensos e em maior número. Mesmo assim, as mudanças são apenas na ALU e na AGU, pois como disse, a FPU não foi alterada, apenas as unidades SSE2 que ganharam a preferência.

Não sei a que barramento se refere. Pegando um processador como o Athlon XP, você tem um barramento que liga o processador ao chipset (o EV6) e o chipset com a memória. Ambos são 64-bit. No P4 também e no Pentium original idem. Ele era 32-bit no 486.

Um curiosidade. O processador quando faz acesso ao cache, ele não lê apenas um valor. Ele lê uma "linha". O Athlon XP e os Hammers fazem a leitura de 64 bytes (ou seja, 512-bit) de uma vez só do cache L2. O P4 lê 128 bytes de uma vez (o P3 era 32-byte). Isso torna o processador mais "sedento" por dados. Por outro lado, quando você precisa acessar apenas um dado, você causa um engarrafamento para pegar apenas um valor 32-bit. Tem os prós e os contras (quando se lê valores em sequência e alinhados, a velocidade aumenta e muito), mas veja que o processador pode receber muito mais do que apenas o tamanho dos seus registradores.

A melhor coisa que a AMD fez foi dobrar o número de registradores e trocar a FPU pela SSE2 (a FPU opera em modo de pilha, o que é muito ruim). Esses serão os grandes responsáveis pelo melhor desempenho em 64-bit.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Postado Originalmente por sledgehammer+21 ago 2004, 00:49QUOTE (sledgehammer @ 21 ago 2004, 00:49) Tito Silva@20 ago 2004, 22:11

Não é bem assim. A CPU do XBOX é baseada no Intel Pentium III (de 32 bits) mas a GPU é nVidia, uma customização do chip NV20 (GeForce3) que é de 128 bits. É por isso que o console é apresentado como "128-bit".

Não faz sentido. Todas as Geforces são de 256-bit (A primeira eram 4 GPUs de 64-bit trabalhando em paralelo). Nunca li em lugar algum que o Xbox seria 128-bit. Se escreveram me parece que erraram

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado Originalmente por Tito Silva@21 ago 2004, 01:41

Como eu expliquei no meu primeiro post sobre o assunto, se você adotar essa linha de raciocínio sobre as GeForces, então seria válido afirmar que o Pentium MMX é 128-bit... Percebe a incoerência?

Apesar de os núcleos de execução das GeForces (assim como os das Radeons) serem capazes de trabalhar com operandos de 256 bits, o que na prática "rotula" uma GPU é a largura do seu barramento de memória, que no caso da GeForce3 é de 128 bits.

Em função desse critério, todos os novos consoles (inclua aí o XBOX) são chamados de "128-bits".

Não Tito. MMX é uma extensão do processador. Um processador é dito de 32-bit principalmente por ter registradores de uso geral de 32-bit e a parte lógica de endereçamento de 32-bit e principalmente o conjunto de intruções. Isso é o que realmente define se um processador é de tantos bits ou não. Basicamente é ter a capacidade de executar as funções básicas com valores de 32-bit.

De verdade nem sei esses "256-bit" da nVidia também não se classificam aqui, caso o esquema usado ainda seja aquele da primeira Geforce, pois seria como processadores de 64-bit em paralelo (ou pipelines). Precisaria dar uma olhada como andam as coisas nas GPU's.

Memória e barramento são externos ao processador e a GPU. Não importa se são de 1-bit ou de 1024-bit, não fazem diferença na definição de um processador.

Se é esse o critério usado, então só pode ter sido criado pelos marketeiros (o maior número é o que conta). Como aqui não é um fórum de marketing, melhor irmos para o ponto de vista técnico.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Essa questão de 32, 64 (ou mais bits) está criando uma confusão: uma coisa é analisar porque convencionou-se chamar um console de videogame de "128 bits"; outra é entender o que é processamento de 64 bits. São dois aspectos completamente distintos um do outro.

Quando falo dos consoles, eles são chamados de "128-bits" por uma mera convenção da indústria. Não estou entrando em detalhes sobre a arquitetura do microprocessador do videogame.

As duas explicações, tanto do Amianto quanto do sledgehammer, são muito boas quanto ao que significa processamento de 64 bits. Porém, vou tentar colocar as coisas de maneira mais simples:

1) X86 é uma arquitetura de microprocessador para processamento de inteiros, que foi complementada pela arquitetura X87 para processamento de ponto flutuante.

2) Ao longo dos anos, para se adequar as demandas de processamento da indústria, essa arquitetura foi sendo adaptada. Inicialmente, os registradores e as unidades de execução da CPU eram capazes de armazenar/trabalhar com operandos de 16 bits (286 e anteriores). Porém, com o tempo, isso se tornou pouco. Daí, com a chegada dos 386, a Intel expandiu a arquitetura, introduzindo registradores de 32 bits e possibilitando que a CPU conseguisse processar dados com esta precisão. Isso é a chamada IA-32.

3) Portanto, desde a época dos 386, os principais registradores dos microprocessadores dos PCs tem largura de 32 bits e as unidades de execução de inteiros trabalham com instruções próprias para 32 bits. Ao invés de promover uma nova mudança estrutural na CPU, a Intel e a AMD foram criando extensões para arquitetura IA-32 (MMX, SSE, 3DNow!), que além de otimizarem o uso do processador para determinados tipos de instruções, criavam suporte na CPU para processamento com precisão maior (64 ou 128 bits). Isso é muito útil, por exemplo, em aplicações multimídia, mas não pode ser chamado de processamento 64 bits (ou 128 bits) real, já que os registradores básicos e as unidades de execução da CPU continuam tendo largura de apenas 32 bits.

4) Agora, a proposta é promover um novo "upgrade" nos registradores principais e nas unidades de execução, expandindo sua capacidade para 64 bits, criando processamento nativo em 64 bits. Notem que isso nada tem a ver com o barramento externo do processador e sim com a sua estrutura interna e com a maneira de processar e armazenar dados nos registradores. Dessa forma, por exemplo, enquanto que o Athlon XP tem suas unidades de execução básicas com largura de 32 bits e suporte via extensões para processamento com precisão superior, o Athlon 64 tem unidades de execução com largura nativa de 64 bits, mantendo suporte tanto ao processamento de instruções de 32 bits quanto as extensões introduzidas na IA-32 (MMX, SSE...)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
 

Bom pessoal, valeu pela força, creio que agora meu PC ta decidigo! :D:hehehe: !!!! e só falta pidir ele! aí!!! :palmas: aeee!!! heheh valeu mesmo aí pessoal...

eu andei lendo no site da AMD... e lá diz q o A64bit tem "anti-virus" q vai ser usado com o win 64bit... isso parece bem interessantz... hehehe

agora um pouco de info que ninguém precisa:

Meu PC fico assim:

- Athlon64 754P 3200+

- MSI K8T NEO-FIS2R

- 2 x 512Mb - DDR 400 / PC 3200 (1Gb)

- Serial ATA 120Gb - Seagate

- Radeon 9600 XT 256

- CDRW 52x32x52x / DVD 16x

- Placa de rede 10/100 RJ-45 - Pci - Encore

- LG Flatron T710SH 17"

- AT/PS-2 ABNT2 - Verycom

- Verycom 6C/28

Só tenho 2 dúvida:

1 - o q é Verycom 6C/28?

2 - Tem alguma coisa q poderia muda para fica + baratu? hehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Entre para seguir isso  





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×