Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
stuard

Controle de velocidade de uma bomba de maquina de lavar

Recommended Posts

Boa tarde pessoas lindas desse forum,

 

Venho pedir-lhes uma luz a respeito de um modo de controlar a velocidade de operação de uma bomba de maquina de lavar.

 

A ídeia é o seguinte: Pretendo usar uma bomba de maquina de lavar como uma bomba d'agua convencional, para uma aplicação em aquario. A questão é que, dependendo do tamanho do mesmo, essa bomba pode ter uma vazão muito acima do que necessito, então estou pretendendo usar de algum artificio para controlar sua rotação e, assim, regular sua vazão. Existem bombas próprias para tal, mas como ja possuo uma bomba de maquina nova, parada, pensei que poderia ser mais vivel algum modo de controle, do que investir em uma bomba nova. Sem falar que, usando esse controle, posse adequar essa bomba para aplicaçoes em pequenos e grandes aquarios.

 

Ja li aqui no forum que alguns motores apenas podem ser controlados por modulação de frequencia, pois suas rotações dependem da mesma, e que reduzir apenas a tensão apenas reduziria o seu torque. Isso se aplica tambem a essas bombas? Pois imagino que por ser um motor mais simples, como ventiladores, e de baixa potencia, um dimmer pudesse atender.

 

Fico no aguardo queridos, abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tem ventiladores com potência bem maior que estas bombinhas que que funcionam com dimmer. Eu tenho um. Portanto pode usar de boa. Testaê e conta pra nós...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acredito que estes dimmers só afete aqueles motores mais pesados que quando você trava o eixo deles, dá até quedas de energia.

 

Mas estes motores pequenos domésticos tem tanta resistência elétrica nos fios, que a própria resistência elétrica elimina o problema das harmônicas do dimmer. 

 

https://www.youtube.com/watch?v=l3XPcc_uecI

 

 

https://www.youtube.com/watch?v=LXp-fCLtSE8

 

 

 

 

 

 

https://www.youtube.com/watch?v=YCUSlbZuEc0

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
19 minutos atrás, Sérgio Lembo disse:

Tem várias formas de se enrolar um motor. Num motor de gaiola, usar dimmer pode ser desastroso.Já se for universal, sem problemas.

 

Na minha observação prática eu notei que os de indução de pequena potência, tais como os de ventiladores, pouco se importam com as harmônicas.

Tanto é que os próprios fabricantes fazem controles de ventilador através de dimmer. 

 

Minha hipótese é que os motores de pequeno porte possui bobinas com valor resistivo tão alto, que acaba de alguma forma filtrando o problema que causaria ao motor.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma alternativa hipotética-conceitual-teórica-maluca pra controlar a velocidade destes motorzinhos é:

-2 trafinhos 12Vx200mA com secundários em série = total 48Vac e este em série com rede e motor de modo a subtrair da rede.

-uma chave rotativa ou um arranjo de chaves as quais vão dando contato nos terminais dos trafos de modo a ir subtraindo 12V de cada vez. Com esta maluquice consegue-se 5 velocidades.

Considere que isso é pra pobre que não tem dinheiro pra comprar dimmer mas tem algum trafinho sucatinha, algumas chaves, conectores, borneiras e afins e alguma criatividade. P.ex. ao controlar a entrada 127/220 dos trafinhos consegue até alguma granulação maior. Algo como um variac de pobre. O legal é que a onda vai ficar senoidal mesmo.

 

Aí... com alguns relés, mais alguns trafos, um mc, dá até pra criar algo próximo dum variac mesmo. De novo, aproveitando peças e não comprando...

 

Tentei somar...

abç

  • Confuso 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Isadora Ferraz disse:

Uma alternativa hipotética-conceitual-teórica-maluca pra controlar a velocidade destes motorzinhos é:

-2 trafinhos 12Vx200mA com secundários em série = total 48Vac e este em série com rede e motor de modo a subtrair da rede.

-uma chave rotativa ou um arranjo de chaves as quais vão dando contato nos terminais dos trafos de modo a ir subtraindo 12V de cada vez. Com esta maluquice consegue-se 5 velocidades.

Considere que isso é pra pobre que não tem dinheiro pra comprar dimmer mas tem algum trafinho sucatinha, algumas chaves, conectores, borneiras e afins e alguma criatividade. P.ex. ao controlar a entrada 127/220 dos trafinhos consegue até alguma granulação maior. Algo como um variac de pobre. O legal é que a onda vai ficar senoidal mesmo.

 

Aí... com alguns relés, mais alguns trafos, um mc, dá até pra criar algo próximo dum variac mesmo. De novo, aproveitando peças e não comprando...

 

Tentei somar...

abç

 

 

Outra alternativa é reator saturável: 

É quase a sua ideia. Só que funciona igual a um Variac: 

 

image.png.8c40d6cfcbcaed8b8ca88384ab7c5748.png

 

 

 

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@albert_emule , a questão não está na potência. Eletricamente 0,5cv e 5cv são a mesma coisa. Além da corrente de magnetização, já notou o quanto é alta a corrente até que o motor atinja a rotação nominal?

slide_10.jpg

Quando o assunto é motor de indução, meu professor costumava dizer que a diferença entre um motor gaiola esquilo e um transformador são:

- os rolamentos

- no motor o secundário é posto em curto circuito.

Para que haja a indução é necessário que haja variação do campo ou um campo girante. Na máquina de 60Hz, quando se atinge a nominal com carga a frequência do secundário está em aproximadamente 2,7Hz. E mesmo nessa frequência tão baixa conseguimos induzir uma corrente no secundário para a geração da FEM. Aumentando a frequência (queda da rotação/aumento do escorregamento) pra quanto que essa corrente vai? Já vi muitos motores de 220V torrarem por terem sido submetidos a 110V. Não tinham potência para atingir a nominal e ficavam na região de partida.A relação tensão/frequência tem que estar sempre presente.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
30 minutos atrás, Sérgio Lembo disse:

@albert_emule , a questão não está na potência. Eletricamente 0,5cv e 5cv são a mesma coisa. Além da corrente de magnetização, já notou o quanto é alta a corrente até que o motor atinja a rotação nominal?

 

Exatamente onde eu queria chegar :D

Tenho um motor que drena 0,9 ampère de corrente em 127V quando a vazio.

Este motor é até mais potente que os normais de ventiladores. 

 

Pois se você segurar o eixo e manter o eixo deste motor travado, a corrente que antes era 0,9 ampère, agora sobe para 1,2 ampère. 

 

A diferença de corrente entre eixo totalmente travado e eixo totalmente livre, é de apenas 0,3 amperes.

Dimmer nele não afeta muito. 

Só afeta eficiência. 

 

 

 

adicionado 2 minutos depois

Na prática, dá para controlar a potência sem causar danos.

Não estou dizendo que num motor grande industrial isso iria funcionar.

claro que não funcionaria num motor industrial.  

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Outra possibilidade que estou idealizando:

image.png.65250a9c488e445dc7f0ce6cd6a2e248.png

 

 

A alguns anos eu testei um esquema destes.

Variador de tensão AC 60Hz através de PWM de 27Khz.

Tinha um problema com tensão reversa da bobina do trafo. Não tinha para onde ir e se transformava em calor no mosfet.

Mas isso foi só uma brincadeira. Por isso deixei de lado.

 

Mas agora retomei o projeto e adicionei o mosfet que trabalha na tensão reversa. 

https://www.youtube.com/watch?v=5L7quvVnLtA

 

 

 

 

 

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@albert_emule , parabéns!!! Fizeste um variac eletrônico. Vai se ter uma perda de 2V nos diodos e alguma coisa no mosfet mas de 127Vac de entrada pra cima isso é <2% , dá pra engolir fácil. Interessante quando queremos testar um SMPS no range de tensão. Acredito que esse blade de tensão reversa atue quando o chaveador desliga, o que nos dá uma lógica negativa, isto é, o controle de um acaba sendo o controle do outro.

  • Curtir 1
  • Obrigado 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×