Ir ao conteúdo
  • Cadastre-se
ilovepic

Estudar sinal rectificado por díodo

Recommended Posts

Olá,

 

Estou estudando este circuit: https://postimg.cc/94MSbpGB e me surge a seguinte dúvida. Como devo ligar isto na prática? Devo ligar o gerador de funções em série com a fonte de alimentação e com o díodo?

Já o testei no proteus e consegui ver o sinal de entrada e o sinal de saída (que são diferentes), mas como faço isto na prática?

 

Valeu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Para testar esse circuito na prática com um gerador de funções, siga a mesma regra do diagrama. Não há problema em colocar fontes de tensão em série com referências de potencial diferentes.

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 minutos atrás, rjjj disse:

Para testar esse circuito na prática com um gerador de funções, siga a mesma regra do diagrama. Não há problema em colocar fontes de tensão em série com referências de potencial diferentes.

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

 

Mas assim estarei a fazer passar um sinal alternado por uma fonte de alimentação de sinal continuo. Isso não faz mal para os equipamentos?

 

Valeu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@ilovepic

 

 

Poderia haver danificação se a corrente fosse no sentido inverso para uma das fontes. Porém, no caso, o diodo protegeria a fonte DC, enquanto o gerador de funções só induziria corrente na direção do diodo, isto é, via tensão negativa GbhmuXl.gif.

 

 

 

Quanto à corrente na fonte DC simplesmente variar, não se preocupe. Isso acontece sempre que a resistência de carga varia, o que é rotineiro.

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
18 horas atrás, rjjj disse:

@ilovepic

 

 

Poderia haver danificação se a corrente fosse no sentido inverso para uma das fontes. Porém, no caso, o diodo protegeria a fonte DC, enquanto o gerador de funções só induziria corrente na direção do diodo, isto é, via tensão negativa GbhmuXl.gif.

 

 

 

Quanto à corrente na fonte DC simplesmente variar, não se preocupe. Isso acontece sempre que a resistência de carga varia, o que é rotineiro.

 

 

 

Espero ter ajudado GbhmuXl.gif.

Agora fiquei confuso. Ontem o seu post não era este!!!!

Entretanto contactei o fabricante no sentido de saber a opinião dele, pois como disse que a fonte tem que se desenha para este tipo de aplicações....

 



Quanto à corrente na fonte DC simplesmente variar, não se preocupe. Isso acontece sempre que a resistência de carga varia, o que é rotineiro.

O primeiro paragrafo percebi, mas este último não! Pode dar um exemplo prático para quando a resistências de carga varia a polaridade? Foi isso que queria dizer?

 

Valeu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@ilovepic ,

 

Não interprete errado, a polaridade não entrou nesse último parágrafo !

 

Uma fonte DC permite fornecer corrente até o máximo projetado, e claro que a corrente muda conforme o valor da carga.

 

Se você ligar um Led comum, ele vai consumir por exemplo 10 mA. Se ligar dois em paralelo, vão consumir 20 mA. Significa que a resistência da carga caiu pela metade, mas fonte DC não se importou com isso...

 

Quando a resistência da carga varia, a corrente também varia.

 

Paulo

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@ilovepic

 

 

É, eu editei aquela mensagem para ficar uma resposta mais simples e objetiva para o seu circuito atual. Só que ele é uma exceção, compreende ?

 

 

 

Bom, entenda que existem as fontes ideais e as reais. Na fonte de tensão ideal, é possível fornecimento e absorção de energia, enquanto na prática muitas fontes só aceitarão bem o fornecimento GbhmuXl.gif.

 

 

 

Por exemplo, uma bateria chumbo-ácida de 12 V. A corrente pode tanto fluir para fora da bateria (fornecimento, operação de descarga) quanto para dentro da bateria (absorção, operação de carga). A tomada elétrica da sua casa e o gerador de funções são assim também, pois estão preparados para a denominada energia reativa:

 

 

700px-VI_phase.png

 

 

Perceba acima que há pontos em que a tensão é positiva, mas a corrente é negativa, ou seja, no sentido contrário !

 

 


Então, o problema chega nas fontes eletrônicas, como a de computador. Pode uma tensão de +5 V ser mantida (regulada) quando a corrente de saída é -500 mA em vez de +500 mA ? Há possibilidade real até de danificação nesse processo F5Rua4D.gif.

 

 

 

Enfim, na Eletrônica de Potência há os denominadores chaveadores, que diferem entre si pelos quadrantes de operação. Esses quadrantes dizem quais as orientações, de tensão e de corrente, nas quais os chaveadores estão aptos a operar. Uma fonte DC chaveada específica pode ser projetada para os fins de circuitos como o do tópico, mas nem todas as prontas seriam assim !

 

 

 

Espero que não esteja mais confuso GbhmuXl.gif.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar agora





Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×