Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Teste da Fonte de Alimentação Clone de 600 W

       
 65.870 Visualizações    Testes  
 18 comentários

É hora de colocarmos no forno mais uma fonte “nacional”, a Clone de “600 W”. Será que ela aguenta o tranco? Confira

Teste da Fonte de Alimentação Clone de 600 W
Gabriel Torres Editor executivo do Clube do Hardware

Introdução

A Clone é uma das marcas nacionais mais antigas do mercado de informática, com mais de 25 anos de história, sendo uma das raras marcas nacionais que sobreviveram ao fim da reserva de mercado no início dos anos 90. Hoje testamos a fonte de 600 W deles, que não leva nenhum nome requintado, apenas “Fonte ATX de 600 W”. Será que esta fonte presta? Veremos.

Para começo de conversa, esta fonte não é uma fonte de 600 W. Se é que isto serve de consolo, a caixa e a etiqueta do produto informa que esses 600 W são de pico. De acordo com a etiqueta, a fonte aguenta até 500 W nas saídas +12 V, +5 V e +3,3 V. Somando-se isso aos 3,6 W (0,3 A x 12 V) máximos da saída -12 V e aos 10 W (2 A x 5 V) máximos da saída +5VSB, temos, de acordo com a etiqueta, uma fonte de 513,6 W.

Fonte Clone de 600 W
Figura 1: Caixa informa que a fonte é de 600 W de pico.

Fonte Clone de 600 W
Figura 2: Etiqueta da fonte.

A fonte em si é pequena, com 14 cm de profundidade, possuindo duas ventoinhas de 80 mm, uma na parte traseira da fonte, e uma em sua parte superior. Ela não possui circuito PFC e, portanto, baseada na topologia meia-ponte.

Fonte Clone de 600 W
Figura 3: Fonte de alimentação Clone de 600 W.

Fonte Clone de 600 W
Figura 4: Fonte de alimentação Clone de 600 W.

Nenhum sistema de cabeamento modular é usado e não há qualquer proteção de nylon nos cabos, ao contrário do que ocorre com outros produtos. A maioria dos fios é 18 AWG, que é a bitola correta a ser usada, mas o cabo ATX12V usa fios 20 AWG, que são finos demais. O problema em se usar fios mais finos do que 18 AWG é que com a fonte entregando maior potência/corrente a tensão na ponta do cabo tende a cair. Os cabos inclusos são:

  • Cabo principal da placa-mãe com conector de 20/24 pinos.
  • Cabo com um conector ATX12V.
  • Um cabo de alimentação SATA com apenas um conector.
  • Um cabo de alimentação para periféricos com três plugues padrão e um conector para unidades de disquete.
  • Um cabo de alimentação para periféricos com três plugues padrão.

Repare essa configuração de cabos. Não há alguma coisa faltando aqui? Sim, esta fonte de alimentação NÃO tem um cabo para alimentação de placas de vídeo. Você pode acreditar nisso? Além disso há apenas um conector de alimentação SATA!

Esta fonte é visivelmente uma fonte ATX12V 1.x  (o padrão atual é o ATX12V 2.x) que foi modificada para ter um conector para placas-mães de 24 pinos e um conector SATA. Pudemos facilmente confirmar isso pela presença de um fio de alimentação de -5 V (fio branco), fio que foi eliminado na revisão 1.2 do padrão ATX12V, em janeiro de 2002, portanto estamos falando de uma fonte que foi originalmente projetada antes desta data (apesar de a data de projeto indicada na placa de circuito impresso ser 29 de agosto de 2007, esta possivelmente indica apenas a data da revisão do projeto). A simples adição desses conectores não transforma a fonte em uma fonte ATX12V 2.x, já que este padrão requer a presença do conector para placas de vídeo, que está faltando.

Os cabos são curtos, medindo 41 cm entre a carcaça da fonte e o primeiro conector do cabo, dificultando a instalação desta fonte em gabinetes do tipo “full tower”. Cabos com mais de um conector possuem 14 cm de distância entre os conectores.

Fonte Clone de 600 W
Figura 5: Cabos.

Vamos agora dar uma olhada no interior desta fonte de alimentação.

Editado por

Compartilhar



  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários


Legal...mais uma impresinha.

Teremos então um novo topico no forum...

Empresas pilantras e ordinárias que não merecem seu dinheiro no Brasil.

Huntkey

Leadership

Powerstrike

Clone

que venham mais...

Nós não merecemos mais esse tipo de lixo aqui.

Parabéns...GT

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não vou dizer que fiquei surpreso com o resultado, mas esperava um pouco mais dela, como o artigo bem diz, a Clone é uma marca antiga e tem produtos bons.

Na verdade a farra de rotular a fonte com o que ela não é só acontece porque não tem regulamentação.

Mas enquanto lá fora eles proíbem a venda de equipamentos pouco eficientes, por aqui..

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Apenas uma correção; o diodo F20C20 usado na saída +12V não é schottky; é um diodo rápido padrão (inferior aos schottky para essa aplicação).

De resto:

=> É uma fonte de 350W (e olha lá) sendo vendida como 500 / 600W

=> Sem filtro de entrada (pior que algumas genéricas)

=> Usa um diodo rápido de apenas 20 A na saída +12V

=> Capacitores Canicon

Com limite inferior a 20 A na saída +12V o certo seria considerá-la como uma fonte de 250...300 W para micros atuais. Ou seja, não chega nem a metade dos 600W estampados na caixa.

Essa fonte consegue ser inferior a uma akasa AK-P350G que também usa um diodo semelhante na saída +12V, mas é bem construida e tem filtro de entrada. É ainda mais inferior se comparada com uma Seventeam ST-350BKV, que também tem projeto antigo, mas usa diodo schottky de 30A na saída +12V, tem transistores e capacitores melhores, controle de ventilação e filtro de entrada completo.

Produto bomba com certeza !! :lol:

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Nunca gostei desta marca, nunca apresentou diferencial algum e este teste só veio comprovar o que imaginava. Como disse no tópico da "PowerBomb" , o mercado brasileiro está cada vez mais precário. País de terceiro mundo ... produtos tal qual.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

AEEE agora sim, o real mercado brasileiro! E olha que, para um cara gastar R$100,00 em uma fonte ele chora muito! Para eles ter um Quad Core ou uma "GeForce" é o paraiso; é sinônimo de status, independente do resto...

infelizmente temos este tipo de empresa no Brasil, que vive ludibriando os seus consumidores com a bendita frase " X00W REAL". Me dá até raiva isso!

Parabéns pelo teste! De fontes "irmãs" desta, o mercado está infestado!"

Que continuem os testes de fontes bomba... Porque de cada 10 fontes vendidas 8 são gernéricas. Só assim abriremos os olhos dos consumidores.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O que mais me chamou a atenção foi o tal fio branco de -5V, coisa que já foi abolida há "séculos"!

Gostei do tal selo de "Produto Bomba" e falta selar muitas outras fontes testadas aqui no CDH com este selo, a exemplo da Advanced Eletronics "500W", que inclusive é menos pior que essa Clone...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

São essas "pequenas" coisas que aceitamos que nos torna um país subdesenvolvido. Eu não trabalho com informática, mas fico imaginando um técnico tendo que explicar não compre essa que é ruim, compre aquela outra que custa 50% mais... e o usuário que na maioria não entende fica pensando em uma maneira de acabar com esse técnico. Acho que este selo irá ajudar muito esses técnicos que agora terão algum respaldo, penso eu. Parabéns mais uma vez pela iniciativa.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
Apenas uma correção; o diodo F20C20 usado na saída +12V não é schottky; é um diodo rápido padrão (inferior aos schottky para essa aplicação).

Corrigido, obrigado!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

No meio desse mar de lama em que está o Senado Federal, uma boa notícia. Está tramitando um projeto de lei que exige eficiencia energetica de pc´s, importados ou nacionais. Fontes-bomba com prazo para morrer? "(...)O projeto também especifica os níveis máximos de minérios, como chumbo, e substâncias químicas presentes nos equipamentos. A eficiência energética não poderá ser inferior a 80%(...)" http://www.forumpcs.com.br/noticia.php?b=257826

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Fiquei surpreso.

Tinha a mais absoluta certeza de que iria explodir bonito!

Sinceramente, alguém que compre fonte da Clone merece o que lhe espera.

Mas falando sério, mais uma vergonha nacional fruto da total falta de regulamentação de escrúpulo dos empresários deste país. Lamentável.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
São essas "pequenas" coisas que aceitamos que nos torna um país subdesenvolvido. Eu não trabalho com informática, mas fico imaginando um técnico tendo que explicar não compre essa que é ruim, compre aquela outra que custa 50% mais... e o usuário que na maioria não entende fica pensando em uma maneira de acabar com esse técnico. Acho que este selo irá ajudar muito esses técnicos que agora terão algum respaldo, penso eu. Parabéns mais uma vez pela iniciativa.

Infelizmente o que manda é o dinheiro que o peão vai gastar na hora da compra. O pessoal só pensa a curto prazo, e sempre tem aquele "amigo" que diz que "no meu PC funciona de boa, esse técnico tá querendo roubar seu dinheiro".

É igual quando alguém (na maioria da vezes) vem pedir pra montar um PC "bom"; Se tu fala que monta um por preço mais alto que o PC das lojas das grandes redes, é sempre a mesma história: "Ah, mas na loja tal é mais barato". Aff, que raiva que dá ouvir isso. Aí passa um mês o cara vem pra você dizendo que acha que tá com vírus por que o PC tá lento, que não funciona direito, que vai colocar memória, blábláblá...

O pior é ir comprar fonte e ter que ouvir do vendedor "essa fonte é boa, 600W reais". Chega até a ser ofensivo, parece que o cara está lhe chamando de *****.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
No meio desse mar de lama em que está o Senado Federal, uma boa notícia. Está tramitando um projeto de lei que exige eficiencia energetica de pc´s, importados ou nacionais. Fontes-bomba com prazo para morrer? "(...)O projeto também especifica os níveis máximos de minérios, como chumbo, e substâncias químicas presentes nos equipamentos. A eficiência energética não poderá ser inferior a 80%(...)" http://www.forumpcs.com.br/noticia.php?b=257826

Agora eu tenho fé..... :)

Para quem quiser acompanhar de perto a tramitação do projeto, ta ai...

http://www.senado.gov.br/sf/atividade/materia/detalhes.asp?p_cod_mate=90884&p_sort=DESC&cmd=sort

Vamos ficar atentos!

Infelizmente o que manda é o dinheiro que o peão vai gastar na hora da compra. O pessoal só pensa a curto prazo, e sempre tem aquele "amigo" que diz que "no meu PC funciona de boa, esse técnico tá querendo roubar seu dinheiro".

É igual quando alguém (na maioria da vezes) vem pedir pra montar um PC "bom"; Se tu fala que monta um por preço mais alto que o PC das lojas das grandes redes, é sempre a mesma história: "Ah, mas na loja tal é mais barato". Aff, que raiva que dá ouvir isso. Aí passa um mês o cara vem pra você dizendo que acha que tá com vírus por que o PC tá lento, que não funciona direito, que vai colocar memória, blábláblá...

O pior é ir comprar fonte e ter que ouvir do vendedor "essa fonte é boa, 600W reais". Chega até a ser ofensivo, parece que o cara está lhe chamando de *****.

Concordo plenamente! Acontece direto. E ainda tem um agravante, muitas vezes o próprio vendedor (ou até o dono da loja) se convencem que a informação da caixa é correta e vão até a morte afirmando que a fonte é real. E ai ele solta aquela frase tão amistosa " Amigo eu trabalho com isso a 15 anos!"...

Um absurdo!

Editado por Lokinhu

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites
No meio desse mar de lama em que está o Senado Federal, uma boa notícia. Está tramitando um projeto de lei que exige eficiencia energetica de pc´s, importados ou nacionais. Fontes-bomba com prazo para morrer? "(...)O projeto também especifica os níveis máximos de minérios, como chumbo, e substâncias químicas presentes nos equipamentos. A eficiência energética não poderá ser inferior a 80%(...)" http://www.forumpcs.com.br/noticia.php?b=257826

Realmente uma boa notícia, mas espero que na lei conste a expressão "em carga máxima", caso contrário vai dar pano para manga.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sinceramente, não achei a fonte tão horrível!

Se ela custa R$120 e entrega quase 400W sem explodir, pode ser considerada suficiente para grande parte dos pc's brasileiros.

Se fosse rotulada como uma fonte de 350W, seria um produto justo. Apenas com eficiência ruim.

Concordo que o preço correto para essa fonte seria entre R$80 ~ R$90.

Editado por eduardogege

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sinceramente não consigo ficar com raiva da Clone, pois além de saber de antemão que certos tipos de produtos, como fontes de alimentação por exemplo, não podem ser adquiridos desses fabricantes de quintal, ainda assim essa é a empresa produtora das melhores QUINQUILHARIAS que eu comprei na area de informática, com o AGRAVANTE de ter um filtro de linha da Clone que, acreditem, é bom! Claro que não uso ele com esse PC aqui, mas pro modem e roteador e coisas como carregadores de celular, ou mesmo a impressora, que quase nunca fica ligada mesmo, ele funciona bem a anos.

O caso é que muitas vezes você precisa de alguma coisa, como um cabo usb ou extensor de mouse, teclado, etc, e a loja mais próxima só vende essas marcas "bosa", como Clone, LeaderSHIT, Multilaser, XPC, Goldship, etc...

Tenho um joystik clone que se mostrou bem próximo (não igual, claro) de um logitech que eu detonei, e como a grana tava curta na época... fui de clone mesmo, mas me surpriendi, até agora vem funcionando bem.

Eu acredito que o consumidor também tem o dever de regular o mercado, excluindo do seu "carrinho de compras" os produtos de qualidade inferior, e o primeiro passo para a concientização coletiva são matérias como essa do CDH, que alertam os incautos dos perigos de se alimentar essa industria marrom, sem falar de foruns como esse nosso aqui, claro, onde nós podemos opinar e alertar a todos sobre os produtos bomba.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Muito interessante o teste! ...pena foi ter comprado a "fonte bomba" antes de ver o teste do CDH... =/

Alguém sabe o real fabricante dessa fonte Clone 600W?

PS: A minha veio com a ventoinha de 120mm, igual a do mod. 700W...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites


Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário






Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×