Ir ao conteúdo
Entre para seguir isso  

Memória em dois canais faz diferença no desempenho em jogos?

       
 122.963 Visualizações    Testes  
 49 comentários

Na teoria, utilizar dois módulos de memória ligados em modo de dois canais ("dual channel") aumenta o desempenho do computador. Mas, na prática, o usuário consegue perceber este aumento de desempenho em jogos? Vamos descobrir!

Rafael Coelho Editor-chefe do Clube do Hardware

Introdução

Disponível há anos, o recurso de dois canais (“dual channel”, em inglês) em teoria dobra a largura de banda no acesso à memória (RAM) do computador. No teste de hoje, veremos se há impacto significativo no desempenho em jogos entre habilitar ou não o modo de dois canais.

Para entender a teoria de funcionamento e como habilitar o modo de dois canais, leia o nosso tutorial “Tudo o que você precisa saber sobre as arquiteturas de memória de dois, três e quatro canais”.

Todas as pessoas que têm um bom conhecimento de hardware são unânimes: se o seu computador suporta modo de dois canais, é melhor comprar dois módulos de memória do que apenas um com o dobro da capacidade. Com isso, a taxa máxima de transferência de dados da memória é duplicada, pois os dois módulos são acessados simultaneamente. Testes comprovam que, em aplicações com grande acesso à memória (simulações matemáticas, por exemplo), o modo de dois canais realmente resulta, na prática, em um aumento de desempenho.

Mas, e nos jogos? Sabemos que, em muitos jogos, o desempenho é ditado quase que exclusivamente pela placa de vídeo, e apenas alguns dependem de um processador de alto desempenho. Será que a configuração de memória em dois canais apresenta algum impacto no desempenho em jogos? É o que verificaremos em nosso teste.

Para isso, nós rodamos oito jogos atuais em um computador potente (para evitar gargalos de desempenho por causa da placa de vídeo ou do processador), utilizando dois módulos de memória DDR3 de 8 GiB cada (perfazendo um total de 16 GiB de RAM), configurados primeiramente como canal simples (utilizando os dois primeiros soquetes da placa-mãe) e depois em canal duplo (pulando um soquete, utilizando dois soquetes da mesma cor). Em ambos cenários, nos certificamos que as memórias estavam rodando na mesma velocidade e latência. Ou seja, a única diferença entre os dois testes foi a configuração das memórias em canal simples ou duplo.

A Figura 1 mostra os módulos de memória utilizados.

Dual Channel faz diferença em jogos?

Figura 1: módulos de memória utilizados no teste

Vamos listar a configuração utilizada nos testes na próxima página.

Compartilhar

  • Curtir 1


  Denunciar Artigo
Entre para seguir isso  

Comentários de usuários




Acredito que os testes seriam mais conclusivos se fossem usadas memórias com menor capacidade de armazenamento. Um jogo pesado, não usa mais do que 6gb de ram (contando com processos do windows) sendo assim, o outro módulo de 8Gb estaria sendo subutilizado.

 

Acredito que um teste com pentes de 2x4gb, no máximo, apresentaria um resultado diferente.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acredito que os testes seriam mais conclusivos se fossem usadas memórias com menor capacidade de armazenamento. Um jogo pesado, não usa mais do que 6gb de ram (contando com processos do windows) sendo assim, o outro módulo de 8Gb estaria sendo subutilizado.

 

Acredito que um teste com pentes de 2x4gb, no máximo, apresentaria um resultado diferente.

 

A ideia do dual channel é que, mesmo em pequenas quantidades de memória, os dois módulos sejam utilizados simultaneamente. Assim, não importa a quantidade de memória, e com pouca memória poderíamos ter um gargalo reduzindo o desempenho.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Podia ter um teste com video integrado também, pra ver se dual channel de alguma forma beneficia quem usa. Ainda mais com processadores que já tem um desempenho relativamente bom com gpu integrada...

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Podia ter um teste com video integrado também, pra ver se dual channel de alguma forma beneficia quem usa. Ainda mais com processadores que já tem um desempenho relativamente bom com gpu integrada...

 

Gostaria de ver este teste.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Podia ter um teste com video integrado também, pra ver se dual channel de alguma forma beneficia quem usa. Ainda mais com processadores que já tem um desempenho relativamente bom com gpu integrada...

 

Eu creio que a diferença seria percebida com mais facilidade neste caso...

 

Com uma placa de vídeo dedicada, eu suponho que a única diferença na quantidade de canais usados se daria no tempo de loading? Ou não?

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá,

 

Acredito que não foram analisados os dados corretos. O uso de memórias dual-channel (ou triple-channel no caso dos processadores de socket 1136) não tem como foco ou característica a alteração na taxa de quadros por segundo, até porque isso está mais ligado à placa de vídeo e ao barramento PCI-E do que às memórias.

Neste caso, acredito que a tecnologia adotada, se é single, dual ou triple-channel tem mais a ver com o tempo de carregamento (loading) do jogo. Refiz em casa o teste de vocês utilizando um I7 950 LGA 1136 e intercalei a utilização dos canais. São memórias DDR3 1600 rodando 2000mhz e o processador a 3.4ghz. Foram 3x4G e não tive alteração significativa na taxa de quadros, mas tive grande variação em loadings.
Utilizo dois SSDs Evo 840 2 de 120GB em Raid 0 com stripe de 32k. A placa mãe é uma Asus P6X58D-E.

Se a NVIDIA não fosse proprietária do código do PhysX e a performance não ficasse tão comprometida em placas da AMD, aí sim acredito que o teste do Single X Dual Channel teria mais sentido, pois estes cálculos são executados pelo processador e não pela GPU

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Conhecendo pelos vídeos que o Clube do Hardware faz, acho que esse teste foi proposital para provar/derrubar alguma falácia...

 

Pra nós que entendemos como funciona toda essa questão de uso de recursos para cada tipo de tarefa, dá pra gente notar onde faria ou não a diferença do uso de dual-channel, tiple-channel, etc. Mas para quem não entende, isso é mais informação provando que para no caso dos jogos, não há ganho de frames na maior parte dos casos pelo uso de dual-channel.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Eu creio que a diferença seria percebida com mais facilidade neste caso...

 

Com uma placa de vídeo dedicada, eu suponho que a única diferença na quantidade de canais usados se daria no tempo de loading? Ou não?

 

Eu acredito que não amigo. Eu senti a diferença de loading quando fiz raid 0 com dois HD's Sata 2 de 7200RPM, ai sim o tempo de loading foi extremamente afetado. Porém quando eu instalei um SSD, este tempo caiu mais ainda.

Pode até ser que o tempo de loading seja afetado, pelo fato do conteúdo físico do HD seja lido e carregado em memória, mas não adianta nada ter 8 a 10gb/s de gravação(memória) quando o barramento SATA 3 manda apenas 6gb/s

Editado por Valter Leonardo

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Olá,

 

Acredito que não foram analisados os dados corretos. O uso de memórias dual-channel (ou triple-channel no caso dos processadores de socket 1136) não tem como foco ou característica a alteração na taxa de quadros por segundo, até porque isso está mais ligado à placa de vídeo e ao barramento PCI-E do que às memórias.

Neste caso, acredito que a tecnologia adotada, se é single, dual ou triple-channel tem mais a ver com o tempo de carregamento (loading) do jogo. Refiz em casa o teste de vocês utilizando um I7 950 LGA 1136 e intercalei a utilização dos canais. São memórias DDR3 1600 rodando 2000mhz e o processador a 3.4ghz. Foram 3x4G e não tive alteração significativa na taxa de quadros, mas tive grande variação em loadings.

Utilizo dois SSDs Evo 840 2 de 120GB em Raid 0 com stripe de 32k. A placa mãe é uma Asus P6X58D-E.

Se a NVIDIA não fosse proprietária do código do PhysX e a performance não ficasse tão comprometida em placas da AMD, aí sim acredito que o teste do Single X Dual Channel teria mais sentido, pois estes cálculos são executados pelo processador e não pela GPU

 

Bem, o objetivo do teste era descobrir de o dual channel faz diferença na taxa de quadros, então os dados analisados estavam corretos em relação ao objetivo.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O teste, como o @Rafael Coelho falou, foi para avaliar a taxa de quadros, sim, é insignificante neste caso o dual channel ou single etc... Porém sobre o colega falando dos tempos de loading, acredito que não terá diferença significativa também, pois veja bem, no meu caso com memórias DDR 3 1600 MHz cl9, em dual channel a banda é de 28 GB/s, já a taxa de apenas um pente em single, seria de 10 ~ 14 GB/s, e veja que a SATA 3 possuí taxa de 6 Gb/s ou seja, convertendo para GB seria 0,75GB/s, assim sendo 750 MB/s, ou seja, mesmo a memória estando em single, ainda possui mais de 10 vezes a banda de um SSD TOP em SATA 3, e apenas com um raid 0 com uns 10 SSDs para chegar próximo a esse valor da memória. O que eu não sei informar ou analisar é o quanto da banda da memória está sendo utilizada e é "puxada" pelo processador.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Se a NVIDIA não fosse proprietária do código do PhysX e a performance não ficasse tão comprometida em placas da AMD, aí sim acredito que o teste do Single X Dual Channel teria mais sentido, pois estes cálculos são executados pelo processador e não pela GPU

 

Que estranho, isso é novo para mim. Eu tinha uma placa de vídeo da Nvidia e no painel de controle ou console Nvidia permitia escolher manualmente qual processador iria executar o Physx de forma fixa, podendo ser tanto a CPU ou a GPU. Como faz muito tempo que não uso Nvidia não sabia que o Physx era uma instrução proprietária somente para CPU.

 

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

 

Que estranho, isso é novo para mim. Eu tinha uma placa de vídeo da Nvidia e no painel de controle ou console Nvidia permitia escolher manualmente qual processador iria executar o Physx de forma fixa, podendo ser tanto a CPU ou a GPU. Como faz muito tempo que não uso Nvidia não sabia que o Physx era uma instrução proprietária somente para CPU.

 

 

Errado,

 

Physx, é uma solução proprietária da NVIDIA, apenas placas de vídeo NIVIDA conseguem processar. Quando usar uma placa de vídeo AMD, o Physx é calculado pelo processador.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Errado,

 

Physx, é uma solução proprietária da NVIDIA, apenas placas de vídeo NIVIDA conseguem processar. Quando usar uma placa de vídeo AMD, o Physx é calculado pelo processador.

 

O que queria dizer é que no final de seu comentário você cita que a API (Physx) roda unicamente em cima do processador e não da GPU (mesmo essa sendo Nvidia, sacas?), mas como você citou placa de vídeo da AMD, agora sim eu vim entender  ;)

Editado por wilsansilva

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Bem, o objetivo do teste era descobrir de o dual channel faz diferença na taxa de quadros, então os dados analisados estavam corretos em relação ao objetivo.

 

Bem, o objetivo do teste era descobrir de o dual channel faz diferença na taxa de quadros, então os dados analisados estavam corretos em relação ao objetivo.

 

Olá, obrigado pela explanação. Não havia observado por este ponto. Então ratifico o que disse e concordo com o resultado do teste. A quantidade de canais de memória não faz diferença na taxa de quadros por segundo.

Abraços e espero ter colaborado de alguma forma.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Foi um ótimo teste, isso tirou muitas duvidas em vista que nem sempre precisamos ter dual channel.

 

Eu gostaria de sugerir 2 testes se possivel:

 

* Mesmo teste mas com vídeo onboard e outro com pentes de tamanhos diferentes (1 de 8gb e outro de 4gb por exemplo).

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acredito que o teste precise então ser refeito utilizando uma placa de vídeo da AMD para saber se haverá diferença com a tecnologia PhysX

 

Com certeza haverá, porque quando temos um placa de vídeo AMD rodando algum jogo com PhysX, quem irá processa-lo será o processador, e como ele (processador) tem menor poder de processamento, ficando atras de um conjunto com placa de vídeo NVIDIA.

 

Mas isso, pensando em outro teste. Para o objetivo atual, medir o desempenho em jogos com memórias em Dual, Singles, Tiple Channel e etc, não resultará em diferença, porque o processamento de PhysX, acredito eu, não é influenciado pela quantidade ou velocidade de memória, e sim pelo processador utilizado (Processado vs Gráfico)

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Podia ter um teste com video integrado também, pra ver se dual channel de alguma forma beneficia quem usa. Ainda mais com processadores que já tem um desempenho relativamente bom com gpu integrada...

 

Excelente sugestão e o @Rafael Coelho já colocou essa ideia na lista!

Agradeço a todos pelo debate de altíssimo nível técnico e agradecemos todas as sugestões para futuros testes nessa linha que temos feito ultimamente ("derrubando mitos"), todas as sugestões foram anotadas e tentaremos atendê-las em breve. Fiquem ligados!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sugestão de teste
Verificar se usar memoria ram em single ou dual channel faz diferença no uso do  dia a dia de um computador(tempo de carregamento do sistema operacional, programas, tempo pra alternar entre programas,....)




 

Editado por igorviguini

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Sugestão de teste

Verificar se usar memoria ram em single ou dual channel faz diferença no uso do  dia a dia de um computador(tempo de carregamento do sistema operacional, programas, tempo pra alternar entre programas,....)

 

 

Acredito que não amigo. Quem está por traz desta performance (tempo de carregamento do sistema operacional, programas, tempo pra alternar entre programas,....) é 99% sobre o HD e o padrão adotado (PATA,SATA,SATA2,SATA3).

 

Como discutimos anteriormente, o "computador" irá carregador dados do HD para a memória, quem manda, em velocidade, é quem possuí a menor entre elas. Contando que o Sata 3 tem 6gb/s de transferência e uma memória pode ter até 28Gb/s em dual channel, a leitura deste dados para dentro da memória será de 6gb/s por causa da limitação do HD e do padrão utilizado. Isso contando em ser SATA 3. Isto sem contar o tempo de acesso do HD ao dado realmente dito.

 

Carregamento de programas, abertura do windows e programas de alto poder de processamento (phoshop, flash, corel, etc) senti muita diferença quando coloquei um SSD sata 3 no notebook (antes era HD Sata 2 5400rpm). Antes, de trocar o HD por SSD, eu usava apenas um pente de 8gb, agora está rodando em dual channel 2x8gb e não mudou nada, apenas quando troquei o HD por SSD. Não só pela velocidade de transmissão de dados, mas também pelo tempo de acesso que de um HD de 5400rpm é em torno de 14ms enquanto um SSD é de apenas 0.1ms. (HD de 7200rpm tem tempo de acesso de 12ms)

Editado por Valter Leonardo

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Acredito que não amigo. Quem está por traz desta performance (tempo de carregamento do sistema operacional, programas, tempo pra alternar entre programas,....) é 99% sobre o HD e o padrão adotado (PATA,SATA,SATA2,SATA3).

 

Como discutimos anteriormente, o "computador" irá carregador dados do HD para a memória, quem manda, em velocidade, é quem possuí a menor entre elas. Contando que o Sata 3 tem 6gb/s de transferência e uma memória pode ter até 28Gb/s em dual channel, a leitura deste dados para dentro da memória será de 6gb/s por causa da limitação do HD e do padrão utilizado. Isso contando em ser SATA 3.

 

Carregamento de programas, abertura do windows e programas de alto poder de processamento (phoshop, flash, corel, etc) senti muita diferença quando coloquei um SSD sata 3 no notebook. Antes, eu usava apenas um pente de 8gb, agora está rodando em dual channel 2x8gb e não mudou não, apenas quando troquei o HD por SSD.

Não esqueça que usei um valor genérico para a banda da RAM, pois depende da frequencia e dos bits(geralmente 64 por pente, e quando est em dual, é como se fosse 128 bits´(OBS: Sendo que esses bits é a interface entre a memória e o processador, ou seja, o tamanho do canal por onde escoa os dados)) aí a banda fica em 1600 MHz( para a minha memória) X 128(pois ta e dual channel) = 204800 Mb/s, relembre que o "b" minusculo é bits, em bytes se divide por 8, então fica 25600 MB/s, ou seja 25,6 GB/s.

Já as Sata, como já disse, é em Gigabit, ou seja, transformando para Gigabyte fica em 0,75 Gigabytes por segundo, ou seja, os 750 MB/s que ja disse. Pois como é o processador que "puxa" o dado do HD e depois lança na memória, assim o fator limitante da velocidade de carregamento é o mais lento, ou seja o HD.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Não esqueça que usei um valor genérico para a banda da RAM, pois depende da frequencia e dos bits(geralmente 64 por pente, e quando est em dual, é como se fosse 128 bits´(OBS: Sendo que esses bits é a interface entre a memória e o processador, ou seja, o tamanho do canal por onde escoa os dados)) aí a banda fica em 1600 MHz( para a minha memória) X 128(pois ta e dual channel) = 204800 Mb/s, relembre que o "b" minusculo é bits, em bytes se divide por 8, então fica 25600 MB/s, ou seja 25,6 GB/s.

Já as Sata, como já disse, é em Gigabit, ou seja, transformando para Gigabyte fica em 0,75 Gigabytes por segundo, ou seja, os 750 MB/s que ja disse. Pois como é o processador que "puxa" o dado do HD e depois lança na memória, assim o fator limitante da velocidade de carregamento é o mais lento, ou seja o HD.

 

Obrigado pela correção, mas mantenha-se a mesma lógica!

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Um tapa na cara da concorrência que só pensa no jabá  :D 

Pode não ser o portal mais ativo ou com mais acessos, mas ao menos o CdH continua sendo honesto e publicando testes/artigos de qualidade.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo teste Rafael e equipe.

 

 

Ah, tem como eu pinar este teste na área das memórias??

Editado por ApoloBrz
adição de dúvida ao post.

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Essa dos FPS ficarem maior sem o Dual Channel eu não esperava.....Chega ser bizarro...  Teoricamente não deveria cair os FPS no dual justamente por ter o dobro de banda disponível.... O desempenho do dual channel seria  como trocar uma memória DDR3 de 1000mhz por uma de 2000mhz  mantendo um único canal ou seja  2X 1000mhz dual teria o mesmo desempenho de  1X 2000mhz  single....  Mas na pratica isso não aconteceu..... Será que a velocidade  da memória , latências também influenciam significativamente nos FPS?   

Compartilhar este comentário


Link para o comentário
Compartilhar em outros sites



Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário







Sobre o Clube do Hardware

No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

Direitos autorais

Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

×