Ir ao conteúdo
  • Comunicados

    • Gabriel Torres

      Seja um moderador do Clube do Hardware!   12-02-2016

      Prezados membros do Clube do Hardware, Está aberto o processo de seleção de novos moderadores para diversos setores ou áreas do Clube do Hardware. Os requisitos são:   Pelo menos 500 posts e um ano de cadastro; Boa frequência de participação; Ser respeitoso, cordial e educado com os demais membros; Ter bom nível de português; Ter razoável conhecimento da área em que pretende atuar; Saber trabalhar em equipe (com os moderadores, coordenadores e administradores).   Os interessados deverão enviar uma mensagem privada para o usuário @Equipe Clube do Hardware com o título "Candidato a moderador". A mensagem deverá conter respostas às perguntas abaixo:   Qual o seu nome completo? Qual sua data de nascimento? Qual sua formação/profissão? Já atuou como moderador em algo outro fórum, se sim, qual? De forma sucinta, explique o porquê de querer ser moderador do fórum e conte-nos um pouco sobre você.   OBS: Não se trata de função remunerada. Todos que fazem parte do staff são voluntários.
Carlos Zanon

Comunicação USB com MC

Recommended Posts

Carlos Zanon    66

Fala gente, tudo bom?

 

Bom, eu tenho um projetinho pessoal que existem diversos e diversos circuitos na internet. Uma bina com MT8870, direto na linha telefônica (com circuito para ler os pulsos claro).

 

Eu quero fazer essa bina comunicar com o PC usando USB. De um momento inicial, eu gostaria de evitar o uso de microcontroladores (MC) com USB já integrado...

Pelo que andei vendo de circuitos, basicamente o que tenho que fazer é converter o sinal USB do micro para SERIAL e usar os pinos do MC para fazer o I/O.

 

Será que eu posso usar um MAX232 para fazer este serviço? Se eu puder usar o MAX232, o resto eu já me viro bem na montagem x)


Entra USB do PC e vai ao MAX232 que converte para SERIAL e envia ao MC. O MC processa e devolve a comunicação aos pinos do MAX232 e este converte para o USB de volta... O Caminho de pensamento está correto?

 

* Ainda não montei os circuitos, mas estou pensando nisso para comprar os componentes direitinho x)

Nesse circuito da bina, vou usar os 5v da USB e o sinal que vem da rede de telefonia para identificar os pulsos.

Editado por Carlos Zanon

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Isadora Ferraz    1.599
33 minutos atrás, Carlos Zanon disse:

Entra USB do PC e vai ao MAX232 que converte para SERIAL e envia ao MC. O MC processa e devolve a comunicação aos pinos do MAX232 e este converte para o USB de volta...

Este é literalmente um caminho mas não é um simples max232. Seria um fdti ft232 que tem uma interface mais digamos... "inteligente". Não vale a pena comprar o ci. Mais vale um conversor usb serial.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Carlos Zanon    66
  • Autor do tópico
  • @Isadora Ferraz Então... se tivesse o CI em versão tht eu até compraria uns 2 pra ver funcionando... Não tenho equipamentos pra trabalhar com SMD ;~;

     

    Eu gostaria de montar o circuito de conversão ;~; Você me sugere alguma outra opção além do cabo? Outro CI que faça o serviço parecido?

     

    @edit e @todos

     

    Andei olhando e achei alguns PICs pra fazer isso, já que quero colocar direto a saída USB do micro na entrada do circuito...

     

    Pic18f2450 e Pic18f4550

     

    Aparentemente eles resolvem o problema... Alguém já usou este tipo de comunicação?

    Editado por Carlos Zanon

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Isadora Ferraz    1.599

    Vais ter um pouco de dificuldade em encontrar componentes pth com esta função. Momento se atualizar. Penso que um soldador e um pouco de treinamento (e uma boa visão) consegues bastante sucesso com smds.

     

    Aquilo não é simplesmenente um cabo. Ele tem cis dedicado especialista em usb nele, sabia? Pra conversa pc-mc penso ser o mais indicado pra velha guarda (like me) que tem dificuldades com a interface usb. Se bem que to querendo pular esta etapa e partir logo pra conversa via wifi. Pense nisso...

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Carlos Zanon    66
  • Autor do tópico
  • 22 minutos atrás, Isadora Ferraz disse:

    Vais ter um pouco de dificuldade em encontrar componentes pth com esta função. Momento se atualizar. Penso que um soldador e um pouco de treinamento (e uma boa visão) consegues bastante sucesso com smds.

     

    Tem aquele problema de testar o componente e etc... Vou ter que melhorar os óculos também kkkkk

     

    22 minutos atrás, Isadora Ferraz disse:

    Aquilo não é simplesmenente um cabo. Ele tem cis dedicado especialista em usb nele, sabia? Pra conversa pc-mc penso ser o mais indicado pra velha guarda (like me) que tem dificuldades com a interface usb. Se bem que to querendo pular esta etapa e partir logo pra conversa via wifi. Pense nisso...

     

    Eu tenho noção que o cabo tem os CI's e etc... mas eu gostaria de montar meu circuito tivesse a entrada usb fêmea e não o dp9 ;~;

     

    Eu cheguei a pensar no wifi/rede mas... este bina fica melhor no próprio micro e não aberto na rede pra comunicação de geral... (Se bem que posso usar o RJ45 com as entradas de rede e telefone no mesmo cabo)

    Editado por Carlos Zanon

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Ola, existem kits do ftdi232 para adapta-lo para pth, no mercado livre. 

     

    Sim da para usar esses modelos de PIC e espetar direto na usb, apenas colocando um resistor em serie nas duas linhas de dados. 

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Carlos Zanon    66
  • Autor do tópico
  • 13 horas atrás, diegosoares90 disse:

    Ola, existem kits do ftdi232 para adapta-lo para pth, no mercado livre. 

     

    Sim da para usar esses modelos de PIC e espetar direto na usb, apenas colocando um resistor em serie nas duas linhas de dados. 

     

    Você tem alguma preferência para trabalhar? Entre os 2? o ftdi ou o pic? No meu caso, o pic trabalhará apenas em modo somente escrita (ele não faz a leitura de informações enviadas pelo PC) e eu acredito ser um enorme desperdício usar um MCU destes só pra fazer o envio de dados da USB.

     

    O FTDI me parece uma escolha mais interessante e dai eu consigo trabalhar com um PIC menos elaborado...

     

    O MCU do circuito completo irá... Ler os pulsos enviados pelo MT8870 (5 pinos) + envio destes dados para o PC (2 ou 1 pino de IO?) O MCU vai precisar de pelo menos 9 pinos (VCC, GND, 5 pinos digitais e 2 analógico) e aguente um clock de 48mhz (por causa do usb) correto?

     

    Para trabalhar com o FTDI, você pode me recomendar algum MCU que consiga fazer o serviço e ter o clock da usb de 48mhz?

    Editado por Carlos Zanon

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    @Carlos ZanonPara o seu caso eu usaria um FTDI e um PIC mais simples, como você mesmo disse. Usando a FTDI, ela se preocupa com o tratamento pela USB, ficando transparente a comunicação PC -- PIC . Inclusive o PC irá entender como uma porta serial COM. Portanto, seu PIC só precisa cuidar como uma UART qualquer de baud rate padrão (9600, 38400, 115200, etc.).

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Carlos Zanon    66
  • Autor do tópico
  • @diegosoares90 Então eu não vou precisar me preocupar com os 48mhz de clock? O FTDI cuida disso no caso? Me sinto mais aliviado se for o caso ^~^

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites
    Carlos Zanon    66
  • Autor do tópico
  • @diegosoares90 Perfeito... Dai só me preocupo com o oscilador da baud rate ^~^

     

    Acho que estou esclarecido quanto ao que fazer no caso :) Obrigado a todos x)

    • Curtir 1

    Compartilhar este post


    Link para o post
    Compartilhar em outros sites

    Crie uma conta ou entre para comentar

    Você precisar ser um membro para fazer um comentário






    Sobre o Clube do Hardware

    No ar desde 1996, o Clube do Hardware é uma das maiores, mais antigas e mais respeitadas publicações sobre tecnologia do Brasil. Leia mais

    Direitos autorais

    Não permitimos a cópia ou reprodução do conteúdo do nosso site, fórum, newsletters e redes sociais, mesmo citando-se a fonte. Leia mais

    ×